Apostila de Ingles

Apostila de Ingles

Matérias > Inglês > Verbos

1_10

Página 1 Matérias > Inglês > Verbos Verbos Verbo é a palavra que denota uma ação ou um estado. A morfologia do verbo, em Inglês, é mais rica do que a morfologia do substantivo (considerando que não existe frase sem verbo), pois ele (o verbo), diz o que o sujeito está fazendo ou o que está sendo feito para o sujeito, mesmo se este sujeito não estiver fazendo nada. Sendo assim, podemos dizer que há quatro declinações que podem ser utilizadas com os verbos em Inglês: 1 – s : indica terceira pessoa do singular do presente: Robert plays cards every day. 2 – ed : indica o passado do verbo: He played cards yesterday. 3 – en: indica o particípio passado : She has eaten two apples already. 4 – ing: indica o particípio presente: I am learning English. Categorias do verbo Os verbos são categorizados em cinco tipos (de acordo com o que os precede): 1. verbos intransitivos: aqueles que não possuem objeto: I smoke. 2. Verbos transitivos: aqueles que precisam de um objeto: I eat bread. 3.Verbos bitransitivos: aqueles que possuem dois objetos (direto e indireto): She asked me for a pen. 4. Verbos de ligação: o que precede o verbo está relacionado ao sujeito: We are students. 5. Verbos transitivos complexos: o que precede o objeto relaciona-se com o próprio objeto: I considered the plan a waste of time.

Página 2 Matérias > Inglês > Verbos

file:///C|/Alan/10emtudo/Ingles/html_ingles_total.htm (1 of 34) [15/10/2001 16:15:13]

Matérias > Inglês > Verbos

Tempos e Aspectos verbais Aspecto simples: O aspecto simples se refere aos eventos completos, inteiros, que não possuem desenvolvimento ou mudança no decorrer de sua ação (ao contrário do progressivo, o qual se relaciona à eventos incompletos e imperfeitos, passíveis de mudanças no decorrer de sua ação). O aspecto simples engloba os seguintes tempos verbais: Presente simples Usamos o presente simples quando falamos de situações cotidianas, permanentes; ou sobre eventos que ocorrem regularmente, todos os dias: I read the newspaper every morning. It is a wonderful day. I love flowers. Outras situações em que usamos o presente simples: 1. Verdades universais: Water boils at 100 degrees centigrade. Brazilians love feijoada. 2. Quando usamos o verbo “be” (e outros verbos) para indicarmos estado: There is a lake near my house. I know Ms. Keinne. 3. Para expressarmos futuro: I have a party next week. 4. Para indicarmos ações presentes (isto geralmente se aplica para explicações de procedimentos): Now I add three spoons of butter to the mixture... 5. Para nos referirmos à fatos citados em obras literárias: “ So she looks at him and goes away.” *Não se esqueça que, ao conjugarmos o verbo na 3º pessoa, precisamos acrescentar o –s ou o –es, dependendo da estrutura do verbo: * I study. - He/She/It studies. They/We/You work. - She works.

*Ao fazermos perguntas ou frases negativas, devemos usar o do/does:

file:///C|/Alan/10emtudo/Ingles/html_ingles_total.htm (2 of 34) [15/10/2001 16:15:13]

Matérias > Inglês > Verbos

Do I/You/We/They study? - pergunta Does He/She/It study? I/You/We/They don´t study. - negação He/She/It doesn´t study.

Página 3 Matérias > Inglês > Verbos Passado simples O passado simples, assim como o presente simples, expressa ações completas, as quais, provavelmente, não sofrerão mudanças em seu desenvolvimento. A diferença é que o passado simples dá uma idéia de ação remota, distante, afastada do “agora”. No caso dos verbos regulares, o passado simples terá sua terminação em -ed. I studied English last year. I worked at that Company last year. I stopped smoking. Já no caso dos verbos irregulares, a terminação do passado simples não é em –ed. I wrote a letter to my friend last week. I went to the cinema with my boyfriend yesterday. I saw John a few days ago. Em perguntas e em sentenças negativas, usamos did/didn´t + infinitivo do verbo (read/write etc.): I read. She wrote. We saw. Did you read? Did she write? Did we see? I didn´t read. She didn´t write. We didn´t see.

Atenção ao usar o “do” como verbo principal: What did you do yesterday? O passado do verbo “be” será was/were: I/He/She/It was/wasn´t

file:///C|/Alan/10emtudo/Ingles/html_ingles_total.htm (3 of 34) [15/10/2001 16:15:13]

Matérias > Inglês > Verbos

We/You/They

were/ weren´t

E na pergunta será: Was/wasn´t Were/weren´t I/He/She/It? We/You/They?

Como podemos perceber, não usamos o “did” em perguntas e negações feitas com o “was/were”: “I was in a hurry because they were late.” “Was she fine when you were at her house?”

Página 4 Matérias > Inglês > Verbos Presente progressivo Nós usamos o presente progressivo quando queremos dizer que estamos realizando uma ação que ainda não está terminada: Eu já comecei a ação no passado, mas eu ainda não a acabei. Geralmente, a ação está acontecendo no momento da fala: I´m doing my homework now. “Where´s your mother?” “She´s washing the car.” Are they dancing at the party? No entanto, a ação pode não estar acontecendo exclusivamente no momento da fala: “I´m working on a project at the moment.” O falante não está trabalhando no momento da fala, mas ele já começou a trabalhar no projeto em algum lugar do passado e ainda não o concluiu. Também usamos o presente progressivo ao falarmos sobre coisas que andam acontecendo (hoje/ esta semana/ esta manhã, etc): “ She is writing a letter to her friend today.” “ Are you working this week?” “ The level of the ocean is rising very fast.” (Note que no presente progressivo a ação ainda não está terminada, pois ele serve, também, para expressar situações temporárias.)
file:///C|/Alan/10emtudo/Ingles/html_ingles_total.htm (4 of 34) [15/10/2001 16:15:13]

