Doenças das Aves

Doenças das Aves

Doenças das Aves

Marcelo Joaquim Batista

Introdução

A avicultura brasileira tem uma grande importância porque é um dos setores da pecuária que apresenta os maiores índices de produção. Os altos índices de qualidade são obtidos através de técnicas empregadas em encubatórios, granjas e frigoríficos. Porém é muito importante que sejam adotadas medidas para combater as principais doenças que comprometem o plantel. Essas doenças podem ter agentes causadores, que podem ser: vírus, bactérias, fungos e micoses, parasitas, etc.

Doença de Newcastle

A Doença de Newcastle (DN) também conhecida como pseudo-peste aviária ou pneumoencefalite aviária é uma doença de rápida difusão entre as aves e alta patogenicidade e pode causar a morte da ave.

É uma infecção causada pelo vírus do sorotipo Paramyxovirus aviário tipo 1 (APMV-1).

Os sintomas na ave são: febre, diarréia, severa desidratação, tosse, espirros, tremores, torcicolo, perda de apetite e em aves de postura, queda na produção de ovos.

O contato com a ave contaminada ou com o medicamento para a prevenção da doença pode causar conjuntivite em seres humanos.

A prevenção é feita através da vacinação.

Influenza Aviária

Doença altamente contagiosa causada pelo vírus da Influenza tipo A, que pertence à família Orthomyxoviridae.

O contágio ocorre de ave para ave através de secreções respiratórias, fezes. A contaminação da cama do aviário, equipamentos, veículos usados para o transporte da ave, roedores, outros animais, roupas, sapatos e cabelos são algumas das formas de transmissão da doença.

Os sintomas nas aves com influenza aviária são diversos, mas os mais comuns são: tosse, espirros, corrimento nasal e ocular, sinusite, em aves poedeiras, há redução na postura, em alguns casos pode ocorrer infecções secundárias.

Bronquite Infecciosa das Galinhas

A bronquite infecciosa das galinhas (BI) é uma doença altamente contagiosa que pode atingir aves de ambos os sexos. O vírus causador da doença pertence ao gênero Coronavirus. Não há grandespossibilidadesde óbito de aves. Não foram registrados casos de contágio em seres humanos.

A doença atinge a via respiratória e genito-urinária das aves. Alguns sintomas observados: aves indispostas em alguma fonte de calor, dificuldade respiratória, tosse, diarréia, ovos de baixa qualidade com casca fina, deformados e com conteúdo aquoso, menor taxa de eclosão de ovos caso os rins sejam afetados há aumento no consumo de água.

O controle da doença é feito através do manejo correto nas granjas e com a vacinação.

Doença Infecciosa da Bolsa de Fabrício

Também chamada de Doença Infecciosa da Bolsa (DIB) ou Doença de Gumboro, é uma doença altamente contagiosa que ataca a Bolsa de Fabrício de aves jovens. O vírus causador pertence à família Birnaviridae.

Os sintomas apresentados nas aves são: Tristeza, depressão, falta de apetite e, conseqüentemente, morte por complicações secundárias pela destruição da bolsa. Não existe tratamento para a doença. A transmissão da doença ocorre pelo contato com aves infectadas, aves silvestres, roedores, pelo homem, pelo lixo e ambiente contaminado.

A prevenção é feita através da vacinação preventiva.

Salmoneloses Aviárias

Doenças causadas por bactérias do gênero Salmonella. São conhecidas 2.500 espécies de Salmonella, sendo as mais conhecidas: a pulorose, que afeta aves jovens e o tifo, que afeta aves adultas. Os sintomas são muito parecidos com outras bacterioses, como a colibacilose. A diferenciação é feita somente através de exames laboratoriais. As salmoneloses preocupam por serem transmissíveis aos seres humanos, em muitos casos sendo transmitida pelo ovo contaminado.

O controle envolve higiene e eliminação da ave contaminada.

Bouba Aviária

A Bouba Aviária é uma doença causada pelo vírus da família Poxviridae. É uma doença de disseminação lenta e tem como característica o surgimento de lesões nodulares na pele das partes desprovidas de penas, mas também podem ocorrer lesões na parte superior do trato respiratório.

Na maioria dos casos, tem baixos índices de mortalidade.

É transmitida por moscas, piolhos, descamações da pele de aves doentes e folículos de penas.

Não há tratamento para a doença. Aves que tenham sido infectadas, adquirem imunidade contra o vírus da bouba aviária

O manejo correto do plantel pode evitar a proliferação da doença.

Doença de Marek

Doença causada por um herpesvirus da família Herpesviridae. É caracterizada pela inflamação de células em um ou mais dos nervos periféricos, gônada, íris, vísceras, músculo e pele.

A doença pode afetar um ou mais nervos, por isso, os sintomas variam de ave para ave, podendo ocorrer desde paralisia assimétrica progressiva e mais tarde, paralisia completa de uma ou mais extremidades, pode também afetar a íris da ave, causando cegueira.

A Doença de Marek não tem tratamento e a prevenção é feita com a vacinação dos pintainhos com 1 dia de vida.

Coccidiose

Doença causada por um protozoário do gênero Eimeria, que afeta as células intestinais das aves. Os sintomas são sonolência, perda do apetite, diarréia de coloração variando do esbranquiçado ao vermelho (sanguinolenta), fraqueza, palidez na coloração da pele, magreza, problemas na reprodução com aumento na mortalidade dos filhotes etc.

A coccidiose pode ser tratada com medicamentos à base de sulfa, nitrofuranos, ionóforos e outros.

Coriza Aviária

Doença causada por bactérias do tipo Avibacterium paragallinarum.

A coriza aviária afeta o trato respiratório de aves, principalmente de galinas com 13 semanas de vida.

Os principais sintomas são: descarga nasal, edema de face, conjuntivite catarral, queda de postura e perda de peso.

A prevenção é feita com formas corretas de manejo.

Aspergilose

Doença causada por fungos do gênero Aspergillus. É uma doença que afeta principalmente o trato respiratório, maas pode afetar também os olhos, o sistema nervoso central e o sistema digestivo.

Os sintomas da aspergilose são: tosse, febre, inapetência, crise de respiração com catarro, diarréia meio esverdeada, sede intensa, abatimento.

A transmissão é feita pela liberação dos esporos dos fungos presentes na ração contaminada.

O tratamento da aspergilose é inviável, pois preço das drogas utilizadas é muito elevado.

Comentários