1. DIURÉTICOS

2. ANTIDIURÉTICOS 3. URICOSURÉTICOS

Capilares glo merulares

REPRESENTA O PRIMEIRO PASSO PARA A FORMAÇÃO DA URINA

proteínas -

A ÁGUA E SUBSTÂNCIAS DISSOLVIDAS NO PLASMA COM PM < 68.0 PASSAM ATRAVÉS DA MEMBRANA DE FILTRAÇÃO E CAEM NO ESPAÇO DE BOWMAN SEGUINDO UM GRADIENTE DE PRESSÃO. PROTEÍNAS EM GERAL PASSAM COM CERTA DIFICULDADE

Espaço de Bow man

Substâncias de Baixo peso molecular capilar es

FILTRADO É IGUAL A DO PLASMA (Na+ /k+ / Cl-/ GLICOSE / etc.).

ATENÇÃO: ALGUMAS SUBSTÂNCIAS, EMBORA PEQUENAS, NÃO PASSAM PORQUE SE ENCONTRAM LIGADAS AS PROTEÍNAS DOPLASMA. SÓAFRAÇÃO LIVREPASSA(ex.:cálcio)

/k+ / Cl-/ GLICOSE / etc.). Ca++ LIVRE urina

HOMENS Cs NORMAL = 0,6 –1,3 mg/dL

NORMAL: C > 80 ml/min

IR LEVE: C = 50 –80 ml/min

IR MODERADA: C = 10 –50 ml/min IR GRAVE: C < 10 ml/min

1.70% do volume do filtrado 2.100% da Glicose

3.70% da água, NaCl e K +

Reabsorção no TCPReabsorção no TCP

6.80% do fosfato 7.100% de A –peq. peptídeos 8.Secreta anions e cátions

APESAR DAS EXPRESSIVAS TAXAS DE ABSORÇÃO DE SAIS E H20 QUE ACONTECEM NO TCP -OS DIURÉTICOS QUE ATUAM AÍ SÃO LIMITADOS E POUCO UTILIZADOS

Classificação dos Diuréticos acetazola mida

Diuréticos Os móticos

T. C. proximal

Lumen Interstício e sangue

+
+

+ HCO 3

H2 CO

CO 2

Base -

H2 O + CO

HCO 3

H2 CO

HCO 3

AC = anidrase carbônica

TCP –RamodescendentedaAH –

T. DISTAIS E COLETORES

(AÇÃO PODE SER INFLUENCIADA PELO HAD. NA FALTA DELE SÃO NATURALMENTE IMPERMEÁVEIS À H20

CERCA DE 70% DA H2O É reabsorvida no TCP

O TRANSPORTE DA H2O É DEPENDENTE DO GRADIENTE OSMÓTICO GERADO P/ TRANSPORTE ATIVO DO NaCl

Cl- Cl

SECUNDÁRIAMENTE DIMINUEM A REABSORÇÀO DE NaCl

RETENÇÀO DE H20 NESSE SEGMENTO

SORÇÃO PASSIVA DE NaCl

1.O PRINCIPAL EFEITO DOS DIURÉTICOS OSMÓTICOS É ELIMINAR ÁGUA COM MENOR AUMENTO DA ELIMAÇÀO DE SÓDIO

2.AÇÃO DIURÉTICA LIMITADA NÃO SÃO INDICADIOS NO Tto. DA ICC COM RETENÇÃO DE SÓDIO

3.SÃO INDICADOS: -Tto. EMERGENCIAL DA HIPERTENSAO INTRACRANIANA AGUDA

-Tto. EMERGIAL DE CRISE DE GLAUCOMA-Tto. EMERGIAL DE CRISE DE GLAUCOMA

1.EXPANSÃO TRANSITÓRIA DO VOLUME DO LEC COM RISCO DE CAUSAR INSUFICIÊNCIA VENTRICULAR ESQUERDA

2. HIPONATRIE MIA 3.CEFALÉIA –NÁUSEAS E VÔMITOS

Diuréticos que Atuam nos TCP

Diuréticos Os móticos

DiuréticosDiuréticos inibidores da anidrase carbônica

1.HISTÓRICAMENTE SE INICIOU COM A OBSERVAÇÀO

DE QUE SULFANILAMIDA (quimioterápico) CAUSAVA ACIDOSE METABÓLICA

2.ATUALMENTE TEMOS:

