BANCADA 4. Tipos de cama

BANCADA 4. Tipos de cama

CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE

DEPARTAMENTO DE ENFERMAGEM

SEMIOTÉCNICA

Página

1/3

Bancada nº.

04

Bancada //

Técnica

TIPOS DE CAMA

INTRODUÇÃO

  • Cama fechada = sem a ocupação do leito paciente. Permanece fechada até a admissão de um novo paciente.

  • Cama aberta = com ocupação do leito paciente, que pode ou não se locomover.

  • Cama de operado = deve ser preparada logo após o encaminhamento do paciente para cirurgia, facilitando sua recepção ao retorno do centro cirúrgico.

FINALIDADE

  • Proporcionar repouso, conforto, segurança e bem estar ao paciente.

  • Economizar tempo e energia da equipe de enfermagem.

  • Manter a unidade com aspecto agradável.

MATERIAL

  • 02 lençóis,

  • 01 impermeável,

  • 01 forro móvel (travessa, traçado, forro ou lençol comum dobrado ao meio),

  • 01 colcha (optativo),

  • 01 cobertor,

  • 01 fronha,

  • 01hamper,

  • Luvas de procedimentos,

Álcool e panos para limpeza.

TÉCNICA

Ação

Justificativa

Cama fechada:

1. Certificar-se de que já foi realizada a limpeza terminal da unidade

2. Lavar as mãos

  1. Reunir o material necessário e levá-lo ao quarto;

  1. Abrir as portas e janelas para arejar a unidade;

  1. Afastar a mesa de cabeceira, colocando uma cadeira de preferência ao pé direito da mesma, com o espaldar voltado para a cabeceira, já limpa, próximo à cama;

  1. Observar o estado de conservação do colchão e travesseiro (tomar as providências cabíveis em caso de mau estado);

  1. Manter a cama com cabeceira abaixada, pois facilita a arrumação

  1. Colocar sobre o assento da cadeira o travesseiro já com fronha;

  1. Dispor a roupa no encosto ou espaldar da cadeira dobrada duas vezes no sentido longitudinal e uma vez no sentido do comprimento de acordo com a ordem de utilização (lençol de cima, forro móvel, impermeável, lençol de baixo) e com as aberturas para o lado esquerdo da cadeira;

  1. Levar o lençol da cadeira para cama, tomando o cuidado de não encostar-se ao chão e jaleco;

  1. Abrir a primeira dobra do lençol

  1. Colocar o impermeável (abrir a primeira dobra) e, sobre este, o forro móvel, ambos na parte central da cama, fixando-os juntamente sobre o colchão;

  1. Fazer o canto da cabeceira, com aproximadamente 40 cm de lençol para fixá-lo sob o colchão, após fazer o canto dos pés e lateral da cama

  1. Fixar o lençol de baixo, fazendo o envelope no canto superior e inferior do colchão;

  1. Estender o lençol de cima, fazendo à prega de conforto no sentido da largura, próximo a altura dos pés do paciente, impedindo a compressão dos mesmos, prender no canto dos pés da cama, deixando as laterais soltas

  1. Dobrar o lençol de cima no sentido da largura da cama;

  1. Do outro lado da cama, puxar lençol de baixo, impermeável e forro, prendendo o centro e após fixar o envelope nos cantos do colchão;

  1. Puxar o lençol de cima, idem do outro lado;

  1. Colocar o travesseiro em pé na cabeceira da cama com a abertura da fronha voltada para o lado oposto ao da porta de entrada do quarto;

  1. Deixar a unidade em ordem, retornando os móveis aos seus lugares originais, e colocar a companhia sobre a cama, em local de fácil acesso ao paciente;

  1. Lavar as mãos.

Cama aberta:

1. Certificar-se de que já foi realizada a limpeza concorrente da unidade

2. Lavar as mãos

  1. Reunir o material necessário e levá-lo ao quarto;

  1. Abrir as portas e janelas para arejar a unidade;

  1. Afastar a mesa de cabeceira, colocando uma cadeira de preferência ao pé direito da mesma, com o espaldar voltado para a cabeceira, já limpa, próximo à cama;

