MUDANÇAS:

As mudanças estão ocorrendo aceleradas e vários fatores estão contribuindo como: economia, a sociedade, os processos culturais, legais, tecnologia, etc. em fim o homem como ser sobrevivente.

Sua contextualização de mundo também muda e nas organizações a área que sofre mais mudanças é a de Gestão Com Pessoas (GP). A área de GP assume vários nomes como: Capital Intelectual, Gestão de Talentos Humanos e etc.

O funcionamento de GP ocorre dentro de uma estrutura departamental sendo unidade operacional com funcionamento do órgão de “Staff”. Presta serviços para a contratação, desenvolvimento humano.

GP também se refere às profissões que atuem na área e atividades pró-ativas.

AREA DE SAÚDE

Na área de Saúde, cada vez mais será predominante a presença de Gerir pessoas uma vez que esta área trata de Saúde de Pessoas, onde a responsabilidade é redobrada. O profissional dessa área terá que cada vez mais se sentir um ser integrante de valores humanos, seus, do grupo (Organização) e clientes.

A responsabilidade aqui é de acolhimento, preparação e adaptação para as novas tendências de Gestão de Recursos Humanos. A humanização, o amadurecimento para melhoria comportamental e facilitação para as relações interpessoais serão cada vez mais exigidos. Nascem aqui, uma nova postura, uma nova concepção de vida e a busca constante para o desenvolvimento, capacitação e ação do aprendizado continuado. A ciência avança e sua tecnologia também surgiu novas profissões na área de saúde como fonoaudiólogo, técnico de radiologia e outros. Vivemos no mundo onde cada vez mais se descobrem oportunidades de melhoria de vida para o ser humano. Dessa forma, o profissional da área de saúde deverá participar de uma empresa onde haja estrutura de possuir uma Área de Gestão de Pessoas, aonde venha a desenvolver os processos modernos e estratégicos de gestão, de gerir pessoas, transformar pessoas para sua própria liderança profissional dentro de uma visão humanizada e capacitada.

O que veremos por diante é a estrutura de Gestão de Recursos Humanos adaptável a qualquer meio organização: negócios, empreendedorismo, pessoas, etc...

CONCEITOS DE GESTÃO COM PESSOAS:

1.A área de gestão de pessoas é uma área muito sensível à mentalidade que predomina nas organizações;

2.É o contigencial e situacional, pois depende de vários aspectos como a cultura que existe em cada organização;

3.É a estrutura organizacional que adota características do contexto ambiental, negócio da organização, a tecnologia utilizada, os processos internos e uma infinidade de outras variáveis importantes;

4.Gestão Com Pessoas é a área que deverá agregar as pessoas como parceiras da organização e são dotadas de conhecimentos, habilidades, capacidade e o mais importante para a organização a “inteligência”.

5.Gestão Com Pessoas é agregar o capital intelectual na soma de esforços conjugados e liderança participativa;

6.Gestão Com Pessoas é a área que tem como contexto básico escolher entre pessoas como recursos organizacionais ou como parceiros da organização;

7.Gestão Com Pessoas é a área que visa tratar os empregados como recursos produtivos das organizações: os chamados Recursos Humanos.

CONTEXTUALIZAÇÃO DE GESTÃO COM PESSOAS – APANHADO HISTÓRICO RELAÇÃO DO TRABALHO.As pessoas desprendem grande parte da vida trabalhando numa organização;

As pessoas dependem de outras pessoas e organizando-se para o alcanço do sucesso;

  1. As pessoas dependem das organizações para atingir sucesso pessoal e profissional;

  2. As organizações dependem das pessoas para operar, produzir, crescer e atingir estrategicamente objetivos globais;

  3. As organizações jamais existiriam sem agregação de valores humanos;

  4. Tanto a organização como as pessoas, uma depende da outra, sendo uma relação de mútua dependência e troca de benefícios recíprocos;

  5. Tanto a organização como as pessoas buscam canalizar os esforços para ambas atingirem seus objetivos;

  6. Em síntese: As organizações dependem de pessoas para alcançar os objetivos dentro de suas missões.

RECURSOS MAIS IMPORTANTES NA EMPRESA SÃO AS PESSOAS”.

