Computação em Nuvens - O acesso da informação ao seu alcance

Computação em Nuvens - O acesso da informação ao seu alcance

(Parte 1 de 2)

Graduando: Thalisson Luiz Vidal de Oliveira thalissonvidal@hotmail.com

Orientador: MSc. Filipe Costa Fernandes fcfernandes@gmail.com.br

A computação em nuvens pode ser considerada a evolução do compartilhamento de dados, onde é possível que se tenha acesso a determinados dados a partir de qualquer dispositivo que esteja conectado a internet, sem que o usuário tenha que se preocupar com a plataforma utilizada, ou instalar qualquer aplicativo. Assim os “supercomputadores” com configurações avançadas e potentes passariam a ter menos utilidade para usuários domésticos já que todo o processo de execução destes aplicativos e armazenamento de dados passa a ser de responsabilidade das empresas que oferecem o serviço.

Palavras chave: Computação nas Nuvens; Computação em Nuvens; Cloud Computing.

Cloud computing can be considered the evolution of data sharing, where it is possible to have access to certain data from any device connected to the Internet without the user having to worry about your platform, or install any application. So the "supercomputer" with advanced settings and powerful they would be less useful for home users since the whole process of implementation of these applications and data storage shall be the responsibility of the companies offering the service.

Key words: Computing in the Clouds; Cloud Computing.

1. INTRODUÇÃO

A Cloud Computing, ou Computação nas Nuvens, como é conhecido o termo no

Brasil, é a praticidade de acesso a determinados dados e informações que o serviço oferece ao usuário. Para Foster a Computação nas Nuvens é como um paradigma de larga escala, com ampla capacidade de processar e armazenar dados e informações para seus usuários.

Computação em nuvem é um paradigma de computação em larga escala que possui foco em proporcionar economia de escala, em que um conjunto abstrato, virtualizado, dinamicamente escalável de poder de processamento, armazenamento, plataformas e serviços são disponibilizados sob demanda para clientes externos através da internet. (FOSTER, s/d., s/p. apud MULLER, 2010 p.18)

A necessidade do estudo partiu da curiosidade de descrever sobre a importante vantagem que a Cloud Computing oferece a seus usuários, pois todos são beneficiados com a implantação deste serviço, as empresas responsáveis por disponibilizar o serviço, pois esta obtém lucro através da venda desses serviços, o usuário doméstico já que mesmo, sem a necessidade de se investir grandes valores tanto na aquisição de hardware quanto para contratar o serviço, pode ter acesso a seus dados de qualquer lugar e demais empresas que contratem este tipo de serviço de outras empresas ou mesmo aquelas que optem por possuir seu próprio Data Center (servidor de dados), ou seja, sua própria rede de computadores que disponibiliza esse serviço. Indiferentemente de qual tipo de usuário o individual se encaixe, para que ele possa usufruir desse serviço o requisito básico é o mesmo, basta que este tenha acesso a um computador, celular, Smartphone ou qualquer outro terminal que lhes ofereça acesso a internet.

O usuário não precisará se preocupar com a estrutura para execução da aplicação: hardware, backup, controle de segurança, manutenção, entre outros, estes ficam a cargo do fornecedor de serviço. Dependendo do fornecedor, o usuário pode contar com alta disponibilidade, já que se, por exemplo, um servidor parar de funcionar, os demais que fazem parte da estrutura continuam a oferecer o serviço. (ALECRIM, 2008, s/p.).

Atualmente pode se observar que a idéia da Computação em Nuvens já é utilizada por grandes empresas de âmbito mundial através de ferramentas e recursos que estas disponibilizam para seus usuários, podendo se tomar como exemplo, sites como Youtube, Flickr que são utilizados para armazenar e compartilhar vídeos e imagens respectivamente, pois todo o processo não é realizado do lado do usuário, mas sim em um servidor responsável por armazenar tais dados, para que isso aconteça a internet é de extrema importância, devido que ela é responsável por realiza o canal de comunicação entre o servidor de dados e o usuário final. Ainda pode ser citado a Google que atualmente é umas das empresas que mais investem nessa área, com seu pacote de Apps (Google Docs aplicativo onde o usuário pode editar textos, formular planilhas e elaborar slides, Google Maps que contem imagens reais sendo muito utilizado para traçar caminhos e encontra endereços, Google Talk mensageiro instantâneo integrado com e-mail, dentre outros), a Google e inúmeros outros aplicativos disponíveis, são exemplos claros capazes de representar bem o conceito Cloud Computing.

Uma tecnologia de grande relevância como a Computação nas Nuvens não pode ser ignorada ou simplesmente deixada de lado como algo descartável.

Estamos vivenciando uma revolução, baseada no conhecimento, mais profunda que a Revolução Industrial. A riqueza está baseada no conhecimento e não nos fatores clássicos de terra, capital e trabalho. As antigas maneiras de determinar valor não são mais adequadas. (TAURIO, 2009, p. 17).

