Modulo III - aula 29 - morfologia das angiosperma - exercícios

Modulo III - aula 29 - morfologia das angiosperma - exercícios

PROFº: HUBERTT GRÜN. Página 1

Questões de Múltipla Escolha: 1. (Cesgranrio-RJ) O esquema abaixo representa parte de uma secção transversal do caule de uma dicotiledônea:

a) 1 e 4 b) 2 e 5c) 3 e 4.
d) 3 e 5e) 4 e 3.

O tecido cambial e o floema correspondem, respectivamente, às partes indicadas no esquema pelos números:

a) cálice e corolab) androceu e receptáculo.
c) estames e pistilosd) pétalas e estames.

2. (OSEC-SP) Uma flor hermafrodita possui pelo menos: e) Nenhuma das anteriores.

3. (VEST-RIO) O esquema abaixo representa o corte transversal de um pêssego. Pêssego cortado:

A fim de classificar esse fruto, um aluno recebeu a seguinte chave simplificada de classificação:

1.-Carnoso2
-Seco3
LivresBaga
com o endocarpoDrupa
3.-Indeiscente(sem abertura)4
-Deiscente(com abertura)5
4.Uma semente livreAquênio

2.-Uma ou mais sementes -Uma só semente, concrescida

com pericarpoCariopse
-Pericarpo aladoSâmara

Uma semente, concrescida 5.-Outros tipos de frutos

Depois de analisar o esquema e iniciar a leitura da chave pelo número 1, o aluno foi capaz de identificar o pêssego como um fruto do tipo: a) cariopse. b) aquênio. c) sâmara. d) drupa. e) baga.

4. (UFES) Entende-se por partenocarpia: a) a reprodução assexuada que se caracteriza pela formação de gemas, como ocorre em certos fungos. b) o desenvolvimento de plantas a partir de estacas retiradas de ramos caulinares. c) a formação de frutos a partir do ovário, sem ocorrer fecundação dos óvulos. d) a reprodução assexuada que ocorre nas planarias, onde cada segmento do corpo é capaz de regenerar um animal inteiro. e) a formação de um embrião a partir de um óvulo animal nãofecundado.

5. (UFMG) Os representantes de uma das famílias de angiospermas apresentam as seg características: ش Raiz fasciculada; ش Caule do tipo colmo;

c) estames e carpelosd) frutos secos.

ش Folhas com bainha; ش Nervuras paralelas. Esses mesmos representantes podem sentar, também, todas as características abaixo, exceto: a) amido como produto de reserva. b) autofecundação. e) sementes com dois cotilédones

6. (PUCC-SP) Os frutos indeiscentes das gramíneas têm: a) parede seca e muitas sementes. b) parede carnosa e muitas sementes. c) parede seca e uma semente. d) parede carnosa e uma semente. e) reservas nos dois cotilédones.

7. (Unesp-SP) Assinale a afirmativa correta: a) Em geral, as monocotiledôneas apresentam crescimento secundário e as dicotiledôneas não. b) Na raiz os elementos do xilema e do floema reúnem - se em feixes líbero - lenhosos, enquanto no caule têm disposição alternada. c) Colênquimas e esclerênquimas são tecidos secretores das plantas superiores. d) Nas angiospermas as raízes laterais têm origem no córtex. e) De modo geral, as células do câmbio vascular no caule dividem – se produzindo para fora o floema e para dentro o xilema.

a) feloderma e esclerênquimab) câmbio e felogênio.
c) felogênio e endodermad) câmbio e esclerênquima

8. (UNIP-SP) No caule de uma planta dicotiledônea, aparecem dois meristemas que a fazem crescer em espessura. Um deles produz liber para fora e lenho para dentro: o outro, mais periférico, forma o súber ou cortiça. Esses meristemas secundários são respectivamente: e) felogênio e câmbio.

9. (MACK-SP) Se compararmos os componentes (câmbio, floema, xilema e córtex) das estruturas primárias e secundárias de caules e raízes, observaremos maior semelhança entre as estruturas: a) primária da raiz e secundária do caule. b) secundária da raiz e secundária do caule. c) secundária da raiz e primária do caule. d) primárias de ambos, por apresentarem xilema por fora e floema por dentro. e) secundárias de ambos, por apresentarem xilema por fora e floema por dentro.

10. (UCPel) Caracteriza-se como raiz fasciculada: a) um eixo principal mais comprido e grosso que qualquer uma das suas ramificações. b) a que é formada por vários eixos, mais ou menos iguais na espessura e no comprimento; não é possível distinguir o eixo principal dos secundários. c) raízes que nascem nos caules e nas folhas de qualquer vegetal. d) raízes adaptadas a fim de garantir aeração suficiente, sem o que apodreceriam. e) acúmulo de substâncias de reserva pela raiz principal.

a) cotilédones e limbob) brácteas e mesofilo.
c) cladódios e brácteasd) limbo e mesofilo.

1. (UFPI) São modificações caulinares e foliares, respectivamente: e) mesofilo e limbo.

12. (FCC-SP) Haustórios são: a) filamentos de citoplasma que ligam protoplasmas de células vizinhas. b) raízes respiratórias típicas de vegetais que vivem em terrenos alagados. c) caules de plantas rastejantes. d) estruturas por onde ocorre sudação. e) raízes sugadoras, típicas de plantas parasitas.

