Como fazer Monografia de Economia e Relações Internacionais

Como fazer Monografia de Economia e Relações Internacionais

(Parte 1 de 10)

São Paulo VERSÃO 1º SEMESTRE/2006

Fundação Armando Alvares Penteado

Conselho Curador Sra. Celita Procópio de Carvalho – Presidente

Diretoria Executiva Dr. Antonio Bias Bueno Guillén – Diretor Presidente

Dr. Américo Fialdini Jr. – Diretor Tesoureiro Prof. Victor Mirshawka – Diretor Cultural

Faculdade de Economia Emb. Rubens Ricupero – Diretor Luiz Alberto Machado – Vice-Diretor

Coordenação José Maria Rodriguez Ramos – Ciências Econômicas Gunther Rudzit – Relações Internacionais Manuel José Nunes Pinto – Pós-graduação, Pesquisa e Extensão.

Assessoria Pedagógica Antonio Sergio Bichir

Organização do GEM:

Prof. Áquilas Mendes – coordenador de Monografias de Economia

Prof.(a) Denilde O. Holzhacker – coordenadora de Monografias de Relações Internacionais

Revisão de texto e bibliografia Maria Lucia Flores da Cunha Bierrenbach

INTRODUÇÃO5
1 ROTEIRO PARA REALIZAÇÃO DE MONOGRAFIA I7

SUMÁRIO APRESENTAÇÃO 1.1 Elaboração do Pré-Projeto da Monografia para o Curso de Ciências

Econômicas8
1.2 Elaboração do Projeto de Pesquisa referente à Monografia9
1.3 Desenvolvimento das Bases Conceituais e Metodológicas10
2 GUIA PARA APRESENTAÇÃO DE MONOGRAFIA I14
2.1 Qual Deve Ser a Estrutura do Trabalho?14
2.2 Quais São as Instruções Gerais para a Formatação do Trabalho?16
2.3 Como Deve Ser a Redação do Trabalho?17
2.4 Como se Organiza um Capítulo?18
2.5 Qual Deve Ser a Linguagem dos Capítulos?18
2.6 Como Fazer Citações de Textos?19
2.7 Como se Deve Apresentar Figuras, Quadros e Tabelas?24
2.8 Qual Deve ser o Conteúdo da Conclusão?26
2.9 Qual Deve ser o Conteúdo da Introdução?26
2.10 Quais São as Normas para as Referências Bibliográficas?27
3 PROCESSO AVALIATIVO: AS BANCAS EXAMINADORAS32
3.1 Processo de Avaliação das Bancas32
3.2 Critérios de Avaliação das Bancas32
3.3 Nota Final32
3.4 Forma de Apresentação da Mono à Banca32
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS34

ANEXOS – MODELO DE MONOGRAFIA 35

4 APRESENTAÇÃO

Os Cursos de Economia e Relações Internacionais da Fundação Armando Álvares Penteado — FAAP — tornaram-se referência no Estado de São Paulo e no País dentre os cursos desenvolvidos pelas faculdades privadas. Além dos vários campos de trabalho que o nosso curso de economia possibilita ao aluno, destaque deve ser dado ao conhecimento completo e rico acerca dos movimentos do mercado financeiro internacional e nacional e do desenvolvimento de estratégias adequadas para a melhoria de qualidade da sociedade brasileira.

Assim, para que o nosso curso não se afaste desse enfoque de formação, precisa manter-se preocupado em gerar alunos e futuros profissionais qualificados e preparados para acompanhar a velocidade das mudanças decorrentes do mercado globalizado. Dentre os vários aspectos do nosso curso que contribuem para a sólida formação dos alunos, não poderíamos deixar de ressaltar o trabalho final de conclusão, intitulado “Monografia em Economia”.

Com o objetivo de alcançar a padronização e a melhoria da qualidade das Monografias deste nosso curso, nos seus aspectos normativos e metodológicos, a Coordenação de Monografias decidiu oferecer aos alunos um Guia que contemplasse os principais aspectos objetivados. Para este trabalho, contou-se inicialmente com as anteriores contribuições de alguns dos professores desta Faculdade que produziram materiais importantes para a área das Monografias. Posteriormente, em continuidade a esse processo, responsabilizamos a Coordenação de Monografias para reunir todo o material até então produzido e elaborar um texto possivelmente o mais acessível aos nossos alunos. O Guia final, daí resultante, é o que ora estamos apresentando.

