Dimensionamento de sistema para recebimento, armazenamento e tratamento de resíduos sólidos da UFERSA, campus Mossoró-RN

Dimensionamento de sistema para recebimento, armazenamento e tratamento de...

(Parte 1 de 9)

Dimensionamento de sistema para recebimento, armazenamento e tratamento de resíduos sólidos da Universidade Federal Rural do Semi-Árido, campus Mossoró-RN.

Dimensionamento de sistema para recebimento, armazenamento e tratamento de resíduos sólidos da Universidade Federal Rural do Semi-Árido, campus Mossoró-RN.

Monografia apresentada à Universidade Federal Rural do Semi-Árido – UFERSA, Departamento de Ciências Ambientais e Tecnológicas para a obtenção do título de Engenheiro Agrícola e Ambiental.

Orientador: Profª. Dra. Solange Aparecida Goularte Dombroski – UFERSA. Co-orientador: Prof. Dr. Rafael Oliveira Batista – UFERSA.

Ficha catalográfica preparada pelo setor de classificação e catalogação da Biblioteca “Orlando Teixeira” da UFERSA

C672dCoelho, Daniela da Costa Leite.

Dimensionamento de sistema para recebimento, armazenamento e tratamento de resíduos sólidos da Universidade Federal Rural do Semi-Árido, Campus Mossoró-RN / Daniela da Costa Leite Coelho. -- Mossoró, 2010. 72f. : il.

Monografia (Graduação em Engenharia Agrícola e

Ambiental) – Universidade Federal Rural do Semi-Árido. Pró-Reitoria de Ensino e Graduação.

Orientador: Prof. Dra. Solange Aparecida Goularte

Dombroski. Co-orientador: Prof. Dr. Rafael Oliveira Batista.

1. Meio ambiente. 2.Resíduos sólidos. 3.UFERSA.

CDD: 304

I.Título.

Bibliotecária: Keina Cristina Santos Sousa e Silva CRB15 120

Dimensionamento de sistema para recebimento, armazenamento e tratamento de resíduos sólidos da Universidade Federal Rural do Semi-Árido, campus Mossoró-RN.

Monografia apresentada ao Departamento de Ciências Ambientais e Tecnológicas para a obtenção do título de Engenheiro Agrícola e Ambiental.

APROVADA EM:/ /

Profª. Dra. Solange Aparecida Goularte Dombroski – UFERSA. Presidente

Profº. Dr. Rafael Oliveira Batista – UFERSA. Primeiro Membro

Profº. Dr. Paulo César Moura da Silva – UFERSA. Segundo Membro

À Deusdedith de Sousa Leite (in memorian), que foi meu avô e meu exemplo de pai, e que onde estiver deve estar muito orgulhoso por essa minha conquista.

À Maria Marques da Silva (in memorian), minha bisavó, com quem aprendi que devemos ter humildade no coração e fazermos sempre o bem ao próximo.

A Deus, pela oportunidade de viver, por todas as pessoas que encontrei nessa vida até hoje, e por me dá sempre força e esperança para seguir em frente, aprendendo a cada obstáculo que encontro pelo caminho.

À minha mãe, Deusieme da Costa Leite, pelo amor dedicado e todo esforço que fez para me educar, me mostrando sempre o melhor caminho para que eu seguisse e me tornasse a pessoa que sou hoje.

A todos meus familiares, por todo amor, carinho e atenção, e por estarem sempre presentes ao meu lado em todos os momentos da minha vida.

À Ana Luíza Ferreira, Jurema Araújo, Lisabelle Rodrigues, Lidiane Vieira, Herison Alves, Hélio Nogueira e Artênio Cabral, que foram mais que colegas de turma, me presenteando com o nobre sentimento da amizade, e dividiram sempre comigo todas as emoções e momentos dessa importante etapa da minha vida.

Aos demais amigos que tive oportunidade de conhecer durante a vida acadêmica, em especial, Kassius Vinissius, Ricardo Bruno, Laércio Marques e Antônio Tomaz, por todas as alegrias que me proporcionaram e carinho demonstrado.

Às minhas amigas, Lidiane Moreira e Glícia Pinto, por me acompanharem por todos esses anos, desejarem sempre minha felicidade, e nunca terem deixado de me incentivar a lutar pelos meus objetivos.

À professora Solange Goularte e ao professor Rafael Batista, pelos conhecimentos repassados e pela dedicação que tiveram ao me orientarem neste trabalho.

A todos os professores, por todo o aprendizado transmitido, em especial aos professores Paulo César, Roberto Pordeus, Suedêmio de Lima, Nilson Sathler, Celsemy Maia e Nildo Dias, que além dos conhecimentos profissionais, dedicaram amizade e me orientaram nas mais diversas situações.