Matérias > Inglês > Verbos

Página 5 Matérias > Inglês > Verbos Passado progressivo O passado progressivo é indicado para expressar que alguém estava fazendo alguma coisa em um determinado momento. A ação já havia começado, mas ainda não havia sido terminada: “What were you doing yesterday night?” “I was walking on the street when a dog barked at me.” Note que no 2º exemplo, usamos o passado progressivo e o passado simples na mesma frase (was walking/barked): esta estrutura indica que algo aconteceu enquanto a ação estava ocorrendo. Também podemos usar este tipo de construção quando queremos enfatizar que uma ação ocorreu imediatamente após a outra: “ I was driving my car on the road when I saw Mary.” Agora, compare: “ When Ed came into the cinema, I was watching the film.” · Eu já estava assistindo ao filme quando Ed entrou no cinema.

“ When Ed came into the cinema, the film started.” · O filme começou depois que Ed entrou no cinema.

No entanto, há alguns verbos que nunca são usados na forma progressiva; ou seja, mesmo que a idéia seja de continuidade, o verbo deve ser usado no seu aspecto simples: Remember believe seem understand consist want hate realise contain Assim: prefer need love know mean depend like belong suppose

“There are too many people at this party: I don´t like it!” e não “I´m not liking it”.

Página 6

file:///C|/Alan/10emtudo/Ingles/html_ingles_total.htm (5 of 34) [15/10/2001 16:15:13]

Matérias > Inglês > Verbos

Matérias > Inglês > Verbos Presente perfeito O presente perfeito é formado com have/has + particípio passado do verbo principal. Este tempo verbal descreve uma ação que aconteceu num tempo indefinido, desconhecido do passado: I/You/We/They have worked. She/He/It has worked.

I have read that book. (não há um tempo mencionado) They have gone to New York. Note que, ao usarmos o presente perfeito, a ação tem sempre uma ligação com o “agora”, muito embora ela tenha acontecido no passado: We met her, but we´ve forgotten her name. (nós esquecemos do nome dela agora, embora a tenhamos conhecido no passado). Também usamos o presente perfeito para dar uma informação nova ou recente: Oh! I´ve broken my glasses! He´s at the hospital. He has had a car crash. Ao usarmos just, already e yet, usamos o presente perfeito: Just: a ação ocorreu há pouco tempo atrás: I´ve just seen Mary in the store. Already: a ação ocorreu antes do que esperávamos: He has already eaten all the food of the house! Yet: significa “até agora”, e é usado apenas em frases negativas e interrogativas: I´ve seen him but I haven´t talked to him yet. Quando citamos uma ação que começou no passado, mas continua até o tempo presente, nós usamos o presente perfeito: Have you ever been to the U.S.A.? (na sua vida)

Também usamos o presente perfeito com advérbios de tempo, tais como today/this evening, etc, desde que estes períodos não estejam completos, terminados no momento da fala: I´ve eaten some bread this morning. Nunca use o presente perfeito para falar sobre ações que já terminaram no passado, ou para citar datas ou acontecimentos ocorridos num tempo determinado. Para isso, use o Presente Simples:

file:///C|/Alan/10emtudo/Ingles/html_ingles_total.htm (6 of 34) [15/10/2001 16:15:13]

Matérias > Inglês > Verbos

I went to his house yesterday. I was born in 1981.

Página 7 Matérias > Inglês > Verbos Presente perfeito progressivo Nós usamos o presente perfeito progressivo para uma atividade que tenha terminado recentemente, ou apenas terminado. Há uma ligação com o presente: I´m very tired. I´ve been working all day long. I´ve been talking to my mother about John, my brother. Esta é a estrutura do presente perfeito progressivo: I/We/They/You have He/She/It has Outro exemplo: I´ve been reading for three hours. I´m reading now. I began reading three hours ago and I´m still reading. How long have I been reading? I´ve been reading for three hours. I´ve been reading since two o´clock, and now it´s five o´clock. Nós também usamos o presente perfeito progressivo desta forma (acima), principalmente com how long, for... since... Ou com ações repetitivas: I´ve been going to my farm since I was a little girl. (a ação se repete durante anos). been working/dancing/watching

Página 8 Matérias > Inglês > Verbos

file:///C|/Alan/10emtudo/Ingles/html_ingles_total.htm (7 of 34) [15/10/2001 16:15:13]

Matérias > Inglês > Verbos

Passado perfeito A estrutura do passado perfeito é had + particípio passado do verbo (gone/read,etc). Usamos este tempo verbal para indicar algo que aconteceu antes de uma outra ação no passado: I went home. (ação no passado) When I arrived at home, Paul had already arrived. (Paul chegou em casa antes que eu chegasse em casa). Had done (passado perfeito) é o passado de have done (presente perfeito): Presente perfeito How is he? I haven´t seen him time. Passado perfeito How was him? I hadn´t seen him for a long

Compare agora o passado perfeito (I had done) e o passado simples (I did): “Was she hungry when you arrived?” “No, she had already eaten a fruit.”

