anvisa meios de cultura

anvisa meios de cultura

(Parte 6 de 19)

Gama hemólise (sem hemólise): ausência de halo ao redor das colônias (eritrócitos permanecem íntegros).

Não usar sangue de carneiro vencido, pois o meio fica hemolisado ou com cor muito escura, dificultando o estudo de hemólise;

Não usar sangue humano, pois alguns microrganismos não apresentam hemólise;

Não adicionar o sangue na base do meio quente, pois as hemácias rompem-se, dificultando o estude de hemólise;

Por ser um meio rico, o crescimento a partir de materiais biológicos em geral costuma ser abundante, sempre que necessário, isolar a colônia em estudo para os procedimentos de identificação, para não correr o risco de trabalhar com cepas misturadas.

Usado para isolamento e quantificação de microrganismos presentes em amostras urina. A deficiência de eletrólitos inibe o véu de cepas de Proteus.

UTILIDADE Isolar e quantificar microrganismos Gram positivos, Gram negativos e leveduras.

FÓRMULA / PRODUTO Meio comercial: Ágar Cled.

Mod IV - 15

Pesar e hidratar o meio conforme instruções do fabricante; Esterilizar em autoclave;

Resfriar à +/- 50°C e distribuir de 20 a 25 ml em placas de Petri 90 m estéreis;

Deixar em temperatura ambiente até resfriar.

Lactose positiva: Escherichia coli ATCC 25922: crescimento moderado a denso, colônias médias ou grandes amareladas, após 48 horas de incubação.

translúcidas

Lactose negativa: Proteus vulgaris ATCC 8427: crescimento moderado a denso, colônias azuis Negativo: ausência de crescimento

INOCULAÇÃO Verificar técnica de semeadura quantitativa.

Cor original do meio: azul claro. Colônias lactose positiva: cor amarela.

Colônias lactose negativa: cor azul.

Características de crescimento:

Escherichia coli: colônias opacas, amarelas com ligeira cor amarelo escuro no centro, com cerca de 1,25 m de diâmetro, as não fermentadoras de lactose colônias azuis

Espécies de Klebsiella: colônias muito mucosas, cor variável de amarelo a branco azulado

Espécies de Proteus: colônias azul translúcidas, geralmente menor que E.coli

Espécies de Salmonella: colônias planas, cor azul

Enterococcus faecalis: colônias amarelas, com cerca de 0,5 m de diâmetro

Staphylococcus aureus: colônias amarelas, com cerca de 0,75 m de diâmetro

Staphylococcus coagulase negativa: colônias amarelo palha e brancas

Corynebacterium: colônias pequenas e cinza

Lactobacilos: colônias pequenas e com superfície rugosa

Pseudomonas aeruginosa: colônias verdes, com superfície prateada e periferia rugosa

CONSERVAÇÃO E VALIDADE Conservar embalado de 4 a 8°C por até 3 meses.

Organismos que fermentam lactose baixam o pH e mudam a cor do meio de verde para amarelo, podendo assim verificar se o microrganismo é lactose negativa ou positiva;

Espécies de Shigella não crescem em meios deficientes em eletrólitos.

É um meio derivado de nutrientes de cérebro e coração, peptona e dextrose. A peptona e a infusão são fontes de nitrogênio, carbono, enxofre e vitaminas.

Mod IV - 16

A dextose é um carboidrato que os microrganismos utilizam para fermentação.

Meio para cultivo de estreptococcos, pneumococos, meningococos, enterobactérias, não fermentadores, leveduras e fungos.

Pode ser utilizado na preparação do inóculo para teste de susceptibilidade aos antimicrobianos, para realização de teste de coagulase em tubo, para teste de crescimento bacteriano a 42 e 44°C e para teste de motilidade em lâmina.

FÓRMULA / PRODUTO Meio comercial: Caldo BHI (infusão de cérebro e coração).

Pesar e hidratar o meio conforme instruções do fabricante; Distribuir 3,0 ml em tubos com tampa de rosca;

Esterilizar em autoclave;

Retirar os tubos da autoclave e deixar esfriar em temperatura ambiente.

Positivo: Streptococcus pneumoniae ATCC 6305 e Candida albicans ATCC 10231. Negativo: meio sem inocular.

Com o auxílio de uma alça ou fio bacteriológico, inocular a colônia ou o material a ser testado - realizar o teste com colônias puras de 18 a 24 horas; Incubar a 35°C ±2 por 24 a 48 horas;

Para isolamento de fungos incubar por até 5 dias.

Cor original do meio: amarelo claro, límpido. Positivo: presença de turvação = crescimento bacteriano.

Negativo: ausência de turvação.

CONSERVAÇÃO E VALIDADE Conservar de 4 a 10°C por 6 meses.

Para cultivo de anaeróbios, acrescentar 0,1% de ágar.

Para crescimento de Haemophilus e outros fastidiosos é necessário adição de suplementos a base de L-cisteína, NAD (fator V) e hemina (fator X).

A base do meio é constituída por ovos integrais, o que permite amplo crescimento das micobactérias e o crescimento é satisfatório para o teste de niacina (que é positivo para Mycobacterium tuberculosis).

UTILIDADE Isolamento primário das micobactérias.

(Parte 6 de 19)

Comentários