Aula 06 - platelmintos e nematelmintos

Aula 06 - platelmintos e nematelmintos

PROFº: HUBERTT GRÜN. Página 1

01 – CONCEITO:

São animais invertebrados que se caracterizam por apresentar o achatado no sentido dorsoventral, por isso são denominados de vermes achatados. São triblásticos (são os primeiros), acelomados, com simetria bilateral e neuromiários; são terrestres e aquáticos, de vida livre ou parasitas. São os primeiros animais com sistema excretor. Imagem retirada da página: http://www.sobiologia.com.br/figuras/Reinos2/aceloma do.jpg

02 – MORFOLOGIA DOS PLATELMINTOS:

Imagens retiradas das páginas e modificadas: http://www.mun.ca/biology/scarr/141999_Platyhelminthes.jpg e http://bio100.nicerweb.com/Locked/media/ch03/DB03210.jpg

2.1 – MANCHAS OCELARES:

São estruturas que funcionam como olhos, porém, não formam imagens, apenas servem para captar a luminosidade local. 2.2 – CÍLIOS:

São filamentos que ajudam na locomoção, presentes na região ventral dos platelmintos. 2.3 – BOCA:

É o local por onde entra o alimento; da boca do platelminto projeta-se a faringe denominada de protráctil. 2.4 – FARINGE PROTRÁCTIL:

É um órgão tubular que é projetado para capturar os alimentos. 2.5 – PORO GENITAL:

É um orifício por onde ocorre troca de espermatozóides, durante a fecundação cruzada (entre dois indivíduos).

03 – FISIOLOGIA DOS PLATELMINTOS: 3.1 – SISTEMA DIGESTIVO: (+)

Presente do tipo incompleto com digestão extra e intracelular; o tubo digestivo é do tipo incompleto, sendo formado pelos seguintes órgãos: BOCA → FARINGE PROTRÁCTIL →

Imagem retirada da página e modificada: http://www.cartage.org.lb/en/themes/Science s/Zoology/Biologicaldiverstity/AnimalsI/flatwor m.gif

Importante destacar que a classe cestoda não apresenta sistema digestivo e, a digestão, nas taenias é feita por difusão.

3.2 – SISTEMA CIRCULATÓRIO:

Ausente, porém, a distribuição dos alimentos é feita por difusão. 3.3 – SISTEMA RESPIRATÓRIO:

Ausente, porém, a respiração nos platelmintos de vida livre é aeróbia do tipo cutânea, enquanto que, nos parasitas a respiração é do tipo anaeróbia. 3.4 – SISTEMA EXCRETOR: (+)

Presente, e a excreção é realizada, pelas células flamas ou solenócitos.

Imagem retirada da página e modificada: http://www.cartage.org.lb/en/themes/Sciences/Lifescience/GeneralBiology/Physiology/E xcretorySystem/Invertebrate/flatwormexcret.gif

3.5 – SISTEMA NERVOSO: (+)

Presente, surgindo pela primeira vez concentração de neurônios, denominados de gânglios cerebróides. São os primeiros organismos a apresentarem um sistema ganglionar e ventral.

Imagem retirada da página e modificada: http://www.passeiweb.com/na_ponta_lingua/sala_d e_aula/biologia/imagens/sist_nervoso_ganglionar.gif

3.6 – SISTEMA DE REVESTIMENTO: (+)

Presente, e o revestimento externo nos vida livre é feito pela epiderme ciliada, enquanto que, nos parasitas é feita pela cutícula.

3.7 – SISTEMA REPRODUTOR: (+)

Presente, com reprodução sexuada e assexuada. A reprodução assexuada pode ser por: Regeneração e laceração.

Fragmentação e Regeneração da planária. Imagens retiradas da página: http://content.tutorvista.com/science/CBSEXScience/Ch528/images

Os platelmintos são monóicos, com fecundação interna e o desenvolvimento direto ou indireto. O filo em geral é monóico e, a exceção a ele é Schistossoma mansoni que é o único platelminto dióico (com dimorfismo sexual). Sem dimorfismo é difícil diferenciar o macho da fêmea. 3.8 – SISTEMA MUSCULAR: (+) Presente, com músculos longitudinais, transversais e circulares.

04 – CLASSIFICAÇÃO DOS PLATELMINTOS:

A classificação é baseada principalmente na relação simbiôntica com os outros seres vivos. Existem basicamente três classes: Tubelária, trematoda e cestoda. 4.1 – CLASSE TUBELÁRIA: (VIDA LIVRE)

São platelmintos de vida livre, dulcícolas (habitam água doce), carnívoros.

Exp: Planária.

Imagem retirada da página: http://www.americanaquariumproducts.com/images/gr aphics/planaria.jpg

4.2 – CLASSE TREMATODA: (ENDO E ECTOPARASITAS)

São platelmintos parasitas, de caráter endo e ectoparasítico. Exp: Schistossoma mansoni e Fasciola hepática

PROFº: HUBERTT GRÜN. Página 2

Schistossoma mansoni (fêmea e macho) e Fasciola hepática. Imagens retiradas das páginas: http://cienciahoje.uol.com.br/images/chdia/n198a.jpg e http://br.geocities.com/hildebrandoe/26tax/platelmintos/trematoda_arquivos/image001 .jpg

4.3 – CLASSE CESTODA: (ENDOPARASITAS)

São platelmintos parasitas, apenas de caráter endoparasítico com ausência de sistema digestivo; apresentando obtenção de nutrientes a partir da absorção direta por sua superfície corpórea (difusão direta entre seu corpo e do hospedeiro). Exp: Taenia sollium, Taenia saginata, Echinococus granulosus

01 – CONCEITO:

São animais invertebrados que se caracterizam por apresentarem o corpo cilíndrico e as extremidades afiladas. São chamados de vermes cilíndricos.

