Introdução à Gestão Ambiental - 04-03

Introdução à Gestão Ambiental - 04-03

Tecnologia em Gestão Ambiental

Disciplina: Introdução à Gestão Ambiental Professora: Cristina Célia Krawulski Aula: 1 – Gestão Ambiental e Conceitos Relacionados Semestre: Bloco Curricular Básico

Gestão ou Gerenciamento Ambiental A amplitude do conceito de gestão ambiental envolve diretamente questões estratégicas das organizações, abrangendo itens que, apesar de demandarem uma carga conceitual significativa, são efetivamente materializados através de posturas e ações altamente objetivas. Neste contexto, a abordagem conceitual, para gestão ambiental, envolve, por sua vez, uma visão holística do processo.

A gestão ambiental integra em seu significado: 1. A POLÍTICA AMBIENTAL, que é o conjunto consistente de princípios doutrinários que conformam as aspirações sociais e/ou governamentais no que concerne à regulamentação ou modificação no uso, controle, proteção e conservação do ambiente.

2. O PLANEJAMENTO AMBIENTAL, que é o estudo prospectivo que visa à adequação do uso, controle e proteção do ambiente às aspirações sociais e/ou governamentais expressas formal ou informalmente em uma política ambiental, através da coordenação, compatibilização, articulação e implantação de projetos de intervenções estruturais e não estruturais.

3. O GERENCIAMENTO AMBIENTAL, que é o conjunto de ações destinado a regular o uso, controle e proteção e conservação do meio ambiente, e a avaliar a conformidade da situação corrente com os princípios doutrinários estabelecidos pela política ambiental.

Pelo exposto, pode-se perceber que o gerenciamento ambiental na verdade é parte integrante da gestão ambiental, ou seja, gestão ambiental pressupõe uma política ambiental, o planejamento ambiental e o próprio gerenciamento ambiental. Este conceito é aplicável tanto ao processo de gestão ambiental em vários níveis de abrangência: municipal, estadual, regional e nacional (em contexto macro) quanto ao ambiente organizacional (em um contexto micro).

Cabe inserir ao conceito, como um quarto integrante, o monitoramento ambiental, uma vez que todo processo de gestão, independentemente de seu nível de abrangência, deve ser controlado através de um processo de monitoramento sistemático das características atuais da situação problema (diagnóstico), tendo sempre em mente os cenários alternativos mais próximos da situação desejada possível (prognósticos) em função dos instrumentos de gestão ambiental utilizados em uma dada realidade.

(SEIFFERT, Mari Elizabete Bernardini. Gestão ambiental: instrumentos, esferas de ação e educação ambiental. São Paulo: Atlas, 2010. p. 54-5).

Comentários