Aula 2 - Exemplos resolvidos e exercicios propostos V2

Aula 2 - Exemplos resolvidos e exercicios propostos V2

(Parte 1 de 2)

Curso sobre a NBR 6118:2003 – Concreto Armado Aula 2 - Comportamento conjunto dos materiais

Exemplo 1: Emenda por traspasse de barras isoladas

Calcule o comprimento de traspasse sem gancho, a armadura transversal da emenda e estude a disposição das armaduras longitudinal e transversalmente, a partir dos dados apresentados, considerando que será necessário emendar todas as barras. Dados:

As,calc = 7,5 cm² (armadura de tração de viga fletida);

As,ef = 4 φ 16 m = 8,0 cm²; aço CA-50, barras nervuradas (alta aderência) dispostas isoladamente (sem feixe);

aço CA-50 na armadura transversal;

fck = 25 Mpa; bw = 18 cm; h = 45 cm (seção transversal da viga);

cnom = 25 m condição de aderência: boa

diâmetro máximo do agregado = 19 m

Resolução: Determinação da tensão de aderência (fbd) η1 é igual a 2,25, uma vez que a barra de 16mm é de alta aderência; η2 é igual a 1 para barras situadas em zonas de boa aderência; η3 é igual a 1 para barras de diâmetro não superior a 32mm;

MPaf f c

Então:

ffbd

Determinação do comprimento de ancoragem necessário (lb,nec)

Como não há gancho:

α1 = 1,0 Portanto:

1, φα l l cm

A efs calcs bnecb

Curso sobre a NBR 6118:2003 – Concreto Armado Aula 2 - Comportamento conjunto dos materiais

Como será necessário emendar todas as barras, a disposição das barras na seção transversal recai na situação de mais de uma camada, em virtude do espaçamento mínimo necessário, como mostrado:

agregado max cma a cma a h h h h h φ

Figura 1.1 - Emendas por traspasse - Seções transversais

A proporção máxima de barras emendadas numa mesma seção será de 50%, que é o percentual máximo para o caso de barras de alta aderência dispostas em mais de uma camada sujeitas a um carregamento estático; Para 50% de barras emendadas na mesma seção:

α0t = 1,8 Determinação do comprimento de traspasse

As barras emendadas serão detalhadas justapostas entre si, ou seja, com distância menor que 4φ. Então:

cm 24 1,6 15 15 cm 32 60 1,8 0,3 0,3 b0t mín0t, φ α l l cm 101 0t=∴l

Curso sobre a NBR 6118:2003 – Concreto Armado Aula 2 - Comportamento conjunto dos materiais

Determinação da armadura transversal nas emendas

Esta armadura deve concentrar-se nos terços extremos da emenda e ser capaz de resistir à força de uma barra emendada. Como o aço da armadura transversal é o mesmo da longitudinal, Ast pode ser calculado diretamente por:

Figura 1.2 - Emendas por traspasse - Esquema longitudinal

Curso sobre a NBR 6118:2003 – Concreto Armado Aula 2 - Comportamento conjunto dos materiais

Exemplo 2: Ancoragem de feixes de barras

Calcule o comprimento de ancoragem e a armadura transversal de confinamento a partir dos dados apresentados. Dados:

As,calc = 19,1 cm² (armadura de tração de viga fletida);

As,ef = 10 φ 16 m = 20,0 cm²; aço CA 50, barras nervuradas (alta aderência) dispostas em 5 feixes de 2 barras;

aço CA 50 na armadura transversal;

fck = 30 Mpa; bw = 2 cm; h = 60 cm (seção transversal da viga);

cnom = 30 m condição de aderência: má (armadura negativa);

Resolução: Determinação do diâmetro equivalente (nφ):

Como φn ≤ 25 m, o feixe pode ser tratado como uma barra única, de diâmetro φn. Determinação da tensão de aderência (fbd) η1 é igual a 2,25, uma vez que a barra de 16mm é de alta aderência; η2 é igual a 0,7 para barras situadas em zonas de má aderência;

MPaf f c

Determinação do comprimento de ancoragem básico (lb) ffbd

Determinação do comprimento de ancoragem necessário (lb,nec)

A adoção de ganchos não é recomendável no caso de feixes de barras (α1 = 1,0). Portanto:

cm 103 necb,=∴l

Curso sobre a NBR 6118:2003 – Concreto Armado Aula 2 - Comportamento conjunto dos materiais

Armadura transversal de confinamento

Como o diâmetro equivalente é menor que 32 m, deve haver armadura transversal capaz de resistir a 25% do esforço de ancoragem de um feixe. Essa armadura deve estar disposta ao longo do comprimento de ancoragem.

sais quanto para as longitudinais).

Podem ser consideradas as armaduras transversais existentes ao longo do comprimento de ancoragem.

(Parte 1 de 2)

Comentários