Apostila didática / Complexo articular do cotovelo – Profa. Isabel de C. N. Sacco / 20011

Componentes: úmero + rádio + ulna

1. Articulação Úmero-radial e Úmero-ulnar (do cotovelo, propriamente dita)

2. Articulação Rádio-ulnar proximal 3. Articulação Rádio-ulnar distal

· Posição de referência para cotovelo: posição anatômica

• Posição de referência para rádio-ulnares: posição intermediária

(polegar para frente)

• Plano sagital:Flexão (145o ativa, 160o passiva)

• 1 grau de liberdade no cotovelo: Extensão (relativa, 0-5o)

• 1 grau de liberdade na rádio-ulnar:

• Plano transverso:Pronação (80o ) Supinação (90o)

Apostila didática / Complexo articular do cotovelo – Profa. Isabel de C. N. Sacco / 20012 Articulações Úmero-radial e Úmero-ulnar (cotovelo)

· Articulação em gínglimo – 1 grau de liberdade: • Flexão (130-145o ativa e 160o passiva) e extensão (0-5o)

Articulam-se:Tróclea do úmero na incisura troclear da ulna Capítulo do úmero na fóvea articular do rádio

Apostila didática / Complexo articular do cotovelo – Profa. Isabel de C. N. Sacco / 20013 Palheta umeral: tróclea e capítulo dirigidos anteriormente (45o)

· Cápsula frouxa que envolve Þ fossa radial, coronóide e fossa do olécrano (no úmero) + olécrano e processo coronóide (na ulna) + ligamento anular (no rádio)

• ESTABILIDADE= ossos + ligamentos colaterais radial e ulnar

Apostila didática / Complexo articular do cotovelo – Profa. Isabel de C. N. Sacco / 20014

· Colo troclear é vertical: antebraço em extensão é mais oblíquo para fora e para baixo (VALGO FISIOLÓGICO); em flexão, o antebraço projeta-se exatamente na frente do braço.

• em extensão de cotovelo e em rotação lateral de m.s. = rotação lateral de ombro + supinação.

• Em cadeia fechada: há rotação lateral mas não ocorre supinação, logo não aparece o valgo fisiológico.

• 11o para homens adultos, 14o para mulheres adultas e 6o para crianças.

limitação extensãolimitação da flexão

Apostila didática / Complexo articular do cotovelo – Profa. Isabel de C. N. Sacco / 20015 Articulações Rádio-ulnares proximal e distal

· Trocóide (proximal e distal) – 1 grau de liberdade: • Supinação e pronação - rádio gira em relação à ulna

• ARCO DE MOVIMENTO: 90o para supinação e 80o –

90o para pronação, contados a partir da posição intermediária do antebraço.

• ESTABILIDADE: ligamento anular + membrana interóssea + ligamentos rádio-ulnar dorsal e palmar

Apostila didática / Complexo articular do cotovelo – Profa. Isabel de C. N. Sacco / 20016

· M. bíceps do braço porção longa (1) e curta (2): contribuem para a flexão quando o antebraço está supinado.

• M. braquial (3) é o motor primário da flexão de cotovelo, sendo ele igualmente efetivo em qualquer posição do cotovelo: pronação ou supinação, uma vez que sua inserção é no processo coronóide da ulna.

• M. braquiorradial (4): quando o antebraço está em posição neutra (entre as posições de supinação e pronação máximas), o músculo mais efetivo para flexão de cotovelo é o braquiorradial

• M. pronador redondo (5): quando a pronação é rápida e resistida, esse músculo auxilia o pronador quadrado na pronação do antebraço.

Apostila didática / Complexo articular do cotovelo – Profa. Isabel de C. N. Sacco / 20017 MÚSCULOS DO COTOVELO

· M. tríceps do braço porção longa (1), lateral (2) e medial: é o único extensor de cotovelo, embora a sua inserção distal situe-se próxima do eixo de rotação do cotovelo.

• M. ancôneo (3): auxilia na extensão

Apostila didática / Complexo articular do cotovelo – Profa. Isabel de C. N. Sacco / 20018 MÚSCULOS DO COTOVELO

· M. pronador quadrado (3): é o principal pronador do antebraço

• M. pronador redondo (2)

• M. supinador (1): é o principal músculo supinador do antebraço, e quando o cotovelo está em flexão, a tensão no supinador diminui e o bíceps do braço auxilia na supinação.

Apostila didática / Complexo articular do cotovelo – Profa. Isabel de C. N. Sacco / 20019 ESTABILIDADE ARTICULAR DO COTOVELO

1 - Lig. colateral ulnar5 - Braquial 2 - Lig. colateral radial6 - Pronador redondo 3 - Tríceps do braço7 - Extensores cotovelo 4 - bíceps do braço8 - Flexores cotovelo

Apostila didática / Complexo articular do cotovelo – Profa. Isabel de C. N. Sacco / 200110 INTEGRAÇÃO MS

· Relação íntima entre movimentos do ombnro e do cotovelo: compensações escapular – ponto fixo do m. bíceps do braço passa para o cotovelo e ponto móvel passa para a escápula

Apostila didática / Complexo articular do cotovelo – Profa. Isabel de C. N. Sacco / 200111 Bibliografia

FRANKEL, V.H.; NORDIN, M.: Basic biomechanics of the skeletal system. Lea & Febiger, Philadelphia, 1980 HALL, S.: Biomecânica Básica. Editora Guanabara Koogan, Rio de Janeiro, 1993. KAPANDJI, I.A. Fisiologia Articular. Volume 1, 2, 3. Ed. Manole, São Paulo, 1990. NORKIN, C.C.; LEVANGIE, P.K. Joint structure and Function. 2nd ed. F.A. Davis Co., Philadelphia, 1992. SMITH, L.K.; WEISS, E.L.; LEHMKUHL, L.D. Cinesiologia Clínica de Brunnstrom. 5a ed. Ed. Manole, São Paulo, 1997.

Comentários