1 - Introdução

1 - Introdução

Universidade Federal de Ouro Preto Escola de Minas - Departamento de Geologia

Laboratório de Geoprocessamento LGP-DEGEO

ArcGIS 9X MANUAL DO USUÁRIO

Ouro Preto, MG Novembro, 2005

I. INTRODUÇÃO 1. O Sistema ArcGIS

2. ArcGIS Desktop 3. Módulo Especiais 4. ArcSDE 5. ArcIMS

I. TRABALHANDO COM O ArcMAP 1. O Ambiente ArcMAP

2. Barra de Ferramentas Padrão 3. Ferramentas do Modo Dataview 4. Operações Básicas 4.1. Renomeação de layer 4.2. Ferramentas de zoom 4.3. Seleção de feições 4.4. Tabela de dados 4.5. Rotulamento (labeling) 4.6. Trabalhando com a simbologia das layers 5. Geração de Mapas Temáticos

I. AQUISIÇÃO DE DADOS 1. Conversão de Dados

2. Georreferenciamento 2.1. Funções da ferramenta georeferencing 2.2. Montagem de um projeto 2.3. Importação de dados raster 2.4. Georreferenciamento de uma imagem raster 2.5. Vetorização manual 3. Importação de Arquivos de Pontos 4. Importação de Dados CAD 4.1. Visualização de dados CAD no ArcCatalog 4.2. Importando os dados CAD no ArcMap 4.3. Seleção por atributos 4.4. Conversão de uma seleção em uma shapefile 5. Importação de Dados do ArcVIEW 3.2

IV. FERRAMENTAS DE EDIÇÃO 1. Ferramentas e Funções do Editor

1.1. Opções do menu Editor 1.2. Opções de Edição 1.3. Atributos e propriedades dos objetos 2. Primeiros Passos da Vetorização Manual 3. Construção de Feições 4. A Opção Snapping

V. ESTRUTURA DE UM PROJETO 1. Opções do Dataframe

2. Propriedades do Dataframe 3. Opções da Shapefile

4. Propriedades de uma Shapefile 4.1. Opções do General 4.2. Opções do Source 4.3. Opções do Selection 4.4. Opções do Display 4.5. Opções do Simbology 4.6. Opções do Fields 4.7. Opções do Definition Querry 4.8. Opções do Labels 4.9. Opções do Joins & Relates 5. Formato de Legenda ArcGIS

VI. ArcTOOLBOX 1. O Ambiente ArcToolbox 2. 3D Analyst Tools 2.1. Conversion 3. Analysis Tools 3.1. Função Corte 3.2. Função Interseção 3.3. Função União 3.4. Função Buffer 4. Conversion Tools 5. Data Management Tools 6. Geocoding Tools 7. Geoestatistical Analyst 8. Linear Referencing Toolbox 9. Spatial Analyst Tools 10. Spatial Statistics Tools

VII. ArcCATALOG 1. Funções do ArcCatalog

2. O Ambiente ArcCatalog 2.1. Opções de Visualização 2.2. Metadados 3. Realização de Pesquisa no ArcCatalog 4. Edição de Sistemas de Projeções 5. Criando Novos Arquivos Shapes a Partir do ArcCatalog 6. Criando Novas Colunas no Arquivo Shape 7. Trabalhando com o Geodatabase no ArcCatalog

VIII. CALCULADORA 1. Atribuindo Valores Através da Calculadora

1.1. Cálculo de áreas 1.2. Cálculo de perímetro de um polígono 1.3. Cálculo do comprimento de uma reta

IX. CONFECÇÃO E IMPRESSÃO DE MAPAS 1. Interface do Layout

2. Ferramentas do Modo Layout View 3. Montagem de Layout para Impressão 3.1. Procedimentos preliminares

3.2. Inserção de informações básicas de um mapa 3.3. Acrescentando malha de coordenadas 3.4. Criando um Hyperlink

X. PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS 1. Trabalhando com Dados Georreferenciados

XI. CONSULTA ESPACIAL 1. Introdução

2. Consulta por Atributos 3. Consulta por Localização

XII. ANÁLISE ESPACIAL 1. Dissolve 2. Merge 3. Clip 4. Intersect 5. Union 6. Buffer 6.1. Buffer simples 6.2. Buffer de múltiplos anéis (zoneamento)