-ACETAZOLA MIDA(droga p rotótipo)

T. C. proximal

Lumen Interstício e sangue

HCO 3

HCO 3

+ HCO 3

H2 CO

CO 2

H2 CO

HCO 3

AC = anidrase carbônica

REABSORÇÃO DE SÓDIO E BICARBONATO (primeira metade do TCP) E AÇÃO DO DIURÉTICO

HCO 3

NaHCO 3

H2 CO

NaHCO3

H2 CO

2.MESMO C/ ELEVADO GRAU DE INIBIÇÃO DA AC 65%DO HCO3-AINDA

3.O DAS PERDAS DE HCO3-TORNA URINA MAIS ALCALINA

6.COMO NO RAMO ASCENDENTE DA AHA ABSORÇÃO DE Cl-É >Na+ (2:1).

6.COMO NO RAMO ASCENDENTE DA AHA ABSORÇÃO DE Cl-É >Na+ (2:1). O HCO3 PASSA A SER O PRINCIPAL ÂNION EXCRETADO

7.NO T.C.D. PARTE DO Na+PODE SER REABSORVIDO POR TROCA C/ K+

ASSIM, A EXCREÇÃO FRACIONÁRIA DONa+ CHEGA A 5% E A DO POTÁSSIO A 70%

9.OS DIURÉTICOS INIBIDORES DA AC POUCO AFETAM A EXCREÇÃO DE CÁLCIO E MAGNÉSIO

O DIURÉTICO REAB. DE SÓDIO E H2O NO TCP

NaClE FLUXO JUNTO A MÁCULA

CAPTAÇÃO NaCl p / céls. da mácula densa

FORMAÇÀO DE HUMOR AQUOSO E DIMINUI A PIO

4.SNC: PODE PRODUZIR SONOLÊNCIA, PARESTESIAS E É ÚTIL NO Tto. DE EPILEPSIA POR CONTA DA ACIDOSE METABÓLICA

1.NOS CASOS DE EDEMA EFICÁCIA É BAIXA A NÃO SER EM ALGUNS CASOS ASSOCIADOS COM TIAZÍDICOS

2.PRINCIPAL INDICAÇÃO CRISE DE GLAUCOMA

3.NA EPILEPSIA

4.PARA CORRIGIR ALCALOSE METABÓLICA 5.ALCALINIZAR A URINA E FAVORECER A ELIMINAÇÃO DE

MAL DAS MONTANHAS (profilaxia e tratamento.

Previne a fraqueza, respiração ofegante, tonturas, náuseas, e edema cerebral e pulmonar

5.ALCALINIZAR A URINA E FAVORECER A ELIMINAÇÃO DE ÁCIDOS

1.REAÇÕES ADVERSAS À PRINCÍPIO SÃO RARAS

2.C/ DERIVADOS DAS SULFONAMIDAS PODEM CAUSAR DEPRESSÃO DA MEDULA ÓSSEA, REAÇÕES ALÉRGICAS

3.ALTAS DOSES SONOLÊNCIA E PARESTESIA

4. ACIDOSE METABÓLICA

5.ACÚMULO DE AMÔNIA DE ORIGEM RENAL = ENCEFALOPATIA HEPÁTICA (são contra indicados na cirrose)

6.CÁLCULOS RENAIS POR P DE FOSFATO

7.AGRAVAM ACIDOSE METABÓLICA E RESPIRATÓRIA (contra indicados p/ pacientes com DPOC GRAVE)

Diuréticos de Alça Diuréticos de Alça

Diuréticos de Alça

Diuréticos de Alça Também denominados: diuréticos de alto limiar

Ác. etacrínico

Furos e mida Ác. etacrínico

Tor se mide Bu metan ide

Furos e mida (LASIX)

