Apresentação - Cicatrização - Final

Apresentação - Cicatrização - Final

(Parte 1 de 4)

Integrantes: Ana Carolina Maia; Fernanda Folly; Karlen Hallais; Patrícia Faitão.

Universidade do Grande Rio Professor José de Souza Herdy Escola de Ciências da Saúde – Curso de Enfermagem

PROCESSO DE CICATRIZAÇÃO Anatomia Topográfica da Pele

•Maior órgão humano, possuindo cerca de 1,5 a 2,0m² no adulto médio

•A pele se divide em três camadas:

Epiderme Derme Hipoderme

PROCESSO DE CICATRIZAÇÃO Anatomia Topográfica da Pele

Epiderme

Possuem grânulos citoplasmáticos, que contém substâncias neurotransmissoras, com suposto envolvimento na percepção da sensibilidade tátil.

É a camada superficial da pele

É formada por Epitélio queratinizado estratificado Sem vascularização Formada essencialmente por:

Dentre outras funções, sintetiza a queratina, que exerce uma barreira para germes patogênicos.

Responsáveis pela síntese de melanina, exerce papel na determinação da cor da pele e na sua proteção contra a ação dos raios ultravioletas excessivos.

Queratinócitos Melanócitos

Células de merkel

PROCESSO DE CICATRIZAÇÃO Anatomia Topográfica da Pele

Derme

É a camada mais profunda e espessa da pele É formada por Tecido Conjuntivo

Reticular

Papilar Situada na linha divisória entre a derme e a epiderme, formando evaginações na forma de papilas

Fibras colágenas e fibroblastos

Possui vascularização sanguínea e linfática Nervos e receptores sensitivos, responsáveis

pela sensibilidade: tátil, térmica e dolorosa

Folículos de pilosos

Músculos eretores dos pêlos Glândulas sebáceas

PROCESSO DE CICATRIZAÇÃO Anatomia Topográfica da Pele

Hipoderme

É a camada mais inferior da pele É formada por Tecido Adiposo

Na junção dermo-hipodermica se acham localizadas as glândulas sudoríparas

Frouxo, o que lhe confere maleabilidade e elasticidade A variação de sua espessura e a sua distribuição no organismo varia de acordo com o sexo e com a idade.

PROCESSO DE CICATRIZAÇÃO Tipos de Lesões

•Para ocorrer a cicatrização, é preciso que ocorra a perda de tecidual

•Conforme a intensidade do trauma, a ferida poder ser considerada: Superficial (Ferida de Espessura Parcial)

Envolve vasos sangüíneos mais calibrosos, músculos, nervos, fáscias, tendões, ligamentos ou ossos.

Afeta apenas as estruturas da superfície A reparação faz-se pela reepitelização derivada da pele adjacente não acometida A cicatriz praticamente imperceptível

Necessitam da formação de um novo tecido para reparação A cicatriz é totalmente perceptível

Grave (Ferida de Espessura Total)

PROCESSO DE CICATRIZAÇÃO O que é cicatrização?

É uma perfeita e coordenada cascata de eventos dinâmicos, que envolvem fenômenos bioquímicos e fisiológicos, de forma harmoniosa, com o objetivo de garantir a restauração tissular.

Envolve duas etapas: •Catabólica: onde as células são degradadas

•Anabólica: quando há formação de novos elementos celulares

A cicatrização também depende de vários fatores, locais e gerais, como: localização anatômica, tipo da pele, raça, técnica cirúrgica utilizada.

PROCESSO DE CICATRIZAÇÃO Tipos de cicatrização?

Cicatrização por Primeira Intenção: Ocorre quando a pele é cortada de maneira asséptica, limpa, e as bordas são aproximadas pelas suturas ou outros meios. Estas feridas geralmente cicatrizam-se sem complicações e com a formação de discreto tecido cicatricial.

PROCESSO DE CICATRIZAÇÃO Tipos de cicatrização?

Cicatrização por segunda intenção: É o processo de cicatrização em feridas abertas com grande espessura ou perda tecidual total, com dano nos tecidos. Demandam mais tempo para cicatrizar, uma vez que não há aproximação das bordas.

PROCESSO DE CICATRIZAÇÃO Tipos de cicatrização?

Cicatrização por Terceira Intenção: A ferida é deixada aberta por um determinado período, funcionando como cicatrização por segunda intenção, sendo suturada posteriormente. Este procedimento é empregado geralmente nas feridas cirúrgicas com suspeita de infecção, e faz-se necessário determinar se o processo de cicatrização está evoluindo sem infecção ou se há necessidade de iniciar a intervenção terapêutica específica. Como exemplo desse tipo de fechamento é o caso de remoção de um apêndice rompido associado ao processo de peritonite, ou mordida de cães e morcegos.

O processo de cicatrização ocorre fundamentalmente em cinco fases:

1.COAGULAÇÃO

(Parte 1 de 4)

Comentários