Reciclagem de Garrafas PET APRESENTAÇÃO COMPLETA

Reciclagem de Garrafas PET APRESENTAÇÃO COMPLETA

RECICLAGEM DE MATERIAIS PET

O QUE É PET

  • O PET - Poli Tereftalato de Etileno - é um poliéster, polímero termoplástico.

  • É o melhor e mais resistente plástico para fabricação de garrafas.

  • Proporciona alta resistência mecânica (impacto) e química, além de ter excelente barreira para gases e odores.

  • Embalagens Pet são 100% recicláveis e a sua composição química não libera nenhum produto tóxico.

HISTÓRIA DO PET

  • A primeira amostra desse material foi desenvolvida pelos ingleses Whinfield e Dickson, em 1941.

  • Em 1962, surgiu o primeiro poliéster pneumático.

  • No início dos anos 70, o PET começou a ser utilizado pela indústria de embalagens.

  • O PET chegou ao Brasil em 1988.

  • Apenas a partir de 1993 passou a ter forte expressão no mercado de embalagens, notadamente para os refrigerantes.

CONSUMO PET PARA EMBALAGENS

HISTORICO DA RECICLAGEM DO PET

  • A Reciclagem de PET é, no Brasil, uma atividade recente - do ponto-de-vista industrial.

  • Atualmente, a indústria recicladora está estabelecida por todo território nacional.

  • O Censo da Reciclagem de PET no Brasil, um estudo completo sobre este importante segmento industrial, gerador de empregos e que destina adequadamente uma grande quantidade de embalagens de PET pós-consumo.

  • Através do censo, será possível ter um panorama bastante completo sobre o universo de empresas dedicadas à reciclagem do PET, número de empregos gerados, demandas para o produto reciclado e concentrações geográficas.

HISTÓRICO DA RECICLAGEM DO PET

PROCESSO DE RECICLAGEM

    • Descompactação: PET comptactado entra na máquina para a quebra dos blocos.
    • Separação: separação manual das cores e impurezas através de uma esteira (rótulos soltos e outros materiais).
    • Desrotulação: retira-se uma parcela dos rótulos e tampas.
    • Rosca sem fim: transporta até o primeiro moinho.
    • Pré-trituração: parte do material é triturado no primeiro moinho.

PROCESSO DE RECICLAGEM

    • Lavagem: retiram-se as impurezas maiores (terra, areia)
    • Separação final: separa os restantes dos rótulos e tampas
    • Segundo moinho: tritura em pedaços de 3/8”, tamanho ideal para industrialização final
    • Secadora: retira a umidade e envia para um silo
    • Armazenamento: mantém o PET reciclado em big-bags ou sacarias

Vídeo do Processo de Reciclagem

TÉCNOLOGIA NECESSÁRIA

TÉCNOLOGIA NECESSÁRIA

TÉCNOLOGIA NECESSÁRIA

TEMPO DE DECOMPOSIÇÃO

IMPACTOS AMBIENTAIS

  • Os impactos do pós-consumo são causados pelas garrafas encaminhadas para os aterros sanitários e principalmente por aquelas que são descartadas diretamente na natureza.

  • No caso em que as garrafas não têm destinação adequada e são descartadas diretamente na natureza, temos um problema ainda mais grave.

  • Geralmente as garrafas vão parar nos rios, agravando a poluição da água e o problema das enchentes.

  • O plástico demora mais de 100 anos para se decompor e pode causar até a perda de biodiversidade.

  • Fragmentos de plástico podem ser consumidos por animais que os confundem com comida, levando-os à morte. Isto está se tornando especialmente grave nos oceanos, onde estudos indicam que boa parte das águas já está contaminada.

IMPACTOS AMBIENTAIS

  • Durante sua de composição, que leva uma média de 100 anos, a garrafa PET que surgiu em 1988 libera seus compostos, contaminando lençóis freáticos e o ambiente.

  • Feita com polietileno tereftalato usado nos mais diversos objetos, como tapetes, embalagens e cordas, como conhecemos – surgiram como opção leve e barata para substituição das pesadas e de alta manutenção, garrafas de vidro. Infelizmente, não foi lançada em conjunto com as embalagens uma solução para o recolhimento e reutilização das mesmas, muito menos reciclagem.

  • O Brasil produz anualmente cerca de três bilhões de garrafas PET, um produto 100% reciclável, mas o volume de reciclagem atualmente beira os 50%. Isso significa na prática que pelo menos um bilhão e meio de plástico não-biodegradável é descartado no meio ambiente por ano, o que significa algumas centenas de anos para absorção na natureza.

EMPRESAS QUE FAZEM A RECICLAGEM (dados oficiais)

129 empresas de "Reciclagem de PET no Brasil

PENALIZAÇÕES OU INCENTIVOS RECEBIDOS EM DECORRÊNCIA OU NÃO DA RECICLAGEM

VANTAGENS DA RECICLAGEM

VANTAGENS DA RECICLAGEM

  • Redução do volume de lixo nos aterros sanitários e melhoria nos processos de decomposição de matérias orgânicas nos mesmos.

  • O PET acaba por prejudicar a decomposição pois impermeabiliza certas camadas de lixo, não deixando circularem gases e líquidos.

  • Embalagens plásticas depositadas em aterro sanitário.

  • Economia de petróleo pois o plástico é um derivado.

  • Economia de energia na produção de novo plástico.

VANTAGENS DA RECICLAGEM

  • Geração de renda e empregos.

  • Redução dos preços para produtos que têm como base materiais reciclados.

  • No caso do PET de 2 litros, a relação entre o peso da garrafa (cerca de 54g) e o conteúdo é uma das mais favoráveis entre os descartáveis. Por esse motivo torna-se rentável sua reciclagem.

VANTAGENS DA RECICLAGEM

BIBLIOGRAFIA

Comentários