Canteiro e locação de obras

Canteiro e locação de obras

CANTEIRO DE OBRAS E LOCAÇÃO DE CONSTRUÇÃO

Integrantes do grupo:

Fernando S. Carvalho nº 09201037

Marcos Donato nº 09201378

Samuel Yong Ho Hong nº 09201180

Tânia Naomi Monzem nº 09201224

Tatiana Coz Fidalgo nº 09200960

CANTEIRO DE OBRAS

Canteiro de obras

Definições:

  • NR-18 (Norma Regulamentadora):

“A área de trabalho fixa e temporária, onde se desenvolvem operações de apoio e execução de uma obra”

  • NB-1367 (Norma Brasileira):

“Áreas destinadas à execução e apoio dos trabalhos da indústria da construção, dividindo-se em áreas operacionais e áreas de vivência”

Serviços Preliminares

  • Verificação da disponibilidade de instalações provisórias

    • Instalações elétricas
      • Verificação da existência de rede elétrica;
      • Identificação das potências dos equipamentos;

Serviços Preliminares

    • Situações que podem ocorrer para a obtenção de energia:
      • Inexistência de rede elétrica no local;
      • Existência de rede MONOFÁSICA;
      • Existência de rede TRIFÁSICA;

Serviços Preliminares

    • Instalações Hidro-sanitárias
      • Inexistência de rede pública de água no local da obra;
      • Armazenamento;

Exemplos:

        • Estoque em tambores, caixas d’água provisórias;
      • Inexistência de rede de coleta de esgoto no local da obra;
        • Construção de fossas sépticas e sumidouros para atender a demanda do edifício construído.

Serviços Preliminares

    • Demolições
      • Existência de construções no local da obra;
      • Serviço de demolição;

NBR 5682 – Contratação, execução e supervisão de demolições.

Serviços Preliminares

    • Retirada de resíduos da demolição;
    • Movimento de terra;

Instalações provisórias: Rede Elétrica

Instalações provisórias: Rede Elétrica

Instalações provisórias: Rede Elétrica

Instalações provisórias: Rede Elétrica

Instalações provisórias: Rede Elétrica

Instalações provisórias: Rede Elétrica

Instalações provisórias: Rede Elétrica

Instalação definitiva: Rede Elétrica

Instalações definitivas: Rede Hidráulica

Instalações definitivas: Rede Hidráulica

Instalações provisórias : Rede Hidráulica

Instalações provisórias: Rede Hidráulica

Instalações provisórias: Rede Hidráulica

Instalações provisórias: Rede Hidráulica

Tipos de Canteiro

  • Restritos

    • Sempre atacar a fronteira mais difícil;
    • Criar espaços utilizáveis no nível do térreo o quanto antes;
      • Ex.: Construções em áreas centrais das cidades, ampliações e reformas.

Tipos de Canteiro

  • Amplos

    • Ex.: Construções de conjuntos habitacionais horizontais, grandes obras como barragens, plantas industriais, entre outros.
  • Longos e estreitos

    • Ex.: Estradas de ferro e rodagem, rede de gás e petróleo, alguns casos de edificações em zonas urbanas.

Planejamento do Canteiro

  • Estudo do layout e da logística

    • Melhor utilização do espaço físico;
    • Manter a motivação dos funcionários;
    • Evitar desperdícios;

Planejamento da Logística

  • Otimização dos serviços

  • Aspectos básicos:

    • Logística Interna;

Arranjo físico do canteiro.

    • Logística Externa;

Dinâmica com fornecedores, planejamento e programação da entrega, transporte e descarga na obra.

