lista de medicamentos

lista de medicamentos

(Parte 1 de 20)

LISTA DE

MEDICAMENTOS

PADRONIZADOS

PELO SUS.

MEDICAMENTOS:

Analgésicos

E

Antipiréticos

DIPIRONA

O que é?

Analgésico, antipirético, antitémico,

Nome Similar ou genérico:

dipirona sódica; dipirona magnesiana; metamizol(outro nome genérico); pirazolona]

Para que serve?

Dor e febre

Como deve ser usado,ou seja,vias de administração:

Uso Oral:

Adultos e adolescentes acima de 15 anos

De 500 mg a 75 mg por dose, até 4 doses por dia

Crianças ( atenção: crianças com menos de 3 meses de idade ou com menos de 5 kg de peso não devem receber dipirona). 10 mg por kg de peso corporal por dose, até 4 doses por dia.

Uso Retal: (supositórios)

Adultos e adolescentes acima de 15 anos

1000 mg por dose, até 3 vezes por dia.

Uso Injetável:

Adultos e adolescentes acima de 15 anos

500 mg a 750 por dose, até 4 doses por dia; para administração via intramuscular ou intravenosa lenta (1 ml/ minuto).

Crianças acima de 1 ano de idade (Atenção: crianças acima de 3 meses e com menos de 1 ano de idade não devem receber dipirona por via intravenosa).

10 mg por kg de peso corporal por dose, até 4 doses por dia, para administração via intramuscular ou intravenosa lenta ( 1 ml/minuto).

Forma de ação no organismo:

É o sulfonato sódico da aminopirina e tem propriedades semelhantes. A aminopirina é um antiinflamatório não esteróide.

Cuidados Especiais:

Gravidez:Não usar

Amamentação: não amamentar até 48 horas após o uso do produto.

Não usar o produto nas seguintes condições:

Asma , deficiência de glicose-6-fosfato-desidrogenase; crianças com menos de 3 meses de idade ou com menos de 5 kl de peso; crianças com menos de 1 ano de idade (intravenosa); crianças com menos de 4 anos ( supositório); hipersensibilidade a derivados pirazolônicos; infecção respiratória crônica; porfíria; reação alérgica a drogas.

Avaliar riscos x Banefícios

Problemas no sangue

Reaçõe que podem ocorrer

Ataques de asma em pacientes predispostos, diminuição acentuada de células sanguineas denominadas granulócitos;

Atenção com outros medicamentos. Este produto:

Pode aumentar a ação do álcool;

Pode diminuir a ação de: ciclosporina;

Pode sofrer ou provocar aumento das reações adversas com: clorpromazina.

Outras considerações importantes:

Não ingerir bebida alcoólica;

Cuidado ao dirigir ou executar tarefas que exijam atenção;

Não usar a solução oral em diabéticos, por conter açúcar;

Durante o tratamento a urina adquire um tom avermelhado;

Não deve ser tomada em altas doses ou por períodos prolongados, sem controle médico;

O uso em casos de amigdalite ou qualquer outra afecção da bucofaringe deve merecer cuidado redobrado: esta afecção pré existente pode mascarar os primeiros sintomas de diminuição acentuada de células sanguíneas denominadas granulócitos( angina agranulocítica), ocorrência rara, mas possível, quando se faz uso de produto que contenha dipirona.

Procedimentos de Enfermagem:

  • A medicação deve ser administrada conforme recomendado e o tratamento não deve ser interrompido, sem o conhecimento médico, ainda que o cliente alcance melhora. A medicação não deve ser usada em doses altas ou durante períodos prolongados sem controle médico. A resposta terapêutica, nos casos de dor ou febre, pode ser observada geralmente em 30min., após a administração.

  • Informe ao cliente as reações adversas mais freqüentemente relacionadas ao uso da medicação e que, diante a ocorrência de qualquer uma delas, principalmente desconforto respiratório como também aquelas incomuns ou intoleráveis, o médico deverá ser comunicado imediatamente.

  • Recomende que o cliente informe ao médico o esquema de medicação anterior ao tratamento ou à cirurgia.

PARACETAMOL

O que é?

É um analgésico e antitérmico .

Nome similar ou genérico:

Acetofen, Calpol, Dôrico, Dorico Flash, Emsgrip, Febralgin, Paralgen, Sonridor, Tylenol, Vick Pyrena

Para que serve?

Dor ; dor pós cirúrgica (em odontologia); febre.

Como deve ser usado, ou seja, vias de administração:

Via Oral

Adultos e crianças acima de 12 anos:

500 a 1000 mg, 3 ou 4 vezes por dia. Atenção: não ingerir mais do que 4g por dia. Em tratamento prolongado a dose diária não deve ser maior do que 2,6 g.

Crianças acima de 12 anos:

10mg por kg de peso corporal (máximo de 230 mg por dose) 3 ou 4 vezes por dia, com intervalos de 4 a 6 horas.

Forma de ação no organismo:

Reduz a febre por ação no sistema nervoso central( no centro hipotalâmico da febre) Bloqueia a dor por ação periférica, inibindo a ciclo-oxigenase (COX) prostaglandinas. Não tem ação antiinflamatória.

Cuidados Especiais:

Amamentação: excretados em pequenas quantidades no leite; problemas não documentados.

Avaliar riscos x Benefícios:

Alcoólatras; anemia; doenças cardiovascular; doenças gastrintestinal; diminuição da função do fígado; diminuição da função renal; idosos; infecção viral.

