Sistema de informação contábil

Sistema de informação contábil

(Parte 1 de 5)

CONSIDERAÇÕES INICIAIS

Existe uma relação entre todos os elementos e constituintes da

sociedade. Os fatores essenciais dos problemas públicos, das

questões e programas a adotar devem sempre ser considerados e

avaliados como componentes interdependentes de um sistema total.

De uma maneira ou de outra, somos forçados a tratar com complexos,

com totalidades ou sistemas em todos os campos de conhecimento.

Isto implica uma fundamental reorientação do pensamento científico.

Nos últimos anos, o triunfo da biologia molecular, o “fracionamento” do

código genético, as consecutivas realizações na genética, na

evolução, na medicina, fisiologia celular e muitos outros campos

tornaram-se conhecimento comum. Não há como negar que existe

uma relação entre as diversas áreas do conhecimento.

A Teoria Geral dos Sistemas foi elaborada, em 1937, por Ludwig Von

Bertalanffy, para preencher uma lacuna na pesquisa e na teoria da

Biologia. Os seus primeiros enunciados são de 1925 e ela é

amplamente reconhecida na administração da década de 60.

Na teoria geral dos sistemas a ênfase é dada à inter-relação e

interpendência entre os componentes que formam um sistema que é

visto como uma totalidade integrada, sendo impossível estudar seus

elementos isoladamente. É disso que trata os conceitos de transação e

globalidade, o primeiro se refere à interação simultânea e

interdependente entre os componentes de um sistema e o segundo diz

que um sistema constitui um todo técnico, dessa forma, qualquer

mudança em uma das partes afetará todo o conjunto. Buscava-se uma

teoria que fosse comum a todos os ramos da ciência e se

pesquisavam os denominadores comuns para o estudo e abordagem

dos sistemas vivos. Esta foi uma percepção de diversos cientistas, que

entenderam que certos princípios e conclusões eram válidos e

aplicáveis a diferentes setores do conhecimento humano.

CONCEITO

Sistema é “um todo organizado ou complexo , um conjunto ou

combinação de coisas ou partes formando um todo complexo ou

unitário”. Um sistema é um conjunto de objetos unidos por alguma

forma de interação ou interdependência . Qualquer conjunto de partes

unidas entre si pode ser considerado um sistema , desde que a

relação entre as partes e o comportamento de todo seja o foco da

atenção . Define-se SISTEMA como um conjunto de partes

diferenciadas em inter-relação umas com as outras, formando um todo

organizado que possui uma finalidade, um objetivo constante. Um

sistema é uma totalidade integrada, o que implica que a compreensão

da sua natureza e de seu funcionamento não pode ser alcançada pela

simples análise das partes que o compõem (as propriedades

sistêmicas são destruídas quando um sistema é dissecado – física ou

teoricamente – em elementos isolados).Portanto, a abordagem

sistêmica enfatiza princípios básicos de organização ao invés de se

concentrar nos elementos ou substâncias básicas. Portanto, um

conjunto de partículas que se atraem mutuamente (como o sistema

solar ) , um grupo de pessoas em uma organização , uma rede

industria, circuito elétrico , um computador ou um ser vivo podem ser

visualizados como sistemas.

Realmente, é difícil dizer onde começa e onde termina determinado

sistema . Os limites (fronteiras) entre o sistema e seu ambiente

admitem certa arbitrariedade . O próprio universo parece estar formado

de múltiplos sistemas que se interpretam . É possível passar de um

sistema para outro que o abrange , como também passar para uma

versão menor e nele contida.

Da definição de Bertalanffy , segundo a qual o sistema é um conjunto

de unidades reciprocamente relacionadas , decorrem dois conceitos : o

de propósito ( ou objeto ) e o de globalismo ( ou totalidade ) . Esses

dois conceitos retratam duas características básicas em um sistema .

Um sistema é :

Um conjunto de elementos

Dinamicamente relacionados

Formando uma atividade

Para atingir um objetivo

Operando sobre dados / energia / matéria

Para fornecer informação / energia / matéria

CLASSIFICAÇÃO DOS SISTEMAS

a) Sistema determinístico simples : é aquele que possui poucos

(Parte 1 de 5)

Comentários