1. O SISTEMA ArcGIS O ArciGIS é um Sistema de Informações Geográficas (SIG), desenvolvido pela ESRI;

Atualmente se encontra na versão 9.0

Este sistema é composto de inúmeras extensões interoperacionais da ESRI, consistindo de três partes:

• ArcGIS Desktop: família integrada de aplicativos avançados para GIS, fornecendo um arcabouço para implementar sistemas para um ou vários usuários (corporativo).

• ArcSDE Gateway: interface para gerenciar informações de multiusuários (geodatabases) em um sistema gerenciador de banco de dados (SGBD);

• ArcIMS: software de GIS para publicar e compartilhar dados e serviços pela Internet.

O ArcGIS é um sistema escalonável que pode trabalhar em um único desktop ou disponibilizado para operar em uma rede heterogênea de computadores, workstations e servidoras, em nível de workgroup, departamental, empresarial, municipal, estadual ou federal. Pode ser estendido a serviços móveis, com software adicional (por ex., ArcPad para Windows CE).

O ArcGIS utiliza modelos de dados geográficos do mundo real para estruturar qualquer procedimento de GIS, simples a avançado, provendo todas as ferramentas necessárias para criar e trabalhar com mapas, incluindo edição e automação de dados, cartografia e análise baseada em mapas, gerenciamento de dados, análise geográfica/espacial, geoestatística (geoprocessamento), gerenciamento de metadados e disponibilização de dados e aplicações pela Internet.

Revela um alto nível de modelagem de dados geográficos para representação espacial e informação sobre as feições, sejam dados vetoriais ou matriciais. Suporta uma implementação de dados para modelos de dados relacionais e orientados a objetos, permitindo a integração perfeita de dados espaciais e alfanuméricos.

Suporta dados espaciais do tipo:

• Coverage (padrão ArcInfo)

• Shapefile (padrão ArcView 3x)

• Grids (dados matriciais)

• Imagens

• Modelagem do terreno através de rede irregular de triângulos (TINs).

2. ArcGIS DESKTOP

O ArcGIS Desktop é uma ferramenta acessada por meio de três softwares (ArcView,

ArcEditor e ArcInfo), todos compartilhando uma arquitetura comum, cada um fornecendo um elevado nível de funcionalidade. Mapas, dados, simbologia, layers, interfaces e ferramentas de customização, relatórios, metadados, etc., podem ser acessados de forma compatível em todos os três produtos. Os três aplicativos podem trabalhar com um amplo espectro de formatos de dados e se conectar a bancos de dados relacionais (via ArcSDE) bem como a serviços de ArcIMS, incluindo serviços de metadados.

• ArcView: dispõe de ferramentas de análise e mapeamento juntamente com simples funções de geoprocessamento básico e edição. Integra três aplicativos, sendo que a cada um é atribuída uma função específica e complementar no desenvolvimento de atividades relacionadas com a informação geográfica.

- ArcMap: principal aplicativo GIS do ArcView, utilizado para realizar tarefas baseadas em mapa, incluindo cartografia, análise de mapa e edição. Mapas possuem dataframes contendo uma série de layers, legendas, escalas gráficas, símbolos de norte e de outros elementos.

- ArcCatalog: auxilia na organização e no gerenciamento de todos os dados GIS, incluindo ferramentas para navegar e localizar informações geográficas, registrar, visualizar e gerenciar metadados, visualizar rapidamente qualquer dataset e definir a estrutura mestra para os níveis de dados geográficos.

