Soluções ambientais 2

Soluções ambientais 2

Deflor | Bioengenharia

Page 1 of 2

Soluções Ambientais > Contenções

Diversos fatores são responsáveis pela instabilidade de encostas e taludes. Uma das razões é que, atualmente, o espaço limitado para a execução de obras determina cortes muito inclinados em taludes. Em outros casos, a retirada da vegetação, chuvas torrenciais e águas subsuperficiais podem criar instabilidade em taludes anteriormente imobilizados. Essas condições geralmente criam degradações na superfície do talude ou até instabilidade profunda. Existem várias alternativas para estabilizar esses taludes, dependendo do material afetado e das conseqüências desta instabilidade. Deve haver uma distinção entre o processo superficial e a instabilidade geral para determinar a medida mitigadora eficiente. Instabilidade superficial envolve carreamento de sedimentos devido à gravidade, podendo ser solo, lama e fragmentos ou rochas. A instabilidade geral de taludes envolve movimentação de massa que se separou de alguma zona de fraqueza.
.

1. Talude com instabilidade geral com escorregamentos e movimentação de massa, apresentando erosões generalizadas. 2. Mesmo talude, já recuperado e protegido com a técnica de solo grampeado verde e biomantas antierosivas. 3. Mesmo local, três meses após a recuperação e proteção do talude, já totalmente revegetado e isento de focos erosivos.

.

1. Talude apresentando instabilidade geotécnica, com erosões generalizadas, escorregamentos e carreando grande volume de sedimentos. 2. A técnica utilizada para a contenção foi o solo grampeado verde, com uso de biomanta antierosiva de fibra de coco bidimensional (Tela Fibrax® 400BF). 3. Mesmo local após a execução da técnica, mostrando a eficiência e melhoria do visual, além dos aspectos ambientais, como infiltração da água, atenuação da radiação e redução da temperatura.

http://www.deflor.com.br/portugues/solucoes_contencoes.html

20/11/2009

Deflor | Bioengenharia

Page 2 of 2

.

1. Talude onde houve a ruptura, deslizamento e será recuperado e protegido com a técnica do solo grampeado. 2. Após a aplicação dos chumbadores no talude, a erosão está sendo recuperada e preenchida com uso de rip-rap de retentores de sedimentos tipo Bermalonga® D20. 3. Após a recuperação da erosão, é aplicada a Tela Fibrax® 400BF, e a malha metálica de alta resistência, ancorando-a nos chumbadores com uma placa metálica.

http://www.deflor.com.br/portugues/solucoes_contencoes.html

20/11/2009

Comentários