Determinação do ácido ascórbico

Determinação do ácido ascórbico

Bacharelado em Química Tecnológica com Ênfase em Química Ambiental

  • Bacharelado em Química Tecnológica com Ênfase em Química Ambiental

  • Determinação do ácido ascórbico em sucos de frutas natural e industriais –Titulação por oxi-redução utilizando iodimetria

  • Alan Gabriel Adamczesvki

  • Jéssica Pereira Gonçalves

  • Ponta Grossa-PR

  • 2009

1.1. As Vitaminas

  • 1.1. As Vitaminas

  • São substâncias orgânicas que atuam em quantidades mínimas em diversos processos metabólicos.

  • São de origem endógena.

  • Não representam fonte de energia nem desempenham funções de reconstituição de partes deformadas do corpo humano.

As vitaminas distribuem-se em dois grupos:

  • As vitaminas distribuem-se em dois grupos:

  • Hidrossolúveis

Lipossolúveis

  • Lipossolúveis

1.2. A vitamina C, características importantes

  • 1.2. A vitamina C, características importantes

  • Extremamente instável;

  • Poderoso antioxidante;

  • Funciona como agente preservativo em alimentos;

  • Encontra-se presente em todas as células animais e vegetais principalmente na forma livre e, também, unida às proteínas.

1.3 Principais fontes de vitamina C

  • 1.3 Principais fontes de vitamina C

1.4. Funções do Ácido ascórbico:

  • 1.4. Funções do Ácido ascórbico:

  • Formação de colágeno;

  • Inibe a ação da tirosinase;

  • Auxilia na reciclagem de vitamina E;

  • Auxilia na absorção de ferro de origem vegetal;

  • Melhora a função imunológica.

C6H8O6

  • C6H8O6

  • Pertencente as Lactonas;

  • Molécula polar;

1.6. Mecanismo da Reação de Conversão do Ácido Ascórbico a Ácido Dehidro-Ascórbico

  • 1.6. Mecanismo da Reação de Conversão do Ácido Ascórbico a Ácido Dehidro-Ascórbico

1.7. Iodimetria

  • 1.7. Iodimetria

  • conversão de iodo molecular em íon iodeto:

  • Formação do composto amido-iodo azul intenso:

2.0 Objetivos

  • 2.0 Objetivos

  • Determinar o teor de vitamina C em alguns produtos alimentícios utilizando a técnica de titulação;

  • Aplicar os conceitos de estequiometria de reação na resolução de um problema real,

  • Resolver problemas numéricos sobre os aspectos quantitativos das transformações da matéria envolvendo volume, massa e concentração.

3.0 Parte Experimental

  • 3.0 Parte Experimental

  • 3.1 Materiais:

  • Balão volumétrico;

  • Proveta de 50mL e 100mL;

  • Bureta de 25 mL;

  • Pipetas;

  • Béquer de 50mL e 100mL;

  • Erlenmeyer de 125mL.

3.2.Reagentes:

  • 3.2.Reagentes:

  • Álcool 99%GL;

  • Suco de frutas, como: laranja natural e industrializado(marca), maracujá industrializado(marca);

  • Amido de milho;

  • Água fervida;

  • Comprimido de vitamina C 500mg, marca, Energil C;

  • Solução de amido 1% m/v; previamente preparada;

  • Solução padrão de Vitamina C;

  • Solução de iodo 1% m/v.

3.3 Procedimento experimental

  • 3.3 Procedimento experimental

  • 3.3.1 Preparo das soluções:

  • Solução padrão de Vitamina C:

  • Dissolveu-se o comprimido de vitamina C em água fervida, em um béquer;

  • Colocou-se esta sol. no balão volumétrico de 250ml,

  • Tampou-o e agitou-o.

  • b) Solução de amido 1% m/v (preparada um dia anterior ao experimento)

  • Ferveu-se 500ml de água da torneira em um béquer até 50°C;

  • Pesou-se 5g de amido de milho solúvel, e o dissolveu na água fervida;

  • Aguardou-se o descanso da sol, até temperatura ambiente,

  • Colocou-a em um frasco, tampou-se e etiquetou-se a sol.

  • C) Solução de iodo 1% m/v

  • Preparou-se uma solução de iodo 2%;

  • Adicionou-se 30ml da sol. de iodo preparada a uma proveta de 50ml, transferiu-a para o béquer,

  • Na mesma proveta adicionou-se 30ml de álcool 99% GL, transferiu-o para o béquer que continha sol. de iodo.

