SUS e Atenção primária a Saúde

SUS e Atenção primária a Saúde

Introdução

  • Introdução

  • Nos últimos anos, acumularam-se evidências de que um sistema de saúde baseado na Atenção Primária (APS) alcança melhores resultados à saúde das populações

  • Características da APS para um sistema de saúde

  • - efetivo

  • - ter menores custos

  • - ser mais satisfatório à população

  • - mais equânime

  • Contribuição dos serviços de saúde equidade e qualidade de vida determinantes da saúde

As características da Atenção Primária à Saúde

  • As características da Atenção Primária à Saúde

  • APS: forma de organização dos serviços de saúde, uma estratégia para integrar todos os aspectos desses serviços, tendo como perspectiva as necessidades em saúde da população

  • Diretrizes do SUS

  • Sistema de saúde

Atenção Primária é a porta de entrada ao sistema de saúde e o local responsável pela organização do cuidado à saúde dos indivíduos, suas famílias e da população, ao longo do tempo

  • Atenção Primária é a porta de entrada ao sistema de saúde e o local responsável pela organização do cuidado à saúde dos indivíduos, suas famílias e da população, ao longo do tempo

  • Capacidade para responder a 85% das necessidades em saúde

  • - preventivos

  • - curativos

  • - reabilitadores

  • - promoção da saúde

Atenção Primária X Atenção Secundária e Terciária

  • Atenção Primária X Atenção Secundária e Terciária

  • dedica-se aos problemas mais freqüentes, que se apresentam, sobretudo em fases iniciais

  • nas unidades de saúde observa-se grande variedade de necessidades em saúde

  • alta proporção de pacientes já conhecidos pela equipe de saúde e maior familiaridade dos profissionais

Primeiro contato (porta de entrada ao sistema de saúde)

  • Primeiro contato (porta de entrada ao sistema de saúde)

  • Signifca acesso e utilização do serviço de saúde para cada novo evento de saúde ou novo episódio de um mesmo evento

  • De fácil acesso e disponível

O acesso tem dois componentes:

  • O acesso tem dois componentes:

  • - acesso geográfico

  • * distância

  • * transporte

  • - acesso socioorganizacional

  • * características e recursos que facilitam ou impedem os esforços das pessoas em receber os cuidados de uma equipe de saúde

A utilização dos serviços de APS depende:

  • A utilização dos serviços de APS depende:

  • - boa resolutividade das equipes

  • - acolhimento

  • - capacidade de delimitar os recursos necessários para resolver os problemas

  • - uma prática baseada na pessoa (e não da doença), na família e na comunidade

  • O acolhimento, a exposição de cartazes com horários de funcionamento e disponibilidade dos integrantes da equipe, os turnos vespertinos e agenda em sábados

O trabalho em parceria com as comunidades

  • O trabalho em parceria com as comunidades

  • As diretrizes da ESF buscam a ampliação do acesso e da utilização dos serviços de APS como porta de entrada ao sistema

  • Alguma foto

As vantagens do primeiro contato

  • As vantagens do primeiro contato

  • Ocorre redução dos seguintes aspectos: número de hospitalizações; tempo de permanência no hospital quando ocorre hospitalização; número de cirurgias

  • É maior: o número de ações preventivas; a adequação do cuidado; a qualidade do serviço prestado

  • As equipes de saúde, especialistas em APS, lidam melhor com problemas de saúde em estágios iniciais

  • Ver – Esperar -Acompanhar

Os desafios da porta de entrada no SUS

  • Os desafios da porta de entrada no SUS

  • Valorização da APS na rede de serviços de saúde

  • O aumento da resolutividade da APS

  • O cuidado de enfocar as necessidades em saúde da população

  • Contemplar a integralidade da atenção, a longitudinalidade do cuidado e a coordenação das ações

Longitudinalidade do cuidado (ou vínculo e responsabilização)

  • Longitudinalidade do cuidado (ou vínculo e responsabilização)

Promoção da Saúde: Definições

  • Promoção da Saúde: Definições

    • I Conferência Internacional de Promoção da Saúde:
  • “um processo que confere à população os meios para assegurar um maior controle e melhoria de sua própria saúde, não se limitando a ações de responsabilidade do setor saúde”

  • Autonomia do indivíduo sobre sua própria saúde

Organização Panamericana de Saúde:

    • Organização Panamericana de Saúde:
  • “uma soma das ações da população, dos serviços de saúde, das autoridades sanitárias e de outros setores sociais para o desenvolvimento de melhores condições se saúde geral e coletiva”

  • Prioridade programática

  • Importância da participação da população

  • Ação entre os diversos setores

Promoção da saúde

  • Promoção da saúde

    • Prevenção da saúde
    • Estratégias para alcançar melhor qualidade/condições de vida e saúde
    • É um modo de pensar e operar articulado as demais políticas e tecnologias desenvolvidas no SUS, uma estratégia para enfrentar as grandes desigualdades socio-sanitárias encontradas no Brasil
    • (BRASIL, 2006)