- ArcToolbox: aplicativo com inúmeras ferramentas de GIS empregadas para geoprocessamento, conversão de dados, gerenciamento de mapas, análise de overlay, projeções de mapas, etc. Há uma versão completa para ArcInfo (em torno de 150 funções) e uma compacta para ArcView e ArcEditor

• ArcEditor: inclui funções avançadas de edição, em adição às funcionalidades do ArcView. É uma solução de automação e compilação de dados GIS para a construção e manutenção de shapefiles e geodatabases. Possibilita a capacidade de gerar comportamento de geodatabase, como topologia, subtipos, domínios e redes geométricas. Inclui também ferramentas que suportam a criação de metadados, exploração e análise de dados geográficos e mapeamento.

Criação de Dados

- Edição de geodatabases armazenados em um SGBD multiusuário; - Gerenciamento e edição de topologias, redes e relacionamentos;

- Estabelecimento de relacionamentos entre atributos e classes de feições;

- Criação e edição de múltiplas versões em geodatabases multiusuários;

- Resolução de conflitos entre versões em geodatabases multiusuários;

- Criação e edição de feições dimensionais;

- Definição de atributos de feições dimensionais;

- Criação de anotações vinculadas de feições, vinculadas a feições nos geodatabases;

- Catalogamento e edição de redes geométricas;

- Suporte para grandes datasets contínuos de raster;

- Entrada planejada de subdivisão e edição COGO;

- Gerenciamento de versões históricas;

- Extração, verificação interna e externa de base de dados;

- Integração de campos editados com ArcPad.

Gerenciamento de Dados

- Carregamento de dados (incluindo raster) em geodatabases multiusuários; - Criação de subtipos para geodatabases;

- Criação de redes lógicas para geodatabases.

• ArcInfo: fornece todas as funcionalidades do ArcView e do ArcEditor acrescido de avançadas funções de geoprocessamento e de processamento de polígonos, inclusas na versão completa do ArcToolbox. Inclui as capaciades do Arc, ArcPlot e ArcEdit. Trata-se de um sistema de GIS completo para criação, atualização, pesquisa, mapeamento e análise de dados.

• ArcReader: é um aplicativo gratuito, baixado a partir do site da ESRI (w.esri.com), utilizado para visualizar e usar mapas gerados com o ArcMap e a extensão opcional ArcGIS Publisher.

3. MÓDULOS ESPECIAIS

Há inúmeras extensões disponíveis para ArcGIS Desktop, outras a serem produzidas. Elas permitem executar tarefas como geoprocessamento de raster e análise tridimensional.

(a) ArcGIS Spatial Analyst: provê inúmeras ferramentas avançadas de análise e modelagem espacial, que permitem criar, pesquisar, mapear e analisar dados baseados em raster bem como executar análises integradas raster-vetorial. Através desse aplicativo é possível derivar informação a respeito dos dados, identificar relacionamentos espaciais, encontrar locais preferenciais e calcular o custo acumulado de deslocamento de um ponto a outro.

(b) ArcGIS 3D Analyst: permite analisar e visualizar efetivamente dados de superfície. Pode-se ver uma superfície de múltiplos pontos de vista, pesquisar uma superfície, determinar e tornar visível locais escolhidos sobre uma superfície além de criar uma imagem de perspectiva realística mediante a renderização de dados vetoriais ou raster sobre uma superfície. O núcleo principal do aplicativo, o ArcScene, fornece a interface para visualizar múltiplos layers de dados tridimensionais e para criar e analisar superfícies. Em adição fornece ferramentas avançadas de GIS para modelagem tridimensional, tal como corte-epreenchimento, linha de visibilidade e modelagem de terreno.

