Principio Conservação da Energia

Principio Conservação da Energia

(Parte 3 de 3)

Pierre-Simon Laplacerevisaram as duas teorias correntes, a flogisto), o que, junto com as observações deConde Rumford sobre a geração de calor duranteperfuraçãode metal para a fabricação de canhões (em um alesagem), adicionaram considerável apoio à visão de que havia nítida correlação entre a variação no movimento mecânico e o calor produzido, de que a conservação era quantitativa podia ser predita, e que era possível o estabelecimento de uma grandeza que se conservaria no processo de conversão de movimento em calor. começou a ser conhecida comoenergia, depois do termo ser usado pela primeira

Thomas Youngem 1807. vis vivapara que pode ser entendido como encontrar o valor exato da constante para a conversão de trabalhofoi em grande parte o resultado do trabalho de

Ponceletdurante o período de 1819–1839. O primeiro chamou a quantidade (quantidade de trabalho) e o segundo detravail mécanique e ambos defenderam seu uso para cálculos de engenharia. Über die Natur der Wärme, publicado noZeitschrift für Physik deu uma das primeiras declarações gerais do princípio da conservação de energia,

, que é válida mesmo em sistemas com presença de atrito, como

. Foi demonstrado mais tarde, que sob certas condições, ambas as quantidades

Karl Hotzmann,Gustave-Adolphe objetaram que a conservação de momento sozinha não era adequada para

. O princípio foi também defendido por . Acadêmicos, tais comoJohn rapidamente apontaram que a energia cinética claramente não era conservada. Os fundamentos desta não conservação são óbvios em vista de uma análise moderna baseada

XIX o destino da energia cinética perdida calororiundo do aumento inevitavelmente gerado pelo movimento sob atrito era outra forma devis viva. Em revisaram as duas teorias correntes, avis

Conde Rumfordem 1798 de metal para a fabricação de canhões (em um ), adicionaram considerável apoio à visão de que havia nítida correlação entre a variação no movimento mecânico e o calor produzido, de que a conservação era quantitativa podia ser predita, e que era possível o estabelecimento de uma grandeza que se conservaria no

, depois do termo ser usado pela primeira que pode ser entendido como encontrar o valor exato da constante para a conversão de foi em grande parte o resultado do trabalho deGustave-Gaspard

1839. O primeiro chamou a quantidade travail mécanique(trabalho mecânico),

Zeitschrift für Physikem 1837,Karl arações gerais do princípio da conservação de energia,

UnC -UNIVERSIDADE DO CONTESTADO UNIDADE CURITIBANOS ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO nas palavras: "além dos 54 elementos químicos conhecidos, há no mundo um agente único, e se chamaKraft[energia ou trabalho]. Ele pode aparecer, de acordo com as circunstâncias, como movimento, afinidade química, coesão, eletricidade, luz e magnetismo; e a partir de qualquer uma destas formas, pode ser transformado em qualquer um dos outros."

Uma etapa fundamental no desenvolvimento do moderno princípio conservação foi a demonstração doequivalente mec ser criado nem destruído, mas a conservação de energia implica algo contraditório a esta ideia: calor e o movimento mecânico são intercambiáveis.

O princípio do equivalente mecânico foi ex cirurgião alemãoJulius Robert von Mayer asÍndias Orientais Neerlandesas corvermelhamais profundo devido a eles consumirem menos energia para manterem a temperatura de seus corpos em um clima mais quente. Ele tinha descoberto que calor e trabalho mecânico de física, ele encontrou uma relação quantitativa entre elas.

Aparato deJoulepara a medição do equivalente mecânico do preso a umacordacausa uma

Entretanto, em 1843 mecânico do calor em uma

Joule", um peso descendente preso a uma corda causava a rotação de uma pá imersa em água. Ele mostrou que aenergia potencial à energia térmica (calor) ganha pela água por

Durante o período entre 1840 e 1843 A. Colding, embora este tenha sido pouco conhecido fora de sua nativa

Tanto o trabalho de Joule quanto o de Mayer sofreram inicialmente forte resistência e foram, quando apresentados, por muitos negligenciados. No decorrer da história, entretanto, a ideia foi aceita e o trabalho de Joule foi o que acabou por conquistar o maior fama e reconhe Em 1844,William Robert Grove entre mecânica, calor, luz, electricidade nas palavras: "além dos 54 elementos químicos conhecidos, há no mundo um agente único, e se [energia ou trabalho]. Ele pode aparecer, de acordo com as circunstâncias, como ade química, coesão, eletricidade, luz e magnetismo; e a partir de qualquer uma destas formas, pode ser transformado em qualquer um dos outros."

Uma etapa fundamental no desenvolvimento do moderno princípio conservação foi a equivalente mecânico do calor. A teoria do calórico afirmava que o calor não podia ser criado nem destruído, mas a conservação de energia implica algo contraditório a esta ideia: calor e o movimento mecânico são intercambiáveis.

