Apostila de PIC BASIC

Apostila de PIC BASIC

(Parte 1 de 4)

Cícero Lima.

ÍNDICE

Introdução.............................................................................................

01

Hardware...............................................................................................

02

Softwares..............................................................................................

04

O Programador.....................................................................................

10

O Porgramador JDM...........................................................................

10

Circuito de alimetação.........................................................................

11

Programa nº 1 Pisca-pisca com LED..................................................

13

Gravar um programa no Microcontrolador........................................

14

Instalar um simulador.........................................................................

16

Testar um programa no Simulador....................................................

16

Programa nº 2 Botão............................................................................

19

Programa nº 3 Interruptores ou sensores............................................

19

Programa nº 4 Criar uma melodia.......................................................

20

Programa nº 5 LCD’s............................................................................

20

Programanº 6 Sequêncial.....................................................................

21

Lista de Comandos...............................................................................

22

Bibliografia............................................................................................

23

Introdução

Um microcontrolador (uC) é um computador em um chip, contendo um processador, memória e periféricos de entrada e saída. É um microprocessador que pode ser programado para funções específicas, em contraste com outros microprocessadores de propósito geral. Eles são embarcados no interior de diversos dispositivos elétricos e eletrônicos para que possam controlar as funções e ações do aparelho.

Os microcontroladores se diferenciam dos processadores, porque além dos componentes lógicos e aritméticos de um microprocessador, o microcontrolador integra elementos adicionais em sua estrutura interna, como memória de leitura e escrita para armazenamento de dados, memória somente de leitura para armazenamento de programas, EEPROM para armazenamento permanente de dados, dispositivos periféricos como conversores analógico/digitais (ADC), conversores digitais/analógicos (DAC) em alguns casos; e, interfaces de entrada e saída de dados.

Os PIC16F627 e PIC16F628 são microcontroladores produzidos pela Microchip Technology e que pertencem à sua família PIC de microcontroladores. Ambos possuem características semelhantes diferindo apenas na sua capacidade de memória flash disponível para o software. O PIC16F627 possui 1024 palavras de 14 bits enquanto que o PIC16F628 dispõe de 2048 palavras de 14 bits sendo compatíveis em todos os outros aspectos. Ambos possuem 224 bytes de Memória RAM e 128 bytes de memória EEPROM.

Distribuição do hardware interno de um uC-PIC

Não se assuste, pois com o tempo você se familiarizará com os diversos conceitos utilizados no trabalho com os Microcontroladores.

Para facilitar, olhe para o PIC como um conjunto de portas-lógicas com um interruptor em cada entrada em cada saída; sendo que, basta ligar ou desligar os interruptores que forem convenientes para a finalidade do circuito projetado.

Não entraremos em detalhes de arquiteturas e outros elementos concernentes ao estudo do Microcontroladores, pois o objetivo aqui é fazer uma introdução prática ao Hardware e Software, bem como, Programação, gravação e montagem dos circuitos utilizando os uC-PIC’s.

Hardware

Na hora de montar o circuito, devemos saber o que queremos que ele faça, pois é apartir desse ponto que podemos ter uma idéia de como será o programa que vamos gravar no PIC.

Os uC’s-PIC não são componentes com grandes vulnerabilidades relacionadas as grandezas elétricas; no entanto, devemos obedecer aos critérios específicos da marca e modelo, para que além de funcionar corretamente, o uC não seja danificado antes de sair da bancada de montagem.

A figura abaixo, nos mostra como deve ser montado o PIC 18F452. Mas não se preocupe, pois se utilizar outros modelos, poderá consultar o banco de DataSheet’s na Web.

O PIC será alimentado apartir de uma fonte de tensão +5VCC, GND nos seus respectivos pinos, mais o pino MCLR , se o mesmo estiver ativo. Ainda aconselho que utilize uma fonte de alimentação estabilizada. Isso pode ser conseguido com o CI-7805.

No decorrer da Apostila, você verá em diagrama esquemático estes modelos de ligação. Observe que a distribuição dos componentes ficará por conta do projetista, bem como a integração ou não da fonte de alimentação no circuito do uC-PIC. Os valores dos componentes deverão ser respeitados, pois do contrário o uC-PIC será danificado.

Na figura abaixo, você tem os valores padrão para os circuitos mais utilizados.

Obs:. O Software utilizado para desenhar a PCI é o KI-Cad. Trata-se de um Software Livre, Free.

DESENHO FEITO NO KI-CAD

Softwares

Existem muitos Softwares de programação para uC’s-PIC, no entanto a maioria deles está sendo comercializada; isto é um problema para quem está começando ou não pode investir em um Software confiável. Para além disso tudo, você ainda tem que escolher com que linguagem de programação vai trabalhar e existem muitas. Por exemplo: C; Basic; Jar; Pascal; Assembler; Ld; entre outras...

A lLinguagem de programação desta Apostila, será o Basic. Trata-se de uma linguagem de alto nível, ou seja; é de bom entendimento.