Se me nt e

Semente Mesocarpo(camada média)

Endocarpo(caroço)

PROFº: HUBERTT GRÜN. Página 2

13. (Vunesp-SP) O abacateiro, o bambu e o feijão apresentam, respectivamente, os seguintes tipos de caule: a) estipe, tubérculo, tronco. b) tronco, colmo, haste. c) tronco, estipe, haste. d) haste, colmo, estipe. e) colmo, tronco, tubérculo.

14. (UFBA) É um exemplo de caule subterrâneo: a) mandioca. b) nabo. c) batatinha. d) beterraba. e) cenoura.

a) l e I. b) l e Ic) I e I.
d) I e IVe) II e IV.

15. (FCC-SP) Considere as seguintes plantas: (l) batata; (I) cenoura; (I) mandioca; (IV) cebola. São raízes comestíveis apenas:

16. (UNIP-SP) Se as folhas são órgãos que desempenham papel importante para o vegetal e as cactáceas geralmente não possuem folhas, neste caso as funções das folhas são transferidas para: a) a flor. b) a raiz. c) o caule. d) o espinho. e) o fruto.

Questões Discursivas: 1. (Fuvest-SP) O esquema representa um corte transversal de um tronco de árvore:

a) Em quais dos tecidos indicados espera-se encontrar células em divisão? b) Em qual dos tecidos indicados espera-se encontrar seiva com maior concentração de substâncias orgânicas?

2. (Unicamp-SP) O corte transversal do caule de uma planta herbácea, apresentado abaixo, mostra os feixes vasculares com a disposição típica encontrada em um dos grupos de angiospermas. Com base neste dado, descreva o padrão geral das flores, folhas e raízes desse grupo.

3. (PUC-SP) As traqueófitas são plantas com sistemas de condução, que garantem uma distribuição eficiente de substâncias. a) Como são denominados os tecidos responsáveis por este transporte? b) Dê a composição das seivas por eles transportadas.

4. (Fuvest-SP) Um casal de namorados entalhou um coração numa árvore, a 1 metro do solo. Casaram. Ao completar suas bodas de prata, voltaram ao local. A árvore, agora frondosa, tem o triplo da altura. A que distância do solo está o coração entalhado? Relacione a posição do coração com o crescimento da árvore.

5. (Vunesp-SP) Que semelhança existe entre os estômatos, as lenticelas e os pneumatódios? Qual a principal região da planta onde cada uma dessas estruturas é encontrada?

6. (UFMG) Observe a figura: a) Que estrutura da flor originou o tomate? b) Cite uma vantagem evolutiva das plantas que possuem fruto. c) Qual é o provável mecanismo de dispersão dos vegetais que possuem fruto colorido, suculento e nutritivo? d) Qual é a estrutura indicada pela seta, no esquema, e qual é sua função?

7. (Unicamp-SP) Em uma quitanda, cada banca apresentava uma placa de classificação de produtos que estavam à venda. Na banca de frutos havia abobrinha, banana, berinjela, beterraba, cenoura, laranja, pepino, tomate e chuchu; na banca de raízes e tubérculos havia batata, cebola e mandioca. Considerando critérios botânicos, reorganize os produtos à venda na quitanda, utilizando quatro bancas.

8. (Unicamp-SP) Certas plantas, como as ervas-de-passarinho, desenvolveram adaptações relacionadas ao hábito de parasitar outras plantas. Cite uma adaptação estrutural relacionada com o hábito parasitário dessas plantas e indique a sua função.

9. (UFGO) As plantas possuem órgãos especializados em fotossíntese (folha), estruturas condutoras e de suporte (caules) e para absorção de água e de minerais (raízes). Compare a estrutura anatômica dos caules e das raízes.

Gabarito:

Questões Discursivas: 1. a) No felogênio e no câmbio (tecidos meristemáticos). b) Floema (conduz seiva elaborada).

2. O corte é de monocotiledônea, pois os feixes vasculares estão espalhados no parênquima. Padrão das flores: trímeras; das folhas: com nervuras paralelas e bainhas invaginantes; das raízes: formam um sistema radicular fasciculado.

3. a) Tecidos condutores: xilema e floema. b) Xilema: seiva inorgânica; floema: seiva orgânica.

4. O coração está a 1 m do solo, pois nas angiospermas o crescimento em altura ocorre através do meristema primário localizado nas pontas da planta.

5. A semelhança é que todas são estruturas através das quais ocorrem trocas gasosas entre o ar e a planta. Regiões da planta: estômatos — folha; lenticelas — caules e raízes; pneumatódios — raízes.

6. a) Ovário, b) O fruto auxilia a dispersão da semente, c) Dispersão através de animais, d) Estrutura: semente; função: reprodução e proteção do embrião.

7. Banca 1 — frutos: abobrinha, banana, berinjela, laranja, pepino, tomate e chuchu. Banca 2 — raízes: cenoura, beterraba e mandioca. Banca 3 — caule do tipo tubérculo: batata. Banca 4 — caule do tipo bulbo: cebola.

8. Presença de apreensório com haustório, raiz que penetra no caule de outras plantas, retirando delas a seiva.

9. Raízes têm endoderme, cilindro central e pêlos absorventes, que geralmente estão ausentes do caule. No caule encontramos tecidos de sustentação e gemas, ausentes, em geral, na raiz.

FORMATAÇÃO E EDIÇÃO: LAST UPDATE: 30.01.2011 PROF: LIMA VERDE, HUBERTT. huberttlima@gmail.com; BIOLOGIA MÓDULO I - BOTÂNICA.

Comentários