Ações de promoção de saúde são práticas coletivas, voltadas para a definição de políticas, preservação e proteção do ambiente físico e social, com o apoio de informação, educação e comunicação dirigida aos profissionais e à população

  • Ações de promoção de saúde são práticas coletivas, voltadas para a definição de políticas, preservação e proteção do ambiente físico e social, com o apoio de informação, educação e comunicação dirigida aos profissionais e à população

Ministério da Saúde; Politica Nacional de Promoção da Saude

  • Ministério da Saúde; Politica Nacional de Promoção da Saude

  • Objetivo: “...a promoção da qualidade de vida e a redução da vulnerabilidade e dos riscos à saude relacionados aos seus determinantes e condicionantes – modo de viver, condições de trabalho, habitação, ambiente, educação, lazer, cultura e bens e serviços essenciais”

Abordagens na Promoção de Saúde

  • Abordagens na Promoção de Saúde

    • Desenvolvimento de atividades dirigidas a transformação dos comportamentos dos indivíduos
    • Entendimento que a saúde é resultado de um amplo espectro de fatores/determinantes múltiplos, relacionados com qualidade de vida
    • As atividades estariam mais voltadas ao coletivo de indivíduos e ao meio ambiente, alcançados por meio de políticas publicas que propiciem condições favoráveis ao desenvolvimento da saúde e do reforço da capacidade dos indivíduos e das comunidades

OMS estabelece que o desenvolvimento das ações de Promoção da Saúde deve ser formulado e implementado em torno de 5 pontos:

  • OMS estabelece que o desenvolvimento das ações de Promoção da Saúde deve ser formulado e implementado em torno de 5 pontos:

    • Desenvolvimento de políticas publicas articuladas e saudáveis
    • O incremento do poder técnico e político das comunidades (empoderamento)
    • O desenvolvimento de habilidades e atitudes pessoais favoráveis à saúde em todas as etapas da vida
    • A reorientação dos serviços de saúde
    • Criação de ambientes favoráveis à saúde

O desenvolvimento de políticas publicas articuladas e saudáveis

    • O desenvolvimento de políticas publicas articuladas e saudáveis
    • Saúde: maior recurso para o desenvolvimento social, econômico e pessoal
    • Importância das políticas em saúde
    • Necessidade de ações articuladas entre os diversos setores
    • O incremento do poder técnico e político das comunidades (empoderamento)
    • Envolvimento das comunidades nas ações em saúde
    • Conhecimento e acesso a informações no campo da saúde

O desenvolvimento de habilidades e atitudes pessoais favoráveis à saúde em todas as etapas da vida

    • O desenvolvimento de habilidades e atitudes pessoais favoráveis à saúde em todas as etapas da vida
    • Divulgação de informações sobre educação em saude
    • Ação das APS
  • Reorientação dos serviços de saúde

    • Setor saúde deve mover-se no sentido da promoção da saúde alem de prover serviços clínicos e de urgência
      • Necessidades individuais e comunitárias para uma vida saudável
      • Pesquisa em saúde
      • Mudanças na educação e ensino dos profissionais da área de saúde
      • Mudança de atitude e de organização dos serviços de saúde

A criação de ambientes favoráveis à saúde

    • A criação de ambientes favoráveis à saúde
    • Proteção do meio ambiente
    • Conservação dos recursos naturais
    • Acompanhamento sistemático das mudanças que o ambiente produz sobre a saúde
    • Conquista de ambientes que facilitem e favoreçam a saúde

  • As estratégias e programas na área de promoção da saúde devem se adaptar as necessidades locais e possibilidades de cada estado e região, bem como levar em conta as diferenças em seus sistemas sociais, culturais e econômicos

  • A responsabilidade pela promoção da saúde nos serviços de saúde deve ser compartilhada entre indivíduos, comunidade, grupos, profissionais de saúde, instituições que prestam serviços de saúde e governos

Relação entre as equipes de saúde da família com a gestão

  • Relação entre as equipes de saúde da família com a gestão

  • Relação das demandas dos pacientes e das as equipes de saúde da família com a gestão

  • Importância do conhecimento das necessidade em saúde

  • SUS: sistema de acesso universal em um país de dimensões continentais

  • Necessidade de PLANEJAMENTO, estimativas e metas

Rastreamentos

  • Rastreamentos

    • Mudança do enfoque em saúde da atenção aos doentes para atenção a toda a população
    • Prevenção Primaria e Secundaria
    • Ações de rastreamento passaram a ser preocupação das pessoas, médicos e gestores
    • Para uma ação de rastreamento ser colocada em pratica ela deve ser eficiente e viável