Ascaris lumbricóides. Imagens retiradas das páginas: http://www.curlygirl.no.sapo.pt/imagens/pseudoceloma.jpg e http://drjoea.googlepages.com/Ascariasis-post-surgical-1c.jpg/Ascariasis-post-surgical- 1c-full.jpg

São triblásticos, pseudocelomados, protostômios, neuromiários, de simetria bilateral; aquáticos ou terrestres de solo úmido, de vida livre ou parasita.

02 – MORFOLOGIA DOS NEMATELMINTOS:

Imagem retirada na pagina e modificada: http://www.marcobueno.net/administracao/img/galeria_imagem/Ancylostoma_.jpg

2.1 – LINHA LATERAL. 2.2 – ESPÍCULAS PENIANAS. 2.3 – BOCA.

03 – FISIOLOGIA DOS NEMATELMINTOS: 3.1 – SISTEMA DIGESTIVO: (+)

Presente do tipo completo, com digestão extracelular. O tubo digestivo é formado pelos seguintes órgãos: BOCA → FARINGE → ESÔFAGO → INTESTINO → RETO → ÂNUS.

Imagem retirada da página e modificada: http://www.colegiosaofrancisco.com.br/alfa/filo-nematelmintos/imagens/filonematelmintos-1.jpg

No esôfago há uma dilatação bulbo-esofagiana.

3.2 – SISTEMA CIRCULATÓRIO:

Ausente, porém a distribuição dos alimentos é feita por difusão facilitada pelo pseudoceloma.

3.3 – SISTEMA RESPIRATÓRIO:

Ausente e a respiração nos de vida livre é cutânea, enquanto que, os parasitas são anaeróbios.

3.4 – SISTEMA EXCRETOR: (+)

Presente e, a excreção é feita pelos canais excretores ou ductos excretores, que nos parasitas é duplo em forma de letra “H”.

3.5 – SISTEMA NERVOSO: (+) Presente, representado por um anel nervoso periesofagiano.

3.6 – SISTEMA DE REVESTIMENTO: (+) Presente e é feito pela cutícula.

3.7 – SISTEMA REPRODUTOR: (+)

Presente, somente com reprodução sexuada; são dióicos, com fecundação interna e o desenvolvimento indireto com dimorfismo sexual. O macho é menor que a fêmea e, apresenta a cauda encurvada com duas espículas peniais. A fêmea tem cauda reta, com orifício genital mediano ventral.

Nematelmintos. Imagem retirada na pagina e modificada: http://br.geocities.com/hestevesneto/tax24/nematelmintos.jpg

3.8 – SISTEMA MUSCULAR: (+) Presente, com músculos somente longitudinais.

04 – CLASSIFICAÇÃO DOS NEMATELMINTOS:

Os nematelmintos são um grupo de vermes pertencentes ao filo dos vermes asquelmintos.

a) digestivo e excretord) digestivo e secretor.
b) respiratório e circulatórioe) secretor e nervoso.

Exercícios 01 - (PUC-RS) Os platelmintos são animais que apresentam o corpo achatado e sua espessura, quase desprezível, proporciona uma grande superfície em relação ao volume, o que lhes traz vantagens. A forma achatada desses animais relaciona-se diretamente com a ausência dos sistemas: c) excretor e circulatório.

a) se I e I estiverem corretasd) se apenas I estiver correta.
b) se I e I estiverem corretase) se I, I e I estiverem

02 - (VUNESP) Na questão abaixo, relativa às verminoses, são feitas as seguintes afirmações. I - Andando descalço, o homem pode adquirir a ancilostomose. I - Comendo carne crua de porco, o homem pode adquirir a cisticercose cerebral. I - Elefantíase, doença de Chagas e malária são doenças transmitidas por insetos. Assinale: corretas. c) se I e II estiverem corretas.

03 - (CESGRANRIO) A elefantíase ou filariose é uma parasitose comum na região amazônica. Sua profilaxia pode ser feita através do combate ao inseto vetor e do isolamento e tratamento das pessoas doentes. O agente causador e o hospedeiro intermediário dessa parasitose são, respectivamente: a) Ascaris lumbricoides e um mosquito de gênero Culex. b) Wuchereria bancrofti e um mosquito do gênero Culex. c) Wuchereria bancrofti e o caramujo. d) Schistosoma mansoni e a filária. e) Ancylostoma duodenale e a filária.

PROFº: HUBERTT GRÜN. Página 3

a)Taenia soliumd)Ascaris lumbricoides.
b)Schistosoma mansonie)Enterobius vermiculares.

04 - (PUC-MG) Leia com atenção, as informações abaixo: I - Triblástico pseudocelomado. I - Não possui hospedeiro intermediário. I - Larvas desenvolvem-se no solo. O parasita que possui as características acima é: c)Ancylostoma duodenale.

Gabarito: 01 – B; 02 – B; 03 – B; 04 – C.

FORMATAÇÃO E EDIÇÃO: LAST UPDATE: 09.02.2011 PROF: LIMA VERDE, HUBERTT. huberttlima@gmail.com BIOLOGIA ZOOLOGIA.

Comentários