eletricista 025

eletricista 025

3

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA

SECRETARIA MUNICIPAL DE RECURSOS HUMANOS

NÚCLEO DE RECURSOS HUMANOS DO MEIO AMBIENTE

DIVISÃO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

SERVIDOR

MATRÍCULA

ORDEM DE SERVIÇO INTERNA Nº 025/05

Atividade:

ELETRICISTA

Após análise das atividades executadas no(a) Departamento de Parques e Praças, na Gerência de Conservação e Manutenção (MAPP 3G), pelo Técnico de Segurança do Departamento de Saúde Ocupacional e conforme orientação da Divisão de Segurança do Trabalho, verificamos que deverão ser obrigatoriamente seguidos os seguintes procedimentos de segurança no trabalho , visando resguardar a integridade física dos colaboradores (servidores) que executam as atividades acima mencionadas.

NOTA:. Antes de iniciar a execução das atividades diárias, deverão ser identificados os riscos das atividades, utilizando os Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e Coletiva (EPC) adequados.

  1. Uso obrigatório de todos os equipamentos de proteção individual – EPI’s adequados para a função, conforme o Termo de Responsabilidade (ficha de recebimento de EPI’s) e Requerimento de Risco de Vida.

  1. Isolamento físico de áreas, sinalização, aterramento provisório, no local onde estiverem efetuando o serviço.

  1. Observar distância segura dos fios de alta e baixa tensão, quando durante a realização das atividades.

  1. A atividade somente deve ser realizada por pessoal habilitado e sempre em dupla.

OBS:. É considerado pessoal habilitado onde a capacitação ocorreu: através de curso específico do sistema oficial de ensino; através de curso especializado ministrado por centros de treinamento e reconhecimento pelo sistema oficial de ensino ou através de treinamento na empresa, conduzido por pessoal autorizado.

  1. Utilização obrigatória do cinto de segurança e talabarte em alturas superiores a 2 metros, conforme NR-6 item IV – EPI, para proteção contra quedas com diferença de nível.

  1. Utilização de escada de madeira com sapatas de borracha anti-derrapantes, para o acesso de trabalhos em altura e a mesma deverá ser amarrada tanto na parte de baixo quanto na parte de cima .

  1. Utilização obrigatória de capacete, conforme NR-6 item I, para proteção do crânio em trabalhos a céu aberto e impactos provenientes de quedas, projeção de objetos ou outros.

  1. As ferramentas manuais utilizadas nos serviços em instalações elétricas devem ser eletricamente isoladas e outros equipamentos destinados a serviços em instalações elétricas sob tensão.

  1. Ao efetuar serviços de manutenção em instalações elétricas sob tensão, estes deverão ser planejados e programados, determinado-se todas as operações que envolvam riscos de acidente, de modo a serem estabelecidas medidas preventivas.

  1. Os serviços de manutenção ou reparo em partes de instalações elétricas só podem ser realizadas quando as mesmas estiverem liberadas.

  1. Os dispositivos de comando devem estar sinalizados e bloqueados, bem como o circuito elétrico aterrado, conforme prescrição da NR 10 item 10.3.1.1.

  1. No(s) local(is) onde esteja(m) sendo feito(s) instalação(ões) elétricas devem ser colocadas placas de aviso, inscrições de advertência, bandeirolas e demais de sinalização que chamem a atenção quanto ao risco.

FICA PROIBIDO

  1. O uso da viatura, caminhão ou máquina para outra atividade diferente da que se destina – USO INDEVIDO –

  1. Realizar o trabalho com ferramentas defeituosas ou inadequadas.

  1. Realizar os trabalhos SEM OS EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO ADEQUADOS (EPI e EPC), devendo o servidor comunicar imediatamente a sua chefia a falta dos mesmos.

  1. Fazer brincadeiras que coloquem em risco a sua vida e/ou de seus colegas.

  1. O acesso e a permanência de pessoas não autorizadas em ambientes próximos a partes das instalações elétricas que ofereçam riscos de danos às pessoas e às próprias instalações.

OBSERVAÇÕES:

  1. Quando houver troca de funcionários no setor, os mesmos só poderão executar atividades após treinamento específico para a função.

  2. A não observância das normas acima implica sanções previstas no Estatuto dos Funcionários Públicos Municipais – LEI 1656/58 e legislações correspondentes em vigor.

Curitiba, 25 de March de 2013

Ciência do servidor: ______________________________________

(nome por extenso)

Ciência da chefia imediata ____________________________________________

(necessário carimbo)

(matrícula)

Ciência do Diretor _____________________________________________

(necessário carimbo)

(matrícula)

**Observação: Manter em arquivo cópia, para solicitação sempre que necessário e encaminhar a via original ao NRH da Secretaria. Conforme redação dada pela Portaria nº 25 de 15/10/2001.

Comentários