Nbr10897 04 2003

Nbr10897 04 2003

(Parte 1 de 18)

Sede: Rio de Janeiro

Av. Treze de Maio, 13 / 28º andar

CEP 20003-900 – Caixa Postal 1680 Rio de Janeiro – RJ

Endereço eletrônico: w.abnt.org.br

ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas

Copyright © 2000, ABNT–Associação Brasileira de Normas Técnicas Printed in Brazil/

Impresso no Brasil Todos os direitos reservados

\ICS ABR/2003 NBR 10897

Proteção contra incêndio por chuveiro automático

Origem: NBR 10897:1990 e NFPA 13:1999 CB 24 - Comitê Brasileiro de Segurança contra Incêndio CE 24:302.02

Fire protection - Automatic sprinkler systems - Installation – Procedure Descriptors: Automatic sprinkler - Fire extinction

Esta Norma foi baseada na(s) NFPA 13:1999 Esta Norma cancela e substituí a(s) NBR 10897:1990

Palavra(s)-chave: Chuveiro automático. Extinção de incêndio 1 páginas

Sumário

Prefácio

Prefácio 0 Introdução

1 Objetivo 2 Referências normativas 3 Definições 4 Condições gerais 5 Componentes e materiais 6 Requisitos dos sistemas 7 Requisitos de instalação ANEXOS A Classificação das ocupações – Exemplos (informativo) B Classificação das mercadorias – Exemplos (informativo)

Prefácio

A ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas – é o Fórum Nacional de Normalização. As Normas Brasileiras, cujo conteúdo é de responsabilidade dos Comitês Brasileiros (ABNT/CB) e dos Organismos de Normalização Setorial (ONS), são elaboradas por Comissões de Estudo (ABNT/CE), formadas por representantes dos setores envolvidos, delas fazendo parte: produtores, consumidores e neutros (universidades, laboratórios e outros).

Os Projetos de Norma Brasileira, elaborados no âmbito dos ABNT/CB e ONS circulam para Consulta Pública entre os associados da ABNT e demais interessados.

0 Introdução

O sistema de chuveiros automáticos é um sistema especial de proteção contra incêndio e portanto requer experiência e conhecimento profissional para o desenvolvimento do projeto, da instalação e da manutenção.

Nenhum dos requisitos desta Norma é intencionado a restringir o desenvolvimento, ou a utilização de novas tecnologias ou medidas alternativas, desde que estas não diminuam o nível de segurança estabelecido.

NBR 10897:2003 2

1 Objetivo

1.1 Esta Norma estabelece os requisítos mínimos para projeto e instalação de chuveiros automáticos, incluindo as características de suprimento de água, seleção de chuveiros automáticos, conexões, tubos, válvulas e todos os materiais e acessórios envolvidos na instalação.

2 Referência normativa

A norma relacionada a seguir contém disposições que, ao serem citadas neste texto, constituem prescrições para esta Norma. A edição indicada estava em vigor no momento desta publicação. Como toda norma está sujeita a revisão, recomenda-se àqueles que realizam acordos com base nesta que verifiquem a conveniência de se usar a edição mais recente da norma citada a seguir. A ABNT possui a informação das normas em vigor em um dado momento.

NBR NM ISO 7-1:2000 - Rosca para tubos onde a junta de vedação sob pressão é feita pela rosca - Parte 1: Dimensões, tolerâncias e designação

NBR 5410/90 - Instalações elétricas de baixa tensão - Procedimento;

NBR 5647:1999 - Tubos de PVC rígido para adutoras e redes de água - Especificação;

NBR 5883:1982 - Solda branda – Especificação;

NBR 5590:1985 - Tubos de aço-carbono com ou sem costura, pretos ou galvanizados por imersão a quente, para condução de fluidos - Especificação;

NBR 6125: 1992 - Chuveiros automáticos para extinção de incêndio - Método de Ensaio;

NBR 6135: 1992 - Chuveiros automáticos para extinção de incêndio - Especificação; NBR 6401/80 - Instalações de centrais de ar condicionado para conforto. Parâmetros básicos de projeto - Procedimento; NBR 6925: 1995 - Conexão de ferro fundido maleável classes 150 e 300, com rosca NPT para tubulação - Especificação; NBR 6943:2000 - Conexões de ferro fundido maleável, com rosca NBR NM-ISO 7-1, para tubulações - Especificação; NBR 7663: 1991 - Tubo de ferro fundido dúctil centrifugado, para canalizações sob pressão - Especificação; NBR 7669/82 - Conexões de ferro fundido cinzento - Padronização; NBR 7674: 1982 - Junta elástica para tubos e conexões de ferro fundido dúctil - Especificação; NBR 7675: 1988 - Conexões de ferro fundido dúctil - Especificação; NBR 7677/82 - Junta mecânica para conexões de ferro fundido dúctil - Especificação;

NBR 9441/94 - Execução de sistemas de detecção e alarme de incêndio - Procedimento; NBR 10898/90 - Sistema de iluminação de emergência - Procedimento;

NBR 11720: 1994 - Conexões para unir tubos de cobre por soldagem ou brasagem capilar - Especificação; NBR 11836/91 - Detectores automáticos de fumaça para proteção contra incêndio - Especificação; NBR 12693/93 - Sistemas de proteção por extintores de incêndio - Procedimento; NBR 12912: 1993 - Rosca NPT para tubos - Dimensões

NBR 13206: 1994 - Tubo de cobre leve, médio e pesado sem costura, para condução de água e outros fluidos - Especificação;

ANSI/NFPA 24/92 - Standard for the installation of private fire service mains and their appurtenances; ANSI/NFPA 27/82 - Recommendations for organization, training and equipment of private fire brigades;

ANSI/NFPA 30/93 - Flammable and combustible liquids code; ANSI/NFPA 51B/94 - Standard for fire prevention in use of cutting and nelding processes; ANSI/NFPA 58/92 - Standard for the storage and handling of liquefied petroleum gases;

ANSI/NFPA 80A/93 - Recomended practice for protection of building from exterior fire exposure;

ANSI/NFPA 88B/91 - Standard for repair garages; ANSI/NFPA 91/92 - Standard for the installation of blower and exhaust systems for air coveying of materials;

ANSI/NFPA 204-M/91 - Guide for smoke and heat venting; ANSI/NFPA 231C/91- Standard for rack storage of materials;

ANSI/NFPA 505/92 - Firesafety standard for powered industrial trucks including type designations, areas of use maintenance and operation;

ANSI/NFPA 600/92 - Recommendation for organization, training and equipment of private fire brigades.

ANSI/NFPA 601/92 - Standard for guard service in fire loss prevention; ANSI/EN 54 -Part 5/8 - Heat sensitive detectors - Point detectors containing a static element.

X INÍCIO DA 101a REUNIÃO DE 10.03.2003 XXXXX

3 Definições Para efeitos desta Norma são adotadas as definições de :

3.1 * Aprovado. Aceito pela autoridade competente.

3.2 * Autoridade Competente. Órgão, repartição pública ou privada, pessoa jurídica ou física investida de autoridade pela legislação vigente, para examinar, aprovar, autorizar ou fiscalizar as instalações de combate à incêndio, baseada em legislação específica local.

(Parte 1 de 18)

Comentários