Anatomia Animal Articulações

Anatomia Animal Articulações

Aula 3 (30/03) Articulações Conceito - Articulações ou junturas: São conexões entre as partes rígidas do esqueleto (ossos e cartilagens); - Essas articulações colocam os ossos em contato e permitem a MOBILIDADE;

- Algumas articulações permitem pouco movimento;

- A Maioria permite aos ossos de se movimentarem um em relação ao outro;

Classificação Articulações FIBROSAS: - Ossos são mantidos juntos por tecido conjuntivo fibroso;

- Há pouco material entre as extremidades dos ossos;

- As Articulações são imóveis ou com movimentos de pequena amplitude: SINARTROSES.

- SUTURAS - Extremidades dos ossos têm interdigitações que os mantêm firmemente unidos; - As fibras de conexão são muito curtas;

- Encontradas somente nos ossos planos do crânio;

- As fibras são substituídas por osso com a maturidade: SINOSTOSE.

- SINDESMOSES - As extremidades dos ossos são mais afastadas; - Fibras são mais longas e referidas como LIGAMENTOS; - Permitem elasticidade, mas não movimentos verdadeiros. Ex.: entre as extremidades distais da tíbia e fíbula, entre o corpo do rádio e ulna, entre corpo da tíbia e fíbula. Os ossos são mantidos juntos por membranas interósseas.

- GONFOSES - Especializadas para a fixação dos dentes nas cavidades alveolares.

Articulações CARTILAGINOSAS - Ossos são unidos por cartilagem;

- Possibilidade de pequenos movimentos: ANFIARTROSES.

- SINCONDROSES - Ossos unidos por cartilagem hialina

- Muitas são articulações temporárias, com a cartilagem eventualmente sendo substituída por osso. Ex.: cartilagens epifisárias, certos ossos do crânio, união entre costelas e esterno (permanente).

- SÍNFISES - As superfícies articulares são cobertas por fina camada de cartilagem hialina;

- Separando os ossos está um disco fibrocartilaginoso;

- São compressíveis, absorvendo choques. Ex.: entre os dois ossos púbicos, discos intervertebrais, articulação mandibular (jovens).

Articulações SINOVIAIS - Compreendem a maioria das articulações do corpo;

- Livremente móveis;

- Movimento limitado somente por ligamentos, músculos, tendões ou ossos adjacentes: DIARTROSES; -Possui uma cartilagem articular: Fina camada de cartilagem hialina que cobre a superfície articular lisa dos ossos.

- Cápsula articular: - Membrana dupla que envolve e encerra a articulação;

- Camada mais externa: tecido conjuntivo fibroso denso com fibras aderidas ao periósteo dos ossos. Estas fibras formam ligamentos. - Camada mais interna: MEMBRANA SINOVIAL:

- Tecido conjuntivo frouxo com superfície interna bem suprida de capilares, com dobras que se projetam na cavidade articular.

- Líquido sinovial ou sinóvia: - Produzido pela membrana sinovial, preenche a cavidade articular;

- Nutrição das cartilagens articulares;

- Lubrificação das superfícies articulares; - Amortecedor de peso, mantém as cartilagens separadas.

- Algumas articulações têm DISCOS ARTICULARES ou MENISCOS de fibrocartilagem, que se estendem para dentro da articulação - Discos articulares: dividem em duas cavidades separadas. Ex.: Articulação da mandíbula, esternoclavicular e radioulnar distal. - Meniscos: dividem apenas parcialmente. Ex.: joelho

- As estruturas associadas também contêm líquido sinovial e reduzem atrito entre uma estrutura (pele, músculos, tendões e ligamentos) e o osso, durante o movimento; - Bolsas sinoviais:

- Pequenos sacos revestidos com membranas sinoviais. Ex.: bolsa que separa o olécrano da pele. A maioria está entre os tendões e o osso; - Bainhas dos tendões:

- Ocorrem onde os tendões atravessam as articulações;

- Proteção dos tendões contra atrito;

- Envolvem os tendões, formando almofadas de parede dupla, com fluido. Ex.: pulso, dedos.

Tipos de articulações sinoviais Classificação-> movimento: - 1 eixo de movimento = uniaxiais Ex.: cotovelo, joelho

Classificação -> movimento: - Movimento em 2 planos perpendiculares entre si = biaxiais Ex: Falanges

Classificação -> movimento - 3 eixos = triaxiais Ex: Osso do quadril e do ombro

Classificação -> movimento - Sem eixos particulares = não-axiais.

Movimentos Deslizamento - Superfícies dos ossos se movem para frente e para trás;

- Superfícies articulares são achatadas ou levemente côncavas; Ex.: costelas e vértebras.

Movimento angular - Aumentam ou diminuem ângulos entre dois ossos adjacentes; - FLEXÃO: Diminuição do ângulo. Ex.: cotovelo, coxa, panturrilha, coluna, calcanhar para cima - EXTENSÃO: Aumento do ângulo

- Com a articulação flexionada, volta à posição anatômica. Ex.: estiramento do braço, coxa, joelho Hiperextensão. - ABDUÇÃO: Movimento de um membro para longe da linha mediana.

