Normas ABNT e Vancouver - Resumo

Normas ABNT e Vancouver - Resumo

(Parte 1 de 2)

Universidade do Grande Rio Professor José de Sousa Herdy

Ana Carolina Leite Castello Branco Maia

Principais normas técnicas da ABNT e Vancouver

Rio de Janeiro

2010

1 INTRODUÇÃO

O Guia para Elaborar e Estruturas Trabalhos Monográficos de Conclusão de Curso, feito pela Professora Celi Coutinho Praxe e Professora Vânia Coutinho Gomes de Andre, publicado pela Editora Unigranrio, em 2007, possui grande importância no meio acadêmico, pois possibilita ao aluno esclarecer possíveis dúvidas no que se refere à síntese de trabalhos monográficos, sejam eles TCC, Monografias, Dissertações ou Teses.

O objetivo deste trabalho é apresentar ao acadêmico as principais diretrizes utilizadas estipuladas pelas normas técnicas da ABNT e Vancouver, na elaboração de trabalhos, e foi baseado exclusivamente no Guia.

2 CARACTERÍSTICAS GERAIS

2.1 Definições

2.1.1 Trabalho de Conclusão de Curso (TCC)

É um documento do curso ministrado, que representa o resultado de um estudo, devendo expressar o conhecimento adquirido do assunto escolhido.

2.1.2 Monografia

É um trabalho acadêmico, cuja abordagem implica em análise, crítica e reflexão de um determinado assunto, dando ao autos um maior aprofundamento.

2.1.3 Dissertação

É um documento que representa um trabalho experimental, ou exposição de um estudo científico retrospectivo, de um tema único e bem delimitado, reunindo, analisando e interpretando informações. É feito sobre orientação de um Doutor, visando a obtenção do título de Mestre.

2.1.4 Tese

É a exposição de um estudo científico, de tema único delimitado, com base investigacional original, feito sob a orientação de um doutor, visando o título de Doutor ou similar.

A principal diferença entre a monografia da dissertação e tese, no aprofundamento que é exigido as duas últimas, dando a eles uma nova abordagem e interpretação.

2.2 Iniciando um Trabalho Monográfico

1º passo: escolha do tema (problema – questão – investigação – objetivos);

2º passo: pesquisas;

3º passo: ler e organizar a pesquisa;

4º passo: reexaminar o tema;

5º passo: direcionar os capítulos (introdução, desenvolvimento e conclusão);

6º passo: redigir o trabalho;

7º passo: formatar o trabalho conforme as normas da ABNT e/ou Vancouver.

2.3 Formatação do Texto

  1. O projeto gráfico é de responsabilidade do autor;

  2. Recomenda-se tamanho 12 para fonte, e menor para citações de mais de 3 linhas, notas de rodapé, paginação e legendas;

  3. Cor preta, para fonte;

  4. Espaçamento de 1,5 para todo o texto;

  5. Papel branco, A4;

  6. Deve-se utilizar somente a frente da folha (exceto a folha de rosto);

  7. Margem esquerda e superior de 3cm, direita e inferior de 2cm;

  8. Títulos separados do texto por dois espaços de 1,5;

  9. Para texto, espaço simples, para referências, espaço duplo;

  10. Indicativos numéricos sem pontos, hífen, alinhado à esquerda e separado por um espaço de caractere;

  11. Os títulos sem indicativo numérico, devem ser centralizados;

  12. Elementos sem título e sem indicativo numérico são a folha de aprovação, a dedicatória e a epígrafe;

  13. Títulos em negrito, subtítulos não, tendo numeração progressiva;

  14. Na folha de rosto e na de aprovação, as considerações devem ser alinhadas do meio para a margem direita;

  15. As siglas, quando aparecem pela primeira vez no texto, devem ser na forma completa, com a sigla entre parênteses;

  16. A numeração das páginas só é colocada a partir da primeira filha da parte textual, no canto superior direito;

  17. Qualquer ilustração deve ser identificada na parte inferior, com o termo a que se refere, procedida do número de ocorrência no texto, com uma legenda curta e clara;

  18. As anotações de rodapé devem ficar separados do texto por um traço simples, tendo fonte menor que do texto.

2.4 Citações

De acordo com a ABNT, citação é a menção, no texto, de uma informação extraída de outra fonte, podendo ser indiretas, ou citação de citações, podendo aparecer no texto, ou no rodapé.

Como regra geral, as citações de até 3 linhas, devem ser feitas no texto, e devem estar contidas entre aspas duplas. Já as com mais de 3 linhas, devem ser destacadas com recuo de 4cm da margem esquerda, com letra menor que a do texto e sem aspas. As supressões, interpolações, comentários, ênfase ou destaques, devem ser indicados da seguinte forma:

  1. Supressões: [...]

  2. Interpolações, acréscimos ou comentários: [ ]

  3. Ênfase ou destaque: grifo, negrito ou itálico

Quando a citação incluir texto traduzido pelo autor, deve-se incluir após a chamada da citação, a expressão “tradução nossa”. Quando se tratar de citações obtidas por informações verbais, deve-se incluir a expressão “informação verbal”.