(c) ArcGIS Geostatistical Analyst: capacidade de criar uma superfície contínua a partir de medidas esparsas levantadas como pontos de amostragem. Auxilia prever valores para superfícies por meio do métodos de krigagem e inclui ferramentas para modelagem de probabilidade, erro estatístico e limite, dentre outros parâmetros estatísticos. Permite ainda analisar tendências e representar graficamente dados estatísticos.

(d) ArcGIS Survey Analyst: permite gerenciar uma ampla base de dados como uma parte integrante do GIS, incluindo atualizações interativas a partir de novos levantamentos de campo ao longo do tempo. A precisão e o erro no sistema de levantamento pode ser obtido para qualquer localidade trabalhada. Em adição, pode-se associar locais das feições com pontos no sistema de levantamento e ajustar a geometria das feições para apontar os locais de coleta.

(e) ArcGIS Tracking Analyst: permite visualizar e analisar dados temporais para rastrear o movimento das feições ao longo do tempo bem como rastrear valores do sistema para locações no tempo. Inclui as seguintes funções: exibir ponto e rastrear dados (em tempo real e tempo específico), simbolizar tempo por cores (mostrando a idade dos dados), gerenciar reprodução interativa, ações (baseado em atributos ou pesquisas espaciais), iluminar, supressão, suporte para linhas e polígonos, histograma temporal na reprodução, renderizadores adicionais de simbologia temporal, janelas baseadas no tempo para gerenciar inúmeros níveis temporais, deslocamento temporal para comparação de eventos temporais, arquivos de animação e relógio de dados para análise adicional.

(f) ArcScan for ArcGIS: adiciona as capacidades de digitalização de scanners e edição de raster às capacidades de edição no ArcEditor e ArcInfo. É utilizado para gerar dados de manuscritos e mapas vetoriais escaneados. Pode-se realizar tarefas de conversão rastervetorial, incluindo edição e snapping de raster, delineação manual de raster e vetorização total.

(g) ArcGIS Schematics: automatiza as representações gráficas geoesquemáticas e esquemáticas conduzidas por banco de dados, através de gráficos de redes e simbológicos.

(h) Maplex for ArcGIS: adiciona posicionamento avançado de rótulos e textos e detecção de conflitos ao ArcMap. Pode ser usado para gerar texto que é salvo com documentos do mapa bemo como para gerar anotações que possam ser incorporadas na base de dados do GIS para reutilizações.

(i) ArcGIS Publisher: permite criar formatos de arquivos de mapas publicáveis (.pmf) para qualquer documento do ArcMap. Tais documentos podem usados no aplicativo ArcReader e permitem compartilhar os documentos do ArcMap com qualquer número de usuários. O formato PMF pode também ser utilizado para disponibilizar o mapa na Web ou na Intranet por meio da extensão do ArcMap Server para ArcIMS.

(j) ArcPress for ArcGIS: é a extensão de impressão para ArcView, ArcEditor e ArcInfo. Seu papel é controlar a impressão de mapas de alta qualidade, rapidamente e sem requerer hardware ou memória onboard adicional. Ao invés disso, o aplicativo torna o computador um processador de impressora, permitindo que a impressão suceda continuamente, sem a necessidade de upgrades dispendiosos.

(k) MrSID Encoder for ArcGIS: metodologia de alta performance e elevada qualidade para reduzir o tamanho de imagens muito grandes. Permite utilizar o ArcToolbox para mosaicar e comprimir imagens com tamanhos de de 50 a 500 megapixels. Imagens menores que 50 megapixels podem ser armazenadas sem essa extensão. O limite do tamanho do arquivo raster não é baseado no tamanho do arquivo armazenado, mas sim no número de pixels.

(l) TIFF/LZW Compression: método de compressão de imagem. A leitura é incluída no ArcGIS porém o processo de geração requer uma licença da extensão, cujo aplicativo é propriedade da Unisys Corporation.

(m) Extensões Particulares: ArcGIS StreetMap USA e ArcGIS StreetMap Europe.

4. ArcSDE Há i

5. ArcIMS Há i

Comentários