No entanto, aconselho que, com o passar do tempo, tente programar em Assembler, pois por ser uma linguagem de montagem, pode dar acesso a raízes de programação no uC-PIC que com uma linguagem de alto nível ocuparia muito espaço, sem falar na possibilidade de problemas de execução do programa já em funcionamento.

O Software que usaremos é um Freeware-GNU e pode ser descarregado na Web. GCGB; Great Cow Graphical Basic. Veja na figura abaixo.

Como podemos ver e mesmo pelo seu nome, trata-se de um compilador de duas plataformas; uma gráfica e outra textual.

Vamos dar uma olhada rápida em nosso compilador.

O menu File, administra os Arquivos do Compilador. Vejamos:

New => Clique em New para começar um novo programa.

Open => Clique em Open para abrir um programa já existente.

Save => Clique em Save para salvar um programa novo.

Save As => Clique em Save As para salvar um arquivo em outra pasta.

Edit é um menu de edição.

Cut => Se você selecionar um objeto gráfico ou de texto na janela de trabalho e clicar em Cut, o objeto será deletado.

Copy => Copia textos ou elementos selecionados para outros locais.

Paste => Cola ou faz aparecer o objeto copiado.

Undo => Desfaz a ultima ação do compilador.

Redo => Inverte a ação de Undo.

Preferences... => Abre uma outra janela de configuração.

Em View podemos alternar entre os modos de programação; gráfico ou texto.

No Sub-Comando Window, podemos alternar entre vários programas dentro do compilador.

O menu Program, será estudado com mais detalhes mais oportunamente.

No menu Tools, podemos compilar o programa, visualizar o codigo que ao ser compilado gera um codigo em assembler. Veja os comandos:

View Assembly;

View Program Summary;

Compile;

Compile and Download...

Neste Sub-menu, podemos escolher o Software de gravação. Mais adiante estudaremos este comando em detalhes.

Esta é a palheta de escolha dos diferentes elementos gráficos de programação.

A seguir, será mostrado uma série de palhetas contendo diferentes elementos gráficos de programação.

Para programar no modo gráfico, basta clicar sobre o símbolo escolhido, arrastar e soltar na janela de edição. Veja no exemplo.

Agora, vá ao menu View e clique em View as text para mudar para o modo de programação em Basic. Observe que a única linha existente na janela de edição é referente ao símbolo que foi colocado na janela gráfica.

Por agora, podemos deixar o Compilador de lado e vamos conhecer o Software de gravação.

O Software que vamos utilizar é o Win-PIC800, que também é Freeware e pode ser descarregado da Web.

Vamo para uma breve explicação, passo a passo para criar um programa, compilar e gravar no uC-PIC.

  1. Criar uma pasta-Arquivo com o nome que iremos dar ao nosso programa;

  2. Abrir o Compilador GCGB;

  3. Escrever o programa;

  4. Clicar em Tools=> Compile;

  5. Clicar em File=> Save e salvar dentro da pasta-Arquivo com o nome do programa;

  6. Abrir o Software de gravação e no mesmo, clicar em File=> Open: pasta-Arquivo escolhido e abrir o arquivo com a extensão.HEX, Ex: Led.HEX;

  7. Escolher o modelo de gravador de uC-PIC;

  8. Clicer em gravar e pronto.

Na figura abaixo, podemos ver o Win-PIC800.

Não iremos entrar em detalhes com relação a este Software, pois o mesmo possui a opção de alteração do idioma; portanto é muito intuitivo.

Uma obseração é que a grande maioria dos softwares de gravação, foram criados para sistemas operacionais não atuais. Por exemplo: No máximo até ao Windows XP. Entretanto, existem alguns outros softwares com as mesmas características e com o mesmo visual... (PIC-Prog, Ic-Prog...) e todos são Freeware e podem ser descarregados da Web.

Outro Software interessante é o de simulação, pois sem uma PCI para teste ou um programador sofisticado, o projetista fica sem saber qual a ação dinâmica do circuito.

O Proteus/ISIS é uma poderosa ferramenta para projetar do início ao fim qualquer circuito eletrônico e muito mais. Além disso tudo, possibilita que o projetista de embarcados descarregue arquivos.HEX e simule-os no PC sem ônus. Na figura abaixo, podemos ver a aparência visual do ISIS. Ao contrário dos softwares apresentados até o momento, o Proteus é pago; portanto, poderá descarregar o Demonstrativo na Web.

No exemplo da figura abaixo, temos o diagrama de um voltímetro, implementado com o PIC-16F627A em conjunto com os demais periféricos a sua volta. Mais a frente, iremos ver o código fonte para este circuito. Também, por não se tratar de uma apostila sobre Proteus, não entraremos em detalhes sobre o uso deste software; somente mostraremos o necessário.

O Programador

O programador é uma PCI apropriada para a gravação e teste preliminar dos uC’s-PIC, bem como uC’s de outros fabricantes.

(Parte 1 de 4)

Comentários