Luiz Alberto Machado Vice-Diretor da Faculdade de Economia

5 INTRODUÇÃO

Este Guia, denominado “Guia para Elaboração de Monografias – GEM” em Economia e

Relações Internacionais, tem como público-alvo aquele aluno que se encontra na fase final do curso, por ocasião da elaboração de sua Monografia. Trata-se de um Guia de orientação, no sentido mais apropriado, que almeja contribuir para o desenvolvimento e conclusão do último trabalho científico individual no âmbito do curso de graduação em Economia ministrado pela FAAP.

Este Guia não é restrito aos aspectos normativos de apresentação das Monografias, pois concilia a linguagem acessível das normas ao rigor metodológico de um trabalho acadêmico. Além disso, o guia dispõe de informações quanto ao processo de avaliação das etapas de realização das Monografias.

No que diz respeito aos aspectos normativos das Monografias, o presente Guia baseouse em material existente nesta Faculdade, anteriormente produzido por alguns dos seus professores, literatura específica sobre a redação de trabalhos científicos, manuais elaborados por bibliotecas de outras universidades, orientações para elaboração de artigos de revistas especializadas, dentre outros. Acrescente-se a este conjunto a consulta à norma da Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT NBR 6023:2002.

As Monografias dos cursos de Economia e Relações Internacionais constituem fontes importantes de informação especializada e, portanto, demandam do aluno que tais produtos sejam bem elaborados metodologicamente e normalizados, de acordo com as exigências da comunidade acadêmica. Essas Monografias têm, até, papel educativo, servindo de modelo para outros estudantes que se sucederem.

Por decisão da atual Diretoria da Faculdade de Economia, as melhores Monografias poderão ser publicadas no periódico desta Fundação, intitulado Revista de Economia & Relações Internacionais, após serem aprovadas, podendo ter, como autoria, além do aluno formado, seu orientador, e até mesmo outros professores que tenham colaborado com o desenvolvimento do tema. O campo da economia é um daqueles em que as Monografias se transformam em artigos de periódicos especializados, na sua maioria. Mas, para isso, o aluno deve ter muito presente os conteúdos específicos que fazem parte do que pode ser aceito na disciplina científica, “a Economia”.

Organização do “Guia para Elaboração de Monografias em Economia e Relações Internacionais - GEM”

Escrever a Monografia é um exercício de grande desafio e estímulo para os alunos no final da graduação. Nesse processo, é necessário seguir algumas regras de apresentação e redação do texto final. Num primeiro momento, pode parecer que essas normas impõem uma série de limitações, mas, na verdade, no final, percebemos o quanto nos ajudam a organizar as informações e tornar nosso texto mais compreensível.

As normas facilitam a organização e a melhor expressão do conhecimento que queremos transmitir. Por isso, elas ajudarão muito mais do que atrapalharão o trabalho final. O intuito desta Guia é, com isso, trazer informações sobre a organização do trabalho científico, facilitando a apresentação final da Monografia. O guia está organizado da seguinte forma:

Parte 1 – apresenta o roteiro para realização de Mono I.

Parte 2 – compreende o conteúdo específico do Guia para apresentação da Monografia no estágio final — Mono I —, elaborado sob a forma de dez (10) perguntas e respostas.

Parte 3 – inclui comentários a respeito da forma e do conteúdo das Bancas Examinadoras de Mono I, bem como são apresentados os critérios referentes ao processo avaliativo dos professores integrantes dessas bancas.

Ainda, o Guia dispõe de um Anexo com um modelo de partes de uma Monografia para facilitar a visualização e contribuir para que a entrega final não sofra atrasos por conta de equívocos na formatação do trabalho.

