Procedimento de ação corretiva e ação preventiva

Procedimento de ação corretiva e ação preventiva

(Parte 1 de 3)

0 A B

DATA
PROJETO
VERIFICAÇÃO

DATA REV.0 REV.A REV.B REV.C REV.D REV.E REV.F REV.G REV.H EXECUÇÃO NAVARRO APROVAÇÃO NAVARRO As informações deste documento foram elaboradas pelo Eng. ANTONIO FERNANDO NAVARRO, para divulgação da metodologia Formulário Pertencente a Norma

Código: Data: Revisão: Página: 1/1

Cópia controlada nº Cópia não controlada

Elaborado por:

Antonio Fernando Navarro

Analisado por: Aprovado por:

Antonio Fernando Navarro

Aprovação do cliente: (quando requisito contratual)

Cliente:
Escopo:

Código: Data: Revisão: Página: 2/1

Título:

1. OBJETIVO03
2. REFERÊNCIAS03
3. ABRANGÊNCIA03
4. TERMOS E DEFINIÇÕES03
5. RESPONSABILIDADES04
6. MÉTODO OPERACIONAL05

Código: Data: Revisão: Página: 3/1

Título:

1 OBJETIVO

Estabelecer metodologia para implementar ações que eliminem as causas de nãoconformidades existentes ou potenciais em nível apropriado aos efeitos das mesmas e visando prevenir a sua reincidência ou ocorrência no projeto.

2 REFERÊNCIAS

Manual de Gestão da Qualidade do Empreendimento. Manual do Sistema de Gestão Integrada da Segurança, Meio Ambiente e Saúde. Controle de Registros.

3 ABRANGÊNCIA

Este procedimento abrange todos os serviços executados no Empreendimento em todas as fases necessárias à implantação do mesmo.

4 TERMOS E DEFINIÇÕES

4.1 Ação Preventiva

Ação para eliminar a causa de uma potencial não-conformidade ou outra situação potencialmente indesejável.

Nota 1: Pode existir mais de uma causa para uma não-conformidade potencial. Nota 2: Ação preventiva é executada para prevenir a ocorrência, enquanto que a ação corretiva é executada para prevenir a repetição.

4.2 Ação Corretiva

Ação para eliminar a causa de uma não-conformidade identificada ou outra situação indesejável.

Nota 1: pode existir mais de uma causa para uma não-conformidade. Nota 2: Ação corretiva é executada para prevenir a repetição, enquanto que a ação preventiva é executado para prevenir a ocorrência. Nota 3: Existe uma diferença entre correção e ação corretiva.

4.3 Correção

Código: Data: Revisão: Página: 4/1

Título:

Ação para eliminar uma não-conformidade identificada

Nota1: Uma correção pode ser feita em conjunto com uma ação corretiva. Nota2: Uma correção pode ser, por exemplo, um retrabalho ou reclassificação.

5 RESPONSABILIDADES

A responsabilidade por identificar não conformidades potenciais, analisar criticamente não-conformidades; avaliar a necessidade de ação corretiva ou preventiva; investigar e determinar as causas da não-conformidade existente ou potencial; determinar a ação corretiva ou ação preventiva a ser executada, monitorar a implementação da ação, analisar criticamente a ação corretiva/ação preventiva executada; encerrar o registro de resultados da execução das ações (Formulário Anexo 1) e arquivar os registros de resultados da execução de ação corretiva ou ação preventiva é do gestor do Sistema de Gestão da Qualidade ou do Sistema de Gestão Integrada de SMS da Área. A responsabilidade por designar o responsável e estabelecer prazo para implementação da ação corretiva ou ação preventiva determinada é do Gerente da Área.

6 MÉTODO OPERACIONAL

6.1 Fontes de Informação para a identificação da necessidade de ações. As fontes listadas a seguir devem ser analisadas criticamente para identificar não conformidades existentes e potenciais que possam requerer ações para assegurar que as não-conformidades encontradas não ocorrerão novamente ou para evitar a ocorrência de não conformidades potenciais a) Registro de reclamações/opiniões do cliente; b) Relatórios de Não-Conformidades; c) Resultados da Análise de Suficiência e Consistência de Dados de Entrada; d) Resultados de Verificação e Análise Crítica de Projeto; e) Resultados de Análise Crítica de Contrato; f) Registros de Inspeções e Testes; g) Registros de Análise Crítica do Sistema da Qualidade e do Sistema de Gestão Integrada da SMS;

Código: Data: Revisão: Página: 5/1

Título:

h) Relatórios de Auditorias Internas e Externas; i) Cronograma de Execução dos Serviços; j) Concessões; k) Indicadores da qualidade e da SMS, tais como:

− Índices de produtividade,

− Índices de retrabalho,

− Taxa de freqüência de Acidentes. l) Simulados de riscos de emergência; m) Registros de Acidentes e Incidentes de Segurança e Saúde Ocupacional; n) Verificação da Conformidade Legal; o) Comunicação de partes interessadas; p) Registros de Monitoramento e Medição Operacional da SMS; q) Outras fontes de informação diversas.

6.2 Análise Crítica de Não Conformidades Reais

As não conformidades identificadas devem ser analisadas criticamente para determinar se cabe uma ação corretiva. Não conformidades que não se enquadrem nos requisitos do item 6.4 a seguir serão tratadas conforme procedimento Controle de Produto Não Conforme, se aplicável.

6.3 Definição de Não-Conformidades Potenciais

As não conformidades potenciais identificadas devem ser analisadas criticamente para determinar como serão tratadas. Não conformidades potenciais que não se enquadrem nos requisitos do item 6.4 a seguir não serão tratadas.

6.4 Necessidade de Ações Corretivas e de Ações Preventivas

6.4.1 Ações Corretivas

Devem ser executas de ação corretivas sempre que ocorrerem as seguintes situações: − Não-Conformidades detectadas em auditorias internas ou externas;

Código: Data: Revisão: Página: 6/1

Título:

(Parte 1 de 3)

Comentários