  • Carta de interligações preferenciais

Logística Interna

Logística Externa

Carta de interligações preferenciais

Planejamento do Layout

  • Arranjo físico;

  • Definições preliminares:

    • Tempo de execução da OBRA;
    • Plantas;
    • Serviços preliminares;
    • Cronograma físico da OBRA;

Cronograma físico

Planejamento do Layout

  • Início do Layout

    • Informações anteriores;
    • Fluxograma;

Planejamento do Layout

  • Por onde começar:

    • Elaboração do macro-layout;
    • Elaboração do micro-layout;
    • Detalhamento das instalações;
    • Cronograma de implantação;

Layout em função das fases de Implantação da Obra

Layout em função das fases de Implantação da Obra

Layout em função das fases de Implantação da Obra

Layout em função das fases de Implantação da Obra

Layout em função das fases de Implantação da Obra

Padronização do canteiro de obras

Medidas e especificações de acordo com a NR18 e os itens de segurança

Benefícios da padronização

  • Diminuição das perdas de materiais

  • Facilidade de planejamento

  • Conformidade com a NR18 e PCMAT

Etapas de padronização

  • Diagnóstico

  • Reunião de padronização

  • Definição dos padrões

  • Elaboração manual

Modelo de elaboração manual

  • Sistema construtivo das instalações provisórias

  • Instalações provisórias

  • Segurança na obra

  • Manutenção dos canteiros

  • Planejamento de layout

  • Movimentação e armazenamento de materiais

Manutenção e organização do canteiro de obras

  • Descarte

  • Organização

  • Limpeza

  • Disciplina

Diretrizes para o planejamento do canteiro de obras

  • Sistema tradicional racionalizado

  • Containers

Construtora Lorenzini – São Caetano do Sul

Construtora Lorenzini – São Caetano do Sul

Construtora Lorenzini – São Caetano do Sul

Construtora Lorenzini – São Caetano do Sul

“O Canteiro de obras é o conjunto de áreas destinadas à execução e apoio dos trabalhos da indústria da construção, dividindo-se em áreas operacionais e áreas de vivência“. (NBR - 12284)

ÁREAS DE VIVÊNCIA

“Áreas de vivência - são aquelas destinadas a suprir as necessidades básicas humanas de alimentação, higiene pessoal, descanso, lazer, convivência e ambulatoriais, devendo ficar fisicamente separadas das áreas operacionais”. (NBR – 12284)

Os canteiros de obra devem dispor de:

Os canteiros de obra devem dispor de:

  • Instalações sanitárias

  • Vestiário

  • Alojamento

  • Local de refeições

  • Cozinha

  • Lavanderia

  • Área de lazer

  • Ambulatório

Instalações Sanitárias

Instalações Sanitárias

  • Devem ter um conjunto de lavatório, vaso sanitário e mictório para cada grupo de 20 trabalhadores ou fração:

    • Os lavatórios devem ficar a uma altura de 0,90 m e ter espaçamento mínimo entre as torneiras de 0,60 m quando coletivos;
    • O local destinado aos vasos sanitários devem ter área mínima de 1,00 m², divisórias com altura mínima de 1,80 m e borda inferior de no máximo 0,15 m.
    • Os mictórios devem ficar a uma altura máxima de 0,50 m do piso.

Instalações Sanitárias

Instalações Sanitárias

  • Devem ter um chuveiro para cada grupo de 10 trabalhadores ou fração:

    • Área mínima de 0,80 m² para cada chuveiro e com altura de 2,10 m;
    • Os pisos devem ser de material antiderrapante ou provido de estrados de madeira;
    • Devem dispor de água quente e suporte para sabonete e toalha.
  • Não se ligar diretamente com os locais destinados às refeições.

Instalações Sanitárias

Instalações Sanitárias

  • Ter portas de acesso que impeçam o destravamento e ser constituídas de modo a manter o resguardo conveniente.

  • Ter ventilação e iluminação adequadas.

  • Estar situadas em locais de fácil acesso, não sendo permitido um deslocamento superior a 150 m do posto de trabalho.

Vestiário

Vestiário

  • Deve estar localizado próximo aos alojamentos e/ou à entrada da obra.

  • Ter armários individuais dotados de fechaduras ou dispositivo com cadeado.

  • Ter bancos em número suficiente para atender aos usuários e com largura mínima de 0,30 m.

  • Ter área de ventilação correspondente a 1/10 de área do piso e iluminação adequada (natural e/ou artificial).

  • Ter pé-direito de 2,50 m.

Alojamento

Alojamento

  • Ter área mínima de 3,00 m² por módulo cama/armário, incluindo a área de circulação.

  • Ter pé-direito de 2,50 m para cama simples e de 3,00 m para beliches.

  • Altura livre entre duas camas e entre a última e o teto de no mínimo 1,20 m.

