Redação Tecnica completo

Redação Tecnica completo

(Parte 1 de 10)

Curso Redação Técnica – Módulo 1 SENASP/MJ - Última atualização em 08/02/2008

Página 0

Curso Redação Técnica – Módulo 1 SENASP/MJ - Última atualização em 08/02/2008

Página 1

Conteudistas: Sandra Mara Bessa – Professora MSc da Universidade Católica de Brasília Andrea Coutinho – Professora MSc da Universidade Católica de Brasília

Apresentação

Escrever é uma habilidade cada vez mais requisitada nos dias atuais. Um bom texto possui características específicas, e acima de tudo necessita comunicar uma mensagem. Entretanto, existem diferenças entre a escrita geral, a escrita literária e a escrita técnica utilizada, principalmente,no âmbito das instituições e entre elas.

Nos órgãos públicos, há padrões técnico-legais a serem seguidos na comunicação e este curso procurará abordá-los criando condições para que você seja capaz de:

► Identificar-se como decisor linguístico, reconhecendo as implicações de tal postura na produção de textos técnicos.

► Reconhecer as características específicas dos principais documentos oficiais de forma a utilizá-los com proficiência.

►Ampliar os conhecimentos sobre as questões gramaticais que mais provocam dúvidas em redações técnicas, de maneira a reconhecer a importância do uso da norma culta em textos oficiais.

►Exercitar habilidades para a obtenção de clareza, coerência e coesão textuais.

Curso Redação Técnica – Módulo 1 SENASP/MJ - Última atualização em 08/02/2008

Página 2

Este curso está dividido em três módulos: →Módulo1 - Texto e intenção

→Módulo 2 - Redação técnica, científica e literária

→Módulo 3 - Revisão gramatical

Curso Redação Técnica – Módulo 1 SENASP/MJ - Última atualização em 08/02/2008

Página 3

Módulo 1 – Texto e intenção

Neste módulo, você estudará sobre a importância de se desenvolver uma atitude decisiva ao redigir um texto, salientando quais são os aspectos favoráveis a uma boa decisão linguística.

Este módulo está dividido em três aulas:

→ Aula 3 – Os diferentes sentidos

Aula1 – Decisor linguístico

Fique atento, pois o que todos esperam de você ao escrever textos é que seja um bom decisor linguístico!

língua. Veja por que

Ser um bom decisor implica bom senso, capacidade crítica e conhecimento da

Decidir como se escreve uma palavra não é hoje um grande problema, não é? Existe o dicionário e o corretor ortográfico dos editores de texto para ajudar.

Mas será essa a única decisão que tem que ser tomada quando se escreve um texto? Especialmente o texto técnico?

É com “Z” ou com “S”? É com “X” ou “CH” ?

É com “G” ou com “J”?

Curso Redação Técnica – Módulo 1 SENASP/MJ - Última atualização em 08/02/2008

Página 4

Tomar uma decisão sob o ponto de vista linguístico é, acima de tudo, tornar-se capaz de fazer as melhores opções ao produzir um texto qualquer que seja ele. Nesse sentido, é preciso considerar a adequação daquele texto ao contexto específico da comunicação. É fundamental, portanto, refletir sobre questões como:

Para quem vou escrever? Qual é o meu objetivo? Que canal de comunicação utilizarei? Qual a melhor forma de comunicar o que quero?

Em relação à comunicação, é preciso, portanto, fazer escolhas as mais diversas, como a adequação ou a inadequação de uma dada forma linguística que se quer utilizar. O decisor é capaz de refletir criticamente sobre sua produção textual e realizar substituições quando tem dúvida.

Veja a diferença entre escrever um bilhete para deixar um recado na geladeira de casa ou enviar um e-mail (mesmo que informal) a uma chefia, por exemplo. Veja:

É preciso conhecer a língua e seus princípios linguísticos, o que não pode ser confundido com o conhecimento superficial de regras gramaticais. No tocante a esse respeito, é preciso compreender que as regras só passam a ter valor quando aplicadas em nossa produção.

Mô, Chegarei tarde hj. Bjim. Mônica

Eduardo,

Seguem anexos os relatórios solicitados. Se houver alguma pendência, por favor, entre em contato. Atenciosamente.

Mônica

Curso Redação Técnica – Módulo 1 SENASP/MJ - Última atualização em 08/02/2008

Página 5

sintetizar e posicionar-se criticamente, seja como leitor ou escritor de textos

O decisor linguístico reconhece e utiliza intencionalmente seu estilo pessoal de escrever, pois é capaz de criar, aplicando tal potencial de maneira diversa, pois leva em consideração as possibilidades que a língua lhe dá de compreender, analisar,

É necessário diversificar as leituras em prol do nosso capital cultural. Reconhecer os diferentes gêneros e suas características ajuda a perceber, fundamentalmente, quais são os seus espaços de uso e, assim, se sentir mais à vontade para fazer as suas escolhas.

Neste curso, espera-se que você se sinta como decisor linguístico capaz de, principalmente ao escrever textos técnicos, perceber que comunicar uma idéia não significa reproduzir modelos apenas. Mais do que isso, toda e qualquer forma de comunicação é uma atividade cognitiva complexa que nos leva a criar.

A seguir, você verá como poderá tomar as decisões de que precisa.

A convivência com textos variados cria condições para que você se torne um decisor. Pois num mundo letrado como o nosso, os diversos gêneros textuais servem de modelo de escrita.

Mas criar qualquer coisa? Na redação técnica, em definitivo, a resposta é não. Criar aqui implica conhecer profundamente.

Curso Redação Técnica – Módulo 1 SENASP/MJ - Última atualização em 08/02/2008

(Parte 1 de 10)

Comentários