Página 9 Matérias > Inglês > Verbos

Passado perfeito progressivo (I Had Been Doing) A estrutura do passado perfeito progressivo é : I/We/You/They had been working/reading,etc He/She/It has been working/reading,etc. Usamos o passado perfeito progressivo para indicar que algo estava acontecendo no passado antes de uma outra ação, também no passado: I´d (had) been playing cards for almost two hours when my boyfriend called me. I stopped drinking one year ago. I´d been drinking for twenty years. Had been –ing (passado perfeito progressivo) é o passado de have been progressivo). -ing (presente perfeito

file:///C|/Alan/10emtudo/Ingles/html_ingles_total.htm (8 of 34) [15/10/2001 16:15:13]

Matérias > Inglês > Verbos

Página 10 Matérias > Inglês > Verbos Futuro Há duas formas de se indicar o futuro em Inglês: · · Will: Usamos o “will” quando decidimos fazer algo no futuro no momento em que estamos falando (não havíamos decidido a ação antes), ou seja, a ação é uma nova idéia: I think I´ll give a party... What do you think? (a festa é uma idéia nova, que surgiu no momento da fala). Going to: Usamos o “(be) going to” (I´m going to, he´s going to...), quando nós já havíamos decidido fazer alguma coisa. I´ve decided to give a party. I´m going to invite all my friends. (eu já havia decidido dar uma festa antes de convidar todos os meus amigos). No entanto, em algumas ocasiões, podemos usar tanto o “will” quanto o “going to”: I think the weather is going to be terrible tomorrow. Ou I think the weather will be terrible tomorrow. Apesar de existir certas regras para seu emprego: It´s going to rain. I will arrive at 6 o´clock. I´m going to get a cold. (aquilo que “soar” melhor) Will Going to

2_4

file:///C|/Alan/10emtudo/Ingles/html_ingles_total.htm (9 of 34) [15/10/2001 16:15:13]

Matérias > Inglês > Verbos

Página 1 Matérias > Inglês > Verbos Modais Verbos Modais Can, could and (be) able to: Usamos o “can” para dizer que algo é possível de ser feito, ou para dizer que alguém pode fazer alguma coisa. A estrutura de seu uso é can + infinitivo (can work/can see etc): I can see your father over there. Can you speak English? I can send you the documents by e-mail if you like. A forma negativa de can é can´t. I can´t come to the game tomorrow because I´ll be working. Também podemos usar o “(be) able to” para indicar as mesmas situações indicadas acima; no entanto, “can” é a forma mais usada: Are you able to speak English? No entanto, “can” só pode ser usado no presente (can) ou no passado (could); assim, se quisermos indicar algum outro tempo verbal, teremos que usar “(be) able to”: I can´t eat. Mas... I haven´t been able to eat because I´ve got a stomach ache.

Could, como foi dito, é o passado de can. Nós o usamos principalmente com: See hear smell taste feel remember understand I could smell your food from two hundred miles! He was shouting, but I could understand what he said. Também usamos o could para dizer que alguém é capaz ou tem a possibilidade de fazer algo: They could speak English and German at the same time! I was alone in Paris. I could do what I wanted! A forma negativa de could é couldn´t: I couldn´t read the magazine this morning because I was late.

file:///C|/Alan/10emtudo/Ingles/html_ingles_total.htm (10 of 34) [15/10/2001 16:15:13]

Matérias > Inglês > Verbos

Além destas situações, “could” também pode expressar ações possíveis de serem realizadas, tanto no momento presente quanto no futuro (especialmente para se fazer uma sugestão): We could go to the movies tonight. What do you think? There´s somebody knocking at the door. It could be Mary. Agora compare could (do) e could have (done): I´m so hungry. I could eat a whole cow! I was so hungry. I could have eaten a whole cow! Geralmente, usamos o could have (done) para ações possíveis de serem realizadas, mas as quais, por algum motivo, não foram realizadas: Why did you go to the party alone? I could have gone with you, if you had called me up. Could have done = would have been able to

Página 2 Matérias > Inglês > Verbos Modais Must e can´t Usamos “must” para indicar que realmente acreditamos naquilo que dizemos: You have spent all day long working. You must be very tired. She has been travelling around the world for years. She must know lots of different cultures. E usamos “can´t” para indicar que acreditamos que determinada coisa não é totalmente verdadeira: You have slept all day long! You can´t be tired now. Preste atenção em suas respectivas estruturas: I/You/He,etc must can´t be (tired/hungry,etc) be (doing/visiting,etc) do/go/visit,etc

file:///C|/Alan/10emtudo/Ingles/html_ingles_total.htm (11 of 34) [15/10/2001 16:15:13]

Matérias > Inglês > Verbos

Página 3 Matérias > Inglês > Verbos Modais May e might Usamos may ou might para dizer se algo é uma possibilidade ou não. Geralmente, ambas as formas são aceitas: It may be false. Ou It might be false. (talvez seja falso) As formas negativas são might not (mightn´t) e may not. Para indicarmos passado, usamos may have (done) ou might have (done): He may have left his bag at the airport. I might have slept during the film. Também usamos may e might para falar sobre ações possíveis de serem realizadas no futuro: I may go to Japan on my vacations. Ou, ainda, podemos aplicar o may/might + be –ing: Don´t wait for me at 8:30! I might be working at this time. (I´ll be working at this time). Usamos a expressão “might as well to do something” quando queremos indicar que não há nenhum motivo para deixarmos de fazer aquilo, ou que aquilo é a melhor coisa para se fazer no momento: Should we wait for our father? We might as well. I need to talk to him about my birthday party.

Página 4 Matérias > Inglês > Verbos Modais

file:///C|/Alan/10emtudo/Ingles/html_ingles_total.htm (12 of 34) [15/10/2001 16:15:13]

Matérias > Inglês > Verbos

Must e have to Usamos o must ou o have to para indicarmos obrigação: I have to do my homework now. Ou I must do my homework now. O must deve ser usado para se falar sobre o presente ou o futuro, mas nunca sobre o passado; já o have to pode ser usado em todos os tempos verbais: I must talk to her today. Ou I must talk to her tomorrow. Mas: I had to talk to him yesterday. Ou Have you ever talked to him? Na forma negativa, mustn´t e don´t have to têm significados completamente diferentes: You mustn´t tell your boyfriend about our relationship! You don´t have to wait for my sister if you don´t want.

