Causas de incêndios

Causas de incêndios

(Parte 2 de 7)

COLETÂNEA DE MANUAIS TÉCNICOS DE BOMBEIROS 9

1.1 A necessidade da determinação das causas de incêndio

Na atividade operacional, os Bombeiros têm a tendência de não dar maior importância à causa do incêndio. Normalmente isto ocorre porque algo tem que ser escrito no relatório, porém não pode haver comprometimento do bombeiro no futuro e às vezes devido à inexatidão inadvertida. Por exemplo, um fogo causado por uma pessoa que utiliza um serviço de solda perto de um recipiente com gasolina, poderia ser listado como causado: por “gasolina” por um profissional, “eletricidade” por outro, “serviço de solda” por outro, e ainda, “faíscas” por outro (Figura 1.1). Nenhum destes, porém, conta a história inteira. A causa de um incêndio é uma combinação de fatores: se um combustível pôs-se a queimar, qual a forma do calor de ignição, a fonte do calor de ignição, e, se há uma pessoa responsável, por ação ou omissão, pela reunião de todos estes fatores.

É inconcebível a falta desse detalhamento na confecção de um relatório de incêndio, uma vez que frustra a possibilidade do desenvolvimento de medidas preventivas, a indicação das tendências de incidência e desenvolvimento do fogo, além de prejudicar os dados estatísticos.

Figura 1.1 - A simples presença de um combustível não significa ser ele a causa do incêndio. É preciso fazer a descrição perfeita.

Com relatórios de um padrão bem elaborado, o Corpo de

Bombeiros poderá determinar as causas mais comuns de incidência ou poderá apontar tendências. Tais análises permitem informações capazes de servir como

MPCI – MANUAL DE PESQUISA DE CAUSAS DE INCÊNDIO 10

COLETÂNEA DE MANUAIS TÉCNICOS DE BOMBEIROS 10 recomendações, além de possibilitar o desenvolvimento de programas que previnam a incidência de incêndios acidentais ou intencionais (Figura 1.2).

Figura 1.2 - Dados bem coletados podem levar ao desenvolvimento da atividade preventiva.

1.2 Benefícios da investigação de incêndio

Os benefícios de uma completa investigação de incêndios são numerosos. A investigação de incêndios resultará na determinação de:

Local de origem do fogo.

Causa do incêndio através da identificação do combustível e da fonte de ignição (acidental ou intencional).

ƒ Como se deu a propagação do fogo
mobiliários
ƒ Criação de padrões de incêndio

Forma de caminhamento das chamas e as características deixadas em tipos diferentes de materiais de construção e Determinação do responsável pelo início do sinistro.

MPCI – MANUAL DE PESQUISA DE CAUSAS DE INCÊNDIO 1

COLETÂNEA DE MANUAIS TÉCNICOS DE BOMBEIROS 1

atuação dos Bombeiros frente às situações encontradas

Adequação de Equipamentos de Proteção Individual para

reconhecida na hora do fogo
ƒ Adoção de medidas preventivas para os casos estudados

Elementos para investigação adicional que não foi

Se a pesquisa é administrada corretamente, o resultado será um relatório bem-documentado. Podem ser usadas as informações no relatório para ajudar na determinação da causa. Também é preciso tabular as informações para que seja possível adotar políticas de prevenção e, conseqüentemente, reduzir significativamente as perdas causadas por incêndios. Outra utilidade será de subsidiar o testemunho em juízo.

seguro

Na medida em que a população puder valer-se dos benefícios da redução dos prêmios de seguros oriundos de uma adequada proteção a bens móveis e imóveis, o resultado será uma economia significativa para proprietários, para a municipalidade e para os negócios. Uma coisa é certa: quando a incidência de determinada ocorrência aumenta, assim também ocorre com os prêmios de

Uma ocupação industrial que venha a queimar-se, mesma que esteja totalmente segurada, gera prejuízos indiretos capazes de suplantar em muito os valores nominais da empresa. Há sempre a possibilidade de pessoas mortas ou feridas por queimaduras, demissão total ou parcial dos funcionários, solução de continuidade nas atividades desenvolvidas pela empresa, além dos gastos antecipados feitos por esta empresa com matéria-prima, propaganda, mobiliário e manutenção predial, dentre outros.

