METODOLOGIA - meu método de estudo

METODOLOGIA - meu método de estudo

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMIÁRIDO

BACHARELADO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA

DISCIPLINA: FILOSOFIA E METODOLOGIA CIENTÍFICA

PROF.DR.CARMELINDO RODRIGUES DA SILVA

DISCENTE: CHALEAN FLORENCIO DOS SANTOS

MEU MÉTODO DE ESTUDO

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMIÁRIDO

BACHARELADO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA

DISCIPLINA: FILOSOFIA E METODOLOGIA CIENTÍFICA

PROF.DR.CARMELINDO RODRIGUES DA SILVA

DISCENTE: CHALEAN FLORENCIO DOS SANTOS

Trabalho exigido em complementação a avaliação de desempenho da 1ª unidade.

SUMÁRIO

  1. Introdução....................................................................................................................4

  2. Planejamento...............................................................................................................5

  3. Elaboração de esquemas e resumos..........................................................................6

  4. A técnica do sublinhar.................................................................................................6

  5. Atitudes e comportamentos adequados......................................................................7

  6. Como e quando iniciar os estudos..............................................................................8

  7. Conclusão....................................................................................................................9

  8. Bibliografia.................................................................................................................10

INTRODUÇÃO

Tentarei resumir aqui um pouco do método de estudo que utilizo como estudante universitária do curso de bacharelado em Ciência e Tecnologia. Na área de exatas, muitos pensam que não é necessário algum método, tal como as leituras e releituras e se privam a resolução de questões, seguindo tal postura deixará de assimilar as bases teóricas fundamentais que dão o sentido ao cálculo e aplicações desses cálculos, adquirindo assim um conhecimento que facilmente será perdido ou ficará “solto” a ponto de prejudicar seu uso posteriormente. Não há como estudar eficazmente sem um método, adequá-lo e fazer uso é primordial porque “A eficiência do estudo depende de método. Mas o método depende de quem o aplica.” (SALOMON, Délcio Vieira.38 p.). Após conhecimento dos diversos métodos, pude melhorar recentemente meu processo de estudo e aprendizagem. Antes, nos níveis, fundamental e médio não tive tanta sorte, não utilizava nenhum método bem definido. Logo, pouco pude reter e as bases fundamentais me deram por falta quando alcancei o nível superior, sobraram muitas dúvidas, e uma certa dificuldade em manter um bom ritmo de aprendizagem diante de tantos assuntos novos e complexos. Aproveito agora o momento, para rever e aprimorar cada vez mais meu método de estudo, sendo isto essencial para que eu possa alcançar e aproveitar melhor tudo o que me é repassado nesta nova etapa, visando assim quem sabe atingir um bom ou excelente nível de conhecimento.

PLANEJAMENTO

Ao estudar o primeiro passo é o planejamento, seja ele do tempo, do material para estudo, e do ambiente ou “canto” para estudo. Organização é essencial para que qualquer atividade funcione em tempo hábil e dê bons resultados.

O ambiente engloba: Limpeza, iluminação, um bom lugar com mesa e cadeira para sentar-se e manter uma boa postura, silêncio e para evitar o muito levantar a colocação de água e copo próximos;

O tempo: normalmente é selecionado 4 horas para estudo, isso quando há muitas disciplinas, ocorre de haver uma extrapolação desse horário. Geralmente, os dias para o estudo ocorrem com antecedência às aulas correspondentes das disciplinas estudadas, o importante aqui é a qualidade e não a quantidade de tempo gasto, vale lembrar que sempre há separação de intervalos de 15 a 30 minutos para organização e descanso mental, verificação do nível de assimilação e compreensão, avalia-se a existência ou não de dúvidas sobre o conteúdo estudado, quando ocorrer dúvidas ou a matéria não estiver bem organizada mentalmente faz-se necessário repetir os procedimentos de estudo;

O material de estudo: separação dos livros pelos assuntos que serão estudados (pesquisa e seleção bibliográfica), onde as páginas e capítulos devem estar abertos ou com os devidos separadores para rápida consulta, colocação dos livros próximos, se estes forem digitais deixar o computador preparado para o uso a qualquer instante; quando em folhas copiadas devem estar bem organizados e não espalhados, e o caderno usado em aulas deve também estar acessível (documentação do material relevante). Além disso, materiais complementares não devem faltar como: manuais, dicionários, calculadora, internet a disposição para pesquisas e consultas em geral (classificação do material coletado).