3_2

Página 1 Matérias > Inglês > Sentenças Condicionais Sentenças Condicionais Uma sentença condicional é uma sentença que consiste de: If (como cláusula dependente) + o complemento. As sentenças condicionais podem ser aplicadas de três formas: 1- Presente 2 - Passado 3 - Futuro Futuro: Uma sentença condicional futura é aquela em que possui a forma presente na cláusula dependente (if), e a forma futura em seu complemento: If Mary has a car next summer, she will drive to New York. (aqui, existe a possibilidade de que Mary tenha um carro no próximo verão; se ela tiver, ela irá para N.Y.) Presente: Numa sentença condicional presente, o passado simples do verbo é usado na cláusula dependente (if), e, em seu complemento, usamos would ou (should/could ou might): If John studied hard, he would pass the examination.
file:///C|/Alan/10emtudo/Ingles/html_ingles_total.htm (13 of 34) [15/10/2001 16:15:13]

Matérias > Inglês > Verbos

If Sam knew how to swim, he would go to the beach every day. No entanto, a regra citada acima não é válida para o verbo to be. Neste caso, usamos uma forma especial (subjuntivo) em todas as cláusulas dependentes: If I were You were He/She/It were We were You/They were

Página 2 Matérias > Inglês > Sentenças Condicionais Passado: Numa sentença condicional passada, usamos o passado perfeito do verbo na cláusula dependente (if), e, em seu complemento, usamos would have ou (should have/could have ou might have): If I had known Eric´s number, I would have called him. If Mary had had the time yesterday, she would have gone with us. Discursos direto e indireto Preste atenção nestas duas frases: Mary said: “I´m going to the beach on Friday.” Mary said that she was going to the beach on Friday. A primeira sentença é um exemplo de “Discurso Direto”, pois as palavras são exatamente as mesmas às do falante; ou seja, as palavras são realmente pertencentes ao falante. Já na Segunda sentença, temos um exemplo claro de “Discurso Indireto”, pois as palavras do falante não são transmitidas de maneira direta, mas sim indireta; ou seja, as palavras são “reportadas” ao ouvinte. Perceba que, ao mudarmos do discurso direto para o indireto, nós também mudamos os pronomes que se encontram na sentença para fazer com que o discurso indireto tenha um sentido real, verdadeiro ( veja como “I”, na 1ª sentença, foi modificado para “she” na 2ª sentença). No caso de frases interrogativas, a lei é a mesma: no entanto, quando uma pergunta direta é passada para a forma indireta, a pergunta original é modificada, uma vez que, ao reportarmos uma pergunta, esta perde seu tom interrogativo, e passa a ser uma simples afirmação:
file:///C|/Alan/10emtudo/Ingles/html_ingles_total.htm (14 of 34) [15/10/2001 16:15:13]

Matérias > Inglês > Verbos

John asked, “Where does she live?” (Direto) John asked where she lived. (Indireto) Note também que, se a pergunta direta não é introduzida por alguma palavra que indica interrogação (why/where/when/how much), a pergunta na forma indireta deve ser introduzida por whether (ou if): John asked, “Does she live near the beach?” John asked whether (ou if) she lived near the beach. Comandos: Ordens ou comandos são expressados, no discurso indireto, através do uso do infinitivo: He said to me: “Don´t come home late.” (Direto) He told me not to come home late. (Indireto)

4_1

Página 1 Matérias > Inglês > Usos do Gerúndio Usos do gerúndio Alguns verbos em Inglês são sempre precedidos de gerúndio, e nunca de infinitivos. Gerúndio é um substantivo derivado de um verbo, e termina em “ing”. Olhe estes exemplos: He enjoys dancing. (Ele gosta de dançar.) Do you mind closing the door? (Você se importa de fechar a porta?) He has stopped dating her. (Ele parou de namorar com ela.) Há outros verbos além de enjoy, mind e stop que também exigem gerúndio: Avoid consider appreciate finish deny admit risk dislike O gerúndio é usado depois de todas as preposições, exatamente como os substantivos: Mary is fond of dancing. (Mary é fã de dança.) He needs more practice in speaking French. (Ele precisa de mais prática para falar Francês.) The difficulty of doing an origami is clear to him. (A dificuldade de se fazer um origami é clara para ele.) O gerúndio também é usado depois de expressões especiais: to be worth e no use. That movie is worth seeing. (Vale a pena assistir àquele filme.)
file:///C|/Alan/10emtudo/Ingles/html_ingles_total.htm (15 of 34) [15/10/2001 16:15:13]

Matérias > Inglês > Verbos

There´s no use calling John at this late hour. (Não há necessidade de chamar John à este horário.) Apesar de alguns verbos em Inglês serem sempre precedidos de gerúndio, e outros sempre por infinitivo, há alguns verbos que aceitam ambas as formas. São eles: Start begin continue like neglect hate cease love prefer intend

He has ceased to study English. Ou He has ceased studying English. (Ele parou de estudar Inglês.)

5_1

Página 1 Matérias > Inglês > Infinitivo Infinitivo Os infinitivos, em Inglês, são usados numa grande variedade de formas; no entanto, as mais importantes são: 1. Para completar o significado de vários verbos, funcionando como objeto direto: He wants to see her. (Ele quer vê-la.) / We prefer to stay here.(Nós preferimos ficar aqui.) / We tried to talk to you.(Nós tentamos falar com você.) 2. Para completar o significado de vários adjetivos e advérbios: This book is easy to read.(Este é um livro fácil de se ler.) / It was impossible to open the window.(Era impossível abrir a janela.) / He is not old enough to drive. (Ele não tem idade suficiente para dirigir.) 3. Para expressar uma idéia de propósito, tanto sozinho quanto depois de “in order”: She went there to see her mother.(Ela foi lá para ver sua mãe.) / We came early in order to get good seats.(Nós viemos cedo para pegarmos bons lugares.) IT TAKES, IT TOOK, IT WILL TAKE... Em Inglês, nós usamos o verbo “to take” + it para expressar o período de tempo necessário para completar uma certa ação. Perceba que a construção infinitiva sempre precede “take”: It takes me two hours to wash the dishes.(Eu levo duas horas para lavar a louça.) It took us two months to do our homework. (Nós levamos dois meses para terminarmos nossos deveres de casa.)

file:///C|/Alan/10emtudo/Ingles/html_ingles_total.htm (16 of 34) [15/10/2001 16:15:13]

Matérias > Inglês > Verbos

It will take her several days to reach New York. (Ela demorará vários dias para chegar em Nova Iorque.)