Uma grande dúvida que existe quando se refere à Computação nas Nuvens é a capacidade que a atual estrutura e recursos oferecidos pelas empresas de internet ao usuário, quanto a velocidade e disponibilidade ao acesso desses dados, já que diversas informações que serão armazenada e transmitida durante a utilização do serviço são de caráter sigiloso, como por exemplo senhas, projetos empresariais e diversos outros arquivos com direitos autorais. Diante das mais diversas ameaças existentes no meio, sejam elas naturais, ou seja, causadas por chuvas, incêndios, terremotos e outros eventos climáticos, voluntarias que tem origem a partir de ataques de vírus e hackers ou involuntárias que são causadas por descuidos ou má utilização do equipamento, muito se questiona quando se diz respeito à integridade e confiabilidade de tais informações, a fim de assegurar que somente pessoas autorizadas obtenham acesso a esses dados, informações e bens relacionados ao serviço.

Essa nova tecnologia vem para resolver a crescente demanda da sociedade na busca por agilidade na realização de suas atividades diárias sejam elas com fins comerciais, acadêmicos ou domésticos. Babcock (2010, s/p.) diz que “Colocar parte da carga de trabalho da área de TI em Cloud Computing exigirá abordagens de gerenciamento diferentes”. Mas para que isso possa acontecer provavelmente será necessário que as empresas obtenham apoio por parte do governo através de incentivos para aquisição de equipamentos e expansão da cobertura de internet banda larga com qualidade em todo o território nacional, alem da criação de Data Center (servidor de dados) para universidades, pois somente assim será possível investir em equipamentos, treinamentos e mão de obra qualificada, sendo através destes investimentos que as empresas investidoras passariam a ter possibilidade de oferecer uma infraestrutura capaz de atender com qualidade e segurança os requisitos solicitados pelos clientes/usuários.

2. DESENVOLVIMENTO

2.1. Internet e computador.

A partir da década de 1970, empresas e pessoas comum passaram a ter acesso aos computadores pessoais, e assim a se acostumar com termos que atualmente são comuns a todos os usuários de computadores, como por exemplo, Hardware (equipamentos ou parte

sempre ouve este tipo de discernimento por parte da sociedade

física do computador) e Softwares (programas e aplicativos que são processados e executados pelos hardwares). Com o passar dos anos todo o conhecimento e tecnologia existentes foram se tornando “obsoletos” principalmente se comparados com o que existe na atualidade e com o que se prevê para o futuro da T.I. (Tecnologia da Informação) a nível mundial, mas nem

A história esta repleta de exemplos hoje ridículos, como o professor da Oxford que, em 1878, descartou a energia elétrica dizendo que era um truque sensacionalista; ou o diretor do departamento de patentes dos Estados Unidos que, em 1899, solicitou que sua repartição fosse abolida porque “tudo o que pode ser inventado já o foi” (GATES, 1995, p. 9).

A internet é considerada a rede mundial de computadores que interliga milhões de usuários, através de dispositivos computacionais, servidores ou estações de trabalho. Com uma constante evolução a internet é considera hoje um dos maiores e mais importantes canais de comunicação existentes, porém sua importância não se da apenas pela facilidade de se obter acesso a determinada informação ou de ser meio de comunicação entre pessoas, mas também por oferecer acesso aos dados do usuário onde quer que ele esteja, através de qualquer dispositivo capaz de lhes oferecer acesso a internet, tornado assim a realização de simples atividades diárias como pagar um conta ou comprar um determinado produto muito mais simples e rápida.

A internet é hoje a rede de computadores mais utilizada no mundo, estando em franca expansão; em termos de redes de telecomunicações somente perde em abrangência para o sistema telefônico. No que se refere às tecnologias de rede, a Internet é uma entre muitas alternativas, todavia, devido a sua importância na sociedade contemporânea, pode ser tomada como principal veiculo para a discussão das redes de computadores (CANTU, 2003, p.3).

Com a união dessas duas tecnologias foi possível aumentar consideravelmente o número de usuários conectados a todas as informações, noticias, acontecimentos de eventos e tudo isso em tempo real, o que outrora poderia levar dias, semanas se não meses para a obtenção de tais informações, mas elem da praticidade na obtenção de conteúdo, a internet em conjunto com o computador oferece diversos recursos virtuais, dentre essas opções a Cloud Computing ou Computação nas Nuvens que é o estagio mais evoluído dessa virtualização conforme Taurion 2009 relata em seu texto Computação em Nuvens publicado na revista Espírito Livre esta.

