RELATÓRIO DE QUÍM. EXPERIMENTAL-docx

RELATÓRIO DE QUÍM. EXPERIMENTAL-docx

(Parte 1 de 3)

Campina Grande–PB 2010

EmQuímica,soluçãoé o nome dado a dispersões cujo tamanho dasmoléculas dispersas é menor que 1nanômetroou10Angstroms= 1 x 10-10m. A solução ainda pode ser

caracterizada por formar umsistema homogêneo( a olho nu e ao microscópio)

, por ser impossível separar o disperso do dispersante através de processosfísicos.

As soluções são compostas pormoléculasouíonscomuns. Podem envolversólidos, líquidosougasescomo dispersantes ( chamados de solventes–existentes em maior quantidade na solução) e como dispersos ( solutos)

. A solução também pode apresentar-se nesses três estados da matéria.

O estudo das soluções é de extrema importância para a caracterização de muitos fenômenos e processos visualizados no âmbito do laboratório ou até mesmo no cotidiano. É sabido que as soluções estão presentes de várias maneiras bem como a fundamentação de dados, com a finalidade de melhorar o desenvolvimento do conhecimento que já se tem. O estudo das soluções é capaz de evidenciar a composição e estruturas químicas dos elementos que estão presentes no universo.

Aproximadamente 90% das reações químicas acontecem com os reagentes dissolvidos em algum líquido. Muitas das coisas que consumimos também sãosoluções, indispensáveis para a vida.Daí a importância de entendermos algumas coisas sobre soluções, bem como o mecanismo de dissolução, fundamental em sua caracterização.

Nos últimos séculos, a química vem se tornando cada vez mais importante para nossas vidas e para o planeta, e graças a isso, foi possível a realização de experiências para a criação de novos produtos e desenvolvimento de melhores técnicas para procedimentos atuais.

Objetivos

Aprender as técnicas de preparar e diluir soluções de um líquido e de um sólido em água.

Preparar e diluir soluções de hidróxido de sódio ( NaOH ) , ácido sulfúrico ( H2SO4 ) carbonato de sódio ( Na2CO3 ) em água

Palavras–chaves:solução, sistema homogêneo, dissolvidos,disperso, dispersante, dissolução, laboratório.

Soluçãoé o nome dado a dispersões cujo tamanho dasmoléculasdispersas é menor que 1nanômetroou 10Angstroms= 1 x 10-10m. A solução ainda pode ser caracterizada por

formar umsistema homogêneo( a olho nu e ao microscópio)

, por ser impossível separar o disperso do dispersante através de processosfísicosconvencionais.

As soluções são compostasbasicamentepormoléculasouíonscomuns, por sua vez podem envolversólidos,líquidosougasescomo dispersantes. Os componentes básicos que compõemuma solução é chamado desoluto e solvente.

Soluto:também chamado de disperso, é a substância minoritária numasoluçãoou, em geral, a substância de interesse, por isso geralmente recebe esta designação o componente que se encontra em menor proporção na solução.

Solvente:também chamado de dispersante ou até mesmodissolvente, consiste numa substância geralmente líquida, que dissolve outra substância ou substâncias, encontra– se em maior quantidade.

As soluções podem ser do tipo: líquidos em líquidos, líquidos em sólidos, gases em gases.

No entanto, existem outrassituações, nas quais esta identificação não é tão imediata.

No caso de uma solução onde ambos os componentes estão na fase líquida, a designação de soluto é dada ao componente cujo volume inicial é menor.Se a solução é preparada com igual volumede amboscomponentes, é identificada como soluto aquele que for menos volátil. Esta mesma caracterização também é valida para soluções de gases–gases.

Exemplos de soluções:

Solução aquosa de cloreto de sódio ( NaCl )

–solvente é a água e o soluto é cloreto de sódio.

Solução de 10 mL de álcool etílico ( CH3CH2OH ) em 1 L de água ( H2O )

–o soluto é o álcool etílico e o solvente é a água, em maior quantidade.

Solução de igual volume de etanol ( CH3CH2OH ) e água–o soluto é a água e o solvente será o etanol.

CLASSIFICAÇÕES DAS SOLUÇÕES Quando ao estado físico:sólidas, líquidas e gasosas;

-Soluções sólidas-os componentes dessas soluções estão no estado sólido à temperatura ambiente, essas soluções são também chamadas de ligas.Exemplos:liga de cobre

( Cu ) e níquel ( Ni ) , o soluto é o níquel e o solvente é o cobre. A liga de cobre e estanho ( Sn ) é conhecida como bronze, e dá origem a vários objetos.

