relatório propriedades ácidos bases sais e óxidos

relatório propriedades ácidos bases sais e óxidos

(Parte 1 de 3)

IFES – Instituto Federal do Espírito Santo

Coordenadoria de Ciências e Tecnologias Químicas Curso de Licenciatura em Química Presencial Especial Professora: Elizabeth Roriz

Aula 01 – INVESTIGANDO O COMPORTAMENTO DAS SUBSTÂNCIAS

Aula 02 – PROPRIEDADES DOS ÁCIDOS, BASES E ÓXIDOS Aula 03 – REAÇÕES ENTRE ÁCIDOS, BASES E SAIS

Janine Seda Tila Cristina Martins

Vitória, 26 de Novembro de 2010

Existem diversos tipos de substâncias que se caracterizam por suas propriedades químicas. A reunião em grupos das substâncias que apresentam características semelhantes é denominada função. A química inorgânica possui quatro principais funções. São elas ácidos, bases, sais e óxidos, que se caracterizam por propriedades bem definidas em cada grupo. Os ácidos são substâncias moleculares que se caracterizam por possuírem como ânion o íon H+, sofrem ionização, tem sabor azedo, sendo capaz de conduzir corrente elétrica e meio aquoso. Quando em presença de uma base formam sais, em reação denominada neutralização. As bases possuem sabor adstringente, também chamadas de álcalis, são substâncias moleculares que sofrem ionização liberando o íon OH- como ânion quando em meio aquoso, portanto sendo capaz de conduzir corrente elétrica, pela presença de íons neste meio. Os sais são formados a partir da reação de um ácido com uma base, esta reação é denominada neutralização ou salificação. Por ser um composto iônico sofre dissociação eletrolítica e em meio aquoso se torna capaz de conduzir corrente elétrica. Os óxidos são substâncias que originam os ácidos e os sais quando reagem com a água ou com uma base. A maioria dos elementos químicos, menos eletronegativos que o oxigênio, forma óxidos. Á presença de ácidos, bases, sais e óxidos na nossa vida cotidiana é bem ampla. Apresentam-se como constituintes principais ou coadjuvantes de uma infinidade de produtos usuais e industriais, podendo até ser considerados como indicadores do nível de atividade.

• Perceber experimentalmente que determinados grupos de substâncias apresentam propriedades semelhantes a todas as substâncias pertencentes ao mesmo grupo;

• Definir funções químicas;

• Verificar propriedades químicas de ácidos, bases e óxidos;

• Experimentar a possibilidade de ocorrências de reações químicas entre ácidos, bases e sais;

• Observar resultados segundo o critério de ocorrência de reações;

• Identificar soluções utilizadas no experimento de acordo com os resultados observados.

Este procedimento foi dividido em três aulas práticas descritas a seguir:

Aula 01 – INVESTIGANDO O COMPORTAMENTO DAS SUBSTÂNCIAS Tabela1: Materiais e reagentes - Aula 01

Tubos de ensaio Solução A Suco de limão

Espátulas Solução B Leite de magnésia

Pipetas Solução C Suco de maracujá

Bicarbonato de sódio Água de cal Vinagre

Solução de fenolftaleína Pasta de dente Sabonete Sabão em pó Refrigerante

Adicionou-se 2 mL de suco de limão em um tubo de ensaio, e 2 mL de água de cal em outro tubo. A seguir a cada tubo adicionou-se uma pequena porção de bicarbonato de sódio. Repetiu-se o procedimento substituindo o bicarbonato de sódio por fenolftaleína e posteriormente por extrato de repolho roxo. Repetiu-se o procedimento para cada uma das substâncias.

