Manual de Normas e Rotinas de Enfermagem

Manual de Normas e Rotinas de Enfermagem

(Parte 1 de 4)

Normas e Rotinas de Enfermagem – PRONTO ATENDIMENTO

1. Protocolos Administrativos

    1. Protocolos do Censo Diário

Normas:

  • Conferir diariamente o movimento dos pacientes;

  • Conferir admissões, altas, óbitos e transferências no livro de registro;

  • Entregar o censo ocupacional corrigido na Recepção, diariamente, até às 09:00 horas.

Ações:

  • Entregar diariamente o censo ocupacional no setor de Recepção

  • Comunicar altas, admissões, óbitos e transferências ao setor de Recepção;

  • Conferir as admissões, altas, óbitos e transferências;

  • Anotar no livro de registro as admissões, altas, óbitos e transferências;

  • Confrontar total numérico do censo com o livro de registro e movimento da Unidade;

  • Conferir o censo na passagem do plantão

    1. Protocolos do Relatório de Enfermagem e da Sistematização da Assistência de

Enfermagem

Normas:

  • Escrever de modo claro e conciso no relatório de enfermagem (livro de ocorrência);

  • Preencher de modo preciso os dados relacionados na ficha de sistematização da assistência de enfermagem (SAE);

  • Obedecer normas das anotações no prontuário.

Ações:

  • Fazer as anotações no livro próprio, prontuário e ficha da SAE;

  • Iniciar com o sumário do movimento diário;

  • Constar o movimento geral e as ocorrências relevantes: as admissões, altas, óbitos, transferências, gravidade do paciente, encaminhamentos, solicitações e realizações de exames, queixas, anormalidades observadas na evolução da doença, pacientes com controles e recomendações especiais;

  • Assinar o livro, prontuário e a ficha da SAE.

    1. Protocolos de Anotações no Prontuário

Normas:

  • Escrever as evoluções de enfermagem com caneta azul no período da manhã, caneta preta no período da tarde e de caneta vermelha no período noturno;

  • Escrever com letra legível;

  • Escrever de modo claro e conciso no relatório de enfermagem (livro de ocorrência);

  • Assinar todas as anotações, não usar rubrica;

  • Utilizar apenas abreviaturas padronizadas

  • Não rasurar.

Ações:

  • Não escrever com lápis grafite;

  • Escrever as informações de modo exato, claro, completo, conciso e legível;

  • Escrever as palavras por extenso;

  • Utilizar apenas abreviaturas padronizadas: SNG, SNE, SVD, SVA, SSVV, P, T, R, PA, MMSS, MMII, EAP, IRA, IAM, ICC, AVCI, AVCH, Sa02, FC, TC, RX, TCE, TRM, EX, LAB;

  • Não deixar espaço em branco entre as anotações.

  • Usar terminologia adequada;

  • Fazer evoluções de enfermagem nos horários padronizados e nas intercorrências;

  • Checar medicação administrada em horário padrão e justificar as não realizadas;

  • Registrar a realização de exames para fins diagnósticos;

  • Relatar as informações sobre o estado do paciente e dos cuidados a ele dispensados;

  • Anotar características das feridas;

  • Realizar balanço hídrico com precisão, anotando na folha própria;

  • Anotar admissão do paciente, informando: hora, procedência, hipótese diagnóstica, estado geral, meio de locomoção e médico;

  • Anotar no prontuário quando a prescrição for feita por ordem verbal; (por ex: ordem do Dr.);

  • Anotar resultado da verificação de SSVV;

  • Registrar queixas do paciente ou anormalidades observadas;

  • Anotar aceitação alimentar, e em casos de dietas especiais, anotar tipo, horário, se foi por sonda, etc.;

  • Anotar perdas hídricas anormais: vômitos, diarréias, sudorese excessiva, poliúria, caracterizando-as, etc.;

  • Anotar presença de evacuações;

  • Anotar aceitação ou rejeição alimentar;

  • Registrar saída do paciente: alta, óbito e/ou transferência;

  • Registrar no impresso do SAE os dados completos.

