Núcleo Celular

Núcleo Celular

Núcleo

  • Ocupa 10% da célula;

  • É delimitado pela carioteca ou envoltório celular;

  • Nele pode ser encontrado:

  • 46 cromossomos

  • RNA

  • Nucléolo

  • Proteínas

  • Constituição : - envoltório nuclear (carioteca) - nucleoplasma - cromatina - nucléolo

Envoltório Celular

  • Composto por duas membranas celulares

( interna e externa );

  • Separa o núcleo do citoplasma, permite o acesso ao material genético;

  • Serve como barreira à difusão livre de macromoléculas entre o nucleoplasma e o citoplasma;

  • Abrigam o complexo de poros responsáveis pelo transporte de substâncias;

Envoltório Nuclear

  • Poro nuclear:

  • Regulam o trânsito de macromoléculas entre o núcleo e o citoplasma.

  • Trânsito de moléculas pelos poros se dá por:

transporte passivo (moléculas menores)

transporte ativo (moléculas grandes - proteínas e RNAs)

Transporte de substâncias

  • Controlada pelo complexo de poros;

  • Requerem associações com carioferinas :

  • Importação: a substância se liga a importina, no citoplasma, e é carregada até o núcleo;

  • Exportação: a substância se liga a exportina, no nucleoplasma, e é carregada para o citoplasma.

Matriz Celular

  • Constituída por uma solução aquosa de proteínas, RNAs, nucleosídeos, nucleotídeos e íons;

  • Onde se encontra os nucléolos e a cromatina;

  • A maioria das proteínas da matriz nuclear são enzimas envolvidas com a transcrição e duplicação do DNA.

Nucléolo

  • Corpúsculo denso e não delimitado por membranas;

  • Região de intensa produção de RNA;

Cromatina

  • Complexo de DNA e proteínas ;

  • Encontra-se geralmente em dupla-hélice;

  • Principais proteínas da cromatina: histonas;

  • As histonas H2A, H2B, H3 e H4 unem-se, formando um octâmero denominado nucleossoma, enquanto que a histona H1 une os nucleossomas adjacentes;

  • DNA está compactado na cromatina;

  • O DN A esta “empacotado” na cromatina para diminuir de tamanho e para permitir maior controle por parte da célula de tais genes;

  • A sua maioria está localizada na periferia do núcleo

Cromatina

  • Conhecem-se dois tipos de cromatina:

  • Eucromatina: consiste em DNA ativo, ou seja, que pode-se expressar como proteínas e enzimas. Na divisão celular, as regiões de eucromatina também se condensam, juntamente com a heterocromatina dando um aspecto uniforme, de bastões cromossômicos à cromatina como um todo.

  • Heterocromatina: consiste em DNA inativo e que parece ter funções estruturais durante o ciclo celular . A heterocromatina pode ser constitutiva ou facultativa. Heterocromatina constitutiva: nunca se expressa como proteínas e que se encontra localizada à volta do centrômero (contem geralmente sequências repetitivas);

Heterocromatina facultativa: por vezes, é transcrita em outros tipos celulares, consequentemente a sua quantidade varia dependendo da atividade transcricional da célula. Apresenta condensada na interfase.

Cromatina

Histonas

  • Proteínas básicas com uma alta proporção de lisina e arginina, aminoácidos carregados positivamente

  • Existem cincos tipos de histonas.

  • H1 com seis subtipos, H2A, H2B, H3 e H4.

  • As quatro últimas levam o nome de histonas nucleossômicas

Histonas

  • Para que possa ser contida no pequeno espaço que o núcleo lhe oferece, o cromatina de cada cromossomo deve sofrer novos e sucessivos graus de enrolamento;

  • Em um primeiro momento, os cromossomos se enrolam sobre si mesmo dando o lugar a uma estrutura helicoidal chamada solenóide;

  • A cromatina cada vez mais compactada forma laços que nascem de um eixo protéico formado por proteínas não-histônicas;

  • Os conjuntos de cordões protéicos compõem uma espécie de armação, nos extremos de cada laço o DNA associado ao cordão protéico recebem o nome de SAR

  • Cada laço constituiria uma unidade de replicação de DNA e provavelmente, uma unidade de transcrição, ou seja, um gene.

Nucléolo

  • Organóide presente em células eucarióticas

  • Ligado ao processo reprodutivo das células e ao controle dos processos celulares básicos

  • Tem por função a organização dos ribossomos

  • Quanto maior o seu número e tamanho, maior é a síntese protéica da célula

Nucléolo

  • A porção fibrilar densa é mais central e é formada por RNAr e proteínas ribossomais

  • A porção granular é mais periférica e é formada por subunidades ribossômicas em formação

Comentários