Aula 02 – PROPRIEDADES DOS ÁCIDOS, BASES E ÓXIDOS Tabela 2: Materiais e reagentes - Aula 02

Hidróxido de sódio NaOH 0,1 mol/L

Papel de tornassol vermelho Funil de separação

Acido nítrico HNO3 0,1 mol/L Alaranjado de metila Fita de magnésio

Acido sulfúrico H2SO4 0,1 mol/L Azul de bromofenol Solução saturada de

Hidróxido de bário Ba(OH)2 Leite de magnésia Fenolftaleína Bicarbonato de sódio

Vinagre Ácido clorídrico HCl 0,1 mol/L

Tubos de ensaio

Água de cal Ácido fosfórico H3PO4 0,1 mol/L

Béquer 50 mL

Solução X Ácido oxálico H2C2O4 0,1 mol/L

Vidro de relógio

Solução Y Conduteste Kitassato Papel de tornassol azul Pinça metálica

Parte A – Comportamento de ácidos e bases em presença de indicadores Enumerou-se oito tubos de ensaio e adicionou-se 2mL de cada solução a ser testada. Ao tubo um e dois adicionou-se papel de tornassol azul e posteriormente papel de tornassol vermelho. Aos demais tubos adicionou-se 2 gotas dos indicadores respectivamente.

Parte B – Força dos ácidos Numerou-se quatro béqueres de 50mL e adicionou-se 10 mL de solução 0,1 mol/L de HCl , H3PO4 , H2C2O4, H2SO4 respectivamente, introduziu-se o eletrodo do conduteste em cada uma das soluções e verificou-se a intensidade de luminosidade ocorrida em cada uma.

Parte C – Caráter ácido e básico de óxidos C1 – Observou-se o aspecto da fita de magnésio, posteriormente segurando-a com uma pinça metálica aqueceu-se em chama do bico de gás, após o aquecimento recolheu-se imediatamente o resíduo obtido em um vidro de relógio. Transferiu-se o resíduo para um tubo de ensaio e acrescentou-se 5 mL de água destilada, agitando-se vigorosamente. Transferiu-se metade do conteúdo para outro tubo de ensaio e adicionou-se a cada um duas gotas de alaranjado de metila e duas gotas de azul de bromofenol respectivamente.

C2 – Adicionou-se 5mL de solução de hidróxido de bário em um tubo de ensaio e acrescentou-se 2 gotas de fenolftaleína. Adicionou-se uma pequena quantidade de bicarbonato de sódio ao kitassato e 10mL de ácido sulfúrico ao funil de decantação conforme a imagem:

Figura 1: montagem do equipamento.

Direcionou-se a saída de gás para dentro do tubo de ensaio preparado, contendo fenolftaleína. Abriu-se a torneira do funil de separação permitindo o ácido gotejar sobre o bicarbonato de sódio.

Aula 03 – REAÇÕES ENTRE ÁCIDOS, BASES E SAIS Tabela3: Materiais e reagentes - Aula 03

Pipetas Solução de nitrato de potássio

Tubos de ensaio Solução de hidróxido de sódio

Solução de nitrato de prata Solução de ácido clorídrico Solução de carbonato de sódio

Enumerou-se cinco tubos de ensaio e adicionou-se a cada um as soluções de nitrato de prata, carbonato de sódio, nitrato de potássio, hidróxido de sódio, ácido clorídrico. Misturou-se duas a duas 2 mL de cada solução.

Aula 01 – INVESTIGANDO O COMPORTAMENTO DAS SUBSTÂNCIAS As substâncias com caráter ácido na presença de bicarbonato de sódio liberam gás carbônico segundo a reação:

H2CO3 H2O + CO2 Na presença de fenolftaleína as bases adquirem coloração rósea avermelhada e os ácidos não apresentam alteração de cor. Na presença de extrato de repolho roxo as bases adquirem coloração azulada ou esverdeada e os ácidos coloração avermelhada. Os materiais experimentados podem ser divididos em dois grupos, pois a partir do seu comportamento diante da fenolftaleína, bicarbonato de sódio e extrato de repolho roxo apresentou comportamento diferente que podem dividi-los em ácidos e alcalinos ou básicos.

Tabela 4: resultados do experimento - aula 01

Materiais

Comportamento em presença de bicarbonato de sódio

(Parte 1 de 3)

Comentários