    1. Protocolos de Requisição de Material e Medicamentos à Farmácia

Normas:

  • Solicitar à Farmácia no impresso próprio;

  • Realizada pelo técnico / auxiliar de enfermagem, observando a prescrição médica e sempre conferida e assinada pela Enfermeira da Unidade;

  • Solicitar, diariamente, após a prescrição médica.

Ações:

  • Abrir documento individual de cada paciente, inserir pedidos e enviar cópia para Farmácia contendo a quantidade suficiente a ser utilizada durante aquele período;

  • Conferir os materiais e medicamentos recebidos;

  • Acondicioná-los em local apropriado;

  • Revisar materiais de reserva do armário, repondo quando necessário;

  • Comunicar intercorrência à Enfermeira Chefe.

1.5 Protocolos de Requisição de Medicação Controlada à Farmácia

Normas:

  • Obedecer exigência do serviço de fiscalização de medicina e farmácia;

  • Mantersob controle o estoque de reserva de emergência;

  • Providenciar receituário próprio dentro das Unidades do setor;

  • Registrar toda medicação psicotrópica recebida em caderno apropriado para controle dos mesmos.

Ações:

  • Providenciar receituário próprio: branco ou rosa, de acordo com a prescrição médica;

  • Requisitar no documento de pedidos à Farmácia;

  • Levar à Farmácia o pedido próprio desta e a receita controlada;

  • Anotar no caderno de controle a quantidade de psicotrópicos recebidos;

  • Conferir medicação recebida e acondicioná-la no local adequado. Fazer controle periódico do estoque reserva, providenciando complementação;

  • Manter o armário de psicotrópicos sempre fechado.

1.6 Protocolos de Requisição de Material ao Almoxarifado

Normas:

  • Requisitar em bloco de pedido ou ordem de serviço;

  • Discriminar o pedido;

  • Os pedidos podem ser feitos todos os dias, ate as 09:00 horas.

  • Solicitações extras deverão ser encaminhadas ao almoxarifado no horário pré - estabelecido.

Ações:

  • Fazer solicitação de material no impresso próprio;

  • Discriminar o material solicitado, qualificando-o;

  • Datar e assinar o pedido;

  • Enviar o impresso com pedido ao almoxarifado ate às 09:00 horas;

  • Solicitações extras deverão ser encaminhadas ao almoxarifado no horário de 10:00 às 11:00 horas;

  • Receber e conferir o pedido até às 10:00 horas;

1.7 Protocolos do Setor de Nutrição

Normas:

  • Anotar no impresso próprio o tipo e horário das dietas;

  • Comunicar à Nutricionista as dietas especiais;

  • Proibir entrada de alimentos extra-hospitalar para os pacientes;

Ações:

  • Seguir horário de dieta prescrita;

  • Alimentar o paciente de acordo com a dieta estabelecida;

  • Registrar aceitação ou rejeição da dieta;

1.8 Protocolos do Serviço de Lavanderia

Normas:

  • Sempre conferir a roupa que irá para a lavanderia;

  • Separar roupas sujas das contaminadas;

  • Acondicionar a roupa contaminada em sacos plásticos identificados;

  • Recolher e circular com a roupa suja em hamper;

  • Enviar a roupa suja através do expurgo para a Lavanderia;

  • Conferir as roupas vindas do setor de Lavanderia;

  • Não emprestar roupas deste setor para outras Unidades;

  • Manter o armário de roupas em ordem;

  • Não usar lençóis novos com travessas ou pano higiênico;

Ações:

  • Separar roupas sujas de excretas e acondicioná-las em sacos plásticos, identificando-as;

  • Manusear roupa suja com cautela e devidamente paramentado;

  • Recolher a roupa suja em hamper;

  • Realizar contagem de roupa por ocasião de higienização do paciente e registrar;

  • Manter a roupa limpa, acondicionando-a no local apropriado de forma organizada;

  • Conferir e anotar diariamente a roupa enviada e recebida do setor de Lavanderia;

  • Entregar relatório de contagem de roupas ao setor competente, semanalmente.

