Parassimpático

Parassimpático

(Parte 1 de 5)

Divisão Aferente

Sistema AutonômicoSistema Somático

Sistema nervoso periféricoSistema nervoso central

Divisão Eferente

Parassimpático Simpático Entérico

Farmacologia do SistemaFarmacologia do Sistema Nervoso AutônomoNervoso Autônomo

Também chamado de Sistema Também chamado de Sistema

Nervoso Visceral, Involuntário Nervoso Visceral, Involuntário ou Vegetativo.ou Vegetativo.

Controla as funções Controla as funções vegetativas do organismo.vegetativas do organismo.

Dividido em S. N. A. Dividido em S. N. A. Simpático Simpático e Parassimpáticoe Parassimpático..

99É também chamado de S.N.A. É também chamado de S.N.A. CrânioCrânio-- SacralSacral..

99Sua ação predomina nas situações de Sua ação predomina nas situações de calma. calma.

99A transmissão é mediada pela A transmissão é mediada pela acetilcolinaacetilcolina

((AChACh) e por isto é denominada ) e por isto é denominada transmissão transmissão colinérgicacolinérgica..

99A A AChAChatua em receptores atua em receptores nicotínicosnicotínicos(N)(N)e e muscarínicosmuscarínicos (M).(M).

Sintetizada no neurônio Sintetizada no neurônio prépré--sinápticosinápticoa partir da a partir da AcetilAcetil--CoACoA+ colina.+ colina.

Sua Sua metabolizaçãometabolizaçãoé feita é feita pela pela acetilcolinesteraseacetilcolinesterase (AChE).(AChE).

Efeitos da estimulação doEfeitos da estimulação do S.N.A. ParassimpáticoS.N.A. Parassimpático

Sistema cardiovascular: diminuição da força e Sistema cardiovascular: diminuição da força e freqüência cardíaca e da pressão arterial.freqüência cardíaca e da pressão arterial.

Sistema respiratório: diminuição da freqüência Sistema respiratório: diminuição da freqüência respiratória, respiratória, bronquioconstricçãobronquioconstricçãoe aumento das e aumento das secreções brônquica e secreções brônquica e nasofaríngeanasofaríngea

Sistema digestivo: aumento da Sistema digestivo: aumento da motilidademotilidade gastrintestinal, da secreção gástrica e relaxamento dosgastrintestinal, da secreção gástrica e relaxamento dos esfíncteres.esfíncteres.

Sistema urinário: contração da bexiga e relaxamentoSistema urinário: contração da bexiga e relaxamento do esfíncter.do esfíncter.

Olhos: Olhos: miosemiose, contração do músculo ciliar. , contração do músculo ciliar.

Glândulas: estimulação das glândulas sudoríparas,Glândulas: estimulação das glândulas sudoríparas, salivares e lacrimais.salivares e lacrimais.

Glicose: diminuição dos níveis sanguíneos deGlicose: diminuição dos níveis sanguíneos de glicose.glicose.

Fármacos que atuam noFármacos que atuam no S.N.A. ParassimpáticoS.N.A. Parassimpático

Cinco grupos:Cinco grupos:

¾ AgonistasAgonistas muscarínicosmuscarínicos ¾ AnticolinesterásicosAnticolinesterásicos

¾ Antagonistas Antagonistas muscarínicosmuscarínicos

¾ Estimulantes Estimulantes ganglionaresganglionares

¾ Bloqueadores Bloqueadores ganglionaresganglionares

AÇÃO INDIRETAAÇÃO INDIRETA reversíveisreversíveis

AÇÃO INDIRETAAÇÃO INDIRETA irreversíveisirreversíveis

Acetilcolina Betanecol Carbacol Pilocarpina

Edrofônio Neostigmina Fisostigmina Piridostigmina

Ecotiofato Isoflurofato

AChEAChE Pralidoxima

Fármacos Fármacos AgonistasAgonistas MuscarínicosMuscarínicos

Atuam estimulando receptores Atuam estimulando receptores muscarínicosmuscarínicos, imitando os efeitos da , imitando os efeitos da AChACh..

Assim são chamados de Assim são chamados de parassimpaticomiméticosparassimpaticomiméticos ou ou colinomiméticoscolinomiméticosde ação direta.de ação direta.

Sintéticos: Sintéticos: betanecolbetanecol, , carbacolcarbacole e metacolinametacolina..

Naturais: Naturais: muscarinamuscarinae e pilocarpinapilocarpina. .

Uso Clínico dos Uso Clínico dos AgonistasAgonistas MuscarínicosMuscarínicos

Retenção urinária sem obstrução: Retenção urinária sem obstrução: betanecolbetanecol..

Retenção gástrica sem obstrução: Retenção gástrica sem obstrução: betanecolbetanecol..

XerostomiaXerostomia: : pilocarpinapilocarpina, , betanecolbetanecole e metacolinametacolina..

Glaucoma: Glaucoma: pilocarpinapilocarpina, , metacolinametacolinae e carbacolcarbacol..

Efeitos colaterais dosEfeitos colaterais dos AgonistasAgonistas MuscarínicosMuscarínicos

RuborizaçãoRuborização e sudorese;e sudorese;

Cólicas abdominais;Cólicas abdominais;

(Parte 1 de 5)

Comentários