CARACTERÍSTICAS DAS EMPRESAS

É a junção de pessoas trabalhando em diversas áreas e agregando conhecimentos;

1.O “Homem” é o centro da organização sendo seu desempenho vital para a empresa com capacidade de unir forças individuais com habilidades gerenciais

Os objetivos básicos da empresa moderna:

1. Servir a uma necessidade básica da sociedade, do mercado ou do cliente. A empresa é um processo de satisfação de consumidores e não apenas um processo de produção de bens. Ela deve começar com cliente e não com uma patente ou matéria-prima.

2. Gerar riqueza à empresa é um sistema vivo e aberto que se caracteriza pela sinergia E pelo elevado valor agregado.

3. Distribuir a riqueza gerada.A riqueza gerada deve ser distribuída proporcionalmente entre Todos os parceiros que contribuíram direta ou indiretamente para

Sua geração de maneira proporcional.

CARACTERÍSTICAS DO HOMEM

As mais representativas são: RAZÃO, O SENTIMENTO E A CRIATIVIDADE.

RAZÃO: é entender o que foi falado.

SENTIMENTO: Pode não corresponder quando é ferido.

CRIATRIVIDADE: é a força motora para o progresso.

OBS: Essas características podem variar de um indivíduo para outro (personalidade).

A EVOLUÇÃO E IMPORTÂNCIA DA ÁREA DE GESTÃO COM PESSOAS

Hoje, quando se fala de Gestão Com Pessoas devemos enfatizar que a maior característica comum entre as empresas modernas, é a junção de pessoas e cada uma trabalhando sua capacidade de liderança dentro de tudo que realizam, os recursos mais importantes na empresa são “pessoas”, portanto, a figura central da organização é o homem com capacidade muitas vezes de reunir forças individuais denominadas habilidade gerencial.

Na figura abaixo mostra o sistema de gerenciamento do crescimento do ser humano na empresa em desenvolvimento e de maior estrutura organizacional dando condições de trabalho e com perspectivas de crescimento, como:

NOVOS TEMPOS:

* Era Industrial * Era da Informação

* Estabilidade e permanência * Mudança e Transformação

* Mundo concreto e físico * Mundo abstrato e virtual

CARACTERISTICAS TRABALHO HUMANO

DESCOBRIR A CAPACIDADE:

Cada pessoa nasce com Dom para ser o que almejam político, artista, técnico, etc... Possui aptidão e inaptidão congênita e capacidade de crescimento profissional.

DESENVOLVER E UTILIZAR A CAPACIDADE:

A capacidade humana se parece com um diamante, deve ser lapidado para adquirir o brilho. Quando a capacidade é desenvolvida e ao mesmo tempo permite explorar novas oportunidades.

AVALIAR O DESEMPENHO E UTILIZAR O SEU RESULTADO;

Avaliação de desempenho pode ser feita individualmente, através de grupos ou órgãos o que funciona para motivação dos empregados é a avaliação de individual e do grupo e aproveitar os resultados de forma apropriada.

O resultado individual reflete no programa de educação, e treinamento, premiação, aumento salarial e promoção.

O resultado em grupo reflete no planejamento de educação, treinamento e desenvolvimento. Estes processos motivacionais estão perdendo espaço, pois hoje o que vale para motivar pessoas deve está sempre presente no sistema de gerenciamento do crescimento do ser humano na empresa.

O TRABAHO HUMANO

DEPENDERÁ CADA VEZ MAIS DO CONHECIMENTO Gestão do conhecimento e capital intelectual

Gestão do conhecimento significa investir nos ativos intelectuais de todos os colaboradores da empresa, é um processo sistemático, articulado e intencional, apoiado na geração, codificação, disseminação e apropriação de conhecimentos, com o propósito de atingir a excelência organizacional.

O capital intelectual é constituído por conhecimento, informação, propriedade intelectual. O conhecimento é criado apenas pelos indivíduos e as eles pertencem, uma organização não pode criar conhecimento sem as pessoas, o que pode fazer é apoiar pessoas criativas e prover contextos para que essas gerem conhecimento. Além da geração ou aquisição de conhecimento, é preciso cuidar para que ele seja catalogado, assimilado e utilizado, se refere o estoque, fluxos e conteúdos de conhecimento.