1.EM GERAL OS DIURÉTICOS DE ALÇA SÃO PRONTAMENTE ABSORVIDOS POR VIA ORAL

2.A VIA EV É USADA EM SITUAÇÕES DE URGÊNCIA (EDEMA AGUDO DE PULMÃO OU QUANDO ABSORÇÀO ENTERAL É COMPROMETIDA PELA ICC)

-POR VIA ORAL ATUAM EM 1 HORA

3CIRCULAM INTENSAMENTE LIGADOS AS PROTEÍNAS
4NÃO SÃO FILTRADOS
5ATINGEM O LOCAL DE AÇÀO (memb. luminal das céls. da

-POR VIA EV EFEITO MÁXIMO EM 30 min. porção espessa da alça de Henle) APÓS TER SIDO SECRETADA NO TCP.

2.TRANSPORTE PARACELULAR

1.NA MEMBR. APICAL OBSERVAMOS O CO-TRANSPORTE DE 2Cl/ Na/K DE Ca2+ and Mg2+

1.UMA BARREIRA NA MEMBRANA APICAL BLOQUEIA O TRANSPORTE DE ÁGUA 2.CONSEQUÊNCIA: FLUIDO TUBULAR FICA HIPOTÔNICO ra mo

Ascendente espesso da AH

Simporte cloro sódio/potássio dependente

Lumen urina

Interstício e sangue potencial

São osmaiseficazes, pod endo eliminar 15- 25% da car ga filtrad a de s ódio.

Alémde diuréticosAlémde diuréticos representam u masegu na linhade drogasAH

DAS PERDAS DE K+ / H+ / CL-/ Ca++ / Mg++ MAS NÃO DE BICARBONATO

CONCENTRAÇÃO DE BICARBONATO AUMENTA(

2.COM A REDUÇÃO DO VOLUME CIRCULANTE, A = ALCALOSE METABÓLICA)= ALCALOSE METABÓLICA)

1.Por via EV, produz efeitos vasodilatadores

(mecanismo pouco compreendido) PRINCIPALMENTE NOS RINS E NOS VASOS VENOSOS

2.Os efeitos VD são úteis em pacientes com edema pulmonar e acontecem antes das ações renais.

Possíveis mecanis mos

3.ABERTURA DE CANAIS DE POTÁSSIO QUE HIPERPOLARIZA A MEMBRANA DO MÚSCULO LISO VASCULAR.

1.OS DIURÉTICOS DE ALÇA DEEM SER USADOS CAUTELO-

2.SÃO INDICADOS: -PRINCIPALMENTE NO EDEMA AGUDO DE PULMÃO

3.TRATAMENTO DA HA ACOMPANHADA DE INSUFIC. RENAL (FUNÇAO RENAL PRESERVADA A PREFERÊNCIA É TIAZÍDICOS)

4.TRATAMENTO DAS HIPERCALCEMIAS APÓS A REPOSIÇÃO DE FLUIDOS COM CLORETO DE SÓDIO.

1.É COMUM PERDA EXCESSIVA DE SÓDIO CAUSADO HIPOVOLEMIA E HIPOTENSÃO (PRINCIPALMENTE EM IDOSOS)

2.PERDA DE POTÁSSIO (CUIDADO SE O PACIENTE ESTIVER TOMANDO DIGITÁLICOS)

3.SE OCORRER HIPOCALEMIA NÃO FAZER SUPLEMENTAÇÃO DE POTÁSSIO (ASSOCIAR DIURÉTICOS POUPADORES DE POTÁSSIO)

4. ALCALOSE METABÓLICA

5.OTOTOXICIDADE SE ASSOCIADO A AMINOGLICOSÍDEOS

Diuréticos que Atuam nos TCD

Diuréticostiazídicos

Diuréticos poupadoresde poupadoresde potássio

Diuréticos que Atuam nos TCD

TAMBÉM CONHECIDOS COMO: • diuréticos tiazídicos

Clor talidon aClor talidon a

Metolaz on a

Clor otiaz ida Hidroc lor otiaz ida

Comentários