Relatório - dosagem de Glicose

Relatório - dosagem de Glicose

BACHARELADO EM FARMACIA

CRISTIANO ALVES

MARCOS BRITTO

MURILO MACHADO

MARCELO COSTA

BRUNO

DOSAGEM DE GLICOSE

Cruz das Almas – BA

2011

CRISTIANO ALVES

MARCOS BRITTO

MURILO MACHADO

MARCELO COSTA

BRUNO

DOSAGEM DE GLICOSE

Relatório apresentado a professora Aline Clara com requisito parcial de nota para disciplina Bioquímica Clinica.

Cruz das Almas – BA

2011

SUMÁRIO

  1. INTRODUÇÃO

A dosagem da glicose é útil para auxiliar o diagnóstico e monitoração terapêutica do Diabetes Mellitus, na avaliação de distúrbios do metabolismo de carboidratos, no diagnóstico diferencial das acidoses metabólicas, desidratações, hipoglicemias e na avaliação da secreção inapropriada de insulina. (1)

A glicose é o carboidrato mais importante da biologia, pois as células a utiliza como fonte de energia e ainda intermediária do metabolismo. Como é a maior fonte de energia, o organismo transforma todos os carboidratos dos alimentos ingeridos em glicose. (3)

A quantidade de glicose no sangue altera todo o metabolismo. Essa varia de acordo com a quantidade de carboidratos consumidos e ainda depende de alguns fatores psicológicos e fisiológicos que ocorrem no decorrer do dia. A quantidade de glicose pode cair se a insulina for liberada pelo pâncreas ou injetada por medicamentos para diabetes, através de exercícios físicos, pela ingestão de álcool e nos períodos de menstruação. A glicose também pode aumentar se a alimentação for em grande quantidade baseada em carboidrato, através do estresse já que esse libera hormônios responsáveis pelo aumento da glicose, por doenças, gravidez, utilização de anticoncepcionais e outros. (3)

Quando a glicose de uma pessoa está abaixo do normal podemos dizer que apresenta hipoglicemia, ou seja, baixo nível de açúcar no organismo. Esse quadro causa fraqueza, sudorese, desmaio e pode levar ao coma. Já a hiperglicemia é o nome dado quando o nível de glicose encontra-se acima do normal causando falta de energia no organismo, necessidade de urinar, cicatrização lenta, visão embaraçada, sede intensa, aumento do apetite e cansaço. (3)

A regulação da glicose é feita no pâncreas nas ilhotas Alfa (α) e Beta (β) sendo que quando os níveis de glicose estão altos o pâncreas libera insulina para que seja feita sua quebra e eliminação em forma de energia; quando os níveis estão baixos o pâncreas libera glucagon para que a glicose seja transformada em glicogênio no fígado. (4)

A glicose em nível normal além de proporcionar a quantidade de energia necessária ao organismo, também previne problemas renais, nervosos e oculares. A glicose pode retardar problemas como derrame, doenças cardíacas, problemas nas artérias e diabetes. (3)

  1. OBJETIVO

Determinar em amostras de soro.

  1. MATÉRIAIS

  • Espectrofotômetro

  • Centrífuga

  • Banho-maria a 37°C

  • Pipetador e ponteira

  • Galeria

  • Tubo de ensaio

  • Material para colheita de sangue

  • Kit para Colesterol Bioclin

  • Água destilada

  • Luvas

  • Frasco plástico

  • Béquer

  • Pipetador e ponteira

  • Galeria

  1. MÉTODOS

Enzimático colorimétrico (Bioclin). A determinação da glicose por métodos enzimáticos combina a elevada especificidade de ação das enzimas com a simplicidade operacional envolvida.

  1. AMOSTRA

Não foi utilizado o plasma e sim o soro livre de hemólise.

  1. PROCEDIMENTOS

  • Foi separado o soro do sangue colhido e centrifugando-o a 3000 rpm por 5 minutos.

  • O reagente já estava preparado.

