OXI: A NOVA DROGA

OXI: A NOVA DROGA

Oxi: Nova Droga?

Conheçam mais sobre “a nova droga”, o oxi, que é mais devastadora que o crack e pode matar em menos de um ano. | Paula Senna Farma

Cachoeira-Bahia 2011

Cachoeira – Bahia 2011 paulasennafarma@hotmail.com

Depois de tantos comentários de uma nova droga circulando pelo Brasil, ficamos sabendo que a nova droga é apenas uma variante do crack, que consegue ser mais “lixo” que o crack. E já é vendida por traficantes como a “pedra de R$ 2”. Ela chama-se oxi, o nome vem de oxidada. As pedras de oxi são feitas de pasta base de cocaína acrescida de cal virgem, querosene ou gasolina, ingredientes mais baratos e corrosivos do que o bicarbonato de sódio e o amoníaco, que compõem o crack.

Segundo especialistas, assim como o crack, o oxi é capaz de viciar nas primeiras vezes em que é consumido, além de ser mais destrutivo podendo levar a morte em três meses se consumida todos os dias.

De acordo com William Cardoso do jornal O Estado de S.Paulo, em apreensões realizadas na cracolândia em São Paulo ainda não foi possível detectar o oxi, mais por questão de método do que por falta da droga no mercado. "No exame do Instituto de Criminalística, dá positivo para cocaína. Como é em pedra, fica caracterizado como crack, mas também pode ser oxi", afirma o diretor da Divisão de Educação e Prevenção do Departamento de Narcóticos da Polícia Civil (Denarc), Reinaldo Correa. A partir de agora, as pedras apreendidas serão testadas também para oxi. Há indícios de que 60 quilos de crack apreendidos em março na capital (São Paulo) sejam, na verdade, oxi. Amostras foram queimadas e restou óleo, característica da nova droga.

Então não há diferenças entre o crack e oxi no que se diz respeito a aparência, ambos apresentam-se como uma pedra amarelada, a diferença estar nos preços, o crack pode ser comprado por R$ 8 e o oxi por apenas R$ 2, além dos efeitos bem mais fortes por causa dos ingredientes adicionados. O crack quando queimado produz fumaça branca e forma cinzas enquanto o oxi ao ser queimado produz fumaça escura e resíduo oleoso.

Os efeitos do oxi estão relatados logo abaixo:

1. Boca: perda dos dentes, queimaduras e necrose dos tecidos;

2. Pulmões: os alvéolos dos pulmões levam substâncias da fumaça à corrente sanguínea. O pó do cal provoca enfisema;

3. Sistema Circulatório: No sangue, o oxi leva oito segundos para chegar ao cérebro;

4. Cérebro: O oxi aumenta a concentração de dopamina. Seu uso pode provocar derrame, perda de memória, dificuldades de raciocínio e concentração;

5. Coração: elevação dos batimentos cardíacos e estreitamento dos vasos sanguíneos, o que aumenta risco de hipertensão e infarto.

6. Estômago: Vômitos e diarréia;

7 e 8. Fígado e rins: Eliminar as toxinas da droga sobrecarrega os órgãos, levando a inflamações.

Mais devastador e barato que crack, oxi chega a SP. Retirado de http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20110501/not_imp713259,0.php Acesso in 28 de junho de 2011.

JUNIOR, H.M; TURRE, R. Oxi, uma droga ainda pior. Revista Eletrônica Época. Acesso in 30 de junho de 2011.

Fotos: Yvonne Hemsey/ Getty Images, Google Imagens, Veja Abril, Cpad News, Rondonia Agora, O Globo e Polícia Civil da Bahia.

Comentários