Questoes de Biologia

Questoes de Biologia

(Parte 1 de 3)

12.UEMSNo Pantanal existe um grande número de ecossistemas aquáticos, formados por rios, lagoas e áreas inundáveis. Dá-se o nome de fitoplâncton à comunidade de algas microscópicas que crescem abundantemente nesses ambientes. Esses organismos exercem em seus ecossistemas a função de:

a) consumidores primários; b) consumidores secundários; c) consumidores terciários; d) produtores primários; e) decompositores.

BIOLOGIA - Energia no ecossistemaIMPRIMIR

VoltarGABARITO Avançar

13.Unifor-CEO esquema abaixo mostra fatores do ambiente em que vive um gafanhoto.

Nesse ambiente, os números de fatores bióticos e abióticos são, respectivamente, a)1 e 6 b)2 e 5 c)3 e 4 d) 4 e 3 e) 5 e 2

14.PUC-RJNo arquipélago das Cagarras, no Rio de Janeiro, ocorrem grandes colônias de gaivotas de três espécies, que usam seus rochedos como local de nidificação. Elas têm como alimentação básica os peixes, não são predadoras de animais terrestres e nem utilizam plantas em sua alimentação. Assim, o que mais se aproxima do conceito de nicho ecológico ocupado por estas aves é dizer que seu nicho:

a)é o mar costeiro, onde obtêm alimento; b)são as ilhas onde nidificam; c)é a associação entre as três espécies; d)é o de predador de peixes na sua comunidade; e)é o de consumidor primário na sua comunidade.

No entanto, não usam as folhas como alimento e sim como adubo para suas hortas subterrâneas. No formigueiro, os pedaços de folhas transportados são mastigados e empapados de saliva até se transformarem em uma espécie de massa esponjosa sobre a qual se desenvolve um mofo. Desse bolor as saúvas cuidam com o maior carinho. À força de mandíbulas, destroem qualquer “erva daninha” que tente proliferar e podam o mofo, cortando-lhe as extremidades dos filamentos, o que provoca, no lugar cortado, a formação de umas bolinhas que — estas sim — constituem o alimento das saúvas.” Texto reproduzido de Frota-Pessoa, O. Biologia na Escola Secundária, 2ª ed., 1962, Ministério da Educação e Cultura.

Na situação descrita no texto, os níveis tróficos ocupados pelo mofo e pela saúva são, respectivamente, de a)consumidor primário e consumidor primário. b)consumidor primário e consumidor secundário. c)consumidor primário e decompositor. d)decompositor e consumidor primário. e)produtor e consumidor primário.

16.E.M. Santa Casa/Vitória-ESQual a afirmativa correta: a)O local do ecossistema onde vive uma determinada espécie é denominado de hábitat. b)Populações são conjuntos de indivíduos geneticamente iguais. c)Clone é um grupo de indivíduos da mesma espécie que vivem no mesmo hábitat.

d)Ecossistema é a palavra empregada para indicar o conjunto de populações de um ambiente.

e)Comunidade é a palavra que indica o conjunto de indivíduos de uma mesma espécie que habitam uma região.

GAFANHOTOS plantas outros vento predadores luz parasi- umidade

BIOLOGIA - Energia no ecossistemaIMPRIMIR

VoltarGABARITO Avançar

ca da dieta do lobo-guará, publicados na revista Pesquisa FAPESP, nº52, estão descri-

17.UnB-DFOs principais elementos de um dos estudos mais completos já realizados acertos abaixo.

Metodologia: o estudo foi realizado em áreas cobertas por vegetação de cerrado, com diferentes graus de perturbação, e incluiu entrevistas feitas com moradores das fazendas próximas a essas áreas. Os dados acerca do comportamento e da dieta do lobo-guará foram obtidos pela observação direta dos animais, de vestígios e de pegadas, e pela análise das fezes, de mapas e de imagens de satélite.

Resultados das entrevistas: a maioria esmagadora dos entrevistados respondeu que os alimentos preferidos do lobo-guará são as galinhas e os frangos.