6_1

Página 1 Matérias > Inglês > Imperativo Imperativo O imperativo é geralmente usado para expressar um pedido ou um comando. Ele é obtido da segunda pessoa do singular do presente do verbo principal. Neste caso, “you” fica subentendido, mas não é mencionado: (you) Come back later. (Volte mais tarde.) Wait here. (Aguarde aqui.) Negativo: Don´t come back later. (Não volte mais tarde.) Don´t wait here. (Não aguarde aqui.)

7_1

Página 1 Matérias > Inglês > A Voz Passiva

file:///C|/Alan/10emtudo/Ingles/html_ingles_total.htm (17 of 34) [15/10/2001 16:15:13]

Matérias > Inglês > Verbos

A voz passiva A voz passiva é formada pelo verbo “to be”, usado como auxiliar, mais o particípio passado do verbo principal. Veja: ATIVA John writes the letter. John wrote the letter. John will write the letter. John has written the letter. PASSIVA The letter is written by John. The letter was written by John. The letter will be written by John. The letter has been written by John.

Perceba que, na voz ativa, o sujeito da frase (John) faz a ação; já na voz passiva, o sujeito (the letter) sofre a ação. Nós também usamos a voz passiva quando o agente que realiza a ação não é conhecido ou não é importante: His wallet has been stolen.(não importa por quem a carteira dele foi roubada). Mais algumas regras de uso da voz passiva: Com os verbos auxiliares especiais can, may, must, should, a voz passiva é obtida através do uso do “be” mais o particípio passado do verbo principal: This work must be done today.(Este trabalho deve ser feito hoje.) / This room can be used as a classroom.(Esta sala pode ser usada como sala de aula.) No caso dos infinitivos, a voz passiva também é obtida através do uso de “be” mais o particípio passado do verbo principal: This letter has to be sent. (Esta carta deve ser enviada.) No caso dos verbos progressivos, a voz passiva é obtida através do uso de being mais o particípio passado do verbo principal: The food is beeing prepared now. (A comida está sendo preparada agora.) Forma negativa: The letter was not written by me. (A carta não foi escrita por mim.) The card will not be delivered before Monday. (O cartão não será enviado antes de Segunda.) Forma interrogativa: Was the letter written by me?(A carta foi escrita por mim?) Will the card be delivered before Monday?(O cartão será entregue antes de Segunda?)

8_1

Página 1
file:///C|/Alan/10emtudo/Ingles/html_ingles_total.htm (18 of 34) [15/10/2001 16:15:13]

Matérias > Inglês > Verbos

Matérias > Inglês > Question Tag Question tag Question tag é uma forma abreviada de pergunta que pode ser adicionada ao final de qualquer frase em Inglês. Deve-se acrescentar uma entonação específica à question tag no diálogo falado. Esta entonação pode significar uma simples pergunta ou uma confirmação de um fato já conhecido pelos falantes: He can speak English – can´t he? (Ele fala Inglês, não fala?) You are Brazilian – aren´t you? (Você é brasileiro, não é?) Perceba que, se a frase for afirmativa, a question tag será negativa. Neste caso, ela será formada a partir do verbo “to be” usado na frase mais o pronome pessoal que se refere ao sujeito da frase. Preste atenção: se não houver um verbo auxiliar na frase, nós devemos introduzir o auxiliar normal usado em frases interrogativas na question tag: He speaks English – doesn´t he? (Ele fala Inglês, não fala?) He wrote that book – didn´t he?(Ele escreveu aquele livro, não é?) Se uma question tag for adicionada à uma frase negativa, ela será, então, afirmativa: He doesn´t speak English – does he? (Ele não fala Inglês, fala?) He didn´t write that book – did he?(Ele não escreveu aquele livro, escreveu?)

9_3

Página 1 Matérias > Inglês > Preposições

file:///C|/Alan/10emtudo/Ingles/html_ingles_total.htm (19 of 34) [15/10/2001 16:15:13]

Matérias > Inglês > Verbos

Preposições O uso de preposições em Inglês não segue nenhuma regra específica para sua aplicação. Portanto, o único modo de entendê-las é fazendo exercícios e retomando, de tempos em tempos, onde elas melhor se encaixam. As principais preposições em inglês são: At : em, no, para, na (s), em direção a On: sobre, no (a), nos (as), de, a partir de From: de (origem), parte de, desde, a partir de In: dentro de, em, no (a), nos (as) Between: entre (2 elementos) Behind: atrás, na parte de trás Under: abaixo, debaixo de By: perto de, ao lado, por, pelo (a), pelos (as) Of: de, do (a), dos (as), sobre, com relação a To: para, em direção a, ao, à, às, aos With: com, em companhia de, por, a, em Beside: ao lado de Over: acima de, sobre Out/off: fora, para for a

Página 2 Matérias > Inglês > Preposições

file:///C|/Alan/10emtudo/Ingles/html_ingles_total.htm (20 of 34) [15/10/2001 16:15:13]

