Prostituição de meninas de rua

Prostituição de meninas de rua

PROSTITUIÇÃO NA ADOLESCÊNCIA

  • CONCEITO DE PROSTITUIÇÃO: É a comercialização da prática sexual ou, é o oferecimento de satisfação sexual em troca de vantagens monetárias ou favores.

  • Prostituição heterosexual feminina (prostituta) e masculina (pederasta);

  • Adulta e infantil;

  • Homossexual.

HISTÓRIA:

  • Antiguidade (Egito): praticada por meninas como ritual de iniciação quando atingia a puberdade;

  • Mais adiante (Grécia e Roma): eram admiradas, porém pagavam impostos e usavam vestes que as identificavam;

  • Cristianismo (I. Média): tentativa a de eliminar com o culto do casamento;

  • Reforma religiosa (Sec XVI): epidemia de DST

  • Revolução industrial: aumenta a prostituição;

  • Brasil: inicia no período colonial (Europa – D. João VI);

  • ONU (1949): exploração sexual passou a ser executada por grupos do crime organizado;

  • Atualmente: com as DST/AIDS, foi necessário a intervenção estatal para controle e prevenção;

  • I Encontro Nacional de Prostituta (1987): reduzir o estigma, melhorar condições de trabalho e qualidade de vida, criação de uma linha reivindicatória através de ONGs, etc.

  • FATORES AGRAVANTES DA PROSTITUIÇÃO INFANTIL:

  • Desigualdade socioeconômica do nosso país, oriunda de uma desigualdade globalizada;

  • 3° mais rentável comércio mundial;

  • Violência sexual;

  • Exploração sexual comercial;

  • Tráfico;

  • Pornografia;

  • Turismo sexual.

Situação da vida sexual no Brasil

  • Crianças/ adolescentes de classes populares;

  • Faixa etária entre 12 e 18 anos;

  • Violência intra familiar (abuso sexual, estupro, sedução, abandono, maus tratos e violência física e psicológica);

  • Violência extra familiar (nas ruas, escolas, abrigos, etc);

Uma visão geral do problema

  • Milhões de crianças vivem nos becos e avenidas;

  • Não têm acesso a educação, serviços básicos à saúde, afeição e apoio da família;

  • Pertencem a uma classe sócio-econômica desprivilegiada, sem perspectivas futuras;

  • Condenadas a viver do roubo, prostituição e violência;

  • Respeitam apenas da lei das ruas, sua violência e limitações.

Algumas definições

  • Criança na rua: sapateiros, camelôs, etc. Á noite voltam para a família.

  • Criança da rua: escolhe a rua como seu lar, procurando companhia e sustento. Ocasionalmente entram em contato com a família.

  • Criança abandonada e indigentes: quebraram todos os laços familiares e vivem na rua por conta própria.

  • Erotismo infantil: qualquer material relativo a criança que funciona como estimulante sexual para um indivíduo.

  • Pornografia infantil: exploração direta da criança através de fotografia e filmes em atividade sexual.

Necessidades básicas do Adolescente

  • Lar;

  • Alimentação;

  • Proteção;

  • Amor;

  • Brincar;

  • Fantasiar;

  • Educação;

  • Reproduzir-se no mundo dos adultos.

Intervenções dos profissionais da área da saúde

  • Capacitação do profissional como ouvinte e orientador desprovido de conceitos pré-estabelecidos;

  • Equipe multidisciplinar;

  • PROSAD;

  • PROJETO SENTINELA;

  • Acompanhamento familiar.

  • “A maior doença nos dias de hoje não é a lepra ou a tuberculose, mas sim o sentimento de ser indesejado, de não ter afeto e de ser abandonado por todos. O pior de tudo é a falta de amor e de caridade, a terrível indiferença para co aqueles assaltados pela exploração, corrupção, pobreza e doenças.” Madre Teresa de Calcutá

  • Vencedora do Prêmio Nobel da Paz de 1979

Comentários