  • Os três tubos foram Identificados com as letras B (branco), T (teste) e P (padrão).

  • Foram pipetados os volumes e reagentes em cada tubo seguindo a tabela 01:

TABELA 01:

B

T

P

Reagente de trabalho

1,0 mL

1,0 mL

1,0 mL

Reagente 1

-

-

10 uL

Amostra

-

10 uL

-

  • Logo após homogeneizamos, e deixamos em banho Maria por 10 minutos.

  • A absorbância da Amostra e do Padrão foi lida em 500 nm (490-540), acertando o zero com o Branco.

  • A cor permanecerá estável por 60 minutos.

  1. RESULTADOS

Os resultados foram obtidos através do cálculo abaixo, e o valor encontrado está acima da faixa de especificação 60 a 99.

Glicose (g/dL) = Absorbância da amostra x 100

Absorbância do padrão

Glicose (g/dL) = 0,729 x 100

0,609

Colesterol (g/dL) = 119,7 mg/dL

  1. DISCURSSÃO

A glicose no sangue é capaz de alterar todo o nosso metabolismo sendo que ela varia de acordo com a quantidade de carboidratos que ingerimos e ainda sofre a interferência de alguns fatores fisiológicos e psicológicos a que estamos sujeitos no durante o dia. Não esqueça que a glicose pode ter uma queda se insulina for injetada no organismo sendo que isto pode acontecer pela liberação pelo pâncreas, pela injeção de medicamentos para diabetes, pela prática de exercícios físicos ou ainda pela ingestão de álcool. (2)

Também pode acontecer da glicose aumentar no organismo se houver exagero na ingestão de alimentos a base de carboidratos, se a pessoa ficar muito estressada liberando hormônios que propiciam o aumento do açúcar no sangue, se utilizar anticoncepcionais, além da gravidez e algumas doenças que podem ocasionar um sobe e desce da glicose muito prejudicial a nossa saúde. Quando uma pessoa apresenta queda de glicose no sangue ela caracteriza um quadro de hipoglicemia e isto causa fraqueza, sudorese, desmaios e pode chegar ao coma. Entretanto a hiperglicemia é quando está acima do normal e neste caso falta energia, necessidade de urinar constantemente, visão embaçada, muita sede, aumento do apetite, cansaço e cicatrização lenta. Neste caso se estabelece um quadro de diabetes, doença grave e que se não for tratada com seriedade pode resultar em conseqüências muito sérias. (2)

Quando o nível de glicose está muito alto, ocorre a hiperglicemia e deve ser feito o controle, pois a hiperglicemia em um exame de sangue representa quadro de diabetes (se o exame for realizado em jejum). Quando esse nível estiver baixo o quadro é de hipoglicemia que também deve ser controlado para que não haja evolução. (4)

O quadro de hipoglicemia é mais sério, pois nosso cérebro não armazena oxigênio nem glicose e se o nível de glicose baixar muito podem ocorrer lesões cerebrais graves com sequelas, podendo causar até a morte. (4)

  1. CONCLUSÃO

Apesar de o reagente estar vencido, conseguimos determinamos a dosagem de Glicose e o resultado apresentou-se satisfatório na analise realizada. O valor obtido foi 119,7 mg/dL, valor acima da faixa de especificação, porem o paciente não estava em jejum.

  1. REFERENCIAS

  1. Glicose, disponível em: http://www.brasilescola.com/saude/glicose.htm, acesso em 02/05/11 as 15:30.

  1. Centro Nacional de Informações Sobre Diabetes http://boasaude. uol.com.br/lib/ShowDoc.cfm?LibDocID=3857&ReturnCatID=1764, acesso em 02/04/11 as 10:55.

  1. Glicose, disponível em: http://www.culturamix.com/saude/glicose, acesso em 02/04/11 as 10:25.

  1. Dextrose, disponível em: http://www.infoescola.com/bioquimica/glicose/, acesso em 03/05/08 as 01:58.

10

Comentários