Matérias > Inglês > Verbos

Preposições que precedem certas palavras: Accuse of Afraid of Agree with Agree about Agree on Agree on Agree to Angry with Angry about Anxious about Anxious for Anxious + infinitive Apologise to somebody for something Arrive at ou in Bad at Believe Belong in/on Belong to Blue with cold, red with anger Clever at Congratulate/congratulations on Crash into

Página 3 Matérias > Inglês > Preposições

file:///C|/Alan/10emtudo/Ingles/html_ingles_total.htm (21 of 34) [15/10/2001 16:15:13]

Matérias > Inglês > Verbos

Expressões sem preposições: 1. Discuss, enter, marry, lack, resemble e approach 2. Next, last 3. Dias da semana 4. A quando é correspondente a ‘each’ 5. What time...? 6. About 7. Duração 8. Expressões de medida depois de ‘be’ 9. (in) this way... 10. Home 11. Place 12. Estruturas no infinitivo

10_1

Página 1 Matérias > Inglês > Números Números 1. frações e decimais: 1/8 = one eighth 3/7 = three sevenths

2. número de telefone: 307 4922 = three oh seven, four nine double two ou two two (oh é aceito apenas na hora de se soletrar o número em voz alta, pois, na verdade, ele corresponde à zero) 3. números cardinais e ordinais usados para livros, capítulos, reis e rainhas: the fourth book = Book Four/ the third act = Act Three (geralmente, depois de um substantivo, nós usamos um número cardinal ao invés de um ordinal – no entanto, usa- se o número ordinal para designar reis e rainhas: Henry VIII = Henry the Eighth Elizabeth II = Elizabeth the Second (não Elizabeth Second) Os principais números ordinais são: 1º first (1st)

file:///C|/Alan/10emtudo/Ingles/html_ingles_total.htm (22 of 34) [15/10/2001 16:15:13]

Matérias > Inglês > Verbos

2º second (2nd) 3º third (3rd) 4º fourth (4th) 5º fifth (5th) 6º sixth (6th) ... (os demais números seguirão a mesma regra à partir do terceiro número: th no final) 4. séculos: século 18 = the eighth (18th) century

11_3

Página 1 Matérias > Inglês > Adjetivos Adjetivos Os adjetivos podem terminar em –ing ou em –ed. Por exemplo: boring e bored. Veja a diferença: Sally has been doing her homework for hours. She doesn´t enjoy it anymore and would like to go out with her friends. Então: Sally´s homework is boring. (A lição de Sally é chata.) Sally is bored. (with her homework) (Sally está entediada.) Sally is bored because her homework is boring. (Sally está entediada porque seu dever de casa é chato.) Veja outros exemplos: Interesting/interested: I think Economics is a very interesting subject. I´m very interested in Economics. Surprising/surprised: It was quite surprising that she came to Brazil. Everybody was surprised that she came to Brazil. Disappointing/disappointed: The book is disappointing.

file:///C|/Alan/10emtudo/Ingles/html_ingles_total.htm (23 of 34) [15/10/2001 16:15:13]

Matérias > Inglês > Verbos

I was disappointed with the book. Posição dos adjetivos: Ao usarmos dois ou mais adjetivos na mesma frase, precisamos prestar atenção em algumas regras. Por exemplo: Em Inglês, existem os adjetivos fatuais e os adjetivos de opinião: She lives in a nice new apartment. Adjetivos como new/large/round/wooden são adjetivos fatuais, pois nos dão informações sobre o material do substantivo, tais como idade, cor, tamanho, etc. Adjetivos como nice/beautiful são adjetivos de opinião, pois nos dizem o que alguém acha de alguma coisa. Os adjetivos de opinião geralmente vão antes dos adjetivos fatuais: Opinião Nice Interesting Delicious Beautiful fatuais long young hot large/round/wooden vacation boy cake chair

Quando usamos mais de dois adjetivos fatuais, a ordem geralmente é esta: How big? How old? What colour? Where from? What is it made of? A tall big woman small green eyes big red leather purse etc

Página 2 Matérias > Inglês > Adjetivos

file:///C|/Alan/10emtudo/Ingles/html_ingles_total.htm (24 of 34) [15/10/2001 16:15:13]

Matérias > Inglês > Verbos

Adjetivos e advérbios Muitos advérbios são formados a partir de adjetivos + -ly: Adjetivo: quick serious careful quiet heavy bad Advérbio: quickly seriously carefully quietly heavily badly Mas nem todas as palavras terminadas em –ly são advérbios! Elas podem ser adjetivos, tais como: friendly, lively, elderly, lonely, silly, lovely Comparação : Há duas formas de uso dos comparativos em Inglês: 1. Adiciona-se –er ao final do adjetivo, desde que ele seja curto, ou seja, desde que ele possua no máximo 2 sílabas: Cheap - cheaper (mais barato) Large - larger (maior) Fast - faster (mais rápido) Pretty – prettier (mais belo) Easy - easier (mais fácil) 2. Adiciona-se o “more” depois do adjetivo longo, ou seja, aquele com mais de 2 sílabas:

More modern (mais moderno) More expensive (mais caro) More comfortable (mais confortável) Sempre após o comparativo, deve-se usar o “than”. No entanto, há adjetivos e advérbios que possuem formas comparativas irregulares, tais como: Good/well – better: I play cards better than you. Bad/badly – worse: You play cards worse than me. Há também a forma as...as/ than: She isn´t as young as she looks! Ou She is older than she looks.

file:///C|/Alan/10emtudo/Ingles/html_ingles_total.htm (25 of 34) [15/10/2001 16:15:13]