Às demais pessoas que não foram citadas, mas que em algum momento fizeram parte da minha vida e deixaram marcas importantes, meus sinceros agradecimentos.

Renda-se, como eu me rendi. Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei. Não se preocupe em "entender". Viver ultrapassa todo o entendimento.

Clarice Lispector

Os resíduos sólidos e semi-sólidos despertam grande preocupação na sociedade moderna. Entre os estabelecimentos que nos dias atuais geram uma grande quantidade de resíduos encontram-se as universidades. Neste contexto, o presente trabalho teve como objetivo atualizar e complementar o Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA), campus Mossoró-RN. O estudo consistiu em quantificar e caracterizar os resíduos sólidos classe I gerados na instituição, levantar a quantidade necessária de recipientes para armazenagem temporária, dimensionar o abrigo dos referidos resíduos para armazenagem dos recipientes, e o pátio para resíduos compostáveis. A quantificação e caracterização dos componentes dos resíduos sólidos classe I foram realizadas através de amostragens e extrapolação dos dados. Com relação à quantidade, verificou-se que se produz em média 389 kg/dia, ocasionando uma taxa de produção per capita de 0,086 kg/hab.dia, onde os componentes mais produzidos foram restos de alimentos, papel, papelão, plástico rígido, plástico maleável, garrafa PET e outros 2. De acordo com o levantamento do número de recipientes, a instituição deve adquirir 59 e 8 recipientes para armazenamento temporário e externo, respectivamente. Com relação ao dimensionamento do abrigo de resíduos sólidos da UFERSA, reaproveitou-se a edificação do setor de suinocultura desativado, dividindo-o em ambientes de acordo com a destinação final dos componentes enquadrados nas classes de RECICLÁVEIS, COMPOSTÁVEIS e OUTROS. Verificou-se ainda que, posteriormente poder-se-á reaproveitar o restante da edificação, cuja utilização não foi prevista neste estudo, para expandir o abrigo, já que a UFERSA encontra-se em fase de expansão.

Palavras-chave: Meio ambiente, Resíduos sólidos, UFERSA.

Tabela 1 – Codificação de alguns resíduos classificados como não perigosos17
Tabela 2 – Municípios com serviços de limpeza urbana e/ou coleta de lixo24
Tabela 3 – População da UFERSA, campus Mossoró-RN, no segundo semestre de 201028
produzidos na UFERSA, campus Mossoró-RN31

Tabela 4 – Material utilizado para preparação das amostras de resíduos sólidos classe I

Mossoró, na primeira semana de estudo40

Tabela 5 – Quantidade verificada de resíduos sólidos classe I coletados na UFERSA, campus

Mossoró, na segunda semana de estudo40

Tabela 6 – Quantidade verificada de resíduos sólidos classe I coletados na UFERSA, campus

Mossoró-RN, na primeira semana de estudo41

Tabela 7 – Produção per capita de resíduos sólidos classe I produzidos na UFERSA, campus

Mossoró-RN, na segunda semana de estudo42

Tabela 8 – Produção per capita de resíduos sólidos classe I produzidos na UFERSA, campus

semana de estudo4

Tabela 9 – Pesagem das quatro amostras de 100 L coletadas por dia para caracterização física dos resíduos sólidos classe I coletados na UFERSA, campus Mossoró-RN, na primeira

semana de estudo45

Tabela 10 – Pesagem das quatro amostras de 100 L coletadas por dia para caracterização física dos resíduos sólidos classe I coletados na UFERSA, campus Mossoró-RN, na segunda

Tabela 1 – Caracterização física, expressa em quilogramas, das amostras de resíduos sólidos

coletados na UFERSA, campus Mossoró-RN, na primeira semana de estudo46

classe I (a)

Tabela 12 – Caracterização física, expressa em quilogramas, das amostras de resíduos sólidos

coletados na UFERSA, campus Mossoró-RN, na segunda semana de estudo47

classe I (a)

Tabela 13 – Caracterização física referente à média respectiva de cada dia das duas semanas de estudo, expressa em quilogramas, das amostras de resíduos sólidos classe I (a) coletados na

UFERSA, campus Mossoró-RN. .............................................................................................. 48

Tabela 14 – Extrapolação dos dados referentes às amostras diárias obtidas nos dois estudos semanais para a produção total diária e semanal dos resíduos sólidos classe I (a) coletados na

UFERSA, campus Mossoró-RN49

Tabela 15 – Estimativa do volume médio diário de cada constituinte, em m3 , dos resíduos

coletados na UFERSA, campus Mossoró-RN50

sólidos classe I (a)

Tabela 16 – Composição gravimétrica referente à média respectiva de cada dia das duas semanas de estudo dos resíduos sólidos classe I (a) coletados na UFERSA, campus Mossoró-

(Parte 1 de 9)

Comentários