O princípio do equivalente mecânico foi exposto na sua forma moderna pela primeira vez pelo Julius Robert von Mayer.Mayer chegou a sua conclusão em uma viagem para

Índias Orientais Neerlandesas, onde ele descobriu que osanguede seus pacientes possuía uma ofundo devido a eles consumirem menosoxigênio, e também consumiam menos energia para manterem a temperatura de seus corpos em um clima mais quente. Ele tinha descoberto trabalho mecânicoeram ambos formas de energia, e após melhorar seus conhe de física, ele encontrou uma relação quantitativa entre elas.

para a medição do equivalente mecânico docalor causa umarotaçãonumapáimersa emágua.

James Prescott Jouledescobriu de forma independente o equivalente mecânico do calor em uma série de experimentos. No mais famoso, agora chamado "aparato de

Joule", um peso descendente preso a uma corda causava a rotação de uma pá imersa em água. Ele energia potencialgravitacional perdida pelo peso no movimento descendente era igua

) ganha pela água porfricçãocom a pá.

Durante o período entre 1840 e 1843um trabalho similar foi efetuado pelo engenheiro , embora este tenha sido pouco conhecido fora de sua nativaDinamarca de Joule quanto o de Mayer sofreram inicialmente forte resistência e foram, quando apresentados, por muitos negligenciados. No decorrer da história, entretanto, a ideia foi aceita e o trabalho de Joule foi o que acabou por conquistar o maior fama e reconhe William Robert Grovepostulou uma relação electricidadeemagnetismotratando todas elas como manifestação de nas palavras: "além dos 54 elementos químicos conhecidos, há no mundo um agente único, e se [energia ou trabalho]. Ele pode aparecer, de acordo com as circunstâncias, como ade química, coesão, eletricidade, luz e magnetismo; e a partir de qualquer uma

Uma etapa fundamental no desenvolvimento do moderno princípio conservação foi a . A teoria do calórico afirmava que o calor não podia ser criado nem destruído, mas a conservação de energia implica algo contraditório a esta ideia: calor posto na sua forma moderna pela primeira vez pelo Mayer chegou a sua conclusão em uma viagem para de seus pacientes possuía uma , e também consumiam menos energia para manterem a temperatura de seus corpos em um clima mais quente. Ele tinha descoberto eram ambos formas de energia, e após melhorar seus conhecimentos calor. Umpesodescendente descobriu de forma independente o equivalente série de experimentos. No mais famoso, agora chamado "aparato de

Joule", um peso descendente preso a uma corda causava a rotação de uma pá imersa em água. Ele gravitacional perdida pelo peso no movimento descendente era igual um trabalho similar foi efetuado pelo engenheiroLudwig Dinamarca.

de Joule quanto o de Mayer sofreram inicialmente forte resistência e foram, quando apresentados, por muitos negligenciados. No decorrer da história, entretanto, a ideia foi aceita e o trabalho de Joule foi o que acabou por conquistar o maior fama e reconhecimento. postulou uma relação tratando todas elas como manifestação de

UnC -UNIVERSIDADE DO CONTESTADO UNIDADE CURITIBANOS ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO uma "única" força ("energia" em termos modernos). Grove publicou suas teorias em seu livro "The

Correlation of Physical Forces" (A Correlação de Forças Físicas). anterior de Joule,Sadi Carnot similares às de Grove e publicaram suas teorias em seu livro "

Conservação de Força", 1847). A aceitação moderna geral do princípio decorre dessa publicação. Em 1877,Peter Guthrie Tait numa leitura criativa das proposições 40 e 41 de " é agora geralmente tratado como nada mais do que um exemplo de

Mecanica: Na mecânica clássica a conservação de energia é normalmente dada por E = T + V, onde T é a energia cinética e V a energia potencial. Na verdadeeste é o caso particular da lei de conservação mais geral

OndeLé a função lagrangeana. Para esta forma particular ser válida, o seguinte deve ser verdadeiro: O sistema é explícitas do tempo) A energia cinética é uma forma quadrática em relação às velocidades.

A energia potencial não dependa das velocida

Teorema de Noether

A conservação de energia é uma característica comum em muitas teorias físicas. De um ponto de vista matemático, é entendida como uma consequência do que toda simetria de uma teoria física tem, a ela simetria tem independência temporal, então a quantidade conservada é chamada de "energia".A Lei de Conservação de Energia é consequência da simetria do tempo nos fenômenos físicos; a conservação de energia é comprovada através do fato empírico de que as leis da física não se modificam com o tempo. Filosoficamente, isso pode estabelecer que "Nada depende do tempo, por si só". Relatividade

Com o advento da teoria da componente daenergia-momento quadrivetorial. Cada um dos quatro componentes (um de energia e três demomento linear), deste vetor, sendo que cada componente representa gia" em termos modernos). Grove publicou suas teorias em seu livro "The

