Lipídios

O que são?

  • São substâncias orgânicas insolúveis em água, porém solúveis em solventes apolares;

  • Vulgarmente conhecidos como gorduras;

Importância:

  • Constituintes de Membranas- célula e organelas;

  • Escudo protetor dos órgãos;

  • Depressor da fome;

  • Isolante térmico.

Classificam-se:

  • Lipídios que possuem ácido graxo – saponificáveis (acilgliceróis, fosfolipídios, esfingolipídios e ceras)

  • Não possuem ácido graxo – não saponificáveis

(terpenos, carotenóides e esteróides);

Ácidos Graxos

  • Saponificáveis;

  • Cadeias retas de hidrocarbonetos terminando num grupo carboxila;

  • Parte hidrofílica e parte hidrofóbica.

Podem ser:

  • Saturados;

  • Insaturados;

      • Monoinsaturados;
      • Poliinsaturados.

Saturados:

  • Possuem uma boa estabilidade estrutural devido organizarem-se em camadas de grande adesividade devido a forma linear das cadeias hidrocarbonadas;

Insaturados:

  • Possuem um arranjo estrutural menos estável, devido à dupla ligação que desestabiliza as camadas de lipídios.

Monoinsaturados:

  • Uma única dupla ligação .

Poliinsaturados:

  • Duas ou mais duplas ligações ;

  • Ácidos graxos essenciais;

  • Não sintetizados pelos seres humanos;

  • Ômega-3 (ácido Linolênico);

  • Ômega-6 (ácido Linoléico)

Propriedades Química:

  • Esterificação;

R-COOH + R’- OH R – COO - R’ + H2O

Saponificação:

  • R-COOH + NaOH R-COONa + H2O

Acil-gliceróis:

  • Moléculas compostas por grupamentos acil (R-COO-) ligado ao glicerol;

  • Formados pela esterificação de um, dois ou três ácidos graxos (mono,di ou triglicerídeos);

  • Os triglicerídeos são os principais lipídios de reserva tantos de animais quanto de vegetais.

Fosfolípídios (glicerofosfolipídeos,fosfoglicerídeos)

  • derivados dos triglicerídeos, onde o terceiro ácido graxo é substituído por uma cabeça extremamente polar contendo fosfato (PO3-2) ligado a um composto X que pode ser de várias origens;

  • Geralmente o segundo carbono é um ácido graxo insaturado (freqüentemente o ácido araquidônico).

Esfingolipídios:

  • São formados por um ácido graxo ligado a uma molécula de esfingosina (um aminoálcool) e uma cabeça polar X;

  • Dependendo da natureza de X, têm-se diversos tipos de esfingolipídios (esfingofosfolipídios, esfingoglicolipídios, gangliosídeos ).

Esfingomielinas (Esfingofosfolipídios)

  • Possuem como X, grupamentos fosfatados como a fosfoetanolamina e a fosfocolina.

  • Possuem função de proteção e revestimento elétrico dos axônios neuronais, sendo os principais constituintes da bainha de mielina dos neurônios

Cerebrosídeos (esfingoglicolipídios)

  • São esfingolipídeos cujas cabeças polares consistem de um resíduo de monossacarídeo

(um carboidrato).

Os galactocerebrosídeos, o exemplo mais comum dessa classe.

Gangliosídeos:

  • Possuem estrutura molecular complexa, devido o X ser um polímero de carboidratos (ou derivados) unidos ao ácido siálico (um derivado da glicose).

Ceras:

  • São misturas álcoois graxos (com cadeia longa de 16 a 20C) e ácidos graxos (com cadeia de 16 a 30C).

  • As folhas lustrosas de muitas plantas são cobertas por uma grossa camada de cera, a qual impede a evaporação excessiva da água e protege a planta contra parasitas.

Sabões e detergentes:

  • Os sabões são formados com base em ácidos graxos extraídos da hidrólise ácida dos triacilglicerídios e sapofinicados pelo hidróxido de sódio (NaOH) e hidróxido de potássio (KOH), formando o sal correspondente.

Esteróides

  • Também chamados de esteróis, este grupo de lipídio não saponificável possui possuem como estrutura molecular básica o núcleo- pentano-per-hidro-fenantreno;

  • Possuem função diversificada que vai desde estrutural até a especializados hormônios e vitamina (Vitamina D).

O colesterol é o principal representante deste grupo. Um similar vegetal do colesterol, é o fitosterol.

  • O colesterol é o principal representante deste grupo. Um similar vegetal do colesterol, é o fitosterol.

Terpenos

  • São lipídios não saponificáveis que possuem como estrutura base a unidade isoprenóide;

  • São, geralmente, de origem vegetal e muitos possuem propriedades organolépticas (sabor e odor agradável);

  • As vitaminas E e K são terpenos de função bioquímica especializada.

Lipoproteínas:

  • As lipoproteínas são partículas esféricas que transportam lipídios apolares (insolúveis em água) em seu núcleo.

  • São classificadas de acordo com sua densidade:

Quilomícrons.

  • É a principal forma de transporte dos triglicerídios da dieta (exógeno) até os tecidos. Grandes partículas, que transportam as gorduras alimentares e o colesterol para os músculos (para energia), para o tecido lipidinoso (para estocagem) e para os seios (para a produção de leite).

Lipoproteínas de densidade baixa - LDL

  • Ricas em colesterol que são transportadas até as células.

  • São pequenas e densas o suficiente para atravessar os vasos sanguíneos e ligarem-se às membranas das células dos tecidos.

  • O nível elevado de LDL está associado com altos índices de doenças cardiovasculares.

Lipoproteínas de alta densidade -HDL

  • Provavelmente atuam na captação do colesterol ao nível celular. É responsável pelo transporte reverso do colesterol: carrega o colesterol em excesso de volta para o fígado.

  • O nível elevado de HDL está associado com baixos índices de doenças cardiovasculares.

Obrigado!

Comentários