Farmacologia aplicada a enfermagem - 01

Farmacologia aplicada a enfermagem - 01

(Parte 2 de 11)

3.1 Ação Local: Aquele que exerce seu efeito no local da aplicação.

- Pele: Através da aplicação direta. (aplicação de pomada em uma ferida).

- Corrente Sangüínea: contaste radiológico.

- Mucosa: Supositório retal , aplicação vaginal ou instilação na conjuntiva.

3.2 Tipos de ação local :

a) Anti-séptico: Impede o desenvolvimento de microorganismos. Ex: álcool iodado, clorexedina.

b) Adstringente: Medicamento que contrai o tecido. Ex: loção para fechar os poros.

c) Irritante: Medicamentos que irritam os tecidos.

d) Paliativo: Aplicado no local para alívio da dor.

e) Emoliente: Lubrifica e amolece o tecido.

f) Anestésico: Paralisa as terminações nervosas sensoriais.

3.3 Ação Geral ou Sistêmica: para produzir um efeito geral, é necessário que o remédio caia na corrente sangüínea, pois através dela o medicamento atinge o órgão ou tecido sobre o qual tem ação específica.

3.4 Tipos de ação geral ou sistêmica

a) Estimulante: aumentam a atividade de um órgão ou tecido. EX: Cafeína estimula o SNC.

b) Depressor: diminuem as funções de um tecido ou órgão Ex.: Morfina ddeprime o SNC.

c) Cumulativo: medicamento cuja a eliminação é mais lenta do que sua absorção, e a

concentração do mesmo vai aumentando no organismo. Ex.. Digitalina

d) Antiinfeccioso: Capaz de destruir os microorganismos responsáveis por uma infecção.

e) Antagônicos: Quando as duas ou mais substâncias administradas têm efeito contrário.

3.5 Ação Remota:Ocorre em partes distantes do organismo. Uma droga pode estimular um órgão que por sua vez estimula outro. (digitalina = coração – aumenta a circulação = maior atividade diurética)

3.6 Ação Local Geral:Uma droga aplicada poderá produzir um efeito local, ser absorvida e provocar um efeito geral. Ex: epinefirna aplicada na mucosa nasal = estanca a hemorragia = absorção da corrente circulatória = aumento da pressão arterial.

4. FORMAS DE APRESENTAÇÃO DOS MEDICAMENTOS:

Os medicamentos são apresentados no mercado nos seguintes estados: sólido, líquido e gasoso.

4.1 Sólido:

a) Comprimidos: possuem consistência sólida e formato variável. São obtidos pela compreensão em moldes da substância medicamentosa.

b) Pó: Deve ser tomado em colheradas ou é acondicionado em saches. (fluimicil)

c) Drágeas: Oprincípio ativo está no núcleo da drágea, contendo revestimento com goma-laca, açúcar e corante. São fabricados em drágeas os medicamentos que não devem ser administrados em forma de comprimidos, por apresentarem: sabor desagradável, exigem absorção no intestino, medicamentos que atacam a mucosa e/ou que devem ser deglutidos com facilidade.

d) Cápsulas: Omedicamento está revestido por um invólucro de gelatina para eliminar sabor desagradável, facilitar a deglutição e/ou facilitar a liberação do medicamento.

e) Pastilhas: Éum preparado sólido, de forma circular com o principio ativo unido com açúcar e uma mucilagem para que a dissolução seja lenta na cavidade oral.

f) Enema, clister, enteroclisma, lavagem ou irrigação: Sua composição varia de acordo com a indicação.

g) Supositórios: óvulos ou lápis - tem formato

cônico ou oval, destina-se à aplicação retal, pode ter ação local ou sistêmica.

h) Pomadas: Formas pastosas ou semi-sólidas constituídas de veículos oleosos, o principio ativo é o pó.

i) Cremes: São exclusivamente para uso tópicos, na epiderme(com ação epidérmica, endodérmica), vaginais e retais.

4.2 Líquidos:

a) Soluções: mistura homogênea de líquidos ou de um líquido e um sólido.

b) Xarope: Solução que contém dois terço de açúcar.

c) Elixir: São preparações líquidas, hidroalcóolicas;. açucaradas ou glicerinadas, destinadas ao uso oral, contendo substâncias aromáticas e medicamentosas.

d) Emulsão: Preparação feita de dois líquidos, óleo e água.

e) Colírios: Soluções aquosas para uso na mucosa ocular.

4.3 Gasosos:

a) Gás: Oxigênio, carbogênio...

b) Aerossol: com aerolin spray.

"A evolução não se resume à utilização de máquinas e equipamentos, mas sim a compreensão dos reais significados dessa utilização, sempre em prol da humanidade. "

5. Nomenclatura das Drogas

Os medicamentos possuem um nome químico, um nome oficial, um nome

genérico e um comercial.

Nome Químico: Deriva da estrutura molecular da substância.

Nome Oficial: é o que consta nos livros oficiais, farmacopéias.

Nome Comercial: Nome que o laboratório dá ao produto, não podendo ser usado por outro laboratório.

EXEMPLO:

Nome genérico: paracetamol

Nome químico: 4-hidroxiacetanilida, p-acetilaminofenol, N-acetil-p-aminofenol

Nome oficial: paracetamol

Nome comercial: Tylenol ®

* Denominação Genérica: Nome de aceitação universal, usado para distinguir um princípio ativo não amparado por marca comercial.

* Biodisponibilidade: Característica relacionada à eficácia clínica do medicamento.

* Bioequivalência: É o estudo de biodisponibilidade comparativa entre os fármacos.

* Medicamento de Referência: Produto comercializado há bastante tempo.

* Nome de Marca: Nome de registro do produto, propriedade privada do fabricante,

que possui direitos de patente sobre a comercialização.

* Medicamentos Similares: Medicamento que utiliza denominação genérica apresenta o mesmo fármaco, concentração, formas farmacêutica e via de administração que o medicamento de referência ou de marca, mas não tem com ele, comprovada sua Bioequivalência.

5.1 AÇÕES TERAPÊUTICAS MAIS COMUNS

- Curativa ou específica - remove o agente causador da doença. EX: ANTIBIÓTICO

- Paliativa ou Sintomática – alivia determinados sintomas de uma doença. EX: ANALGESICOS

- Substitutiva - repõe substancias que se encontram ausentes. EX: INSULINA

Farmacocinética e FarmacodinâmicaDo ponto de vista operacional, esses termos podem ser definidos:

FARMACOCINÉTICA - é o caminho que o medicamento faz no organismo.

FARMACODINÂMICA – é como a droga age no organismo.

* Farmacocinética: Não se trata do estudo do seu mecanismo de ação mais sim as etapas que a droga sofre desde a administração até a excreção, que são: absorção, distribuição, biotransformação e excreção.

(Parte 2 de 11)

Comentários