1.9 Protocolos do Serviço de Manutenção

(consertos e reparos)

Normas:

  • Fazer solicitação em impresso próprio em duas vias;

  • Solicitar ou comunicar ao setor responsável.

Ações:

  • Solicitar o serviço no impresso próprio, discriminando-o;

  • Encaminhar a ordem de serviço após assinatura de quem recebeu em duas vias, ficando uma no setor arquivado e a outra enviada ao setor de manutenção;

  • Identificar a solicitação (ordem de serviço): setor e data do pedido;

  • Assinar a solicitação.

2. Protocolos Relacionados com o Paciente

2.1 Protocolos de Admissão

Normas:

  • Receber o paciente somente após o mesmo ter passado pelo Setor de Internamento;

  • O paciente deverá vir acompanhado por alguém do Setor de Internamento, com prontuário anexo;

  • Receber sempre o paciente de modo gentil e afável;

  • Conferir o prontuário, observando: laudo médico, prescrição médica e exames anexos;

  • Receber o paciente, colocando-o no leito;

  • Arrolar os pertences do paciente e entregar à Recepção ou familiares, protocolando-os.

Ações:

  • Receber o paciente de modo gentil e afável, colocando-o no leito;

  • Providenciar roupa do Hospital para o paciente;

  • Encaminhar o paciente para o leito;

  • Arrolar os pertences do paciente e entregar na Recepção ou familiares, devidamente protocolados;

  • Orientar pacientes e familiares quanto à planta física, normas e rotinas da Unidade hospitalar;

  • Verificar sinais vitais;

  • Admitir o paciente no livro de registro, censo e ocorrência;

  • Checar medicamentos, exames e parecer médico;

  • Solicitar medicamentos prescritos junto à Farmácia;

  • Anexar resultados dos exames no prontuário;

  • Notificar à Recepção e Serviço de Nutrição e Dietética;

  • Preparar e administrar medicação conforme prescrição médica;

  • Providenciar acesso venoso adequado, se necessário;

  • Comunicar ao Laboratório a necessidade de realização de exames;

  • Providenciar parecer de especialista, quando indicado;

  • Comunicar à família sobre as normas da visita;

  • Registrar no prontuário observações e nota de admissão;

  • Registrar no impresso do SAE todos os dados competentes;

  • Guardar os exames de TC no armário apropriado.

2.2 Protocolos de Alta

Normas:

  • Deve ser sempre prescrita e assinada pelo médico;

  • Informar ao paciente sobre a alta, caso possível;

  • Comunicar a família sobre a alta;

  • Entregar o prontuário devidamente organizado ao setor competente.

Ações:

  • Confirmar a alta do paciente junto ao médico plantonista;

  • Aguardar familiares para receber o paciente;

  • Comunicar ao paciente sua alta, transportando-o na maca ou cadeira de rodas;

  • Registrar a alta na evolução de enfermagem;

  • Avisar à tesouraria e setor de convênio;

  • Entregar prontuário completo e corrigido no setor de destino;

  • Providenciar desinfecção da Unidade;

  • Providenciar desinfecção do material de uso pessoal;

  • Devolver medicação à Farmácia.

2.3 Protocolos de Alta a Pedido

Normas:

  • Informar da necessidade de assinar o termo de responsabilidade;

  • Comunicar à enfermeira chefe e/ou médico o pedido de alta;

  • Juntar o termo de responsabilidade ao prontuário;

  • Encaminhar o prontuário ao setor competente.

Ações:

  • Pegar a assinatura do paciente ou familiares no termo de responsabilidade ( 2ª via);

  • Responsabilizar o paciente e/ou familiares pela retirada do mesmo do ambiente hospitalar;

  • Informar à enfermeira chefe e/ou médico plantonista a ocorrência;

  • Juntar ao prontuário o termo de responsabilidade, devidamente assinado;

  • Encaminhar o prontuário à Secretaria.

2.4 Protocolos de Transferência

(interno e/ou externo)

Normas:

  • Deve ser sempre prescrita e assinada pelo médico;

  • Solicitar à Enfermeira Chefe ou Assistente Social para:

(Parte 1 de 4)

Comentários