Relatório de Química do Petróleo-gasolina

Relatório de Química do Petróleo-gasolina

W.fenix-eng.info

Universidade Estácio de Sá Campus Praça XI Engenharia de Petróleo e Gás

Química do Petroleo I professora Deise Trindade

W.fenix-eng.info

Alunos: Sérgio Cutnei Junior

Curso: Engenharia de Petróleo e Gás

Rio de Janeiro Junho de 2011

W.fenix-eng.info 1.Introdução.

A gasolina é uma mistura de hidrocarbonetos obtida a partir da destilação de petróleo, não sendo, portanto, uma substância pura. No Brasil, antes da comercialização, adicionase álcool anidro à gasolina. A mistura resultante é homogênea (monofásica).

A mistura água-álcool também é um sistema homogêneo (monofásico), com propriedades diferentes daquelas das substâncias que a compõem (densidade, ponto de fusão, ponto de ebulição, etc.). Já a mistura água-gasolina é um sistema heterogêneo, bifásico. Quando a gasolina (que contém álcool) é misturada à água, o álcool é extraído pela água e o sistema resultante continua sendo bifásico: gasolina-água/álcool.

O álcool contido na gasolina dissolve-se na água porque suas moléculas são polares como as da água. Isto é, aqui se aplica o dito "semelhante dissolve semelhante": substâncias polares dissolvem-se melhor em solventes polares e substâncias apolares dissolvem-se melhor em solventes apolares.

A concentração de álcool na gasolina brasileira, segundo o CNP - Conselho Nacional do Petróleo, deve estar entre 18% e 24%.

A gasolina padrão tem uma densidade entre 0,72 g/cm³ e 0,75 g/cm³, a gasolina adulterada apresenta, em geral, uma densidade menor, devido a adição de compostos orgânicos menos densos. Densidade é a massa por unidade de volume de uma substância. O cálculo da densidade é feito pela divisão da massa da substância por seu volume. Podemos caracterizar uma substância através de sua densidade. A densidade dos sólidos e líquidos é expressa em gramas por centímetro cúbico (g/cm³).

1 – Experiência I - Massa Especifica da Gasolina

Materiais e métodos

Termômetro

900 ml de gasolina

Pratica:

Em uma proveta de 100 ml adicione 900ml de gasolina e lentamente coloque o desimetro de escala 0,700-0,750 g/ml verificou que este decímetro não era o indiado não foi possível ultilizalo então colocamos o outro dencimetro de escala 0,750-0,800 g/ml , coloque o termômetro na escala de 10C a 50C verifique a estabilidade do decímetro e faça a leitura do mesmo

Leitura temperatura de 23,5C Leitura 0,835

Segundo a ANP ( Tabela ) esse valor indica que a galosina e normal.

Limite do Diesel metropolitano massa especifica 20C e 820 e 865 kg/m3 segundo a tabela da ANP a 23C corresponde a 861km/m3 portanto dentro das especificações da ANP numero 12

2- Pratica I – teste do teor alcoólico etílico Anidro combustível (AE AC na ) gasolina tipo C

W.fenix-eng.info

Materiais e métodos

Termômetro

900 ml de gasolina

50ml de gasolina

100ml de água destilada

Com boca e tampa

1 – Colocar 100ml da amostra na proveta previamente limpa, 2 – Adicionar cuidadosamente, deixando escorrer pelas paredes da proveta, a solução aquosa de NaCl 10% até completar o volume de 100ml. 3 – Tampar e inverter a proveta pelo menos dez vezes, evitando a agitação enérgica, para completar a extração do álcool para a fase aquosa (álcool e água). 4 – Deixar repousar até a separação completa das duas camadas. O percentual de álcool na amostra pode ser facilmente calculado:

a massa especifica AEHC e 807,6 a 811,0 a 20C

A leitura 0,808 a 23C corresponde a 0,8105 g/l a 20C portanto dentro dos padrões ANP numero 36.

Comentários