Matérias > Inglês > Verbos

Página 3 Matérias > Inglês > Adjetivos Superlativo A forma superlativa é indicada por –est (adicionado ao final de adjetivos curtos) e “most”, adicionado ao final de adjetivos longos: Long – longest hot – hottest easy – easiest hard – hardest mas: Most famous most boring most difficult most expensive Entre os superlativos, também há as formas irregulares: Good – best Bad – worst Far – furthest Geralmente, usamos o “the” antes do superlativo: the longest/ the most boring, etc. Veja: This car is the best one I´ve ever seen! ( superlativo) This car is better than the other one. (comparativo)

12_2

Página 1 Matérias > Inglês > Pronomes

file:///C|/Alan/10emtudo/Ingles/html_ingles_total.htm (26 of 34) [15/10/2001 16:15:13]

Matérias > Inglês > Verbos

Pronomes Possessivos: Nós dizemos: “a friend of mine/yours/his/hers/ours/theirs”: A friend of mine is going to give a party tomorrow. A neighbour of hers is going to have dinner with us on Monday. Nós usamos my/your/his/her/its/our/they antes de own: My own appartment his own car our own place (meu próprio apartamento/o carro dele/ nosso próprio lugar) ‘On my own’ = by myself, ou seja, sozinho, comigo mesmo: on my/your/his/her/its/our/their own = by myself/yourself/himself/herself/itself/ourselves/yourselves/themselves I like driving on my own/by myself. Reflexivos: Os pronomes reflexivos são: Singular: myself yourself himself/herself/itself Plural: ourselves yourselves themselves She enjoyed herself very much yesterday. I cut myself this afternoon. ‘Who helped you to do this?’ ‘Nobody! I did it myself!’

Página 2 Matérias > Inglês > Pronomes

file:///C|/Alan/10emtudo/Ingles/html_ingles_total.htm (27 of 34) [15/10/2001 16:15:13]

Matérias > Inglês > Verbos

There... e it... Nós usamos ‘there...’ para dizer que algo existe: There´s a party tomorrow. There was a river behind those trees when I was a kid. There has been lots of strikes since 1981. Mas ‘there’ também pode significar ‘em/para/em algum lugar’: Tom´s house is very nice. I went there yesterday. Nós usamos “it” para indicar algo ou algum lugar em particular: I went to the new store yesterday. It´s a very nice place.(o restaurante) Ou em situações como esta: It´s dangerous to play with fire. (it = to play with fire) It´s a long way from my house to yours. (distância) It was sunny. (tempo) Some e any Geralmente, nós usamos “some” (ou somebody, someone, something) em frases afirmativas, e “any” (ou anybody, anything, anyone) em frases negativas: Some I bought some candies. There´s somebody/someone there. I´m thirsty. I want something to drink. Nós também usamos any: Depois de “if”: If there´s something wrong, tell me! Com a idéia de “não importa...”: Come any time you want!(‘Venha à qualquer hora! Eu não me importo!’) *someone/somebody/anyone/anybody são palavras singulares: There is someone here! No/nothing/nobody são palavras negativas, mas devem ser usadas em frases afirmativas: I have nothing. I´m nobody. Ou Ou I don´t have anything. I´m not anybody. Any I didn´t buy any candy. There isn´t anybody there. I´m not thirsty. I don´t want anything to drink.

file:///C|/Alan/10emtudo/Ingles/html_ingles_total.htm (28 of 34) [15/10/2001 16:15:13]

Matérias > Inglês > Verbos

13_1

Página 1 Matérias > Inglês > Artigos Artigos Veja estes exemplos A pen is on the table. The pen which I am using is on the table. Na primeira frase, o artigo indefinido “a” é usado antes da palavra “pen”, pois o falante não está se referindo à uma caneta específica, ou seja, é apenas uma caneta qualquer: ela pode ser grande, azul ou colorida, não importa. Já na Segunda frase, o falante está se referindo à uma caneta específica, ou seja, aquela que ele está usando para escrever: neste caso, nós temos um objeto definido, e usamos “the” para expressar tal idéia. Assim, podemos estabelecer uma regra: · Para substantivos indefinidos, use “a” ou “an”:

A pen (antes de nomes começados por consoantes) An apple (antes de nomes começados por vogais) · Para substantivos definidos, use “the” (tanto singular quanto plural):

The book The books Regras para usos especiais de artigos: 1. O artigo definido é usado para modificar um substantivo plural, do mesmo modo que ele é usado para modificar um substantivo singular: The red pen is mine./ The red pens are mine. 2. No entanto, o artigo indefinido a ou an não é usado no plural; ele é usado apenas para modificar substantivos singulares. Se um substantivo plural for usado, ele não terá artigos: There are books on the table. 3. Se o substantivo for usado para indicar uma quantidade ou uma qualidade em particular, ele deve ser precedido do artigo “the”: The diamond in this ring is very expensive./ The kindness of Mr.John is above question. 4. Nós também não usamos artigo antes de nomes de pessoas, países, ruas, cidades ou centros urbanos, quando estes são usados sozinhos, como nomes próprios: I live in São Paulo on the corner of Ipiranga and
file:///C|/Alan/10emtudo/Ingles/html_ingles_total.htm (29 of 34) [15/10/2001 16:15:13]

Matérias > Inglês > Verbos

São João street./ I´m going to Russia next week. Mas: I´m going to the USA next month. 5. No entanto, se estas palavras (acima) não estiverem sozinhas, mas funcionando como adjetivos modificadores de algum substantivo, então elas serão precedidas de artigo: The Brazilian climate is very warm. / The European weather is very cold. 6. Nenhum artigo é usado antes de substantivo quando: a) o substantivo é modificado pelo nome de alguém: Mary´s pen. b) o substantivo é modificado por um pronome possessivo: her pen/ my book