As capacidades individuais dos trabalhadores do conhecimento formam a base da atividade da empresa bem sucedida. Porém, o sucesso de muitos projetos e estratégias depende também de que diferentes trabalhadores do conhecimento e diferentes componentes na base do conhecimento possam ser combinados eficientemente. O conceito de aprendizagem organizacional origina-se do fato de que a capacidade de uma organização para resolver problemas e para agir como um todo, não pode ser explicado exclusivamente em função das habilidades individuais de seus colaboradores. O potencial de uma empresa para resolver problemas muitas vezes depende imensamente dos componentes coletivos de sua base de conhecimento. O conhecimento coletivo, que é mais do que a soma do conhecimento individual é importante para a sobrevivência das organizações em longo prazo.

Conhecimento na atualidade é fonte de diferencial competitivo, e sua inovação se da através de muito trabalho duro, que deve ser organizado como uma parte regular de cada unidade e de cada nível gerencial, ou seja, a inovação nos negócios é um processo coletivo e a interação entre as pessoas é essencial ao processo criativo, e raramente é uma realização individual. Uma cultura de colaboração promove o aprendizado e a experimentação, o compartilhamento de conhecimento, a inteligência coletiva e o crescimento conjunto da empresa e de seus colaboradores, não diferencial competitivo sustentável, se não através do que a empresa sabe como utiliza o que sabe e a velocidade com que aprende.

O conhecimento coletivo é um elemento vital na estratégia competitiva. As competências organizacionais consistem em recursos e elementos individuais de conhecimento muito diferentes, entrelaçados para formar um todo que é difícil definir. Ao contrario das matérias primas ou dos componentes manufaturados que os concorrentes podem obter no mercado livre, as competências não podem ser compradas. Elas são o resultado de um processo freqüentemente longo de acumulação interna e, portanto, são especialmente valiosas como ativos competitivos.

SINAIS DO BRASIL

– Requisitos de admissão cada vez mais severos.

Educação e treinamento internos cada vez mais presentes nas empresas.

– consciência crescente por parte de empresários, sindicalistas e políticos da necessidade de uma educação pública cada vez melhor.

O papel da liderança

HABILIDADES: - Como, quando e onde utilizar o conhecimento adquirido expandindo para negócios e o estímulo à competitividade.

DO PAPEL DAS LIDERANÇAS: - É buscar atingir metas necessárias à sobrevivência das pessoas que dependem do resultado do seu trabalho. Destas lideranças decorrem bons produtos e pessoas (equipes) motivadas e seguras os resultados de produtos e pessoas têm o mesmo valor.

Estrutura organizacional Muito se ouve falar sobre uma melhor estrutura organizacional que motive pessoas para maior desempenho adquirindo habilidades para suas atividades o termo gestão empresarial e bem gerida tende ao “sucesso” o tema gestão é sempre evocado o que precisamos saber é se essa palavra está relacionada aos objetivos traçados pela empresa.

O que hoje se foca também é que uma boa estrutura está ligada à estratégia empresarial, que deve ser clara quanto à motivação dos empreendedores, como:

Qual o desejo?

Qual o campo de atuação, contribuição social, o desafio ou sonho possível de realizar?

Uma empresa só existe para atender a demanda da sociedade, e é com base nisso que deve ser feito o alinhamento estratégico.

Outro ponto que a estrutura organizacional deve esta enfocada é:

  1. Base de sustentação;

  2. O processo de gestão;

  3. As interações internas e externas;

  4. Motivação organizacional;

  5. Visão de negócios;

  6. Informação/ competências essenciais.

A base de sustentação:

Estabelecer valores organizacionais como credos, crenças, princípios e filosofia gerencial de maneira que seja influenciada pelo comportamento diferenciado das pessoas. É necessário conhecer profundamente os valores das pessoas e orientá-las para que se forme um conjunto complexo de tradições, hábitos, opiniões, regras, etc. o traduzirão a trajetória da organização.

PROCESSO DE GESTÃO, envolverá planejamento, a execução controlará as ações corretivas, isso estimulará as pessoas e agregará valores aos produtos e serviços para obtenção de melhores resultados.