Correlation of Physical Forces" (A Correlação de Forças Físicas).Em 1847, aperfeiçoando o trabalho Sadi Carnot,Émile ClapeyroneHermann von Helmholtzchegaram a similares às de Grove e publicaram suas teorias em seu livro "Über die Erhaltung der Kraft

Conservação de Força", 1847). A aceitação moderna geral do princípio decorre dessa publicação. Peter Guthrie Taitafirmou que o princípio surgiu comSir numa leitura criativa das proposições 40 e 41 de "Philosophiae Naturalis Principia Mathematica é agora geralmente tratado como nada mais do que um exemplo dehistória "Whig"

Na mecânica clássica a conservação de energia é normalmente dada por onde T é a energia cinética e V a energia potencial. este é o caso particular da lei de conservação mais geral é a função lagrangeana. Para esta forma particular ser válida, o seguinte deve ser scleronomous(tanto energia cinética quanto a potencial são funções

A energia cinética é uma forma quadrática em relação às velocidades. A energia potencial não dependa das velocidades.

Teorema de Noether

A conservação de energia é uma característica comum em muitas teorias físicas. De um ponto de vista matemático, é entendida como uma consequência doteorema de Noether, que afirma que toda simetria de uma teoria física tem, a ela associada, uma quantidade conservativa; se essa simetria tem independência temporal, então a quantidade conservada é chamada de "energia".A Lei de Conservação de Energia é consequência da simetria do tempo nos fenômenos físicos; a comprovada através do fato empírico de que as leis da física não se modificam com o tempo. Filosoficamente, isso pode estabelecer que "Nada depende do tempo, por si

Com o advento da teoria darelatividade especialdeAlbert Einstein, a en momento quadrivetorial. Cada um dos quatro componentes (um de energia e momento linear), deste vetor, sendo que cada componente representa gia" em termos modernos). Grove publicou suas teorias em seu livro "The

Em 1847, aperfeiçoando o trabalho chegaram a conclusões

Über die Erhaltung der Kraft" ("Sobre a

Conservação de Força", 1847). A aceitação moderna geral do princípio decorre dessa publicação. Isaac Newton, baseado

Philosophiae Naturalis Principia Mathematica". Isso história "Whig".

Na mecânica clássica a conservação de energia é normalmente dada por é a função lagrangeana. Para esta forma particular ser válida, o seguinte deve ser (tanto energia cinética quanto a potencial são funções

A energia cinética é uma forma quadrática em relação às velocidades.

A conservação de energia é uma característica comum em muitas teorias físicas. De um teorema de Noether, que afirma associada, uma quantidade conservativa; se essa simetria tem independência temporal, então a quantidade conservada é chamada de "energia".A Lei de Conservação de Energia é consequência da simetria do tempo nos fenômenos físicos; a comprovada através do fato empírico de que as leis da física não se modificam com o tempo. Filosoficamente, isso pode estabelecer que "Nada depende do tempo, por si

Albert Einstein, a energia tornou-se um momento quadrivetorial. Cada um dos quatro componentes (um de energia e momento linear), deste vetor, sendo que cada componente representa

UnC -UNIVERSIDADE DO CONTESTADO UNIDADE CURITIBANOS-SC ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO –MECATRONICA umadimensãonoespaço-tempo, é conservado separadamente em qualquerreferencial inercialdado.

Também é conservado o comprimento do vetor (norma de Minkowski), que é a massa de repouso. A energia relativística de uma partícula massiva contém um termo relacionado à sua massa de repouso, além de suaenergia cinéticalinear. No limite de energia cinética zero (ou equivalentemente no referencial de repouso da partícula massiva, ou o centro de momento linear para objetos ou sistemas), a energia total da partícula ou objeto (incluindo a energia cinética em sistemas internos) estárelacionada a suamassa de repousoatravés da famosa equação E = mc². Assim, a regra da conservação da energia na relatividade especial mostrou-se um caso especial de uma regra mais geral, também conhecida como a conservação de massa e energia, a conservação da massaenergia, a conservação de energia-momento, a conservação da massa invariante ou apenas referida apenas como conservação da energia. Narelatividade geral, a conservação de energia-momento é expressa com o auxílio do pseudotensor de Landau-Lifshitz.

3. Referencias

http://www.ebah.com.br/content/ABAAAAcaYAF/conservacao-energia http://www.ebah.com.br/content/ABAAAA7SwAD/conservacao-energia-mecanica

http://www.infopedia.pt/$principio-da-conservacao-da-energia-mecanica

http://pt.wikipedia.org/wiki/Energia_cin%C3%A9tica

http://pt.wikipedia.org/wiki/Lei_da_conserva%C3%A7%C3%A3o_da_energia

http://pt.wikipedia.org/wiki/Energia_mec%C3%A2nica

(Parte 3 de 3)

Comentários