Clinica-Cirurgica Trabalho

Clinica-Cirurgica Trabalho

o tratamento de doenças, lesão ou deformidade interna ou externa com o objetivo de reparar ou aliviar um problema físico.

  • o tratamento de doenças, lesão ou deformidade interna ou externa com o objetivo de reparar ou aliviar um problema físico.

  • Emergência

  • Urgência

  • Programada

  • Opcional

O ato cirúrgico precisa ser realizado dentro de minutos e algumas horas, pois há grande risco de vida.

  • O ato cirúrgico precisa ser realizado dentro de minutos e algumas horas, pois há grande risco de vida.

  • Ex: Ferimentos por arma branca ou de fogo, redução de fratura, etc.

A época de realização do ato operatório pode ser prorrogada, sem risco para o paciente.

  • A época de realização do ato operatório pode ser prorrogada, sem risco para o paciente.

  • Ex: remoção do cisto sebáceo.

O ato operatório sofre programação, de acordo com a preferência do paciente.

  • O ato operatório sofre programação, de acordo com a preferência do paciente.

  • Ex: cirurgia estética

DIAGNOSTICA OU EXPLRATORIA: visualiza partes internas e realizar biopsia

  • DIAGNOSTICA OU EXPLRATORIA: visualiza partes internas e realizar biopsia

  • CURATIVA: corrige alterações orgânicas. Ex: retirada de amídala

  • REPARADORA: reparação de ferimentos. Ex: enxerto de pele.

  • RECONSTRUTORA OU COSMETICA: reconstituição. Ex: plástica de nariz.

  • PALIATIVA: aliviar sintomas de enfermidades que não há cura.

URGENCIA: quando a intervenção cirúrgica se faz mediata, podendo o cliente aguardar algumas horas. Ex: abdômen agudo inflamado.

  • URGENCIA: quando a intervenção cirúrgica se faz mediata, podendo o cliente aguardar algumas horas. Ex: abdômen agudo inflamado.

  • ELETIVO: pode ser realizada com data prefixada ou em ocasião mais conveniente ao paciente. Ex: varizes de MMII, cirurgia de adenóide;

  • RADICAL: onde é feito remoção parcial ou total de um órgão ou segmento. Ex: apendicectomia.

  • PLASTICA: finalidade é estética ou de correção. Ex: blefaroplastica.

São formados por um prefixo e um sufixo, os prefixos menciona as partes do corpo relacionadas á intervenção cirúrgica, os sufixos indicam o que se realiza cirurgicamente.

  • São formados por um prefixo e um sufixo, os prefixos menciona as partes do corpo relacionadas á intervenção cirúrgica, os sufixos indicam o que se realiza cirurgicamente.

TOMIA: incisão, corte

  • TOMIA: incisão, corte

  • STOMIA: comunicação

  • ECTOMIA: retirar parcial ou total

  • PLASTICA: reparação

  • RAFIA: sutura

  • PEXIA: fixação

  • SCOPIA: visualização

É a remoção cirúrgica de parte ou toda a prostata. É realizada em casos de tumores (câncer de prostata) e quando a próstata se torna muito grande hiperplasia benigna de próstata), a ponto de restringir o fluxo de urina através da uretra.

  • É a remoção cirúrgica de parte ou toda a prostata. É realizada em casos de tumores (câncer de prostata) e quando a próstata se torna muito grande hiperplasia benigna de próstata), a ponto de restringir o fluxo de urina através da uretra.

É uma incisão praticada na veia, com objetivos diversos. É o método de sangria onde ocorre extração de sangue através de sistema estéril com agulha, equipo e bolsa de coleta, semelhante ao procedimento para doação de sangue. É utilizada principalmente para promover a redução dos estoques corpóreos de ferro, aumentados na hemocromatose ou para reduzir o excesso de hemácias na policitemia

  • É uma incisão praticada na veia, com objetivos diversos. É o método de sangria onde ocorre extração de sangue através de sistema estéril com agulha, equipo e bolsa de coleta, semelhante ao procedimento para doação de sangue. É utilizada principalmente para promover a redução dos estoques corpóreos de ferro, aumentados na hemocromatose ou para reduzir o excesso de hemácias na policitemia

