Relatório de aula prática

Relatório de aula prática

Universidade Estadual do Ceará- UECE

Faculdade de Educação de Crateús- FAEC

Curso: Ciências Biológicas

Disciplina: Zoologia dos Invertebrados

Professora: Débora

Aluna: Ana Paula Linhares de Sousa

Relatório de Aula Prática: Análise de Lâminas Biológicas.

Crateús-Ce, janeiro de 2011

Índice

  1. Introdução..........................................................................................03

  2. Objetivos............................................................................................04

  3. Material e Método..............................................................................05

  4. Resultado e Discussão.........................................................................06

  5. Conclusão...........................................................................................07

  6. Referências Bibliográficas.................................................................08

02

1.Introdução

 

Os protistas são as algas unicelulares e os protozoários. A célula de um protista é semelhante às células de animais e plantas, mas há particularidades. Os plastos das algas são diferentes dos das plantas quanto à sua organização interna de membranas fotossintéticas. Ocorrem cílios e flagelos para a locomoção. Alguns protozoários, como certas amebas, têm envoltórios protetores, as tecas. Os radiolários e heliozoários possuem um esqueleto intracelular composto de sílica. Os foraminíferos são dotados de carapaças externas feitas de carbonato de cálcio. As algas diatomáceas possuem carapaças silicosas. Os protistas podem ainda ter adaptações de forma e estrutura de acordo com o seu modo de vida: parasita, ou de vida livre.

      Protozoários são seres microscópicos, eucariontes e unicelulares. Quando dividimos os seres vivos em Animais e Vegetais, os protozoários são estudados no Reino Animal e os fitoflagelados – que são protozoários – são estudados no Reino Vegetal. Os protozoários constituem um grupo de eucariontes com cerca de 20 mil espécies. É um grupo diversificado, heterogêneo, que evoluiu a partir de algas unicelulares.

            A classificação dos protozoários baseia-se fundamentalmente nos tipos de reprodução e de organelas locomotoras. A locomoção se faz por batimento ciliar, flagelar, por emissão de pseudópodos e até por simples deslizamento de todo o corpo celular. Em alguns ciliados há, no lugar do citoplasma, filamentos contráteis, os mionemas. Os pseudópodos, embora sendo expansões variáveis do citoplasma, podem se apresentar sob diferentes formas.

03

2. Objetivos

- Observar algumas lâminas de alguns protozoários no microscópico óptico.

- Aprender a manusear o aparelho microscópico.

- Identificar os diferentes tipos de protozoários.

- Analisar as estruturas observadas na lâmina.

- Comparar a morfologia das estruturas observadas.

- Estimular e incentivar alunos e professores de ciências e biologia à inclusão e

melhoria de aulas práticas em seus programas.

04

3. Materiais e Métodos

3.1. Material

- Lâminas com amostras de protozoários

- Microscópico óptico

3.2. Métodos

Com todos os materiais disponíveis, foi iniciado o processo de preparação de lâminas com amostras de protozoários de algumas espécies.

Os alunos formarão equipes de três pessoas e farão rodízios com as lâminas, analisando as estruturas.

As lâminas observadas apresentavam cinco tipos diferentes de protozoários, são eles:

  1. Amoeba proteus

  2. Euglena viridis

  3. Plasmodium

  4. Paramecium

  5. Vorticela

05

4. Resultados e Discussão

Foi observado nas lâminas algumas espécies de protozoários, são elas Amoeba proteus, Euglena viridis, Plasmodium, Paramecium,Vorticela.

Os protistas são organismos unicelulares que não são plantas, nem animais ou fungos. Aqui, vemos um dos seus mais primitivos arquétipos - a Amoeba proteus - que captura presas "engolindo-as" por intermédio da formação de pseudópodes (expansões citoplasmáticas). Embora as amibas sejam bastante comuns, poucas pessoas sabem que estes seres vivos existem. São muito transparentes e podem modificar a sua forma celular com enorme facilidade para se deslocarem ou, com já referido, para se alimentarem.Euglena viridis é um exemplo desse grupo de algas, possui predominantemente o pigmento verde da clorofila. Ela se reproduz por cissiparidade e, quando sua reprodução é intensa, a água pode adquirir uma coloração esverdeada.

O 'Plasmodium' é um parasita unicelular protozoário, que infecta os eritrócitos, causando a Malária. É espalhado em seres humanos pela picada da fêmea do mosquito Anopheles. São parasitas esporozoides das células sanguineas. Têm diversas formas, de acordo com a fase do ciclo de vida, e em média cerca de 1-2 micrómetros de diâmetro (a hemácia tem cerca de 7 micrómetros). Têm duas fases de reprodução, assexual no ser humano e sexual no mosquito.

Vorticella normalmente escorar-se a pequenas partículas de material, no entanto, não é incomum vê-los livres de natação. Quando sofrer fissão, dividem ao longo do eixo longitudinal em um processo denominado brotamento. Quando finalmente se separaram, um mantém a munem e o livre nada longe do outro e cresce a sua própria.O principal objetivo para os cílios na parte superior é a comida descem para o esôfago.

06

5. Conclusão

A partir desta prática experimental, foi possível identificar as diferenças morfológicas das espécies de protozoários já citadas. Vista que esses protozoários são seres muito pequenos e sua visualização só foi possível com o auxilio de um aparelho microscópico, esses animais são classificados no Reino Protista. Sua classificação é feita com base na sua locomoção.

Estes micro-organismos de vida livre estão presentes em muitos ambientes mas alguns levam vida parasitária causando doenças em animais, febre, cistos muito dolorosos e outros males em seus hospedeiros. Muitos protozoários causam doenças nos seres humanos e a outros animais vertebrados. O Trypanosoma cruzi, por exemplo, é um protozoário flagelado causador da doença de Chagas. Entre as outras doenças provocadas por protozoários destacam-se a amebíase (pela Entamoeba histolytica. Os protozoários servem como indicadores da qualidade do ambiente, sendo que em águas poluídas por resíduos industriais normalmente não aparecem muitos protozoários enquanto que em águas e solos onde exista matéria orgânica em decomposição eles aparecem em abundância fazendo a decomposição de fezes e qualquer matéria orgânica morta e com isso colaborando com a limpeza do meio ambiente, a presença de muitos protozoários indica que aquele ambiente está ecologicamente saudável.

07

  1. Referências Bibliográficas

Disponível em:

- http://pt.wikipedia.org/wiki/Protozo%C3%A1rio Acesso em 03 de janeiro de 2011.

- http://www.enq.ufsc.br/labs/probio/disc_eng_bioq/trabalhos_pos2004/microorganismos/PROTOZOARIOS.htm Acesso em 03 de janeiro de 2011.

http://www.portalbrasil.net/educacao_seresvivos_protistas.htm Acesso em 03 de janeiro de 2011

http://www.coladaweb.com/biologia/reinos/protozoarios Acesso em 03 de janeiro de 2011

http://www.infoescola.com/biologia/reino-protista-protozoarios-protozoa/ Acesso em 03 de janeiro de 2011

08

Comentários