Recém - nascido

Recém - nascido

(Parte 1 de 3)

Rec ém - nascido Deusa Souza Santos

Rec ém - nascido Deusa Souza Santos

Recém- nascido

Éfase marcada por profundas alterações fisiológicas, entre elas a transição da circulação fetal ou placentária para a respiração independente.

• Recém- nascido

Compreende àcriança do nascimento ao 28ºdia de vida

•Lactente –29ºà02 anos •primeira infância –01 à06 anos

•segunda infância –06 à11 anos

Características

Biológicas da Adaptaçã o

Características

Biológicas da Adaptaçã o

Siste ma Cardiovascular

Circulação Fetal:

• Placenta

• Artérias u mbilicais

•Veia umbilical

•Forame oval (átrios D e E do coração)

•Canal venoso (veia umbilical àveia cava inferior)

•Canal arterial ( artéria pulmonar àaorta).

•A VEIA UMBILICAL conduz sangue oxigenado da placenta para o feto.

•A partir do umbigo ela se ramifica e penetra no fígado; um pequeno ramo se desvia deste com o nome de

DUCTO VENOSO e penetra diretamente na veia CAVA INFERIOR.

•O sangue proveniente da veia cava inferior flui para o coração D e a sua maior parte éderivada para o ATRIO

E. através da ampla abertura do FORAME OVAL.

•Uma parte éconduzida para a ARTÉRIA PULMONAR (VD)

•A partir da AE o sangue oxigenado passa para o VE e daípara a aorta ascendente. Desta forma as artérias coronárias, a cabeça e os MS são supridos de O2.

•O sangue que retorna da cabeça e

MS penetra na AD vindo da VEIA

CAVA SUPERIORe vai para o VD, sendo ejetado nas ARTÉRIAS

PULMONARES.Parte desse sangue vai para os pulmões, que ainda não funcionam, mas a maior parte dele flui diretamente da artéria pulmonar para a AORTA através do CANAL

•O sangue da AORTA DESCENDENTE, uma mistura dos sangues que vem do

VE e do VD édistribuído para as vísceras abdominais, pelve e MI, daí énovamente transportado para a placenta para ser novamente oxigenado.

•A maior quantidade desse sangue flui das ARTÉRIAS HIPOGÁTRICAS para as ARTÉRIAS UMBILICAISe daí então para a PLACENTA.

•Uma pequena parte passa para a

VEIA CAVA INFERIORonde se mistura com o sangue que já retornou da placenta por meio da

•Começa o ciclo novamente.

•Cordão umbilical (artérias e veia umbilical) -os vasos umbilicais contraem-se depois do parto impedindo o escoamento do sangue, fenômeno provocado pelo aumento da oxigenação e completado por estímulos mecânicos e pela ação das prostaglandinas

) presente

(substância vosoconstrictora na Geléia de Wharton.

•Ductos venosus-na junção da veia umbilical com o ductusvenosusexiste um pequeno esfíncter muscular, responsável pela sua oclusão após o nascimento.

•Forame ovale-com a pressão do AE aumentada, ocorre o fechamento rápido da válvula em poucos minutos após o nascimento.

•Ductusarteriosus–contrai-se após o nascimento, mas o fechamento funcional não se completa imediatamente. Uma quantidade pequena de sangue pode fluir através desse vaso por poucas horas e até dias.

Circulação Fetal •

Siste ma Respiratório

•Instalação da respiração neonatal;

–Remoção dos fluidos pulmonares;

– Estímulo respiratório;

Químicos

Tér mico Táctil

•Diminuição de O2 •Aumento do dióxido de carbono

(Parte 1 de 3)

Comentários