14_2

Página 1 Matérias > Inglês > Falsos Cognatos Falsos cognatos Actually: realmente, na verdade (atualmente: at present) Appointment: encontro, consulta (apontamento: note) Attend: assistir a, freqüentar (atender: answer, consider) Cigar: charuto (cigarro: cigarrete) College: faculdade (colégio: highschool) Comprehensive: completo, total (compreensivo: understanding) Estate: bens, propriedades (estado: state) Eventually: finalmente, posteriormente (eventualmente: casually) Exit: saída (êxito: success) Exquisite: refinado, requintado (esquisito: odd, strange) Fabric: tecido, pano (fábrica: factory, plant) Hazard: risco (azar: bad luck) Ingenious: criativo (ingênuo: naive) Large: grande (largo: wide) Lecture: conferência (leitura: reading)

file:///C|/Alan/10emtudo/Ingles/html_ingles_total.htm (30 of 34) [15/10/2001 16:15:13]

Matérias > Inglês > Verbos

Library: biblioteca (livraria: bookstore)

Página 2 Matérias > Inglês > Falsos Cognatos Notice: aviso (notícia: news) Novel: romance (novela: soap opera) Ore: minério (ouro: gold) Parents: pais (parentes: relatives) Particular: determinado, específico (particular: private) Physician: médico (físico: physicist) Policy: política, linha de ação (polícia: police) Prejudice: preconceito (prejuízo: damage) Pretend: fingir (pretender: intend) Push: empurrar (puxar: pull) Realize: perceber (realizar: perform, carry out) Scholar: erudito, letrado (escolar: schoolboy) Sensible: sensato (sensível: sensitive) Tenant: inquilino (tenente: lieutenant)

15_1

Página 1 Matérias > Inglês > Conjunções

file:///C|/Alan/10emtudo/Ingles/html_ingles_total.htm (31 of 34) [15/10/2001 16:15:13]

Matérias > Inglês > Verbos

Conjunções As conjunções servem como conectivos para palavras ou partes de sentenças. Há, basicamente, três categorias de conjunções: 1. Conjunções coordenadas: conectam partes iguais das sentenças. Em outras palavras, elas conectam palavras com palavras, frases com frases, e cláusulas com cláusulas: John and Mary are going to the cinema. (substantivo com substantivo) Mary likes to play the piano or to listen to music. (frase com frase) John doesn´t like to eat vegetables, but he knows it´s good for his health. (cláusula com cláusula) Estas seriam as conjunções coordenadas em Inglês: and, or, but, for, nor, so, yet 2. Conjunções correlativas: estas também conectam partes, sendo uma subcategoria das conjunções coordenadas. A diferença é que as conjunções correlativas são realmente duas conjunções em uma: Either Mary or John would get a job. Mary wanted not only a job but also a good salary. As conjunções correlativas em Inglês são: both-and, either-or, neither-nor, not only-but also 3. Conjunções subordinadas: este tipo de conjunção liga cláusulas dependentes ou subordinadas com a cláusula principal ou independente. As cláusulas subordinadas agem como substantivos ou advérbios. John quit smoking because he was ill. Mary should have gone out from her house until the end of the year. Mary had to think about what she would do next. “Because he was ill” responde à questão “Porque John parou de fumar?”: neste caso, a cláusula funciona como um advérbio. As conjunções subordinadas em Inglês são: after, as long as, even if, if only, unless, where, although, because, except that, in case, until, wherever, as, before, ever since, just as, when, while, as if, but that, if, since, whenever.

16_1

Página 1 Matérias > Inglês > Substantivos

file:///C|/Alan/10emtudo/Ingles/html_ingles_total.htm (32 of 34) [15/10/2001 16:15:13]

Matérias > Inglês > Verbos

Substantivos Substantivos são palavras que nomeiam pessoas, lugares e objetos, assim como coisas abstratas (qualidades e idéias). Os substantivos podem ser palavras singulares ou plurais, e saber identificá-los em Inglês é uma tarefa muito importante. Regras para os substantivos: 1. Se você não tiver certeza de que uma palavra é realmente um substantivo, coloque o artigo (‘a’ ou ‘the’) na frente da palavra: se fizer sentido, então está palavra será um substantivo. (a pen, the Earth, the lion) 2. Substantivos coletivos são aqueles que nomeiam um grupo de alguma coisa, mas, geralmente, são representados na forma singular: Family e furniture são coletivos, pois cada substantivo representa um grupo, mas a palavra está no singular. 3. Os substantivos que têm origem latina são geralmente plurais. Nem todo plural termina em –s! Preste atenção nestas palavras: Singular Alumna Alumnus Bacterium Criterion Datum Medium Memorandum Plural alumnae (female) alumni (male) bacteria criteria data media memoranda

Um sujeito singular exige um verbo singular, e o sujeito plural exige um verbo plural. Olhe: The alumnae were very happy. (‘alumnae’ é plural e exige o verbo plural ‘were’) The media was looking for the pop star Michael Jackson. (‘media’ é singular e exige o verbo singular ‘was’) 4. Substantivos próprios são aqueles que nomeiam pessoas, lugares específicos e alguns grupos e eventos em particular. Os substantivos próprios têm sempre letra maiúscula: England, the Second World War, São Paulo. 5. Às vezes, uma palavra (ou um grupo de palavras) que se parece com um verbo pode ser, na verdade, um substantivo; ou seja, é o sujeito de um verbo. Por exemplo: Reading is my favourite hobby. (neste caso, ‘reading’ funciona como um substantivo) To know my father is to love him. (aqui, ‘to know’, no infinitivo, é o sujeito do verbo ‘is’, funcionando, também neste caso, como um substantivo).

file:///C|/Alan/10emtudo/Ingles/html_ingles_total.htm (33 of 34) [15/10/2001 16:15:13]

Matérias > Inglês > Verbos

file:///C|/Alan/10emtudo/Ingles/html_ingles_total.htm (34 of 34) [15/10/2001 16:15:13]

Comentários