Resultados da pesquisa em relação à dieta: a alimentação do lobo-guará consiste de animais e plantas em proporções aproximadamente iguais. Come pequenos mamíferos (roedores, tatus, filhotes de veado) e aves.

Também se alimenta com frutos como a gabiroba e a lobeira, chegando essa última a representar um terço da alimentação total. Verificou-se que as sementes encontradas nas fezes mantinham a capacidade de germinar. Verificou-se também que, nas regiões mais perturbadas, a alimentação do lobo-guará também é alterada, incluindo frutas cultivadas e galinhas. Entretanto, galinhas representam menos de 2% da alimentação do lobo-guará. Para cada galinha, o lobo-guará come de 50 a 70 ratos.

Resultados das pesquisas a respeito do comportamento: o lobo-guará caminha muito, sobretudo à noite, por áreas muito extensas. As populações são pequenas. Na área preservada, o estudo mostrou que havia cinco ou seis casais, enquanto na área perturbada, apenas um casal.

Com base nas informações acima, julgue os seguintes itens, usando C (certo) ou E (errado).

()Como o lobo-guará caminha por grandes extensões e sua digestão não reduz a capacidade de germinação das sementes que ingere, é correto afirmar que esse animal contribui para a dispersão das plantas de que se alimenta.

()De acordo com a pesquisa, em ambientes perturbados observam-se modificações na dieta do lobo-guará.

()A pesquisa mostrou que o lobo-guará tem conseguido sobreviver em áreas perturbadas de cerrado.

18.UFPENa figura ao lado está ilustrado um importante conceito ecológico que engloba desde a maneira pela qual uma espécie se alimenta até suas condições de reprodução, hábitos, inimigos naturais etc. Este conceito é conhecido como:

a)níveis tróficos b)biota ou biocenose c) biótopo d)nicho ecológico e) hábitat

19.FEI-SP Num ecossistema, um fungo, uma coruja e um coelho podem desempenhar os papéis, respectivamente, de:

a)decompositor, consumidor de 2ª ordem e consumidor de 1ª ordem b)produtor, consumidor de 1ª ordem e consumidor de 2ª ordem c)consumidor de 1ª ordem, consumidor de 2ª ordem e consumidor de 1ª ordem d)consumidor de 2ª ordem, consumidor de 3ª ordem e consumidor de 1ª ordem e)decompositor, consumidor de 1ª ordem e decompositor

20.PUC-PRNuma determinada área da natureza, encontramos seres vivos trocando matéria e energia. Considerando estes seres e o meio, no conjunto que formam, eles constituem:

a)o ciclo do carbono;b)o ciclo do nitrogênio;c) o epinociclo; d) um ecossistema;e) uma comunidade biótica.

Predadores Parasitas

Alimentoe água

Temperatura e umidade

Condições de reprodução

Outros animais da mesma espécie

BIOLOGIA - Energia no ecossistemaIMPRIMIR

VoltarGABARITO Avançar

21. UERJ

Ibama recebe alerta sobre o risco de um desastre ecológico em áreas de queimada

“Empregados da fazenda Felicidade, em Mato Grosso, observam gado morto pelo in- cêndio que destrói pastagem e matas no estado e não pára de avançar.” O Globo, 30/08/98.

Na descrição acima, podemos encontrar um consumidor primário da cadeia alimentar de pastagem. Esse consumidor tem como representante:

a)o gadoc) o capim b)a matad) o homem

2.UnB-DFSurpreendentemente, os cientistas têm uma melhor noção do número de estrelas na galáxia que do número de espécies de seres vivos que há na Terra. As estimativas da quantidade de espécies que existem no mundo variam entre 2 a 100 milhões. Dessas, apenas aproximadamente 1,5 milhão já foi catalogado pela ciência. A respeito da biodiversidade, julgue os itens a seguir, usando C (certo) ou E (errado).

()À medida que certos ambientes, tais como o solo, as copas das grandes árvores de florestas tropicais e o fundo do mar, venham a ser mais estudado, muitas novas espécies serão descobertas.