  • Ter área de ventilação correspondente a 1/10 de área do piso e iluminação adequada (natural e/ou artificial).

  • Ter um bebedouro para cada grupo de 25 trabalhadores ou fração.

  • Não estar situados em subsolos ou porões.

Refeitório

Refeitório

  • Ter capacidade para atender todos os trabalhadores no horário das refeições com espaço de no mínimo 1,00 m² por trabalhador.

  • Ter pé-direito mínimo de 2,80 m.

  • Ter ventilação e iluminação natural e/ou artificial.

  • Ter lavatório instalado em suas proximidades.

  • Possuir bebedouros com água potável.

  • Não ter comunicação direta com as instalações sanitárias e não estar situado em subsolos ou porões.

Cozinha

Cozinha

  • Ter pé-direito mínimo de 2,80 m.

  • Ter iluminação e ventilação natural e/ou artificial que permita boa exaustão.

  • Ter pia para lavagem dos alimentos e utensílios.

  • Ficar adjacente ao local destinado às refeições.

  • Possuir equipamento de refrigeração para preservação dos alimentos.

  • Ter os botijões de gás instalados fora do ambiente.

Lavanderia

Lavanderia

  • Ter um tanque para lavagem de roupas para cada grupo de 20 trabalhadores ou fração.

  • Ter instalada uma torneira para cada tanque.

  • Ter áreas de secagem de roupas cobertas e também ao ar livre.

  • Ter varais nas área de secagem de roupas.

  • Ter uma mesa com suporte para ferro elétrico para cada grupo de 20 trabalhadores ou fração.

Área de Lazer

Área de Lazer

Nas áreas de vivência devem ser previstos locais para recreação dos trabalhadores alojados.

Em canteiros com espaços restritos a opção mais viável é a utilização do próprio refeitório para este fim.

Uma opção seria a instalação de televisão no local e/ou a disponibilização de jogos de carta e tabuleiro.

Ambulatório

Ambulatório

Todo canteiro de obras com 50 trabalhadores ou mais deve possuir ambulatório para atendimento de emergências e consultas.

As obras com menos de 50 trabalhadores devem ter pelo menos uma pessoa treinada e habilitada para prestar os primeiros socorros e possuir caixas de primeiros socorros equipadas conforme orientação de profissional habilitado.

ÁREAS OPERACIONAIS

“Áreas operacionais - são aquelas em que se desenvolvem as atividades de trabalho ligadas à produção”. (NBR – 12284)

  • Ligadas diretamente à produção:

    • Central de concreto
    • Central de argamassa
    • Central de preparo de armaduras
  • De apoio à produção:

    • Estoque de materiais
    • Almoxarifado

  • De apoio técnico/administrativo:

    • Escritório do Engenheiro
    • Escritório do Mestre de Obras
    • Sala de Reuniões
    • Escritório Administrativo
    • Portaria/Guarita
    • Chapeira de Ponto

ACESSO À OBRA E TAPUMES

  • É recomendável haver um portão de acesso exclusivo para pessoas e outro para entrada de veículos.

  • O portão de acesso de pessoas deve ser posicionado de maneira a permitir total controle do acesso, ter o menor risco de acidentes e não atrapalhar os demais serviços do canteiro.

  • É importante que o mesmo tenha fechadura ou puxador que facilite a abertura/fechamento e possua alguma identificação.

  • É obrigatória a colocação de tapumes ou barreiras sempre que se executarem atividades da indústria da construção civil, de forma a impedir o acesso de pessoas estranhas aos serviços.

  • Os tapumes devem ser construídos e fixados de forma resistente, e ter altura mínima de 2,20 m em relação ao nível do terreno.

  • Os tapumes podem ser de compensado, em placas de concreto pré-moldado, metálicos, em chapa galvanizada ou até mesmo constituídos por telas de aço.

  • É usual que sobre os tapumes sejam colocadas as placas de identificação da empresa.