MPCI – MANUAL DE PESQUISA DE CAUSAS DE INCÊNDIO 12

COLETÂNEA DE MANUAIS TÉCNICOS DE BOMBEIROS 12

porém insubstituível para a linha de produção

Além disso, muitos negócios não abrem as portas novamente depois de um incêndio. Os clientes normalmente encontram novos fornecedores; os empregados buscam novos trabalhos e, freqüentemente, é muito difícil reconstruir e retomar o negócio descartando o que foi queimado. Mesmo que o fogo não atinja toda a empresa, esse poderá atingir um equipamento de pequeno valor,

Conhecendo a causa dos incêndios é possível adotar políticas prevencionistas evitando novas ocorrências no futuro. As melhores oportunidades para notar evidências e ajudar no esforço da determinação da causa, estão na pessoa do Bombeiro, que esteve presente à cena do incêndio. Sua ligação é importante na cadeia de determinação se o fogo foi causado por equipamento defeituoso, comportamento humano intencional ou não, ou por outro acidente.

Figura 1.3 - Um grande incêndio atinge diretamente a comunidade e não somente a empresa.

MPCI – MANUAL DE PESQUISA DE CAUSAS DE INCÊNDIO 13

COLETÂNEA DE MANUAIS TÉCNICOS DE BOMBEIROS 13

Legislação

Perícia Prevenção

Combate CAPÍTULO I – A RESPONSABILI

MPCI – MANUAL DE PESQUISA DE CAUSAS DE INCÊNDIO 14

COLETÂNEA DE MANUAIS TÉCNICOS DE BOMBEIROS 14

Ao final do estudo do presente capítulo, o Bombeiro deverá ser capaz de:

ª Identificar o papel do Bombeiro na determinação das causas de incêndio.

ª Identificar a responsabilidade da atividade operacional na determinação das causas de incêndio.

ª Identificar a responsabilidade do Bombeiro na investigação das causas de incêndio.

ª Identificar a responsabilidade do Comandante da Operação na determinação das causas de incêndio.

MPCI – MANUAL DE PESQUISA DE CAUSAS DE INCÊNDIO 15

COLETÂNEA DE MANUAIS TÉCNICOS DE BOMBEIROS 15

2.1 A Responsabilidade do Corpo de Bombeiros

para diminuir o número deles e sua severidade

É muito freqüente a pressa no atendimento de incêndios. Esta começa ainda no acionamento das equipes no Posto de Bombeiros, prossegue no deslocamento para o local, na extinção do fogo, no rescaldo, e, por fim, na limpeza do local – e toda a evidência com isto – e, continua até o reabastecimento das viaturas e retorno ao quartel. Raramente há a preocupação na adoção de medidas que auxiliem na determinação da causa do incêndio. Se a Corporação não sabe as causas do incêndio, se acidental ou intencional, não pode trabalhar

2.2 O Bombeiro Militar e a determinação das causas do incêndio

extingue o fogo

Embora a responsabilidade legal por determinação da causa de incêndio não seja dos bombeiros que combatem o incêndio, são eles os únicos que podem realmente comprovar de modo seguro se a verdadeira e específica causa do fogo pode ser determinada. O profissional corretamente treinado pode tirar conclusões importantes observando o fogo e seu comportamento e outras circunstâncias na chegada ao local, enquanto entra na estrutura e enquanto

Mais que qualquer um, o Bombeiro deve estar atento à cor e consistência da fumaça, em reconhecer odores incomuns, como líquidos inflamáveis e substâncias químicas e notar a cor das chamas. Pode melhor responder perguntas importantes, como:

Os conteúdos dos ambientes estão como deveriam, foram saqueados ou acham-se em desordem?

Há evidência de entrada forçada feita antes de chegada da primeira equipe de emergência?

Há indicações de mais de um ponto de origem de fogo que indiquem sua progressão de maneira incomum?

MPCI – MANUAL DE PESQUISA DE CAUSAS DE INCÊNDIO 16

(Parte 2 de 7)

Comentários