()A biodiversidade da fauna brasileira é uma das maiores do mundo, mas está sendo diminu

A análise da concentração de creosol, em alguns organismos relacionados com a lagoa, apresentou os resultados mostrados na tabela ao lado:

Baseando-se nos índices de creosol, é possível esquematizar, com os organismos analisados, a seguinte teia alimentar:

d) e)

BIOLOGIA - Energia no ecossistemaIMPRIMIR

VoltarGABARITO Avançar

56. UERN

“(...) ao que tudo indica, as zebras são brancas. O preto vem por cima. E não é atoa. As listras distinguem cada animal e de noite confundem os predadores misturando-se com as faixas de luz e sombra das savanas africanas.”

Superinteressante, p. 14.

A importância do padrão listrado das zebras está, assim, associado: a)ao reconhecimento de parceiros na busca de alimento; b)ao aumento da competição intraespecífica para a atividade reprodutiva; c)à alta taxa de crescimento populacional por impedir a impedir a seleção natural; d)à adaptação das populações em função dos hábitats noturnos na savana. e)à redução da variabilidade evitando a hibridação.

57.UESC-BAPor meses uma jovem americana vem utilizando o topo de uma milenar sequóia da Califórnia, como casa. Essa majestosa árvore está ameaçada de ser derrubada, por determinação de uma madeireira, proprietária da região, que sonha convertê-la em cem mil dólares de tábuas.

Remanescente de uma soberba floresta de sequóias, essa gimnosperma é um irrecuperável patrimônio da Biosfera que deve ser preservado.

O protesto dessa cidadã, que tem sido compartilhado por pessoas de todas as partes do mundo, entre outras razões, justifica-se porque:

a)as sequóias são raros exemplares arbóreos das gimnospermas, que são representadas, principalmente, por pequenos arbustos e ervas; b)as populações de insetos que polinizam esses vegetais serão prejudicadas com a destruição de suas fontes de pólen; c)as espécies de aves e mamíferos que se nutrem de seus frutos carnosos ficarão privadas de seus alimentos; d)a derrubada da sequóia, como de outras da região, envolve a perda de uma diversidade de nichos ecológicos proporcionados por uma árvore; e)desaparecem com as sequóias os primeiros exemplares de plantas vasculares que surgiram na evolução vegetal.

58.UERNUma característica inerente às teias alimentares é: a)o aumento da energia na passagem de um nível trófico para outro; b)a transferência cíclica de energia ao longo das cadeias alimentares; c)um mesmo organismo pode ocupar mais de um nível trófico; d)quanto mais elevado o nível trófico, maior o número de organismos que os ocupam; e)o ciclo da matéria é desvinculado da ação de decompositores.

59.UFSEAs duas cadeias alimentares abaixo fazem parte de um ecossistema.

Classifica-se corretamente os organismos dos Grupos I e I ao denominá-los, respectivamente, a)herbívoros e carnívoros; b)herbívoros e decompositores; c)decompositores e predadores; d)parasitas e predadores; e)predadores e decompositores.

Restos deplantas fungos bactérias GRUPO 1 vermes protozoários GRUPO I

BIOLOGIA - Energia no ecossistemaIMPRIMIR Voltar Avançar

1.08 + 16 + 64 = 8 2. a 3. d 4. e 5.1 + 2 + 4 + 8 + 16 = 31 6. b 7.F – V – V – F – V – F 8. c 9. c 10.A decomposição de excrementos gera nutrientes minerais que, em conjunto com a temperatura adequada e fornecimento de luz, promovem o crescimento e a reprodução de algas. O sucesso da estratégia adotada baseou-se na cadeia alimentar. As algas servem de alimento para o zooplâncton, que, em conseqüência, têm produção aumentada. Os alevinos, por sua vez, se alimentam tanto de algas como de zooplâncton, o que justifica o aumento da sua produção a baixos custos. 1.2 + 4 + 16 = 2 12. d 13. d 14. d 15. b 16. a 17. C – C – C – C 18. d 19. a 20. d 21. a 2. C –C – C – E 23.a)Produtividade primária refere-se à quantidade total de matéria orgânica fixada pelos produtores durante a fotossíntese. A atividade fotossintética libera O2 como subproduto. Assim, através do volume do oxigênio produzido, tem-se uma avaliação da produtividade primária.

