Realização e Interpretação do Exame Preventivo!!

Realização e Interpretação do Exame Preventivo!!

Realização e Interpretação do Exame Preventivo

...conhecido como Citologia Oncótica, Citologia Exfoliativa, Preventivo, Pap Test.

...conhecido como Citologia Oncótica, Citologia Exfoliativa, Preventivo, Pap Test.

Método desenvolvido pelo médico George Papanicolau para a identificação, ao microscópio, de células neoplásicas malignas ou pré-malignas, que antecedem o surgimento do câncer de colo uterino.

Quem coleta o exame?

Quem realiza o exame?  

Toda a mulher que têm ou já teve atividade sexual deve submeter-se a exame preventivo.

A periodicidade preconizada para a realização desse exame é, inicialmente, 1 exame por ano. No caso de 2 exames normais seguidos, o exame deverá ser feito a cada 3 anos.

Em caso de exames com resultados alterados a mulher deve seguir as orientações fornecidas pelo médico que a acompanha.

 

Coleta em Gestantes:  

Pode ser feita em qualquer período da gestação, preferencialmente até o 7º mês.

A coleta deve ser feita com a espátula de Ayre.

Não Usar escava de coleta endocervical.

Coleta em Virgens:  

Deve ser realizada exclusivamente por profissional médico.

Nas paciente virgens não se deve realizar o toque vaginal e nem exame especular. Os órgãos devem ser avaliados pelo toque retal ou com colpovirgoscópio.

Rastreamento do câncer de colo uterino

  • É a 2ª causa de câncer na mulher.

  • No mundo: são 471.000 casos novos por ano, e 230.000 óbitos por ano.

  • O câncer de colo uterino tem um longo período assintomático . No qual é possível a sua detecção citopatológica precoce, pelo barato, acessível e prático: “exame preventivo”.

Tipos de câncer* mais incidentes estimados para o ano de 2008, em mulheres, Brasil

Anatomia do aparelho reprodutor feminino

Exame Físico

Exame Externo:

Avaliação perineal e vulvar:

Períneo: presença de rotura; prolapso; lesões de pele, manchas; hipocromias, hipercrômias;

Região vestibular e pequenos lábios:

Glândulas de Skene e de Bartholin;

Lesões que podem ser encontradas na vulva:

Manchas: hipocrômicas, hipercrômicas;

Lesões liquenóides,

Lesões vegetantes;

Qualquer lesão que possa acometer o epitélio pavimentoso queratinizado;

Lesões sexualmente transmissíveis

Exame Físico

Exame Interno:

Colocação do espéculo;

Observação do resíduo vaginal;

Observação da JEC

Coleta da citologia para estudo de Papanicolaou;

Lesões que podem ser encontradas na vagina:

Introdução do espéculo após observação da vulva;

Observação do colo a olho nu;

Coleta da citologia;

Embrocação com Acido Acético a 5%;

Embrocação com Lugol

Avaliação de áreas iodo negativas, positivas e claras;

Teste de Schiller: POSITIVO/NEGATIVO

COLETA DE CITOLOGIA

Condições Ideais Para Uma Amostra de Qualidade:

Não realizar ducha vaginal no dia do exame somente lavar por fora.

Não usar creme vaginal, pomadas nem submeter-se a exames intravaginais por 2 dias antes do exame.

Não manter relações sexuais 2 dias antes do exame.

Aguardar até o 5º dia após a término da menstruação.

Porém a presença de pequeno sangramento de origem não menstrual, não impede a coleta.

Preenchimento do Formulário

A importância do preenchimento do formulário de requisição de citologia é fundamental, bem como da identificação do exame.

Falhas na identificação podem acarretar troca de exames, comprometendo o trabalho.

Antes de iniciar a coleta:

Oriente a paciente sobre o desenvolvimento do exame;

Solicite a paciente que esvazie a bexiga;

Em seguida solicite que a mesma retire toda a roupa, sempre fornecendo uma avental para a mesma se cobrir;

Humanização no Atendimento

Para muitas mulheres o exame ginecológico ou simplesmente a coleta do papanicolaou, ainda causa constrangimento e preocupação.

Explicar o significado e os procedimentos que serão realizados, ajudam a diminuir a ansiedade.

Verifique o material necessário:

  • Par de luvas para procedimento,

  • Recipiente para acondicionar as laminas,

  • Lamina com uma extremidade fosca

  • Espéculo,

  • Espátula de Ayre,

  • Escova cervical,

  • Fixador,

Exponha a parte a ser examinada e realize a inspeção :

Introduzindo o Espéculo

Escolha o espéculo mais adequado.

Não lubrifique o espéculo com qualquer tipo de óleo, glicerina, creme ou vaselina. Em caso de recessamento extremo utilizar SF,0,9%.

Introduza o espéculo, na posição vertical ligeiramente inclinado.

.

 

Já introduzido faça uma rotação de 90º, deixando-o na posição transversa.

Uma vez introduzido totalmente na vagina abra-o lentamente e com delicadeza.

Visualização do Colo Uterino

Se ao visualizar o colo houver grande quantidade de muco ou secreção, segue-o delicadamente com uma gase sem esfregar.

Visualização do Colo Uterino

Junção Escamo Colunar

Visualização do Colo Uterino

Interpretação da Citologia Oncótica

O epitélio endocervical deslocado, que invade a ectocérvice, fica exposto a condições freqüentemente adversas existentes na cavidade vaginal podendo sofrer agressão pôr agentes biológicos, como bactérias, fungos e vírus, ou pôr agentes físicos ou químicos, como aplicadores vaginais, cremes, lavagens, esperma e outros, transformando-se, gradualmente, em epitélio escamoso.

Este processo chama-se metaplasia e a área que sofreu todo esse processo chama-se "zona de transformação"

Interpretação da Citologia Oncótica

O epitélio metaplásico torna-se mais vulnerável à ação de fatores oncogênicos, fazendo com que a JEC com METAPLASIA IMATURA seja mais susceptível à transformação neoplásica

Zona de transformação aonde o epitélio glandular é substituído pelo epitélio escamoso definido como METAPLASIA ESCAMOSA.

Possíveis colos encontrados

Possíveis colos encontrados

Nulíparas:

OCE puntiforme

Multíparas:

OCE em fenda

Possíveis colos encontrados

Possíveis colos encontrados

Possíveis colos encontrados

Identificação da Lâmina

 

Na parte fosca anotar o número de registro da mulher, e as inicias de seu nome.

È obrigatório o uso de lamina com extremidade fosca para facilitar a identificação, que deve ser feita com lápis preto. Não utilizar canetas pois as tintas dissolvem durante o processo de coloração das lâminas.

Coleta ectocérvice

Apoie a extremidade maior no orifício central, realize uma raspagem cervical em movimento de 360º.

Coleta ectocérvice

Coleta endocérvice

Recolha o material introduzindo a escova até o canal cervical, realizando o movimento de 360º.

Fixação do Material

 

A fixação do esfregaço deve ser procedida imediatamente após a coleta, sem nenhuma espera.

Visa conservar o material colhido, mantendo as características originais das células, preservando-as de dessecamento.

Quando usar fixador em spray, é necessário manter uma distancia de +/- 20cm.

 

Importância na qualidade da coleta:

Conclusão do Procedimento

   Feche o espéculo e retire-o delicadamente;

Oriente a paciente para que venha retirar o exame conforme rotina da unidade de saúde.

Envie as lâminas ao laboratório.

Obrigada!

Comentários