ELABORAÇÃO DE ESQUEMAS E RESUMOS

Outro procedimento bem utilizado é a elaboração de esquemas e resumos, ambas, quando a disciplina a ser estudada é da área de humanas principalmente, o que não significa sua não utilização na área de exatas. Claro que a primeira necessita de uma boa leitura analítica, retenção de conceitos, idéias principais e secundárias, a redação e naturalmente faz-se necessário o ato de resumir ou mesmo de esquematizar para uma visualização mais rápida e eficaz; já para assuntos da área de exatas, pode também utilizar destes recursos, mas nele necessita acrescentar a resolução de diversas questões para um bom esclarecimento e retenção dos conteúdos como leis, teoremas, corolários e fórmulas.

A TÉCNICA DO SUBLINHAR

A técnica do sublinhar: a partir da análise do capítulo, formulação de perguntas a si mesmo, diversas releituras, detecção dos termos essenciais sejam ele frases ou palavras se faz então a colocação de sinais indicativos como a exclamação; cobertura do termo com utilização de marca textos e uso de canetas coloridas para sublinhar, evitando a colocação em excesso desses recursos, porque causaria mais confusão que esclarecimento. Esta técnica é feita somente em material próprio e não em livros de bibliotecas.

ATITUDES E COMPORTAMENTOS ADEQUADOS

Do Método eficiente de estudo esquematizado pelo autor Délcio Viera Salomon em Como fazer uma monografia, certas atitudes e comportamentos também podem colaborar ou não para o processo de estudo-aprendizagem, cito algumas que bem utilizo naturalmente na maior parte das vezes e outras que tento utilizar para atingir resultados, são eles:

Curiosidade, propósito definido, atenção, não-passividade – fase global – se não houver curiosidade não há interesse, sem um forte propósito também não haverá motivos para se lançar a aquele estudo.

Análise, ordenação lógica e alguma crítica – fase parcial - essencial para assimilação dos conteúdos, e uma boa compreensão.

Persistência e concentração – fase global – este último é o que para mim e deve ser para outros estudantes difícil de ser atingido é o de manter-se numa boa concentração durante a exposição das aulas ou nos estudos extraclasse.

COMO E QUANDO INICIAR OS ESTUDOS: PASSO-A-PASSO

Após o planejamento e a utilização de atitudes adequadas, se inicia o estudo, o relógio deve estar a vista para um controle maior do tempo. Outra coisa muito importante, é que no momento do estudo se tudo foi bem preparado e mesmo assim depois de horas de dedicação não houver a real aprendizagem, algo pode estar errado, o correto é tentar rever todo o processo, e se mesmo assim as dúvidas forem ainda maiores diante do assunto estudado ai sim recorre-se ao professor, que melhor poderá orientar e esclarecer de vez quaisquer dúvidas.

Estudar nunca deve ser um processo excessivamente cansativo, é importante que sempre haja um tempo livre para lazer, saídas e distrações, tempo para se atualizar com jornais impressos ou na TV, revistas, geralmente isso ocorre nos fins de semana.

Logo abaixo um passo-a-passo explicitará melhor o método que utilizo:

DESTAQUE DOS TERMOS IMPORTANTES

LEITURA

E RELEITURA

ORGANIZAÇÃO

PLANEJAMENTO

ÚLTIMA REVISÃO

ELABORAÇÃO DE ESQUEMAS OU RESUMOS

VERIFICAÇÃO

DA APRENDIZAGEM

RESOLUÇÃO DE

QUESTÕES

CONCLUSÃO

Estudar e principalmente aprender necessita não só de organização, planejamento e execução, mas de certos comportamentos que devem complementar tal processo. Enquanto o estudante estiver bem disposto psicologicamente, investido de algum interesse, curiosidade, paciência, persistência, e propósitos; capacidade de adotar uma nova postura, levando a sério os estudos, ser um indivíduo mais ativo ou participativo, ao adotar esses e outros comportamentos aplicados a uma boa metodologia se tornarão reais seus resultados. Métodos há muitos, o estudante deve adequar ao seu caso ou situação, mas não deve jamais abdicar de algum método se o objetivo dele é realmente aprender e futuramente dar sua contribuição a ciência.

BIBLIOGRAFIA

SALOMON,Décio Vieira. Como fazer uma monografia. 12.ed. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2010.

BARROS, Aidil Jesus da Silveira. Fundamentos de metodologia científica. 3.ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2007.

SEVERINO, Antônio Joaquim. Metodologia do trabalho científico. 23.ed. São Paulo: Cortez.

ANGICOS / RN

2011

Comentários