b)Como não ocorre fotossíntese nas garrafas escuras, a concentração de O2 nelas diminuirá, em relação a uma quantidade inicial, como resultado da respira- ção celular dos microorganismos contidos na água. Nas garrafas transparentes, ocorre fotossíntese. Assim, assumindo que a respiração ocorre com a mesma taxa nas garrafas transparentes, qualquer aumen- to na concentração de O2 contido nessas garrafas resulta da fotossíntese, produzindo mais oxigênio que o consumido na respiração.

Portanto, nas garrafas transparentes, o oxigênio aumenta, e nas garrafas escu- ras diminui. A adição do total de O2 que diminui no frasco escuro à quantidade de O2 que aumenta no frasco claro cancela a respiração no frasco claro e dá a quantidade de O2 produzido pela fotossíntese. c)Os principais organismos aquáticos, responsáveis pela produtividade primá- ria, são as algas microscópicas, ou fitoplâncton.

BIOLOGIA - Energia no ecossistemaIMPRIMIR Voltar Avançar

24. b 25. c 26. c 27. a 28.C – C – C – E 29. b 30. c 31. b 32. c 3. d 34. d 35.a)Utiliza-se a massa seca porque se analisa a quantidade de matéria orgânica envolvida em cada nível trófico. b)A matéria seca diminui porque parte dela é “queimada” e transformada em energia, em cada nível trófico, progressivamente. c)Nesse ecossistema temos: • musgos – produtores;

• gafanhotos – consumidores primários;

• sapos – consumidores secundários;

• cobras – consumidores terciários. 36. a 37. b 38. d 39. c 40. b 41. d 42. c 43. a 4. c 45. b 46. e 47. e 48.A Amazônia não é o “Pulmão do Mundo” porque a maior parte do oxigênio que ela produz na fotossíntese é consumido por ela na respiração das plantas, animais e outros organismos aeróbicos (Comunidade Clímax), não se justificando ser chamada “Pulmão do Mundo”. 49. d 50. b 51. e 52. d 53. a 54. e 5. a 56. d 57. d 58. c 59. c

BIOLOGIA - Ciclos biogoequímicosIMPRIMIR

VoltarGABARITO Avançar

1.UFMS Durante este ano, foi divulgado, através da mídia, um estudo das Nações Unidas de autoria do geólogo Igor Shiklomanov, que prevê para o ano 2025 do século XXI escassez e até ausência de água potável para a população mundial. A notícia causou grande reação e provocou vários debates, encontros, simpósios e outros, realizados tanto pela comunidade científica, como pelas ONG’S (Organizações não Governamentais), em que o assunto foi amplamente discutido. Apesar da previsão ser catastrófica, o colapso de água no mundo parece certo e a busca de soluções começa a ser pesquisada. O hidrogeólogo Aldo Rebouças, da Universidade de São Paulo (USP), afirma na revista Super Interessante de julho/2000 – página 48, que “a humanidade sempre tratou a água como um recurso inesgotável; estamos descobrindo, da pior forma possível, que não é bem assim”. Levando-se em conta as previsões contidas no texto e aos recursos hidrológicos do mundo, é correto afirmar que:

01.existem métodos que podem ser utilizados na despoluição da água e assim torná-la utilizável, como o “sistema wetlands”, criado pelo pesquisador brasileiro Enéas Salati, em que se utilizam, como filtro, terra e raízes de plantas aquáticas;

02.o total de água doce disponível no planeta fica ainda menor, pois aparece também nos lençóis subterrâneos e sob a forma de gelo nos pól

(Parte 1 de 3)

Comentários