  1. Observar o estado de conservação do colchão e travesseiro (tomar as providências cabíveis em caso de mau estado);

  1. Manter a cama com cabeceira abaixada, pois facilita a arrumação

  1. Colocar sobre o assento da cadeira o travesseiro já com fronha;

  1. Dispor a roupa no encosto ou espaldar da cadeira dobrada duas vezes no sentido longitudinal e uma vez no sentido do comprimento de acordo com a ordem de utilização (lençol de cima, forro móvel, impermeável, lençol de baixo) e com as aberturas para o lado esquerdo da cadeira;

  1. Proceder a partir daí como a anterior do item 10 à 18;

19. Dobrar a ponta do lençol superior, do lado da entrada da porta e colocar o travesseiro deitado sobre a cabeceira da cama;

20. Deixar a unidade em ordem, retornando os móveis aos seus lugares originais, e colocar a companhia sobre a cama, em local de fácil acesso ao paciente;

  1. Lavar as mãos.

Cama Aberta com doente acamado:

1. Lavar as mãos

2. Reunir o material necessário e levá-lo ao quarto;

  1. Explicar o procedimento ao paciente;

  1. Dobrar todos os lençóis na sequência de uso sobre a cadeira limpa

  1. Calçar as luvas de procedimento;

  1. Soltar a roupa de cama;

  1. Retirar o travesseiro e as cobertas, deixando o paciente coberto apenas com o lençol de cima;

  1. Colocar a roupa suja de cama no hamper;

  1. Solicitar a colaboração do paciente, se possível, lateralizando-o opostamente á cadeira com as roupas limpas;

  1. Empurrar as roupas de cama usadas em forma de leque, em direção ao centro da cama deixando livre o colchão;

  1. Realizar limpeza concorrente da metade do colchão: sentido lateral para o centro da cama

  1. Dispor o lençol limpo, o impermeável e o forro móvel sobre a metade da cama, esticá-los e prende-los;

  1. Lateralizar o paciente no lado oposto em que se encontrava, sobre a roupa de cama limpa, inclusive o lençol de cima;

  1. Retirar a roupa de cama suja, colocando-a no hamper;

  1. Realizar limpeza concorrente da outra metade do colchão: do centro para fora

  1. Puxar, esticar e prender o lençol de baixo, impermeável e o forro móvel;

  1. Prender o lençol de cima nos pés da cama, deixando as laterais soltas;

  1. Colocar o travesseiro sob a cabeça do paciente;

  1. Voltar o paciente para posição dorsal

  1. Trocar o lençol de cima do paciente

  1. Deixar o paciente confortável e recompor a unidade;

  1. Recolher o material para o expurgo

  1. Lavar as mãos.

Cama de Operado

1. Iniciar a técnica como as anteriores, porém incluindo o cobertor ou colcha como primeira dobra.

2. Ao finalizar a colocação do lençol de cima e cobertor, fazer a dobra do lençol sobre o cobertor, tanto na cabeceira quanto no pé.

3. Verificar a posição da porta por onde o paciente vai entrar e dobrar as duas bordas ao centro (como um avião) e fazer um rolo em direção oposta.

4. Colocar um forro móvel ou a toalha de rosto sobre o lençol de baixo na cabeceira da cama, com pregas em cada lado do colchão, deixando livre o centro para a cabeça do paciente;

5. Posicionar a escada do lado oposto a cama;

6. Deixar na mesa de cabeceira gazes e uma cuba rim

  1. Recompor a unidade;

8. Lavar as mãos.

OBSERVAÇÃO

  • Não encostar os lençóis no jaleco ou no chão;

  • Não passar as mãos sobre os lençóis, com intuito de esticá-los;

  • Fazer limpeza terminal e concorrente com luvas e retirar lençóis usados com luvas de procedimento;

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

Elaborado por

Profa. Denise, Profa. Flávia, Profa. Lígia, Profa. Maria do Carmo e Profa. Marieta

Data da Criação

2002

Revisado por

Prof. Andréia e Denise

Data da última Revisão

01/2011

Assinatura da Validação

Comentários