Movimentação e Armazenamento de Materiais

Definição do layout das áreas de armazenamento

  • Otimização do trabalho

  • Bom aproveitamento das áreas do canteiro

  • Manter materiais armazenados em locais pré-estabelecidos, demarcados e cobertos

  • Redução das distâncias entre estocagem e emprego do material

  • Redução dos fatores de risco de acidente

Dimensionamento das instalações

  • Baias de agregados

  • Estoque de cimento

  • Estoque de blocos

  • Portão de entrada dos veículos

  • Caçamba tele-entulho

  • Elevador de carga

Almoxarifado

  • Facilitar a recepção e distribuição dos materiais

  • Manter os materiais com facilidade de acesso e manuseio

  • Movimentar os materiais o mínimo possível, evitando o duplo manuseio

Almoxarifado

Acessos e vias de circulação

  • Contrapiso

  • Solo estável

  • Delimitadas

  • Drenagem

  • Escoramentos

  • Obstáculos

Improvisação nas vias de circulação de equipamentos

Portão de acesso para descarregamento de materiais

Portão de acesso para descarregamento de materiais

Portão de acesso para descarregamento de materiais

Armazenamento de cimento

  • Abrigos

  • Estrado

  • Piso e contrapiso

  • Pilhas

  • Lonas

  • Estocagem do tipo PEPS

Armazenamento de blocos e tijolos

  • Local limpo e nivelado

  • Separação por tipo

  • Limite de altura

  • Demarcação

  • Descarga

Local de armazenamento de blocos e tijolos

Armazenamento de agregados

  • Local

  • Quantidade no estoque

  • Divisão das baias

  • Limite de altura

Baias de agregados

Baia de agregados, com contenções laterais e lona de cobertura

Descarga de agregados através da abertura na laje do subsolo

Local de armazenamento de britas

Local de armazenamento de areia

Posto de produção de argamassa e concreto

  • Betoneira

  • Proximidades com o estoque de agregados

  • Elevador de carga

  • Trajeto

Posto de argamassa e concreto

Armazenamento de aço e armaduras

  • Agressividade do meio

  • Identificação

  • Proteção

Local provisório do aço

Exemplo de proteção nas pontas das ferragens

Armazenamento de tubos de PVC

  • Armazenamento no almoxarifado

  • Separação por tipo

  • Identificação

  • Cuidados

Disposição do entulho

  • Tubos coletores

  • Argamassadeiras portáteis

  • Lixo orgânico

  • Coletar e remover regularmente entulhos e sobras de material

Descarga de entulho com tubo coletor e disposição em caçamba basculante

Local de descarte de entulhos

Visão Geral

Estatísticas

Acidentes na Construção Civil desde 1997

Segurança no Canteiro de Obras

  • INTRODUÇÃO

A segurança de Trabalho é parte integrante do processo de produção e um dos objetivos permanentes de uma empresa. Visa a preservar o seu patrimônio humano e material, de clientes e de terceiros e a continuidade das atividades em padrões adequados de produtividade com qualidade de serviço.

LOCAÇÃO DA CONSTRUÇÃO

Locação da Construção

  • Materializar no terreno, o que está em projeto;

  • Parâmetros para locação;

    • Projeto de localização;
    • Implantação da edificação;

Locação da Construção

  • Pontos de referências:

    • Alinhamento da rua;
    • Poste no alinhamento do passeio;
    • Um ponto deixado pelo topógrafo;
    • Limites do terreno;

Locação da Construção

  • Inicio da locação;

    • Fundações: locados a partir do seus eixos.
      • Ex.: sapata isolada ou corrida, tubulões, estaca, etc.
    • Estruturas intermediárias:
      • Ex.: vigas baldrames e blocos;
  • Precisão na locação;

Locação da Construção

Locação da Construção

Locação da Construção

Locação por Tábua Corrida

Cavaletes

  • Suportes fixos ou móveis de madeira para sustentação

  • Utilizados para alinhamento da locação

Vantagem

  • Utilização de pouco material como estacas e tábuas

Desvantagem

  • Facilmente deslocados e danificados na obra

Obras Visitadas

Construtora : CONSTRAC

Obra: Edifício Residencial

Endereço: Rua Fabrício Vampré (Metrô Ana Rosa – SP)

Construtora: Lorenzinni

Obra: Edifício Comercial

Endereço: Rua Amazona - SCS

Construtora Hochtief

Obra: Edifício Comercial

Endereço: Av. Pereira Barreto - SBC

Comentários