AS INTERAÇÕES INTERNAS, se traduzem pelo sistema de gestão de desempenho de pessoas, remuneração, reconhecimento atrelado ao plano de cargos, carreira e sucessão gerencial pela gestão da qualidade de vida e desenvolvimento profissional.

MOTIVAÇÃO PROFISSIONAL, dá-se no redesenho dos processos vitais de trabalho, nos mecanismos de interação para maximização de sinergias e integração de áreas na constante adequação da estrutura no gerenciamento ente os níveis hierárquicos, aprendizagem crescente do trabalho conjunto, em sua, democratização administrativa.

VISÃO DE NEGÓCIOS, pressupõe conhecer a contribuição de produtos clientes e células organizacionais para expansão dos negócios que envolvam parâmetros qualitativos e quantitativos, econômico financeiro bem como a contribuição da empresa para sociedade tudo isso envolvendo maior competência essencial onde focaliza o negócio como aproveitamento das pessoas e a informação que é importante.

Para manter uma comunicação atualizada e integrada.

CRIANDO PARCERIA: PESSOAS X ORGANIZAÇÃO

As diversas atuações estratégicas da organização só se realizam com participação ativa dos parceiros sejam: pessoas com conhecimento, acionistas, fornecedores, clientes;

Formar alianças estratégicas constitui obter novas diversidades de parceria para solidificar as negociações e expansão ampla;

Pessoas podem ser tratadas como recursos produtivos, recursos humanos que precisam ser conduzidos e administrados envolvendo: planejar,direcionar,organizar, controlar atividade.

OBJETIVOS DE GESTÃO COM PESSOAS

Os objetivos somam valores quando a organização realmente se volta para a gestão de pessoas. As pessoas ajudam ou dificultam o uso da energia ou fracasso de uma organização. Os objetivos constituem a eficácia da Área de Gestão Com Pessoas (AGP). São eles:

*Alavanca os objetivos e as realizações das missões da organização;

*Empregar habilidades gerando competitividade;

*Dar reconhecimento às pessoas bem capacitadas, treinadas e motivadas;

*Atacar na necessidade de auto-realização proporcionando a satisfação das pessoas no trabalho e com autodesempenho;

*Desenvolver e manter a qualidade de vida no trabalho;

*Aprender a gerenciar as mudanças;

*Manter uma conduta ética e socialmente responsável;

ATUAÇÃO DE GESTÃO COM PESSOAS

  1. Recrutamento e Seleção;

  2. Descrição de cargos;

  3. Diagnóstico e planejamento;

  4. Ouvidoria para a orientação e motivação das pessoas;

  5. Avaliação de Desempenho;

  6. Remuneração;

  7. T&D – Treinamento e Desenvolvimento;

  8. Relacionamentos sindicais;

  9. Segurança do Trabalho;

  10. Serviço Social;

PROCESSOS

Processos de agregar pessoas: São os processos utilizados para incluir novas pessoas na empresa. Podem ser também denominados de processos de provisão ou suprimento de pessoas. Incluem as funções de recrutamento e seleção

Processos de aplicar pessoas: São os processos utilizados para desenhar as atividades que as pessoas irão realizar na empresa, orientar e acompanhar seu desempenho. Incluem as funções de análise e descrição de cargos e avaliação de desempenho.

Processos de recompensar pessoas: São os processos utilizados para incentivar as pessoas e satisfazer suas necessidades individuais. Incluem as funções de administração salarial, política de salários, higiene e segurança do trabalho, relações trabalhistas e benefícios.

Processos de desenvolver pessoas: São os processos utilizados para capacitar e incrementar o desenvolvimento profissional e pessoal. Incluem as funções de treinamento e desenvolvimento de pessoal e desenvolvimento organizacional.

Processos de manter pessoas: São os processos utilizados para criar condições ambientais e psicológicas satisfatórias para as atividades das pessoas. Incluem as funções de higiene e segurança no trabalho e relações trabalhistas.

Processos de monitorar pessoas: são os processos utilizados para acompanhar e controlar as atividades das pessoas e verificar resultados. Incluem as funções de banco de dados e sistemas de informações gerenciais e auditoria de recursos humanos.

Comentários