Existência de muitas técnicas e tecnologias para rastreamentos

  • Existência de muitas técnicas e tecnologias para rastreamentos

  • Gera necessidade de priorizar as ações

  • Depende das necessidades da população e da viabilidade financeira

  • Relação entre saúde individual e saúde coletiva: Nem sempre uma ação benéfica a um individuo é igualmente benéfica para a população

Medicina baseada em evidencias

  • Medicina baseada em evidencias

    • Uso de informações e publicações para subsidiar a tomada de decisões em saúde
    • Medicina baseada em evidencia: Sistematização das informações
    • *Classificação das informações e suas conclusões em um nível hierárquico de relevância
    • Conseqüências: vislumbre de intervenções desnecessárias; conclusão de que poucas intervenções são de fato efetivas

Grupos de pesquisa de importancia:

  • Grupos de pesquisa de importancia:

    • The Cochrane Colaboration
    • Health Evidence Network
    • US Task Force & Canadian Task Force *
    • RASTREAMENTO
    • Enfoque na prevenção primaria e secundaria
    • Demanda da população
    • O que deve ou não ser oferecido na rotina

Essses grupos de pesquisa tem por objetivo estabelecer diretrizes para a pratica clinica em substituiçao dos antigos consensos baseados na opiniao de especialistas

  • Essses grupos de pesquisa tem por objetivo estabelecer diretrizes para a pratica clinica em substituiçao dos antigos consensos baseados na opiniao de especialistas

          • GESTOR
  • PROFISSIONAL POPULAÇÃO

  • DE SAUDE

Desejo e sofrimento

  • Desejo e sofrimento

    • Os gestores quando planejam uma ação devem ter como foco as necessidades em saude da população
    • Limites tênue do que é desejo e necessidade: gera gastos desnecessarios
    • DESEJO > NECESSIDADE > RECURSOS
    • Doença = Sofrimento
    • Atenção primaria: filtro do sistema de saúde: evitar gastos desnecessários

Lidar de forma humana com o sofrimento sem causa orgânica é a chave para um sistema de saúde eficiente

    • Lidar de forma humana com o sofrimento sem causa orgânica é a chave para um sistema de saúde eficiente
    • Formar profissionais na atenção primária com ênfase na distinção de problemas que necessitam investigação especifica daqueles que não necessitam
    • É função dos gestores promoverem a formação de recursos humanos adequados incentivando os centros formadores públicos e privados, criando condições para o ensino na rede assistencial e promovendo educação continuada de qualidade

Oferta de serviços e necessidades da população

  • Oferta de serviços e necessidades da população

    • A lógica para decidir que serviços oferecer não deve ser pautada pelos desejos e pelo medo das pessoas de adoecerem, mas pelas necessidades da população e resultados possíveis de serem alcançados
    • DESUMANIZAÇÃO
    • Desenvolver outras possibilidades terapêuticas que satisfaçam melhor esta demanda a um custo possível de ser oferecido a todas as pessoas
    • Medicina Baseada em Evidencia e grupos de pesquisa mostram que os gestores oferecem recursos desnecessários que não terão repercussão na saúde dos indivíduos e da população e que tem origem muito mais no desejo das pessoas e dos profissionais que tem contato com estas pessoas e na tradição cultural local

    • Teorema de Bayes:
    • “o valor preditivo de determinada intervenção depende da prevalência do problema mesmo mantendo a sensibilidade e especificidade da intervenção”

Fatores que levam ao exagero da oferta de recursos

    • Fatores que levam ao exagero da oferta de recursos
      • Despreparo do profissional em lidar com o sofrimento e com as demandas
      • Abundancia de oferta de determinada tecnologia
      • Fatores médico-culturais
      • Estudos com baixo nível de evidencia cuja conclusão é adotada como rotina e generalizada para toda a população
      • Mudança de perfil epidemiológico
      • Historia de epidemia
      • Caso difundido na mídia ou ocorrido com familiar, amigo ou vizinho
      • Desejo de alivio do sofrimento por meio de pouco esforço

    • Fatores que levam a não oferta de determinados recursos
      • Tecnologia não disponível no local
      • Recursos financeiros escassos
      • Excesso de oferta de recursos desnecessários
      • Desconhecimento por parte dos gestores, população e/ou profissionais de importância desse recurso

  • Regulação, Avaliação e Controle

    • Importância e necessidade de avaliação permanente
    • Levantamento de despesas buscando excessos e deficiências
    • Os profissionais das equipes devem ser notificados acerca das deficiências e ser oferecida capacitação
    • Protocolos racionais,baseados em evidencia e ampliação do arsenal terapêutico

    • A operacionalização das ações na atenção primária passa pela definição das necessidades primordiais da população-alvo, planejamento e programação dessas ações, execução e avaliação permanente
    • É função da gestão regular o sistema evitando gastos desnecessário, bem como promover intervenções que provoquem um resultado efetivamente positivo

Comentários