NBR 6493 NB 54 - Emprego de cores para identificação de tubulacões

NBR 6493 NB 54 - Emprego de cores para identificação de tubulacões

(Parte 1 de 2)

Palavras-chave: Cor. Tubulação. Segurança do trabalho5 páginas

NBR 6493OUT 1994

Emprego de cores para identificação de tubulações

SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Documentos complementares 3 Definições 4 Condições gerais 5 Condições específicas ANEXO - Quadro-código

1 Objetivo

1.1 Esta Norma fixa as condições exigíveis para o emprego de cores na identificação de tubulações para a canalização de fluidos e material fragmentado ou condutores elétricos, com a finalidade de facilitar a identificação e evitar acidentes.

1.2 Esta Norma aplica-se à identificação de tubulações de maneira geral, podendo ser complementada por normas específicas, indicadas pela necessidade de determinadas atividades.

2 Documentos complementares Na aplicação desta Norma é necessário consultar:

NBR 7679 - Termos básicos relativos a cor - Terminologia Munsell Book of Colors

3 Definições

Os termos técnicos utilizados nesta Norma estão definidos em 3.1 a 3.8, e na NBR 7679.

3.1 Anel

Superfície da tubulação mais limitada do que a da faixa de identificação.

3.2 Cor

Característica do revestimento da tubulação, conforme 3.2.1 a 3.2.1, classificada por notações do sistema Munsell1 .

3.2.1 Alaranjado-segurança

Cor correspondente à classificação 2.5 YR 6/14 do sistema Munsell.

3.2.2 Amarelo-segurança

Cor correspondente à classificação 5 Y 8/12 do sistema Munsell.

Origem: Projeto NBR 6493/1993 CB-02 - Comitê Brasileiro de Construção Civil CE-02:006.04 - Comissão de Estudo de Cores NBR 6493 - Use of colors for pipes identification - Procedure Descriptors: Color. Pipe. Safety at work Esta Norma substitui a NBR 6493/1984 Válida a partir de 30.1.1994

Procedimento A especificação de cores destina-se mais a evitar o uso indiferente de qualquer das diversas cores correspondentes à mesma denominação (vermelho, por exemplo) do que à necessidade do estabelecimento de padrão de extremo rigor. São toleradas pequenas variações em torno dos padrões adotados, de tal forma que não excedam uma unidade, nos atributos fixados pelos termos da fração ordinária, e 2,5 unidades, no outro atributo.

Copyright © 1994, ABNT–Associação Brasileira de Normas Técnicas Printed in Brazil/ Impresso no Brasil Todos os direitos reservados

Sede: Rio de Janeiro Av. Treze de Maio, 13 - 28º andar CEP 20003-900 - Caixa Postal 1680 Rio de Janeiro - RJ Tel.: PABX (021) 210-3122 Fax: (021) 220-1762/220-6436 Endereço Telegráfico: NORMATÉCNICA

ABNT-Associação Brasileira de Normas Técnicas

2NBR 6493/1994

3.2.3 Azul-segurança

Cor correspondente à classificação 2.5 PB 4/10 do sistema Munsell.

Cor neutra, correspondente à classificação N 9.5 do sistema Munsell ou mais clara.

Cor neutra, correspondente à classificação N 6.5 do sistema Munsell.

3.2.6 Cinza-escuro

Cor neutra, correspondente à classificação N 3.5 do sistema Munsell.

3.2.7 Cor-de-alumínio

Cor neutra, que apresente o aspecto de uma superfície semipolida de alumínio.

3.2.8 Marrom-canalização

Cor correspondente à classificação 2.5 YR 2/4 do sistema Munsell.

3.2.9 Preto

Cor neutra, correspondente à classificação N 1 do sistema Munsell ou mais escura.

Cor correspondente à classificação 2.5 G 3/4 do sistema Munsell.

3.2.1 Vermelho-segurança

Cor correspondente à classificação 5 R 4/14 do sistema Munsell.

3.3 Cor adicional

Cor de identificação, usada nas seções extremas da faixa de identificação e nos anéis, para caracterizar maior número de produtos.

3.4 Cor básica

Cor de identificação fixada para caracterizar as tubulações mais usuais e que serve de base à organização do quadrocódigo constante do Anexo.

3.5 Cor de identificação

Cor usada no revestimento total ou parcial da tubulação, com a finalidade de identificar o seu conteúdo.

3.6 Faixa de identificação

Superfície limitada da tubulação em que se usam cores de identificação.

3.7 Pintura geral da tubulação

Revestimento protetor da tubulação por meio de tintas apropriadas.

(Parte 1 de 2)

Comentários