2.4.1 Citação direta: é a transcrição textual de outro autor.

Exemplos de citações diretas de até 3 linhas:

Ex. 1: Uma outra definição de Davis et al (1949, p. 40) para a família é dada como sendo —um grupo de pessoas cuja relação uns com os outros baseia-se na consanguinidade e por isso se tornam parentes entre si.

Ex. 2: Segundo Ciricillo e Marcondes (1992, p. 899): —[...] os atropelados sofrem, freqüentemente, múltiplas injúrias [...]“

Exemplo de citação direta com mais de 3 linhas:

Ex. 3:

Contudo, os psicólogos e os cientistas sociais reconhecem a singularidade de cada pessoa, mas negam que ela tenha caráter absoluto. Para tanto, eles procuram mostrar que a personalidade também é socialmente determinada e, nesse processo, cabe à cultura a tarefa de modelar a personalidade. Para Linton (1973, p. 40) ”quando dizemos que o desenvolvimento da personalidade individual é modelada pela cultura, queremos significar, realmente, que ele é modelado pela experiência resultante do contato do indivíduo com tais padrões culturais‘. (FERREIRA, 1993, p. 55).

2.4.2 Citação Indireta: é o texto baseado na obra do autor consultado.

Exemplo de citação indireta:

Ex. 4: Vários estudos mostram que a —incidência de trauma crânio-encefálico (TCE)“ é bastante elevada em populações traumatizadas e, que o TCE é um agravante no prognóstico de vítimas de trauma (KOIZUMI, 1984, 1990).

2.4.3 Citação Verbal: Obtidas em palestras, debates, entre outros.

Exemplo de citação verbal:

Ex. 5: No texto:

No Brasil, a sociologia da educação é bem recente. As faculdades de pedagogia são posteriores a 1930. Em 1931, por decreto do governo federal, criou-se a Faculdade de Educação, Ciências e Letras, anexa à Universidade do Rio de Janeiro (informação verbal)¹.

No rodapé da página:

______________________

1 Palestra proferida por Roberto Martins Ferreira no Congresso Brasileiro de Educação, no Rio de Janeiro, em março de 2000.

2.5 Notas

As notas de rodapé podem ser explicativas ou bibliográficas, conforme os exemplos citados abaixo:

2.5.1 Sistema numérico para as notas explicativas:

Neste sistema, a numeração deve ser única e consecutiva, em algarismo arábico, entre parênteses, alinhado ao texto, ou situada pouco acima da linha do texto em expoente à linha do mesmo, após a pontuação que fecha a citação.

Exemplo: No texto:

A população local, em 1996, segundo a Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (SEADE) era de 452.804 pessoas, sendo a renda média per capita de aproximadamente U$ 5.000.¹ Segundo dados oficiais do município a mortalidade infantil em 1993 foi de 16,3 por mil nascidos vivos.²

No rodapé:

_______________

¹ Informações obtidas via internet: www.seade.gov.br

² Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto. Secretaria de Saúde. Sistema de Coleta e

Análise Estatísticas Vitais.

Obs.: Os sistemas mais utilizados em trabalhos técnicos e científicos são os sistemas numérico (ordem de citação no texto) e alfabético (autor-data). Algumas obras de cunho histórico ou geográfico podem apresentar ordenação das referências por datas (cronológico) ou por locais (geográfico). Contudo, qualquer que seja o método adotado, este deve ser seguido consistentemente ao longo de todo o trabalho, permitindo sua correlação na lista de referências ou em notas de rodapé.

2.5.2 Abreviações utilizadas:

Sigla

Descrição

Id

Mesmo autor

Ibid

Na mesma obra

Op

Opus citatum, obra citada

Passim

Diversas passagens

Loc. Cit.

No lugar citado

Cf

Confira, confronte

et seq

Seguinte ou que se segue

Apud

Citado por, conforme, segundo

3 SEQUÊNCIA DE APRESENTAÇÃO

Elementos Pré-Textuais

Páginas contadas mas não numeradas

Capa

Obrigatória

Folha de Rosto

Obrigatória

Errata

Opcional

Folha de Aprovação

Obrigatória

Dedicatórias

Opcional

Agradecimentos

Opcional

Epígrafe

Opcional

Resumo

Obrigatória

Abstract

Obrigatória

Lista de Ilustrações

Opcional

Lista de Tabelas

Opcional

Lista de Abreviaturas e Siglas

Opcional

Lista de Símbolos

Opcional

Sumário

Obrigatória

Elementos Textuais

Páginas numeradas

Introdução

Obrigatória

Desenvolvimento

Obrigatória

Conclusão

Obrigatória

Elementos Pós-Textuais

Referências

Obrigatória

Glossário

Opcional

Apêndice

Opcional

Anexos

Opcional

Índice

Opcional

3.1 Característica dos Elementos Pré-Textuais

(Parte 1 de 2)

Comentários