3.3.2 Titulação da solução padrão de vitamina C

  • 3.3.2 Titulação da solução padrão de vitamina C

  • Montou-se o esquema abaixo:

Colocou-se em uma proveta, 25,00 mL de solução de vitamina C, transferiu-se a solução para um erlenmeyer de 125mL.

  • Colocou-se em uma proveta, 25,00 mL de solução de vitamina C, transferiu-se a solução para um erlenmeyer de 125mL.

  • Adicionou-se ao erlenmeyer 05 gotas de solução amilácea.

  • Abriu-se a torneira da bureta lentamente, transferindo a solução de iodo da bureta para o erlenmeyer, agitando-se constantemente,

  • Fechou-se a torneira da bureta ao observar a mudança de cor (de incolor a azul escuro).

  • Anoto-se o volume de iodo gasto que reagiu com 25,00 mL da solução de vitamina C e a cor obtida.

Este resultado foi utilizado para calcular a massa de vitamina C presente em todos os sucos analisados.

  • Este resultado foi utilizado para calcular a massa de vitamina C presente em todos os sucos analisados.

  • Transferiu-se essa solução de vitamina C para um béquer par comparar a cor com os testes dos demais alimentos.

  • Procedeu-se da mesma maneira com os demais sucos.

  • Fez-se os devidos cálculos do teor de ácido ascórbico em cada amostra, e comparou-as com a solução padrão de ácido ascórbico.

PREPARAÇÕES DE SOLUÇÕES:

    • PREPARAÇÕES DE SOLUÇÕES:
    • Solução Alcoólica Iodo 1%m/v
    • 0,5 grama iodo_______________ 50ml de solução
    • + 30 ml de álcool etílico

  • Solução de vitamina C (solução – padrão)

  • 0,5g vitamina C __________ 250 ml

  • m _____________ 25 ml

  • m = 50 mg de Vitamina C

  • C6H8O6 + I2 → C6H6O6 + 2I- + 2H+

  • I2(aq) + 2e → 2I-(aq)

  • I- + I2 + Amido → AmidoI-3 (complexo amido-iodo azul intenso)

Volume de iodo: solução padrão de vitamina C (ácido ascórbico):

  • Volume de iodo: solução padrão de vitamina C (ácido ascórbico):

  • 500 mg vitamina C________ 250 ml

  • m ______________25 ml

  • m = 50 mg vitamina C

  • Assim:

  • 50 mg_____________ 7,22 ml iodo necessário para reagir com todo o acido ascórbico

  • Solução – Padrão (comprimido de Vitamina C)

  • 50 mg Vitamina C _________ 7,22 ml Iodo 1%m/v

  • m _____________ 5,3 ml de iodo

  • m = 36,70 mg de Vitamina C no

  • Suco natural de laranja

Baseado na concentração nominal no rótulo da embalagem do suco de maracujá (69mg de acido ascórbico):

  • Baseado na concentração nominal no rótulo da embalagem do suco de maracujá (69mg de acido ascórbico):

  • %E = ǀ69 – 65,79ǀ/69.100

  • %E = 4,65%

  • Em relação ao suco de laranja industrializado, procedeu-se da mesma maneira, obtendo um erro percentual de 14,72%.

Suco natural de laranja apresentou maior teor de acido ascórbico (77,56 mg);

  • Suco natural de laranja apresentou maior teor de acido ascórbico (77,56 mg);

  • Produtos industrializados apresentam teor menor de vitamina C;

  • Ação de conservantes interferem no teor de acido ascórbico;

  • Maior volume de solução de iodo 1%m/v, maior quantidade de acido ascórbico;

Acido ascórbico (C6H8O6) reage facilmente com O2 presente no ar, oxidando facilmente;

  • Acido ascórbico (C6H8O6) reage facilmente com O2 presente no ar, oxidando facilmente;

  • Oxidação acarreta em perdas do teor de acido ascórbico, alterando os valores encontrados;

  • Temperatura elevada, aumenta a evaporação, diminuindo o teor de vitamina C;

Iodo atua com agente oxidante;

  • Iodo atua com agente oxidante;

  • Produtos naturais contem maior teor de vitamina C;

  • Sucos industrializados possuem menor teor de acido ascórbico, mais conservantes;

  • Sucos das amostras sofreram oxidação devido a reação com o oxigênio molecular do ar diminuindo a porcentagem deste no suco;

Comentários