-Soluções líquidas-nessas soluções, pelo menos um dos componentes está no estado líquido,àspartículas se encontram dispostas próximas umas das outras, caracterizando o estado líquido. Quando se diz que uma solução é aquosa, é porque o componente que se encontra em maior quantidade é a água.Exemplo:solução aquosa de álcool, onde o soluto é o álcool, e a água é o solvente.

-Solução gasosa-todos os componentes se encontram no estado gasoso, elas têm a estrutura típica dos gases, mas com uma diferença, as moléculas na solução não são todas iguais. Exemplo: o ar que respiramos é uma solução gasosa formada basicamente pelos gases

Quanto à condutividade elétrica:eletrolíticas ou iônicas, não-eletrolíticas ou moleculares;

-Soluções eletrolíticas-solução que contém os íons livres derivados do eletrólito. Devido à existência de íons livres, a solução eletrolítica tem a capacidade de conduzir a corrente elétrica.Exemplo:solução aquosa de NaCl.

-Soluções não-eletrolíticas-não liberam íons na solução à medida que se dissolve e assim não influencia a condutividade do solvente.Exemplo:solução aquosa de sacarose

Quanto à proporção soluto/solvente:diluída, concentrada, saturada, insaturadae supersaturada.

-Soluções diluídas-solução quequantidade de soluto( disperso ) na solução é considerada pequena em relação ao solvente, ou seja, não se atingiu o coeficiente de solubilidade da solução.Exemplo:solução de 3g de NaCl em 1 L de água.

-Soluções concentradas-quando o solvente ( ou dispersante) já dissolveu toda a quantidade possível de soluto ( ou disperso)

, e toda a quantidade agora adicionada não será dissolvida e ficará no fundo do recipiente.Exemplo:solução concentrada de NaCl, ao acréscimo de NaCl, haverá uma precipitação, ou seja, solução que atingiu seu limite desolubilidade.

-Soluções saturadas-acontece quando o solvente e soluto estão em uma temperatura em que seu coeficiente de solubilidade ( solvente ) é maior, e depois a solução é resfriada ou aquecida, de modo a reduzir o coeficiente de solubilidade. Quando isso é feito de modo cuidadoso, o soluto permanece dissolvido, mas a solução se torna extremamente instável. Qualquer vibração faz precipitar a quantidade de soluto em excesso dissolvida.Exemplo:100 mL de água pura conseguem solubilizar, no máximo, 36 g de cloreto de sódio, ou seja, quando temos esta solução, se aquecermos e adicionarmos mais NaCl, temos uma solução saturada, mas essa se tornará muito instável.

-Soluções insaturadas-é quando a quantidade de soluto usado se dissolve totalmente, ou seja, a quantidade adicionada é inferiorao coeficiente de solubilidade, ou seja, não atingiu seu coeficiente de solubilidade.Exemplo:solução de 8g sacarose em 1 L de água.

-Soluções super–saturadas-dita supersaturada quando contém, a uma determinada temperatura, uma quantidade de soluto dissolvido superior ao coeficiente de solubilidade da substância nessa temperatura. A solução supersaturada é instável e a mínima perturbação do sistema faz com que ela se torne uma solução saturada com a presença de precipitado. Exemplo:solução de 29,0 gde sacarose dissolvidas em 100 g águaa100°C; a qualquer vibração, haverá precipitação da sacarose.

2.2 CONCENTRAÇÃO DE UMA SOLUÇÃO

Um sistema homogêneo ( solução ) em equilíbrio fica bem definido após o conhecimento

das substâncias químicas que o constituem ( análise química qualitativa)

, da pressão e temperatura ( variáveis físicas quantitativas) e da quantidade de cada um de seus componentes

( análise química quantitativa)

. Estas quantidades em geral são expressas em relação à quantidade de solução; outras vezes utiliza-se como referência a quantidade de um de seus constituintes que poderá então ser chamado solvente e em geral é o disperso predominante. Tais frações quantitativas são chamadasconcentração.

Partindo de uma simplificação,échamadaconcentraçãode uma solução a razão entre a quantidade química o soluto e o volume,v, dasolução.

(Parte 1 de 3)

Comentários