- ADUÇÃO: Movimento de uma parte em direção à linha mediana.

Circundução: Movimento que delineia um cone. É uma combinação sequencial de flexão, abdução, extensão e adução Ex: Articulação do quadril e do ombro

ROTAÇÃO: Ao redor de um eixo.

- Supinação: Rotação do antebraço para fora, fazendo com que a palma da mão fique posicionada anteriormente. - Pronação: Rotação do antebraço para dentro, fazendo com que a palma da mão fique posicionada para trás.

Movimentos especiais - ELEVAÇÃO: Ergue uma parte do corpo. Ex: escápula, mandíbula.

- DEPRESSÃO: Abaixa uma parte do corpo.

- INVERSÃO: Torção do pé de forma que a planta fique voltada para dentro.

- EVERSÃO: Torção do pé de forma que a planta fique voltada para fora.

- PROTRAÇÃO: Deslocamento para frente. Ex.: mandíbula

- RETRAÇÃO: Retorno da parte protraída.

...Voltando aos tipos de articulações sinoviais: - Não-axiais

- PLANAS ou ARTRODIAIS

- Formadas pela aposição de superfícies articulares achatadas; - Movimento possível em qualquer direção. Ex: carpais e tarsais.

- Uniaxiais - GÍNGLIMO

- Únicos movimentos são flexão e extensão. Ex.: cotovelo, joelho.

- TROCÓIDE - Único movimento é rotação ao redor do eixo principal do corpo. Ex.: atlas e áxis, articulações proximais de rádio e ulna.

- Biaxiais - ELIPSÓIDES ou CONDILARES

- Uma superfície articular levemente côncava e outra levemente convexa;

- Ocorrem flexão, extensão, abdução e adução. Ex.: rádio e ossos do carpo, côndilos do occipital e atlas, metacarpos e falanges.

- Biaxiais - SELARES

- Mesmo movimento das elipsóides;

- Superfície articular de cada osso côncava em uma direção, e convexa na outra; - Único exemplo: articulação carpais-metacarpal do polegar.

- Triaxiais - ESFERÓIDES ou COTILÓIDES

- Formadas pela cabeça esférica de um osso e uma cavidade em forma de taça no outro;

- Somente dois exemplos: ombro e quadril.

Articulações importantes

Coluna vertebral: - Suporte axial firme e flexível;

- Sínfises cartilaginosas entre os corpos;

- Articulações sinoviais planas entre os processos articulares.

Ligamentos da articulação do ombro: - Cabeça do úmero recebida pela cavidade glenóide da escápula; - Articulação frouxamente construída, possibilitando movimentos livres; - Envolvida pela cápsula articular, a qual é reforçada anteriormente por dois ligamentos;

- Articulação depende da musculatura ao redor como reforço.

Ligamentos da articulação do cotovelo: - Gínglimo = tróclea do úmero + incisura troclear da ulna; - Cápsula articular fibrosa e ligamentos.

Ligamentos da articulação do quadril: - Cabeça do fêmur se aloja no acetábulo;

- Lábio do acetábulo é uma borda fibrocartilaginosa;

- Articulação mais estável do que o ombro;

- Cápsula articular e ligamentos.

Ligamentos da articulação do joelho: - Articulação complicada, vulnerável a lesões;

- Classificada como gínglimo, mas com estrutura de articulação condilar: Côndilos do fêmur com côndilos da tíbia; - Cápsula articular, ligamento poplíteo oblíquo e ligamento poplíteo arqueado, ligamentos colaterais, ligamento da patela; - Meniscos medial e lateral: cartilagens da tíbia em forma de crescente. Fixados somente na face externa. - Ligamentos cruzados anterior e posterior na cavidade articular.

Condições médicas

- Entorse - Resultado de torção ou alongamento exagerado; um ligamento pode se romper ou se separar do osso. Ex: Torção do pé.

- Luxação - As superfícies articulares dos ossos são violentamente deslocadas. Ossos, tendões e ligamentos podem ser danificados. - Mais comum: ombro, polegar, dedos.

- Bursite - Inflamação das bolsas sinoviais. Ficam excessivamente cheias de líquido.

- Tendinite - Inflamação da bainha dos tendões que rodeiam uma articulação.

- Mais comum: ombro, pulso, cotovelo (Cotovelo de Tenista).

- Hérnia de disco - Núcleo pulposo é pressionado para um dos lados do disco;

- Resulta em trauma ou em distribuição imprópria do peso.

- Lesões dos meniscos - Provocada por movimentos bruscos.

- Artrite - Inflamação das articulações;

- Membranas, cartilagens e ossos;

- Traumas de articulação, infecções bacterianas, distúrbios metabólicos.

- Osteoartrite - Inflamação crônica causa degeneração da cartilagem articular.

- Artrite reumatóide - Forma deformante severa, afeta principalmente as articulações menores (ex.: mãos).

- Gota - Aumento na produção de ácido úrico -> aumento no sangue -> formação de cristais nas articulações.

- Efeitos do envelhecimento - Perda das superfícies cartilaginosas.

Comentários