2.2. Desafios para implantação da Computação nas Nuvens na atualidade.

Devido ao fato de a Computação nas Nuvens ser algo relativamente recente existe uma barreia muito conhecida, que é o “medo pelo novo”, então para que essa nova tecnologia possa ser implantada se faz necessário que, vários aspectos sejam esclarecidos principalmente quanto à segurança e a acessibilidade aos dados. É preciso que o usuário se convença que suas informações e dados estão devidamente assegurados contra quaisquer ameaças possíveis, e ao mesmo tempo 100% acessível para que ele possa obter o que precisa como, quando e onde desejar sem que haja qualquer impedimento para o acesso, desde que este tenha autorização para realizar o que pretende, e isso deve ocorrer de forma fácil e rápida, onde toda a responsabilidade para que isso possa acontecer cabe às empresas que fornecem essa tecnologia, elas precisam garantir a seus clientes a integridade de tais dados em especial quando esses dados são referentes a informações consideradas como sigilosas por parte dos usuários. Mas mesmo com todo cuidado sendo tomando ainda sim é possível que falhas aconteçam um exemplo que pode ser citado é a falha ocorrida com o Google Docs (pacote de aplicativos oferecido pela Google), a falha ocorria quando um usuário efetuava troca das permissões de compartilhamento em um determinado arquivo com isso todos os usuários que haviam tido acesso anteriormente a esse arquivo passavam a ter acesso novamente, mesmo que esse acesso já não fosse mais permitido, para corrigir o problema a empresa removeu todas a permissões de arquivos existentes das contas afetadas, comunicou a seus proprietários o ocorrido, alem de solicitar aos mesmos a remoção de qualquer arquivo suspeito de suas contas verificando a permissão de acesso para cada arquivo armazenado. Este é um exemplo de erro técnico do aplicativo causado por uma falha de equipamento/humana, mas ainda é possível citar outros erros que possuem causas diferentes como são as causas naturais ocasionadas por chuvas, fogo, terremotos dentre outros fatores.

Mesmo sendo possível que falhas ocorram, é certo que a Cloud Computing é o futuro da informática, pois ao optar por usufruir desse recurso a única preocupação que o usuário passa a ter é de encontrar um terminal que ofereça acesso a internet, e ele terá acesso a tudo que armazenou anteriormente nos Data Centers da empresa contratada por esse individuo.

Outro desafio para a implantação da tecnologia relatado por Santos e Mendes s/d é a possibilidade de uma grande pane devido a diversos fatores, dentre eles o grande volume de tráfego e requisições simultaneamente, inviabilizando o acesso ao sistema, aplicativos imaturos, sem consistência e com falhas de segurança dentre outras. Mas um grande obstáculo existente no território brasileiro se da devido à atual infraestrutura oferecida para o acesso à internet, de acordo com Taurion 2010 a implantação dessa tecnologia será gradual com impacto de médio e longo prazo e isso se da devido à grande necessidade existente de se expandir a cobertura de banda larga no Brasil que já vem sendo trabalhada através do projeto Banda Larga do Governo Federal que visa levar, aquisição de equipamentos, qualificação de mão de obra.

Provavelmente, como a adoção do modelo de Cloud Computing será gradual, apenas sentiremos o seu impacto macroeconômico a médio e longo prazo. Já houve um caso similar, que foi a expansão da infraestrutura de comunicações durante a bolha da Internet, nos anos 2000. Só sentimos o potencial da disponibilidade dessa infraestrutura algum tempo depois do estouro da bolha. Mas ela é que permitiu a criação e a disseminação de novos negócios na Web (TAURION, 2010, s/p).

Acreditando que uma vez desvendados esses obstáculos que inibem o processo de evolução da Cloud Computing, será capaz de que máquinas contendo o mínimo de equipamento possível como: uma placa-mãe, processador, pouca memória, um pequeno hard disk, rodando apenas um sistema operacional e um browser conectado à internet de banda larga, passe a ser suficiente para que o individuo possa usufruir normalmente de todos os recursos que hoje apenas computadores potentes são capazes de oferecem e mesmo assim sem a facilidade de acesso às informações que a Computação nas Nuvens oferece a seu usuário.

2.3. Conceitos de Cloud Computing.

A Computação em Nuvens é um recurso oferecido dentro da Tecnologia da

Informação (T.I) que tem seu custo baseado no uso. Podendo ser considerada como a evolução do compartilhamento de arquivos que visa maximizar e flexibilizar os recursos tecnológicos, através de servidores de dados conectados a grande nuvem, como ilustrado na Figura 1, tronando assim possível que o indivíduo utilize determinados aplicativos e acesse seus dados, que se encontram nos servidores de dados que estão interligados entre si, onde que por sua vez estão conectados diretamente a internet. Ao contrario do que usualmente é feito, não se faz necessário que aplicativos e dados fiquem no computador do usuário final, mas sim nos servidores de dados que disponibilizam todos esses arquivos para que o acesso seja realizado a partir de qualquer lugar.

(Parte 1 de 2)

Comentários