É uma operação cirúrgica da área ginecológica que consiste na retirada do útero. A histerectomia pode ser total, quando se retira o corpo e o colo do útero, ou subtotal, quando só o corpo é retirado. Às vezes esta cirurgia é acompanhada da retirada dos ovários e trompas (histerectomia total com anexectomia bilateral ou histerectomia radical)

  • É uma operação cirúrgica da área ginecológica que consiste na retirada do útero. A histerectomia pode ser total, quando se retira o corpo e o colo do útero, ou subtotal, quando só o corpo é retirado. Às vezes esta cirurgia é acompanhada da retirada dos ovários e trompas (histerectomia total com anexectomia bilateral ou histerectomia radical)

É período entre momento da indicação de um procedimento cirúrgico ate a sua execução. Por tanto, ao chegar ao hospital você já realizou toda uma avaliação cobre sua condição clinica para submeter-se a cirurgia proposta. É importante que suas duvidas e incertezas tenham sido adequadamente respondidas, e que te sintas bem informado e tranqüilo

  • É período entre momento da indicação de um procedimento cirúrgico ate a sua execução. Por tanto, ao chegar ao hospital você já realizou toda uma avaliação cobre sua condição clinica para submeter-se a cirurgia proposta. É importante que suas duvidas e incertezas tenham sido adequadamente respondidas, e que te sintas bem informado e tranqüilo

Esta fase tem início quando o cliente entra na unidade do Centro Cirúrgico até sua admissão na sala de recuperação pós-anestésica. E nesta fase que ocorre o ato cirúrgico e toda a preparação que ele envolve. Para a realização de uma cirurgia é necessária uma série de preparos e rituais que irão auxiliar e facilitar nos procedimentos, assim evitando possível infecção.

  • Esta fase tem início quando o cliente entra na unidade do Centro Cirúrgico até sua admissão na sala de recuperação pós-anestésica. E nesta fase que ocorre o ato cirúrgico e toda a preparação que ele envolve. Para a realização de uma cirurgia é necessária uma série de preparos e rituais que irão auxiliar e facilitar nos procedimentos, assim evitando possível infecção.

É que mais vai marcar sua memória sobre a cirurgia; portanto é importante que ele seja tranqüilo. Siga rigorosamente as instruções recebidas, pois elas visam seu conforto e bem estar.

  • É que mais vai marcar sua memória sobre a cirurgia; portanto é importante que ele seja tranqüilo. Siga rigorosamente as instruções recebidas, pois elas visam seu conforto e bem estar.

O profissional de enfermagem deve dar apoio psicológico ao paciente e encaminha-lo para exames laboratoriais,deve se verificar os sinais vitais se houver alguma alteração,avisar a equipe medica vestir a roupa cirúrgica no paciente realizar a anti-sepsia do local e tricotomia,verificar se o paciente esta em jejum.

  • O profissional de enfermagem deve dar apoio psicológico ao paciente e encaminha-lo para exames laboratoriais,deve se verificar os sinais vitais se houver alguma alteração,avisar a equipe medica vestir a roupa cirúrgica no paciente realizar a anti-sepsia do local e tricotomia,verificar se o paciente esta em jejum.

Fazer o transporte do paciente ate a sala cirúrgica e mantê-lo em decúbito dorsal,observar o paciente verificando seus sinais vitais,ficar atento a hemorragias e aos nível de consciência,anotar balanço hídrico e manter o paciente aquecido.

  • Fazer o transporte do paciente ate a sala cirúrgica e mantê-lo em decúbito dorsal,observar o paciente verificando seus sinais vitais,ficar atento a hemorragias e aos nível de consciência,anotar balanço hídrico e manter o paciente aquecido.

Verificar sinais vitais,controlar a hidratação venosa,fazer a higiene adequada ,realizar mudança de decúbito,fazer a troca de curativo de 12 em 12hs,ficar atento aos sinais e sintomas como:febre,dor,náuseas,vômitos,soluços,sede excessiva,hemorragias,choques e alterações na urina.

  • Verificar sinais vitais,controlar a hidratação venosa,fazer a higiene adequada ,realizar mudança de decúbito,fazer a troca de curativo de 12 em 12hs,ficar atento aos sinais e sintomas como:febre,dor,náuseas,vômitos,soluços,sede excessiva,hemorragias,choques e alterações na urina.

Comentários