Há, neste trabalho, a contribuição de alguns professores na leitura cuidadosa e nas sugestões encaminhadas para o seu aprimoramento. Destaco, dentre eles, José Maria Rodrigues Ramos, José Geraldo Soares de Mello Júnior e Luiz Alberto Machado.

Por fim, o agradecimento aos professores-orientadores que, durante a reunião ocorrida para a discussão sobre sua primeira versão, propiciaram contribuições importantes a este Guia. São eles: Antonio Bichir, João Chang Júnior, Leonardo Fernando Basso, Marina Gusmão de Mendonça, Paulo Renato dos Santos, Roberto Iannone e Samy Dana.

Prof. Áquilas Mendes — coordenador de Monografias do Curso de Ciências Econômicas

Prof.(a) Denilde Oliveira Holzhacker — coordenadora de Monografias do Curso de Relações Internacionais

1 ROTEIRO PARA REALIZAÇÃO DE MONOGRAFIA I

A primeira fase importante do trabalho de pesquisa é a escolha do tema. Essa fase é crucial para o desenvolvimento da pesquisa, por isso, os alunos devem dedicar um grande esforço na sua escolha. Bastos et al. (2003) sugerem a seguinte estratégia: faça uma retrospectiva dos assuntos que mais lhe atraíram durante o curso e, em seguida, liste por ordem de interesse. Considere (com a ajuda de um professor):

a. o que pode ser objeto de uma Monografia; pois alguns temas são muito interessantes, mas, quando analisados, não são exeqüíveis; b. o quanto já foi estudado. Se, apesar de bastante estudado, ele continua mobilizando e ainda suscita hipóteses importantes. Outros temas foram pouco abordados, por isso, deixam maiores margens para a pesquisa. No entanto, nesses casos, o material tende a ser mais escasso, tornando mais difícil a pesquisa; c. se é possível delimitar o tema e isolar pontos específicos. Peça a ajuda de um professor para demarcar tópicos específicos que facilitaram a pesquisa e o aprofundamento sobre o tema; d. qual o acesso às informações. Os dados são acessíveis ou não? Material acessível é essencial para o desenvolvimento da Monografia; lembre-se que o período para definição do tema, realização da pesquisa e redação final é limitado.

Após a escolha do tema, começa a fase de elaboração do projeto de pesquisa, que deve ser considerado o mapa do trabalho de pesquisa que será desenvolvido.

Para os alunos do Curso de Ciências Econômicas, é necessário elaborar o pré-projeto de Monografia antes do início do semestre em que se inicia Monografia I. Sua entrega ocorrerá na primeira semana do semestre de Monografia I. Essa etapa se refere ao “ponto de partida” do trabalho de Monografia do aluno. O pré-projeto deve relacionar, ainda que de forma sintética, as principais idéias do trabalho a ser desenvolvido pelo aluno (ver item 1.1).

Para os alunos do Curso de Relações Internacionais, o início do trabalho de Monografia I dá-se após a elaboração do Projeto de Pesquisa (ver item 1.2).

1.1 Elaboração do Pré-Projeto de Monografia para o Curso de Ciências Econômicas

A estrutura do pré-projeto não é aleatória, deve seguir os seguintes itens: 1. Problema Formular pergunta(s) sobre o assunto. 2. Tema Explicitação do assunto na forma de problema a ser resolvido. 3. Justificativa Refere-se, em linhas gerais, a POR QUE é importante desenvolver o tema escolhido. 4. Objetivo

O objetivo diz respeito, em linhas gerais, a O QUE se vai fazer para desenvolver o objeto de pesquisa — sempre precedido de um verbo no infinitivo (ex.: O objetivo é analisar as conseqüências do...). Deve-se apresentar o objetivo geral e, na medida do possível, relacionar os objetivos específicos.

5. Métodos

Refere-se, em linhas gerais, a COMO se vai desenvolver o objetivo e/ou objetivos pretendidos.

Deve-se apresentar: as variáveis que serão analisadas; o período referente ao desenvolvimento de seu tema (ex.: anos 80, década dos noventa, etc.)

6. Bibliografia inicial (mínimo de cinco fontes bibliográficas — artigos científicos, livros, etc.)

(Parte 1 de 10)

Comentários