Efeitos Colaterais:

Alterações do humor; anemia hemolítica; cansaço; coceira; cólica abdominal; confusão mental; dano ao fígado; diarréia; dificuldade dificuldade ou dor para urinar; diminuição da quantidade de urina;dor abdominal; febre; fraqueza; diminuição da glicose no sangue; cor amarelada na pele ou nos olhos; inflamação da garganta sem causa aparente; náusea; paralisia repentina; perda do apetite; sangramento; urina escura ou com sangue; urticária; vermelhidão na pele; vômito.

Atenção com outros medicamentos: Este produto:

Pode ter sua ação diminuída por: carvão ativado.

Pode sofrer ou provocar aumento das reações adversas com:álcool; barbiturado; carbamazepina; hidantoina; rifampicina; sulfimpirizona.

Pode aumentar o risco de problemas no fígado com o uso crônico de álcool.

  • Procedimento de Enfermagem:

  • Instrua o paciente a tomar a medicação exatamente como recomendado e a não interromper o tratamento, sem o conhecimento do médico.

  • Anteriormente à administração , verifique se o paciente apresenta qualquer reação de hipersensibilidade à droga, ao acido acetilsalicílico ou aos outroa AINEs, como também disfunções hepática e renal e história de alcoolismo. Certifique-se de que a paciente não esteja grávida ou amamentando.

  • Informe ao paciente as reações adversas mais frequentemente relacionadas ao uso da medicação e que, diante da ocorrência de qualquer uma delas, o médico deverá ser comunicado imediatamente.

  • Durante a terapia, observe se o paciente apresenta reações adversas e, diante da ocorrência de qualquer uma delas, suspenda o uso da medicação e comunique imediatamente o médico.

ANTIÁCIDOS

OMEPRAZOL

O que é?

Antiulceroso;

Nome Similar ou genérico:

Bioprazol, Estomepe, Fegran, Gasec, Gaspiren, Gastriun, Gastrozol, Klispel, Lomepral,Loprazol, Losaprol,Losar, Losec, Lozap,Mepraz, Meprazan, Mezopran, Omep, Omeprasec,Omeprazin, Omepratec, Peprazol, Pepsicaps, Ulcefor, Ulcozol Ulgastrin, Victrix

Para que serve?

Esofagite de refluxo; síndrome de Zöllinger-Ellison; úlcera duodenal e úlcera do estômago

Como deve ser usado, ou seja , vias de administração;

Uso Oral

Imediatamente antes das refeições

Doses superiores a 80 mg por dia devem ser dividas em duas tomadas

Engolir inteiro; não mastigar ou abrir as cápsulas.

Procurar tomar sempre a mesma hora , todos os dias

Adultos:

Úlcera ou esofagite de refluxo; 20 mg, uma vez por dia, ante do café da manhã

Ùlcera duodenal : tomar o produto durante duas semanas podendo continuar se houver necessidade.

Esofagite de refluxo: Tomar o produto durante 4 semanas podendo continuar por mais 4 semanas se houver necessidade.

Se necessário, a dose diária inicial poderá ser aumentada para 40 mg em dose única e a duração do tratamento dobrada(4 semanas para úlcera duodenal e 8 semanas para úlcera gástrica e esofagite de refluxo). A dose de manutenção é de 20 mg por dia ( úlcera do estomago) e 10 mg por dia (úlcera duodenal e esofegite de refluxo).

Sindrome de Zöllinger – Ellison: Iniciar com 60 mg por dia , em dose única, antes do café da manhã, pelo tempo que for clinicamente necessário .

Prevenção( ùlcera péptica ou esofagite de refluxo): 10 mg por dia antes do cafpe da manhã.

Crianças: Eficácias e segurança não estabelecidas.

Uso Injetável:

Adultos

40 mg por via intravenosa proporcionará uma redução de cerca de 90% da acidez gástrica durante 24 horas

Crianças: eficácia e segurança não estabelecidas

Administação: Via intravenos direrta; infusão intravenosa

Forma de ação no organismo:

È um inibidor seletivo e irreversível da bomba do prótons . Inibe a secreção ácida mediada por estímulos centrais e periféricos.

Cuidados especiais:

Gravidez: não há estudos adequados em mulheres.

Amamentação: não se sabe se é excretado no leite; pelo risco potencial de efeitos adversos nas crianças, não amamentar.

Não usar o produto nas seguinte condições:

Cancer de estômago

Avaliar riscos X benefícios

Disfunção hepática e disfunção renal

Atenção com outros medicamentos: Este produto:

Pode aumentar a ação de : diazepam; fenitoina; anti coagulantes orais; varfarina

Efeitos colaterais:

Constipação intestinal, diarréia, dor abdominal;dor de cabeça; náuseas; tonturas , vômitos .

Procedimentos de enfermagem:

  • Instrua o paciente a tomar a medicação exatamente conforme recomendado e a não interromper o tratamento, sem conhecimento do médico, ainda que alcance melhora.

  • A medicação não deve ser usada durante a gestação. Recomende à paciente o emprego de métodos contraceptivos durante a terapia.

Hidróxido de alumínio

O que é?

Antiácido

Nome similar ou genérico:

Aziran; fluagel

Para que serve?

Acidez gástrica; duodenite; esofagite; gastite; hérnia de hiato; úlcera péptica

Como deve ser usado, ou seja, vias de administação:

Uso Oral

No intervalo entre as refeições e ao deitar.

Adultos:

300 a 600 mg 4 a7 vezes por dia.

Forma de ação no organismo

Neutraliza a acidez gástrica.

Cuidados especias:

Risco na gravidez: não há estudoscontrolados

Amamentação:

Problemas não documentados; embora os antiácidos possam passar para o leite materno,geralmente as concentrções não prejudica a criança.

(Parte 1 de 20)

Comentários